Dia do lobo solitário

Nessa conversa de rolê de moto, via de regra começo sempre falando sobre o dia, o tempo e o clima. Claro, tudo a ver quando o assunto é andar de moto, dando a dica do contexto de pano d efundo da história. Importante também em função de equipamento como de segurança, tudo para aproveitar bastante cada momento em duas rodas. E são muitos, podes crer. A emoção de uma simples voltinha em duas rodas é muito diferente daquela de pilotar um carro. Acredite-me! Uma diferença enorme.
Mas enfim, hoje não tive parceria, o tempo indefinido e a grande possibilidade de chuva, afastou o eleitorado. Então o negócio foi seguir o trecho sozinho, mesmo com o clima instável e nublado. Com a moto parada na garagem por causa das chuvas que pouca trégua deram nesses últimos tantos dias, não rende. Precisa rodar. Semana passada até rolou um belo sábado, mas tive visita em não deu para pegar a estrada. Tanto que perdi o rolê com os amigos até e exposição de motos que estava rolando lá em POA. Hoje tinha de ser, com ou sem chuva!
Sai meio que sem rumo, durante o caminho mudança de planos, resolvi seguir até Sinimbú, fazia tempo que ia até lá. No final das contas até fez sol no meio da tarde, não estava tão frio e na real foi uma bela tarde. Um rolê curto mas muito agradável. Dia de feriado, pouca gente na rua, melhor ainda. Abaixo algumas das tradicionais imagens do rolê da vez.
Tenham um bom final de semana.

 

DCIM100GOPRO

 

 

 

 

 

 

 

 

DCIM100GOPRO

 

 

 

 

 

 

 

 

DCIM100GOPRO

 

 

 

 

 

 

 

 

DCIM100GOPRO

 

 

 

 

 

 

 

 

DCIM100GOPRO

 

 

 

 

 

 

 

DCIM100GOPRO

 

 

 

 

 

 

 

 

DCIM100GOPRO

 

 

 

 

 

 

 

 

DCIM100GOPRO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DCIM100GOPRO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DCIM100GOPRO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DCIM100GOPRO