4 grandes diferenças entre os dois hemisférios terrestres

Os hemisférios norte e sul da Terra estão divididos por uma linha imaginária denominada Equador. E há grandes diferenças entre os dois:

A Lua
Enquanto no hemisfério sul é possível aplicar uma regra mnemônica – quando a Lua tem forma de C está em sua frase crescente e quando tem forma de D está em fase minguante – no hemisfério norte, é exatamente o contrário. Naturalmente, isso se refere à forma da Lua e não às suas fases, que são as mesmas para o mundo inteiro.

As estrelas
Para a observação do espaço, o hemisfério norte se mostra mais adequado que o sul, porque está mais distante do centro da galáxia e, portanto, a contaminação luminosa é menor. Porém, as estrelas são mais brilhantes e visíveis no hemisfério sul.

O Sol
Apesar de o Sol nascer no leste e se pôr no oeste no mundo inteiro, a sombra que ele projeta se move em sentido horário para o hemisfério norte e em sentido contrário para o hemisfério sul. Além disso, enquanto, no hemisfério norte, o Sol alcança sua posição máxima apontando para o sul, no hemisfério sul ele aponta para o norte.

As estações
As estações ocorrem de forma contrária nos hemisférios. No norte, a primavera tem início em 21 de março, dia em que começa o outono no hemisfério sul. Do mesmo modo, em 21 de setembro inicia o outono no hemisfério norte, enquanto, nesse mesmo dia, começa a primavera no hemisfério sul. Por último, em 21 de junho tem início o verão no hemisfério norte, dia em que começa o inverno no hemisfério sul.

…………………………………………………………..
*Fonte: seuhistory

Mulheres precisam dormir mais que os homens para manter o bom humor, diz estudo

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Duke, nos Estados Unidos, concluiu que, para manter o bom humor, as mulheres precisam dormir mais do que os homens.

A pesquisa mostrou que mulheres que não dormem o suficiente amanhecem mais irritadas do que os homens que tiveram a mesma quantidade de sono.

Edward Suarez, um dos autores da pesquisa, estudou 210 homens e mulheres de meia-idade que não possuíam distúrbios do sono.

O trabalho, que foi feito em conjunto com outros pesquisadores, revelou que 40% dos participantes dormiam menos do que o necessário, adquirindo problemas como dificuldade para adormecer ou acordar durante a noite.

“O estudo sugere que o sono de má qualidade – medido pela quantidade total de sono, o grau de despertar durante a noite e quanto tempo leva para pegar no sono – pode ter consequências mais graves de saúde para as mulheres que para os homens”, disse Edward.

Os pesquisadores explicam que as mulheres que dormem pouco sofrem mais com aflições físicas e psicológicas, além de ter dificuldade para balancear os hormônios, ficando mais propensas a desenvolver problemas no coração, diabetes tipo 2 e depressão.

 

 

 

…………………………………………………….
*Fonte: fasdapsicanalise