Lista negra

Aqui está mais uma daquelas tantas listas que críticos, revistas e sites especializados de rock gostam de fazer, dessa vez a revista CLASSIC ROCK (inglesa) resolveu nomear o que seriam “os 50 piores discos lançados pelas grandes bandas“. E o interessante disso é que apesar de não levar muito a sério esse tipo de “listinha”, na real eu concordo com a grande maioria dos álbuns aqui apontados como sendo de trabalhos muito ruins de verdade, desses grandes artistas. Lendo a lista dei muitas risadas e é claro que alguns desses álbuns eu ambém tenho em meu acervo e outros já na época de seu lançamento foram detectados por mim e meus amigos como sendo grandes “bombas”. O negócio é dar risada disso, não se pode levar tudo a sério, nem mesmo nossos artistas preferidos. Que isso sirva de lição – “eles” também erram e feio.

*FONTE: Whiplash

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Kiss – (Music From) The Elder (1981)
(meu primeiro álbum do KISS, aliás, um dos primeiros álbuns de rock que tive. Sabe como é, o cara ainda é meio “verde”, compra pela capa e não pelo conteúdo)

Billy Idol – Cyberpunk (1993)
(Invencionice que deu em nada! Só visual e cadê a música?)

Jon Anderson – Olias of Sunhillow (1976)

(Chato prá cacete)

Vários – Sgt Pepper’s Lonely Hearts Club Band (1978)


David Bowie – Tonight (1984)

David Bowie – Never Let Me Down (1984)

Tin Machine – Tin Machine II (1991)
(este é mesmo fraco, se comparado com o primeiro trabalho dessa BANDA do David Bowie. Esse foi um trablho de banda e não da carreira solo dele.)

Neil Young – Trans (1982)
Neil Young – Everybody’s Rockin’ (1983)
Neil Young – Landing on Water (1986)
(Os 3 álbuns são todos muito ruins mesmo, não sei o que deu na cabeça do Neil Young. Tentou inventar e se deu mal. Bem, afinal ele não pode acertar sempre em meio a seus trocentos álbuns lançados).

Bob Dylan – Dylan (1973)

Bob Dylan – Saved (1980)
Bob Dylan – Dylan and The Dead (1989)

Queen – Hot Space (1982)

(O mais POP de todos os álbuns do Queen. Bem, o começo dos 80’s foi memso uma época complicada em termos de bonslançamentos. A galera meio que se perdeu nos sintetizadores e timbres de guitarra em meio ao mar de pedais Boss e coisas do tipo).

ELP – Love Beach (1978)


The Clash – Cut the Crap (1985)


Michael Bolton – Soul Provider (1989)

 (Nem vou comentar…)

T. Rex – Zinc Alloy … (1974)


Killing Joke – Outside the Gate (1988)


Mötley Crüe – Generation Swine (1997)

(Nesse os caras se perderam total, não tem nada a ver com o hard rock tradicional de toda sua história de banda. Sei lá, acho que tentaram pegar um pouco do vácuo da onda grunge na época. Um grande engano!)

Rod Stewart – Best Wishes (1983)

Captain Beefheart – Bluejeans & Moonbeams (1974)


Def Leppard – X (2002)

(Esse é um trabalho que é ruim do começo ao fim, até a arte da capa é muito fraca).

Keith Moon – Two Sides of the Moon (1975)

Mick Jagger – Primitive Cool (1987)

(Esse foi um trabalho que já nasceu torto, uma jogada de marketing total, músicas sem alma, som de plástico)

Gene Simmons – Asshole (2004)
(Puro caça níquel)

George Harrison – Gone Troppo (1982)


The Velvet Underground – Squeeze (1973)


Van Halen – Van Halen III (1998)

(Foi o meu primeiro disco de rock que comprei. Tem esse valor sentimental prá mim, mas o troço acaba por aí. Sabe como é, era piá e comprei mais pela capa e o “peso” do logo do Van Halen do que pelo som de verdade. Sem dúvida muito ruim, só não é o pior de todos da discografia deles, porque  aquele (esqueceram de colocar aqui), com o Gary Cherone nos vocais. Mas isso já é uma outra história).

Iron Maiden – The X Factor (1995)

(Clássico dos clássicos da cagada-mor)

Black Sabbath – Born Again (1983)

(Capa horrível – o artista fez de propósito um trabalho ruim para a banda não gostar (ele era muito amigo do Ozzy e não queria se queimar com o MadMan, fazendo um serviço para a sua ex-banda – questão de rivalidade), mas não adiantou, a gravadora curtiu assim mesmo essa merda. Aqui colocaram o Ian Gillan (Deep Purple) nos vocais – GRANDE ERRO. Nada a ver, parece o time do Grêmio, no papel é até legal, mas na prática…humm.hum.  Sei, muita gente deve adorar esse álbum, mas é muito fraco, na boa.)

Genesis – Calling All Stations (1997)

(Outro álbum POP até os ossos que de tão “arrumadinho” e caprichado em estúdio, ficou sem gosto. Não tem vida, maisuma dessas bostas de gravadoras que tentam nos empurrar guela abaixo. Lixo!)

The Doors – Other Voices (1971)


Rolling Stones – Dirty Work (1986)

(Também tenho esse em minha coleção…rsrsrsr. Outra grande gafe dos 80’s. É, essa década foi cruell, fez muita gente pagar mico. Taí um desses casos).

Aerosmith – Just Push Play (2001)

(ahahahaha… Também tenho esse. Enfim, de tão ruim, se escutei ele umas 4 vezes, foi muito).

AC/DC – Fly on the Wall (1985)

(Sempre fui um dos maiores fans dessa banda na minha turma na adolescência, mas não teve jeito, quando lançaram essa p*&%# de disco eu meio que passei a deixar de curtir o som pesado, de tão indignado que fiquei. Esse não era o meu AC/DC. Cadê o rock’n roll? Grande erro. Até o vídeos são muito ruins – isso que era a fase de ouro do videoclip na época).

Crosby, Stills & Nash – Live It Up (1990)


Deep Purple – The House of Blue Light (1987)

(ahahahah. Outro que é ruim de doer, mais um caso onde nenhuma música  (nenhuma MESMO) presta. Até a capa é feia prá caramba. Uma pena, porque curto bastante o Deep Purple.)

The Who – It’s Hard (1981)

(Fraco e sem a costumeira criatividade desta baita banda!!!).

Creedence Clearwater Revival – Mardi Gras (1972)


Fleetowood Mac – Time (1975)

(Banda que se perdeu totaldepois que abandonaram o caminho do blues).

The Byrds – Byrdmaniax (1971)


Jimi Hendrix – Crash Landing (1975)

(Como?)

Ozzy Osbourne – Under Cover (2005)

(Um deslize do MadMan. Coisa da Sharon, imagino…rsrsrsr).

Guns N’ Roses – The Spaghetti Incident (1993)

(Um mini LP super-thunder-caça-níquel, retrato da época em que a mega banda estava começando a se desintegrar. Um atestado direto disso e sem um pingo de criatividade. Poderia ter adicionado aqui também essa droga do Chinese Democracy também.)

Bon Jovi – This Left Feels Right (2003)


Scott Weiland – The Most Wonderful Time of the Year (2011)


Metallica – St Anger (2003)

(Mais um sensacional clássico de álbum ruim prá caramba.)

Lou Reed & Metallica – Lulu (2011)

Lou Reed – Metal Machine Music (1975)