Em direção a serra gaúcha

Meu querido diário…(rsrsrsrssr)
Uma hora dessas tinha de acontecer, um sábado com chuva. Foram vários finais de semana em que o céu cinza deu as caras, a metereologia previa chuva mas ela não veio, ou quando veio, não intimidou. Mas hoje bem no momento marcado para sairmos em mais um rolê de moto, percebi pingos de chuva na viseira do capacete. Carvalho. Putz!
Vamos nessa, nada de se afrouxar agora, eu e o Pretto seguimos assim mesmo em frente. Não é que a chuva sumiu repentinamente, assim como tinha chegado antes. “Lebeza”!

Seguimos para o lado da serra gaúcha, fazia tempos que não tomávamos essa direção. Ok. Simbora! Antes abastacer as motos, uma calibrada nos pneus, uma última olhada no material e pimba. On the road.

Como já mencionei, a chuva logo desistiu e foi tudo tranquilo, paramos em um posto de pedágio para um gole de água (às vezes deixam na salinha uma térmica de café preto – mas hoje não tinha), trocamos uma ideia rapidamente e seguimos adiante. A próxima parada era importante, já passava do meio dia e era mais do que na hora de um bom almoço. Um belo e farto sanduíche em uma lancheria sensacional que conhecemos já de outras empreitadas pela região, com direito a um belo pão caseiro na chapa, queijo e salamito colonial e mais alguns adereços. SHOW!!!

O plano inicial era de irmos até Bento Gonçalves, mas perto de lá um engarrafamento e o trânsito parado numa fila enorme por causa de manutenções na pista. Aguardamos um bom tempo e nada. Não deu outra, chega!
Meia volta e entramos em Garibaldi. Um rolê no centro da cidade, uma parada na praça central, olha aqui, olha ali. Um bar. Sim, precisávamos mais uma vez de líquido gelado!  Depois de saciada a sede e uma amenizada no calor (ar condicionado no bar – beleza!), hora de seguir o caminho de volta, mas antes mais uma voltinha pela cidade.

Poderia simplesmente terminar aqui e dizer que foi tudo legal, mas não foi. Quero deixar o meu olá! para um imbecil numa moto BMW F800 GS (branca), de Lajeado/RS (não gosto desses caras de Big Trail, não é de hoje – se julgam os reis da estrada), me ultrapassou perigosamente em alta velocidade num espaço de “meia metade de pista”, em plena faixa dupla amarela. PQP meu!
(Eu tinha aqui escrito mais coisas, dito alguns elogios para esse cara cuzão, mas apaguei. Deixa prá lá). Ele é de Lajeado, aqui do lado, vamos com certeza ainda nos encontrar novamente por aí. Daí CONVERSO (sic!) com ele direitinho, pode deixar…

Enfim, no mais tudo beleza. Depois no caminho ainda veio a chuva, molhou legal. Faz parte da aventura
De volta prá casa numa boa. Nada como um sábado animado e cheio de adrenalina.

IMG_4192ppx

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DSC03075ppx

 

 

 

 

 

 

 

 

DSC03070ppx

 

 

 

 

 

 

 

 

DSC03089ppx

 

 

 

 

 

 

 

 

DSC03086ppx

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DSC03079ppx

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IMG_4200ppx

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IMG_4214ppx

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IMG_4203ppx

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DSC03107ppx

 

 

 

 

 

 

 

 

DSC03100ppx

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DSC03106ppx

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DSC03103ppx

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DSC03113ppx

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DSC03111ppx

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IMG_4210ppx

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DSC03124ppx

 

 

 

 

 

 

 

 

DSC03128ppx

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.