Um volta que já dá quase para se fazer de olhos fechados

Eis que novamente chegamos ao sábado e prá variar, fez um bonito dia de sol. Sem muita conversa furada, o negócio era pegar as motos e tomar o rumo da estrada. O menor moto clube ainda sem nome foi desta vez somente comigo e o Pretto (prá variar…rsrsr), não poderia ser um roteiro mais longo do que  habitual devido a um compromisso de logo mais a noite do Pretto. Ele vai participar do Night Run em Venâncio Aires. Então nada melhor do que um rolê tranquilo, então era a vleha e boa tríade – Santa Cruz do Sul, RioPardo e Pantano. Tudo normal e tranquilo, nenhum perrengue na estrada, um bom dia mesmo para se andar de moto. O interessante é que sem querer demos sorte ao passar pelo Autódromo de Santa Cruz do Sul, tinha uma galera treinando em várias categorias de motovelocidade para a prova que acontecerá de amanhã. Muito bom, mas sol estava forte demais para ficar parado, então seguimos em frente. Na parada em Patano encontramos um casal de chilenos que estão viajando pela América do Sul em um caminhão especial, tipo todo-terreno. Um rápido bate-papo com eles, abastecer as motos e voltar (o relógio estava contra nós dessa vez). Caminho de volta feito, em casa, são e salvo. Isso é que é bom e não tem preço. Prosit! Como de costume, abaixo algumas imagnes da função.   DCIM100GOPRO                 DCIM100GOPRO                 DCIM100GOPRO                 DCIM100GOPRO                 DCIM100GOPRO                   DCIM100GOPRO                 DCIM100GOPRO                 DCIM100GOPRO               DCIM100GOPRO                 DCIM100GOPRO