Buraqueira sem fim, um enorme descaso

No trajeto de hoje da habitual volta de moto de final de semana quando estávamos em plena RS-471, entre Santa Cruz do Sul e Rio Pardo, rumo à Pantano Grande (RS), numa subida um pouco depois de onde fica o parque de exposições da Expoagro, me deparo de surpresa com um enorme buraco no asfalto. Rapidamente tento evitar o pior, o que me parecia de antemão inevitável – um grande tombo e sabe-se lá quais seriam as suas consequências! Consegui controlar a moto apesar do salto sobre o primeiro buraco, do vôo e da posterior batida da roda dianteira no buraco seguinte, que então jogou minha moto para frente e de lado, quase que derrapando, em meio a pista. Ufa! Sobrevive e esse grande perrengue. Sai ileso e incrívelmente a minha moto também (se você visse a situção, não acreditaria).
Fiquei totalmente surpreso, porque este trajeto eu faço há anos e sempre me pareceu muito bem cuidado e com uma ótima pavimentação. Mas não tem jeito, passei maus bocados e por pouco não tive um sério (muito sério) acidente nesta tarde. Fica aqui o meu reconhecimento por essa administração de bostaa de nosso governo de estado, pelo ENORMNE descaso com a relidade de nossas estradas, com as vidas humanas – mas isso não importa não é mesmo? Afinal agora pedágio é apenas fundo de arrecadação para campanha, não é!? Enfim, eu estou vivo (ainda bem!), ilseso, mas MUITO INDIGNADO.
Só para constar, no tempo após essa situação em que ficamos perto do local, outros carros e motos também passaram por maus bocados. O pessoal da redondeza já estava mais esperta e desviava muito antes, mas e os desavisados como nós? Bem, vimos um carro sofrer uma paulada tão grande que teve as suas duas rodas dianteiras entortadas. Tentamos inclusive inventar alguma espécia de sinalização para avisar aos futuros veículos que se aproximassem, mas não encontramos nada para usarmos e que service de uma forma efetiva. E aliás, isso na realidade cabe a quem administra e faz a manutenção desta pista, que é quem deveria é arrumar esta parte do trajeto e nem é o caso de sinalizar porra alguma!!!!

Fica o recado e o alerta.

Eu, de minha parte, garanto que não vou me esquecer disso nas próximas eleições.

Abaixo uma fotografia – sim, fiz questão de registrar o tal buraco no asfalto que quase me detonou.
Cuidado! Você ainda pode também ser vítima de um descaso desses e te garanto que a coisa não é brincadeira.

RioaPardo-09112013-07pp

RioaPardo-09112013-09pp

RioaPardo-09112013-10pp

RioaPardo-09112013-06pp

Half-Mile Supercross Rhythm Section – Red Bull Straight Rhythm

Red Bull Hetero Rhythm é uma inovadora evolução do supercross, a pista é um “desenrolado” – onde não há voltas, apenas uma seção rítmica reta de 800m de extensão. Isolando apenas a grips, triplos, duplos, tampos de mesa e passo em / offs, os pilotos devem se concentrar exclusivamente na leitura do terreno em frente deles e julgar corretamente a velocidade para a distância e controle preciso. Alguns dos melhores pilotos do mundo (incluindo James Stewart, Ryan Dungey, Marvin Musquin, Malcolm Stewart, Cole Seely, Justin Bogle e Jesse Nelson) foram lado a lado em uma competição amigável nesta pista, um divisor de águas, mostrando que há potencial para um novo formato para as competições de moto.