Brasil é o país da América Latina que mais recebe ataques ransomware

O Brasil não anda bem das pernas. Não, não estamos falando de política nem de economia, mas, sim, de segurança digital. De acordo com levantamento da empresa de segurança Kaspersky, o país concentra 55% dos 24 mil ataques de ransomware identificados neste ano na América Latina. Na sequência, apareceram México (23%) e Colômbia (5%).

Os números não surpreendem. Isso porque o Brasil é o país com mais usuários de internet da América Latina e, por consequência, com mais vítimas em potencial de ataques virtuais.

Além disso, o ransomware é uma das pragas mais queridas dos criminosos, principalmente pelo lucro rápido e fácil. Por isso, não é de estranhar que os sequestros virtuais na América Latina tenham avançado 30% entre 2016 e 2017.

De modo geral, os ataques de ransomware costumam ser direcionados a hospitais e pequenas e médias empresas. Isso porque eles estão mais propensos a pagar o resgate para ter seus dados de volta.

Mas isso não significa que os usuários finais estejam livres dessa praga. Pelo contrário. O ransomware se aproveita de senhas inseguras ou de sistemas operacionais desatualizados para infectar um dispositivo.

Ransomware nunca mais

Em primeiro lugar, é importante manter navegadores, sistemas operacionais e softwares atualizados para não ficar vulnerável facilmente. Outro ponto importante: faça backups regularmente. Mesmo que seus dados sejam sequestrados, você terá cópias de todos os seus arquivos. Assim, você não entra em desespero para pagar o resgate.

Embora a maioria dos ataques seja direcionada para computadores, os dispositivos móveis também são alvo dos criminosos digitais. Isso significa que você precisa proteger todos os seus aparelhos: computador, smartphone e tablet.

 

 

 

……………………………………………………
*Fonte: uolseguranca

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.