Ilópolis

Com essa história de feriadão junto do final de semana ficou bem melhor a questão de dar o rolê de moto. Dava para escolher o dia e até mais de um. E hoje prá variar também foi dia. Mesmo com uma cara cinzenta até depois mesmo do ainda do meio-dia, o céu estava dando pinta de que não caso para chuva. Dessa vez nem olhamos a previsão do tempo. Marcamos o horário para a partida e pimba!

Dessa vez o Pretto estava à postos para ir junto e combinamos de seguir com destino cheio de subidas e curvas até Ilópolis (RS), a terra da erva-mate.

Aos poucos enquanto seguíamos na direção de Lajeado, Arroio do Meio e depois Encantado, o clima foi mudando para mais frio (claro, subida de serra), mas ao mesmo tempo o sol resolveu aparecer e dar uma colorida diferente na região. Melhor! Perto de Encantado uma breve parada no posto do pedágio para uma água, uma ida ao banheiro e um pouco de conversa. Inclusive ajudamos um parceiro que queria ir para a cidade de Travesseiro e estava meio atrapalhado, só para não dizer perdido.

De volta às motos, seguimos o nosso destino de subida, agora já com um movimento menor de carros após o trevo já no caminho de Ilópolis. Esse trajeto já teve asfalto melhor, no começo muito buraqueira e aqueles espaços “derretidos” ondulados de asfalto por causa do peso de caminhões (grande perigo para as motos), superando isso tudo de boa logo estávamos passando por Dr Ricardo e depois Anta Gorda (nomes interessantes de cidades). Nem vou comentar muito sobre a beleza dos lugares ao longo do trajeto, fica compreendido aqui de que é uma viagem muito boa e de quem curte esse tipo de atividade, porra meu, é sensacional. De vez em quando é preciso sair de sua zona de conforto e conhecer lugares assim, sem shopping, sem sinal de celular mas por outro lado, cheio de vida. Fica a dica.

Fizemos uma ou outra parada eventualmente no caminho para curtir o visual, até porque afinal não se trata apenas de subir na moto e acelerar. Essa função de andar de moto e se sentir livre, buscar essa sensação de paz, realização, interagir com a estrada, a paisagem, o deslocamento e a máquina é muito boa.

Chegando em Ilópolis a missão então passou a ser encontrarmos um bom café. Só que hoje foi dia de feriado do trabalhador e assim a maioria dos estabelecimentos estavam fechados, coisa que não acontece nos outros rolês durante o ano. Nenhum café aberto. Então resolvemos dar uma rápida passada na lagoa que há perto do centro da cidade. Um pouco de conversa com um cara que estava com a sua família ali pescando, na real era mais dando banho em minhoca do que pegando peixe mesmo. Nessa hora o céu já começava a dar indícios de escurecer então era momento de preparar a volta. Uma parada no posto para abastecer (nada de café ali) e seguimos o caminho de volta.

No trevo de saída da cidade encontramos um vendedor de pinhão na beira do asfalto. Paramos, perguntamos o preço, negociação feita e a mala então cheia de pinhão até a boca. Seguindo em frente, planejamos uma parada para um café em um posto de gasolina que vimos pelo caminho. Nada feito, lancheria fechada. Tentamos ainda um mini mercado com um balcão de lancheria, também nada feito. E olha que nessa hora um café seria uma boa, já estava começando a fica rum pouco frio. Vamos em frente com o caminho de descida de morro.

O trajeto foi tranquilo, só que a medida em que chegávamos mais perto de Encantado outra vez, o movimento também aumentou (sem contar que era dia de final de feriadão) e daí veio aquela situação xaropenta de descida de morro com várias curvas, em faixa dupla com um caminhão na frente segurando uma fila de carros… putz! Logo chegamos em Encantado, depois mais adiante já era Lajeado e por aí em diante nossas motos já andam meio que no piloto automático.

Chegamos loucos por um café, a tarde passou voando, afinal rodamos centenas de kms sem comer nada, já estava ficando escuro e frio pegando. Por aqui as coisas também eram em clima de feriado de dia do trabalho. A solução foi o postinho. Até que enfim o tão esperado café…rsrsrsr.ainda conversamos com mais alguns amigos que encontramos e já era momento de ir mesmo prá casa. Fome batendo, assuntos ainda por resolver antes dedar por encerradas as grandes atividades do feriado.

Tenham uma boa semana. Esse foi um feriado supimpa, com muita coisa bacana e sempre bom contar com a parceria dos amigos nesse tipo de aventura. Valeu!

 

*Com já é costume, abaixo uma sequência narrativa de imgs do rolê do dia.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s