Na estrada antes da chuva

Acordei com algumas dores no velho lombo e cansado para as trilhas, mas nunca para deixar de andar de moto. Pimba! Um telefonema e no começo da tarde lá estávamos eu e o capitão Pretto-bala outra vez na estrada mesmo com um horizonte em tom escurecido, sinalizando uma provável chuva pelo caminho. Para quem gosta de andar de moto de verdade, como a gente, isso não é desencorajador, de forma alguma. Aumenta o sabor de aventura. E lá fomos nós para mais uma trip até Pantano Grande (RS), com uma pequena variação e aumento de quilometragem para o repertório deste trajeto, um providencial desvio por novos caminhos mas para o mesmo objetivo (saímos na BR 287 até o trevo da BR-153 em Vera Cruz, para depois pegar a BR 471 – via Rio Pardo até Pantano Grande). Aliás, importante mencionar que este trajeto de Santa Cruz até Pantano Grande tem um asfalto incrivelmente bom de andar e com pouco movimento nos finais de semana. Tudo ainda com direito a uma passada pelo autódromo de Santa Cruz do Sul, mais um tanto de estrada até um café no tradicional parador Raabelândia. No caminho ainda encontramos um outro motociclista de Rio Pardo chamado Milton Trilha, que veio conversar conosco em uma parada que fizemos para uma foto. Batemos um bom papo e sem dúvida alguma conhecemos um ótimo sujeito, que até nos convidou para um churrasco junto com o seu grupo de motoqueiros, num final de semana desses. Depois era fazer tudo de volta até em casa (antes da chuva). Enfim, cerca de 214km de uma boa aventura para um sábado de tarde.

mapa_VAires-Pantano_13jul2013pp

Pantano_jul2013_05b-pp

Pantano_jul2013_03pp

Pantano_jul2013_08pp

Pantano_jul2013_10pp

Pantano_jul2013_13pp

Pantano_jul2013_17pp

Pantano_jul2013_54pp

Pantano_jul2013_27pp

Pantano_jul2013_28pp

Pantano_jul2013_30pp

Pantano_jul2013_35bpp

Pantano_jul2013_38pp

Pantano_jul2013_40pp

Pantano_jul2013_45pp

Pantano_jul2013_49pp