Bixo da Seda – III (show ao vivo em 1998)

Apresentação ao vivo da banda Bixo da Seda no Show Heróis do Rock realizado em 8/05/1998, no auditório Araújo Vianna em Porto Alegre – RS. Este show contava ainda com Made in Brazil e Tutti-Frutti.

*O Bicho da Seda se apresentou com a seguinte formação:
Fughetti Luz – Vocal
Marcos – Baixo e vocaiss,
Mimi – Guitarra e vocaiss
Edinho – Bateria.

Set List:
-Brilho da Cidade
-Trem
-História
-Hora do Crepúsculo
-Já Brilhou
-Tocha
-Bem Chegado
-Rockinho
-Bicho da Seda
-Campo Minado

Bixo da Seda

Bixo da Seda foi uma banda de rock formada em Porto Alegre no início dos anos de 1970, e que iniciou a carreira com o nome de Liverpool, em 1965, passando a chamar-se Liverpool Sound e, após 1971, Bixo da Seda. Com o nome Bixo da Seda, a banda teria partido para “uma levada de rock inglês, num mix de influências, próximo do progressivo”, conforme o jornlista e pesquisador Gilmar Eitelvein. As letras, compostas por Fughetti Luz, eram extremamente críticas e psicodélicas. Tendo se tornado uma espécie de lenda no rock do sul do Brasil, a banda reuniu-se, posteriormente, para shows, tendo tocado, por exemplo, no Festival Morrostock 2011, na cidade de Sapiranga. Já Fughetti Luz emplacou muitos sucessos em sua carreira solo compondo para bandas conhecidas no Rio Grande do Sul, tais como Taranatiriça, Bandaliera e outras, e atualmente, encontra-se em retiro espiritual no interior do Estado.

História:
Como Liverpool, nome com que a banda se tornaria primeiramente conhecida localmente, e que se justificava pelo fato da banda fazer, a princípio, covers dos Beatles, a banda chegou a escrever a discografia de Marcelo Zona Sul, um filme sobre a juventude carioca dos anos 60 que tinha Stepan Nercessian e Françoise Forton nos papéis principais.
No início dos anos 1970 ainda, adotaram o nome de Bixo da Seda e após se transferiram para a cidade do Rio de Janeiro, tendo lançado lá o disco Estação Elétrica, em 1976. O nome da banda teria sido dado pelo filho de Leonel Brizola, Zé Vicente Brizola, que era, naquela altura, integrante da banda. No disco gravado no Rio de Janeiro, com o afastamento de alguns dos integrantes iniciais, um dos participantes da gravação foi um ex-componente da banda Os Bolhas. Três anos depois, terminou a banda, que voltou a reunir-se para shows, posteriormente, havendo uma certa “rotatividade” de integrantes[3]. Na mesma época, se apresentaram como grupo de apoio ao conjunto vocal As Frenéticas.
Apesar da sua produção pequena, a banda até hoje é famosa no circuito progressivo gaúcho e, possivelmente, foi a partir dela que se originou o termo “rock gaúcho”.

Formação:
Fughetti Luz – voz, letras e composições.
Pecos (Wilmar Ignácio Seade Santana) Pássaro – guitarra
Mimi Lessa – guitarra
Renato Ladeira – teclados
Marcos Lessa – baixo
Edson Espíndola – bateria

Discografia:

  • 1969 – Por Favor Sucesso (como Liverpool)
  • 1970 – Marcelo Zona Sul (como Liverpool)
  • 1971 – Hei Menina (como Liverpool Sounds)
  • 1976 – Bixo da Seda

bixo da seda P

Bixo_da_Seda_1975pp

bixo_da_seda_02

bixo_da_seda_01

bixo_da_seda_03