O que acontece ao descobrir que um asteroide está vindo para a Terra?

Na semana passada, a NASA anunciou a criação de um novo escritório que assumirá a responsabilidade em tal cenário. O Escritório de Coordenação de Defesa Planetária (PDCO, em inglês) ajudará a rastrear asteroides próximos da Terra, desenvolver estratégias de deflexão (alteração ou desvio da posição natural) de asteroides e planejar esforços de resposta em caso de ameaça.

“A bola-de-fogo de Chelyabinsk em 2013 e a aproximação recente do ‘asteroide do Halloween’ nos lembram do motivo pelo qual precisamos permanecer vigilantes, e manter nossos olhos para o céu, embora não existam ameaças de impacto conhecidas neste momento.”, disse John Grunsfeld, da NASA, em um comunicado.

Se uma ameaça surgir no espaço exterior, o trabalho da PDCO será a comunicação de coordenação com o público, avaliar se há alguma coisa que podemos fazer sobre ele e coordenar esforços de resposta com a Agência Federal de Gestão de Emergências (FEMA, em inglês).

Tecnicamente a NASA teria feito todas essas coisas de qualquer maneira, mas a nova estrutura organizacional formaliza quem está no comando no caso de uma emergência de asteroides.

A NASA estima que tenha encontrado 90% dos asteroides de tamanho quilométrico. Os asteroides de tamanho médio (aproximadamente com 137 metros de diâmetro) são mais difíceis de detectar, mas podem causar danos significativos.

Foram encontrados cerca de 40% desses até agora, de acordo com Paul Chodas, do programa “Asteroides Próximos da Terra“, da NASA. Com os aumentos recentes no financiamento, a meta da NASA é rastrear 90% destes asteroides de tamanho médio até 2020.

Traduzido e adaptado de what happens if we find out an asteroid is heading for Earth?.

 

………………………………………………
*Fonte: ciencianautas

meteoro_098

As 12 qualidades sábias

1. Elas não se queixam! Aceitam que o que foi, foi e não pode ser mudado e o que interessa é daqui para frente. Não quer dizer que não expressem dor, mas não se lamentam, não se veem nem agem como vítimas.

2. São atrevidas, tem coragem de experimentar o novo, a buscar o não vivido, o não conhecido.

3. “Tem mãos para as plantas”, concreta e metaforicamente. “Plantam, regam e acompanham o crescimento” de plantas, pessoas, projetos…4. Confiam em seus pressentimentos/ em sua intuição, honram sua sabedoria interna.

4. Meditam a sua maneira, cultivam um centro interno de silêncio e escuta, de prece e reconexão com o Sagrado

5. Defendem com firmeza o que mais importa, descobrem sua voz e tendem a tornar-se mais rebeldes e radicais com tudo que consideram errado no mundo.

6. Decidem seu caminho com o coração, mesmo que esse caminho seja difícil.

7. Dizem a verdade com compaixão, mas dizem sempre a verdade, porque sabem que só a verdade cura e liberta.

8. Escutam seu corpo, não o veem como um objeto a ser aperfeiçoado, mas como um instrumento de prazer e autoconhecimento.

9. Improvisam, agem com espontaneidade, fluem com a vida.

10. Não imploram, não fazem NADA com a finalidade de serem aceitas.

11. Riem juntas, riem de si e com isso nutrem um profundo senso de irmandade, porque é um riso que expressa o triunfo do espírito e da alma sobre aquilo que poderia tê-las destruído ou as convertido em mulheres amargas .

12. Saboreiam o positivo da vida, sabem ter gratidão pela beleza da vida, mesmo que mesclada de sofrimentos.

 

……………………………………………
*Fonte: nowmastê

 

zen1