Road trip V.Aires – Mostardas 2016 *(parte 1 – A Ida)

Já que o final de ano está aí e período de férias chegou, estava na hora de uma boa road trip. Não demoramos muito para decidir para onde ir e quem iria junto. No final das contas e em função de horários, agenda, trabalho e compromissos pessoais, a nossa trip de moto até Mostardas (RS), rolou somente comigo e o Vladimir. Até porque tínhamos a ideia de rodarmos um bom trajeto por estrada de chão e inclusive na beira da praia.

O Vladi já fez esse roteiro anteriormente, aliás, é uma trip que há dois anos já que me proponho a fazer no final de ano e não rola em função das condições climáticas (leia-se aqui “chuvas”). Ano passado a previsão marcava chuva e o céu um dia antes de partirmos estava muito escuro e com o aspecto de chuva, assim cancelamos na última hora a empreitada. E como já era no final das minhas férias, resolvemos deixar para uma outra oportunidade. Mas o irônico disso, foi que acabou não chovendo nos dias seguintes, ou seja, confiamos demais na previsão do tempo…rsrsrsr.

Esse ano eu prometi para mim mesmo de que iria de qualquer jeito, com o sem chuva. Não deu outra, chegou o dia marcado e lá estava a previsão do tempo indicando muita chuva. Inicialmente iríamos sair na segunda-feira (26/dezembro), mas adiamos, parecia que iria chover muito mas choveu bem pouco. Aiaiaiai…. Então nessa terça de madrugada, às 5 horas da manhã me acordo, dou uma rápida olhada pela janela e mesmo sabendo de que as chuvas iriam acontecer durante o dia, resolvemos partir. Saímos do postinho, conforme já havíamos combinado, por volta das 6 horas da manhã. Ainda um pouco escuro e tudo tranquilo e sem sinal de chuva.

Seguimos pela RS-287 em direção à Porto Alegre (RS), fizemos uma breve parada para colocar óculos escuros por causa do sol nascente, que ficava em nossa frente. Um pouquinho antes de tomarmos a Rodovia do Parque (BR -448), chegamos em um posto de gasolina para um café. Coisa rápida. seguimos até Porto Alegre (RS), atravessamos a cidade até a Av. Ipiranga, depois tomamos a direção de Viamão (RS). Então uma parada para abastecermos as motos e colocarmos as capas de chuva (que tanto odeio!), porque repentinamente o tempo fechou e começou a chover forte. Até então tudo estava de boa e nem um pingo d’água.

Sem perder tempo era a hora de seguirmos em frente mesmo com aquela chuvarada toda. Quem está na chuva é prá se molhar, não é assim!? Me recusei a colocar aquelas ridículas polainas de chuva e bingo! Não deu outra, em pouco tempo meus pés já estavam ensopados e pior, gelados. Shit! Andamos vários quilômetros nessa condição de chuva forte, depois que a chuva parou então estávamos naquele estágio onde a combinação vento + andar de moto promove um “secamento rápido” e providencial das roupas. Mas as minhas botas relutavam bravamente em secar…

Daí em diante começou uma constante de chove e para, foi assim até chegarmos em Mostardas. O trajeto todo nesse perrengue. Um determinado momento na RS-101 estacionei  ao lado de uma dessas casinhas de parada de ônibus, para espichar as pernas e também tirar as meias e as botas (que estavam cada vez mais encharcadas). Deveria ter usado aquelas polainas ridículas, que deixam a gente com pés de palhaço. Nah!

Já bem melhor depois de ter tirado a água das meias e dos meus calçados, continuamos em frente. Ainda faltava uma boa parte do trajeto. Depois de vários quilômetros rodados chegamos na entrada para a estrada do Farol da Solidão. Aliás, mal sinalizada. Tinha sim uma placa mas com a flecha que indicava a direção para o lado contrário…rsrsrsrs. Mas tranquilo, pedimos informação numa casa ali perto e tudo resolvido.

Então era a hora de encarar uma estrada de chão com uma mistura de barro e a areia molhada. Achei que era um trajeto curto até a praia do farol, mas nada disso! Isso tudo ainda antes de chegarmos em Mostardas e pior, com a fome batendo. E que fome! Bem, mas isso fica para o próximo capítulo da road trip.

*Abaixo algumas fotos da empreitada, na primeira parte da viagem:

 

A saída - 6h
A saída – 6h

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

RS-287
RS-287

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Parada para por óculos de sol
Alguns ajustes

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Sol a nossa frente
O Sol a nossa frente

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Um café
Café

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Rodovia do Parque
Rodovia do Parque

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Já depois de Viamão, quando a chuva veio.
Depois de Viamão, quando a chuva veio.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Chuvarada
Chuvarada

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Entre uma chuva e outra
Entre uma chuva e outra

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O que ainda viria pela frente
O que ainda viria pela frente

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Já bem depois de Palmares do Sul, parada para tirar a água das botas.
Depois de Palmares do Sul, parada para tirar a água das botas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Quase em Mostardas (RS) - BR 101
Quase em Mostardas (RS) – BR 101

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.