2200

Depois de muitos cálculos, aferições e conferências em nossos computadores, contando inclusive com o auxílio de um link direto com outros computadores da NASA, chegamos a conclusão de que não temos certeza alguma de que este é mesmo, sem dúvida, o post de número 2200 aqui neste blog. Parabéns a toda equipe Banjomanbold, por mais esta conquista.
Mas afinal, que conquista é esta? Cartas para a redação.

25 anos de Appetite

Dificilmente vamos ver ou ouvir uma banda com um álbum de lançamento tão impactante quando foi o Apettie for Destruction do Guns and Roses. Tudo bem, Led Zeppelin, Jimi Hendrix, Beatles e mais alguns poucos afortunados, também tiveram a sua glória com ótimos álbuns de lançamento de suas carreiras, mas aqui me refiro mesmo é nesses últimos anos, sendo que coube aos “gunners” – malucos de carteirinha,  mas muito bom de rock, cometerem o feito de terem produzido um ótimo álbum na história do rockn roll, até a capa é lezgau. Você pode até não curtir essa banda ou o referido trabalho, eu mesmo admito que apesar de achar o Appetite for Destruction um puta disco, não curti mais o caminho musical da banda quando na fase das músicas “orquestrais”, isto ainda com a formação clássica – Axl, Izzy, Slash, Duff e Adler. Um bom álbum se faz com guitarras de riffs cortantes e criativos, plugadas num bom e velho Marshall com o volume no talo e um baixista que saiba tocar de verdade fazendo a base, um batera alucinado e uma voz pouco comum de um frontman cheio de marra e estilo. Tenho como sendo um incrível cartão de visistas para uma banda essa chegada (porrada!) dos caras com este puta álbum, lotado de hits instantâneos, sendo que logo se distanciaram da cena “hard rock farofa” que rolava em Los Angeles naquela época. Patrolaram todas aquelas “bibas hards” e foram adiante, ganharam o mundo, muita grana, shows, fama, mulheres, drogas e o topo do sucesso, claro, depois despencaram numa vertical lá do alto, mas faz parte. Não vou aqui ficar mencionando essa ou aquela música, até porque é difícil imaginar alguém que se diga rocker e não o conheça do começo ao fim, nem preciso ficar tecendo elogios, o rock que dali sai para os falantes fala por si mesmo, tem a sua história e vida própria, que nem o Axl e sua bandinha cover atual conseguem estragar.
25 anos… O tempo passa depressa mesmo, me lembro muito bem da primeira vez que vi a banda, estava lendo uma entrevista na revista Rock Brigade onde apareciam uns cabeludos esquisitos no topo de um prédio (engraçado até que nunca mais vi em lugar algum essa foto do G&R). Na época não havia internet, demorou para mim escutar algum som dos caras, as notícias sobre novas bandas vinham em doses pequenas e eram através de revistas ou alguma eventual matéria de jornal, me lembro de um amigo mencionar uma nova banda de rockn roll que tinha achado muito legal – segundo ele, lembrava Led Zeppelin (ótima credencial), era o G&R. A primeira vez que escutei a banda foi na rádio Ipanema FM (tinha de ser) e logo em seguida já era possível encontrar o álbum nas lojas de discos – foi um baita impacto, podem ter certeza. Pirei quando escutei do começo ao fim o Appetite for Destruction – e isso foi bem antes da tal explosão  comercial da banda. Dos tempos modernos acho que esse álbum deles (os outros..hummm.hum… não contam), junto com o Nevermind (Nirvana ) e o Black Álbum (Metallica) marcaram uma época como peças raras de uma engrenagem que agora se mostra enferrujada, sem força ou graça. Bons tempos quando o rock era rock de verdade, as bandas eram realmente legais e ainda tinham muito gás, não como agora onde a imagem vale mais do que a música…

Super tênis

A Reebok e a Marvel se uniram para lançar uma coleção de tênis inspirados nos famosos personagens dos quadrinhos. As cores predominantes em cada calçado são as mesmas dos uniformes dos personagens e as palmilhas, quando colocadas lado a lado, formam a imagem do heroi!

Confira mais modelos no link abaixo:
*fonte: Comunicadores

Justin Derrico

Mais uma dessas descobertas do acaso, agora  um outro guitarrista “debulhêitor” master fucker – Justin Derrico. Confiram as habilidades musicais do rapazinho na sua guitarra “debriando” alguns pedaletes de efeitos e também no violão com cordas de nylon.

Devoltz

Depois de duas semanas com fortes dores musculares nas costas, hoje foi dia de voltar a ativa novamente (mas devagar ainda), já que a vontade de pilotar era grande demais. Isso que se pode dizer de um belo sábado de tarde com os amigos.

Motos e mais motos – (35) Especial “motogirlz”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

*Post em colaboração com o amigo Dudu Napa, que coletou por ae na web as graciosas imagens das meninas.

Onde você está?

Achei muito bacana esta imagem, que se vale dos conjuntos e interseções para exemplificar onde a gente estaria na nossa vida (profissional). E esta imagem é usada pelo pessoal que trabalha com coaching para criativos.
E para aqueles que não sabem o que é coaching, aqui vai um belo resuminho: “O coaching é um processo que visa alinhar vida pessoal, carreira e propósito de vida através da avaliação de valores, crenças e comportamentos. O coaching funciona como a cafeína, acelerando o processo de crescimento, trazendo clareza, auto conhecimento e foco. Você, sendo você. Só que melhor.”

Batmobile

Em breve será lançado um documentário da Warner Bros. sobre a história do BATMÓVEL desde os quadrinhos até as telas de cinema.
O documentário de 30 minutos será um extra no blu-ray de “The Dark Knight Rises” no fim do ano.

*Fonte: B9

CadZZilla

Veja um dos carros construídos para a coleção do músico Billy Gibbons (vocal e guitarrista da banda ZZ Top), por Boyd Coddington. O design do carro foi elaborado em conjunto por Larry Erickson, Billy Gibbons, Boyd Coddington, basedo no Cadillac Series 62 – Sedanette 1948. O nome vem uma contração de: Cadillac + ZZ Top + Godzilla (= CadZZilla). O custo do veículo ficou por conta de 900.000 USD (2005) e a placa é I8TOKYO (I ate Tokyo). Confira as imagens dessa belezura. O bom e velho barbudinho do ZZ Top entende mesmo de guitarras, rockn roll e automóveis.

*Fonte: http://onlycarsandcars.blogspot.com.br/2012/07/cadzzilla.html

Solvay Hut

Esses dias vi no Facebook uma incrível imagem (1) de uma cabana na beirinha de uma montanha e fiquei muito impressionado. Fui pesquisar e descobri que a Solvay Hut é uma casa para abrigar alpinistas (no Matterhorn) em emergência ou não, que foi construída a 4.003m de altura em Schwarzsee (Suiça). Sua construção data de 1916, parte do material foi levada por animais até um determinado ponto e posteriormente erguidos por um sistema de cabos sendo que sua montagem final levou cerca de 5 dias. Reformas foram feitas em 1966 e dez anos mais tarde (1976), passou a contar com um telefone de emergência.

Farofêitions rock

Foi por essas e por outras que eu deixei de escutar rock pesado ali no final da década de 80, claro, acabei descobrindo o Metallica e outras bandas do Bay Area (que salvaram o rock pesado) e não estavam nem aí pra essa chinfra de roqueiros “afrescalhados”. Tudo bem, isso foi coisa de época, aliás, o rock na décade de 90 mudou bastante o cenário musical e o próprio grunge se encarregou de patrolar e cimentar essa chalaça de hard rock farofa.
Hoje em dia escuto numa boa, sem stress, acho muito engraçado esse tipo e estilo de vídeo “farfalhantes”, me passam até um certo saudosismo da época, os caras eram bons músicos, bem técnicos e tal mas se jogaram fundo demais nessa de visual glam. Uma pena, muita coisa teria sido levada bem mais a sério se não fosse essa derrapada.  Abaixo, só por exemplo, uma penca de bandas que se atrapalharam legal nos 80’s…rsrsrs

Sensacionais fotografias de Le Mans 2012

Confira as incríveis fotos das 24hs de Le Mans (categoria carros Classics) deste ano, feitas pelo fotógrafo Laurent Nivalle.

*Veja essas e mais fotografias aqui: http://www.facebook.com/media/set/?set=a.10151036885106812.460448.42669416811&type=1

site oficial: http://www.laurentnivalle.fr/