Você sabia que o Polo Norte está se movendo em direção à Inglaterra?

Todo mundo aprendeu que o Polo Norte da Terra se encontra, bem, no Polo Norte, certo? No entanto, a verdade é que a localização exata dos polos terrestres não é assim tão estável como parece, e exploradores e cientistas vêm monitorando sua movimentação desde 1899. Aliás, só para você ter uma ideia, ao longo de todo o século 20, os pesquisadores perceberam que o Polo Norte estava se movendo em direção ao Canadá.

Agora, de acordo com Kata Karáth, do portal New Scientist, novos levantamentos revelaram que o Polo Norte está se movendo gradualmente em direção ao Reino Unido. Segundo os especialistas, é possível que a mudança de endereço seja resultado da forma como o aquecimento global está afetando a maneira como o nosso planeta gira sobre o próprio eixo devido às alterações na distribuição de água no mundo e contínuo degelo das regiões polares.

Mudança de endereço

Segundo Fiona MacDonald, do portal Science Alert, após passar quase um século seguindo cerca de 10 centímetros por ano em direção à Baía de Hudson, no Canadá, os cientistas responsáveis por monitorar a posição dos polos detectaram uma rápida mudança de direção há cerca de 15 anos.

Foi então que, repentinamente, o Polo Norte sofreu um redirecionamento — de 75 graus para o leste — e começou a se mover com quase o dobro da velocidade anterior, ou seja, 17 centímetros por ano, para o Meridiano de Greenwich. A mudança abrupta pegou todo mundo de surpresa, e foi só agora que um grupo de cientistas na NASA conseguiu descobrir quem está por trás do fenômeno. Alerta de spoiler: o Papai Noel não tem nada a ver com isso!

Ações humanas

A equipe avaliou imagens de satélite capturadas entre 2003 e 2015 e descobriu que existe uma forte ligação entre a distribuição de água no planeta e o eixo de rotação da Terra. Na realidade, os cientistas já suspeitavam que essa podia ser a causa da mudança de posicionamento dos polos, mas, até então, todos acreditavam que ela estava associada ao derretimento do manto de gelo da Groelândia e à perda de gelo na Antártida.

Não só somos responsáveis em grande parte pelo aquecimento global, como estamos alterando o eixo de rotação do planeta!

Contudo, uma análise mais minuciosa apontou que o degelo dessas duas regiões não era suficiente para gerar a energia necessária para mover o eixo de rotação da Terra tão para o leste. Os pesquisadores descobriram, então, na verdade, que mudanças na distribuição de água em terra, mais precisamente, em uma área entre a Ásia e a Europa, também exercem uma forte influência no redirecionamento do polo.

Variações na distribuição de água no mundo

Segundo os cientistas, o subcontinente indiano e a região do Mar Cáspio estão perdendo uma enorme quantidade de água — e, dessa forma, contribuindo para que o eixo da Terra se mova para o leste. Mas, apesar de a notícia sobre a mudança de endereço do Polo Norte parecer alarmante, os pesquisadores afirmaram que os terráqueos não têm há nada a temer, já que as nossas vidas cotidianas não serão afetadas.

Entretanto, saber onde, exatamente, os polos se encontram e como a Terra gira é de extrema importância no que diz respeito ao posicionamento de satélites, assim como aos sistemas de navegação e GPS. Além disso, o monitoramento permitirá que os cientistas possam mapear as mudanças na distribuição da água sofridas pelo nosso planeta nas últimas décadas.

………………………………………………………..
*Fonte: mundocurioso

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.