Ficar sem férias pode te matar, diz a ciência

A medicina entende cada vez melhor os danos de muito trabalho sem descanso. Passar meses seguidos sem um tempo real de férias pode afetar o corpo de muitas formas, mentais e físicas.

Um trabalho de longo prazo mostrou que não tirar férias aumenta a chance de problemas cardíacos. Um projeto chamado de estudo Framingham acompanhou mulheres trabalhadoras por 20 anos. Foram analisadas as relações entre a frequência com que elas tiravam férias e a incidência de problemas cardíacos.

Os cientistas chegaram à conclusão de que menos férias implicam mais problemas cardíacos. Trabalhadoras que tiravam férias a cada seis anos tinham o dobro de chances de ter problemas cardíacos do que aquelas que descansavam pelo menos duas vezes por ano.

Outra pesquisa, realizada com homens, mostra que jornadas longas (de dez horas ou mais) aumentam os riscos de doenças coronárias em 80%. A explicação dos cientistas para o aumento nesses riscos é por causa da exposição prolongada a stress psicológico.
E a mente?

A cabeça também é afetada. Uma grande pesquisa chamada Whitehall II estudou os efeitos psicológicos de longos turno de trabalho. Trabalhar mais de 11 horas por dia dobra as chances de um episódio de depressão grave, em comparação a trabalhadores com turno de sete ou oito horas.

Mas tirar férias ainda pode melhorar a mente. Um estudo da Univeridade de Uppsala, na Suécia, mostrou que acontece uma melhora psicológica depois de uma temporada de férias. O estudo mostra, inclusive, uma queda na quantidade de remédios comprados por pessoas que acabaram de voltar de férias.

Os impactos vão além. Estudos também notaram aumento de criatividade em mentes descansadas. Outros, analisando pessoas em situações de longos períodos de trabalho, indicam queda nas funções cognitivas e até diminuição no vocabulário.

……………………………..
*Fonte: superinteressante

Reality Show ocorrerá na Sibéria e poderá ter assassinatos e estupros

Reality Show vai permitir crimes como assassinato e estupro; ganhador levará R$ 5 milhões
Os participantes ficarão 9 meses na Sibéria, onde a temperatura chega a -40ºC.

A TV russa está sendo alvo de duras críticas pela mídia internacional. Produtores de um conhecido canal de TV russo estão criando um Reality Show em que não será colocado nenhum limite para ganhar o prêmio de R$ 5 milhões. O programa está sendo comparado com o famoso filme Jogos Vorazes, em que somente 1 pode sair vivo da competição.

O programa, que terá o nome “Game2: Winter”, contará com a participação de 30 pessoas, sendo 15 homens e 15 mulheres, de vários países, e terá duração de nove meses. O local já foi escolhido, será na Sibéria. A escolha do local foi feita de modo que a sobrevivência dos participantes seja dificultada, uma vez que, em determinadas épocas do ano, a temperatura do local pode chegar a -40ºC.

O organizador do programa, Yevgeny Pyatkovsky, chocou a imprensa ao dar algumas declarações sobre o programa. “Toda e qualquer reclamação dos participantes será ignorada, e isso está incluído assassinatos e estupros”, confirma o diretor.

Segundo Yevgeny não terá regras para se ganhar a grana. “Nada será proibido. Lutas, álcool, assassinato, estupro, fumar, ou outras coisas que queiram fazer”, conclui o diretor. Porém, nenhum participante entrará enganado no programa, tudo estará especificado em contrato.

As gravações ocorrerão todo o tempo, durante 24 horas por dia. Câmeras serão espalhadas nos ambientes que circularem, além disso, cada jogador carregará consigo uma câmara portátil.

Ainda não foram discutidos todos os detalhes do programa, porém, Yevgeny já adiantou algumas coisas. Segundo ele, os participantes poderão levar uma faca, onde será usada para caçar ou limpar os alimentos. Eles terão também acesso a um botão de emergência em que poderão disparar a qualquer momento. Ao disparar o botão, o participante não poderá retornar ao programa.

As declarações dos responsáveis do programa geraram um grande desconforto nos internautas pelo mundo. Segundo eles, o programa abre caminho para comportamentos selvagens e primitivos do ser humano. A Federação Russa, por sua vez, tomou frente à discussão. Segundo eles, caso o programa seja criado no país, então, deverá seguir as leis do país. Não serão permitidos quaisquer atos que fujam da legalidade.

………………………………
*Fonte: blastingnews

siberia_reallity

Lista completa de pilotos para a abertura do AMA Supercross 2017

A abertura do maior evento de supercross do mundo, o AMA SX, acontece no dia 7 de janeiro, em Anaheim, Califórnia. Pilotos e equipes seguem finalizando os últimos detalhes nas motos para uma temporada que promete muita adrenalina e emoção!

Confira abaixo a lista completa de pilotos confirmados nas categorias 450 e 250 Oeste, com número, nome e moto de cada atleta.

 

450

1 – Ryan Dungey | KTM
2 – Cooper Webb | Yamaha
3 – Eli Tomac | Kawasaki
14 – Cole Seely | Honda
19 – Justin Bogle | Suzuki
20 – Broc Tickle | Suzuki
21 – Jason Anderson | Husqvarna
22 – Chad Reed | Yamaha
25 – Marvin Musquin | KTM
32 – Weston Peick | Suzuki
41 – Trey Canard | KTM
51 – Justin Barcia | Suzuki
61 – Vince Friese | Honda
80 – Cade Clason | Honda
85 – Thomas Hahn | Yamaha
94 – Ken Roczen | Honda
151 – Dakota Tedder | Kawasaki
181 – Dustin Pipes | Suzuki
314 – Alex Ray | Husqvarna
377 – Christophe Pourcel | Husqvarna
501 – Scotty Wennerstrom | Kawasaki
606 – Ronnie Stewart | Suzuki
619 – Mark Weishaar | Yamaha
713 – Chad Cook | KTM
723 – Tyler Enticknap | Honda
800 –  Mike Alessi | Honda
801 – Jeff Alessi | Honda
914 – Brice Klippel | KTM

 

250 Oeste

24 – Austin Forkner | Kawasaki
28 – Mitchell Oldenburg | KTM
30 – Martin Davalos | Husqvarna
38 – Shane McElrath | KTM
43 – Matthew Bisceglia | Suzuki
48 – Christian Craig | Honda
52 – Tyler Bowers | Yamaha
58 – Chris Alldredge | Yamaha
74 – Bradley Taft | Yamaha
76 – Scott Champion | Yamaha
87 – Chris Howell | Husqvarna
100 – Joshua Hansen | Husqvarna
145 – Travis Smith | Honda
154 – Brandon Scharer | Yamaha
203 – Zachary Commans | Kawasaki
262 – Connor Pearson | KTM
338 – Ryan Surratt | Kawasaki
383 – Casey Brennan | Yamaha
448 – Broc Shoemaker | Yamaha
523 – Miles Daniele | KTM
526 – Colton Aeck | Honda
660 – Stone Edler | Yamaha
705 – Steven Tokarski | Suzuki
805 – Carlen Gardner | Yamaha

…………………………
*Fonte: brmx

2017-ama