As duas faces dos signos do zodíaco, descubra as suas!

Tudo no mundo tem dois lados, luz e escuridão, felicidade e tristeza, vida e morte, sucesso e fracasso. É através deste equilíbrio que as coisas funcionam em harmonia.
Nós, enquanto parte do universo, também temos essa dualidade dentro de nós mesmos. Características positivas e negativas estão presentes em nossas personalidades e se misturam, dando origem a personalidades únicas.

Através de nossos signos do zodíaco, podemos ter uma melhor ideia de quais são as nossas duas faces, e para ajudá-lo nesta descoberta pessoal, trazemos abaixo detalhada a dualidade de cada um dos signos.

Leia com atenção, compreenda como você funciona e trabalhe para equilibrar essas duas forças dentro de si mesmo, sempre valorizando os pontos fortes para criar um caminho positivo e iluminado para si mesmo.

As duas faces de cada signo do zodíaco

Áries
Arianos são pessoas espontâneas, de energia elevada, apaixonadas, ambiciosas, corajosas e dedicadas, que nunca desistem de lutar por seus objetivos e sonhos. Possuem uma luz única e especial que ilumina qualquer lugar em que entram e que inspiram as pessoas ao seu redor a seguir em frente, olhando sempre o lado positivo.

Entretanto, também são extremamente impacientes, e não gostam de ser contrariados. Podem se tornar agressivos, quando são ofendidos e muitas vezes levam as coisas para o lado pessoal. Quando conseguem dominar esses impulsos, entretanto, usam toda a sua intensidade para o bem.

Touro
Taurinos são muito trabalhadores, responsáveis e dedicados a si mesmos e às pessoas que amam. Sua alma é pura e fazer o bem para o outro é uma de suas maiores alegrias na vida. Eles gostam de aproveitar os frutos de sua dedicação junto aos seus amigos e são extremamente confiáveis.

No entanto, sua natureza também é teimosa, intransigente e muitas vezes arrogante, o que acaba por deixar as pessoas com quem convivem em dúvida sobre sua verdadeira personalidade. Nos relacionamentos, tendem a ser possessivos, porque querem sempre ser o centro das atenções.

Gêmeos
Os geminianos realmente parecem ter duas personalidades polarizadas que revezam o domínio. Uma de suas personalidades é caracterizada pela simpatia, sociabilidade, extroversão e parceria. Estão sempre abertos a viver novas aventuras e vivem com muita leveza e confiança.

A outra personalidade é ansiosa, impulsiva, fechada, estressada e insegura. Ela costuma aparecer em dias muito tensos ou incomuns na vida do geminiano. Eles tendem a se isolar quando essa personalidade está no domínio e nem sempre sabem lidar bem com essa dualidade.

Câncer
Cancerianos costumam ser pessoas polêmicas, mas possuem muitas características positivas, eles são cuidadosos, empáticos, leais e presentes. São ótimos ouvintes e fazem tudo o que está ao seu redor para que você se sinta compreendido e amado, mesmo que não seja tão próximo. Eles não costumam se abrir para ninguém, mas param o que estiverem fazendo para ajudar seus amigos em necessidade. Sua gentileza é realmente única!

No entanto, em seu interior essas pessoas lidam com muitas questões. São ansiosos, hipersensíveis, acreditam que ninguém realmente os compreenda e que estão sozinhos no mundo. São muito críticos consigo mesmos e tendem a se isolar por se considerarem bons o suficiente. É uma luta diária controlar os sentimentos negativos e colocar um sorriso no rosto.

Leão
Leoninos são líderes natos e por isso gostam de estar no centro das atenções e terem suas vozes ouvidas. São ambiciosos, positivos, extrovertidas e engraçados, sempre dispostos a colocar um sorriso nos rostos de seus amigos.

Entretanto, em alguns momentos também podem ser extremamente orgulhosos, cabeças duras, arrogantes e egocêntricos, querendo que sua vontade se imponha sobre as dos outros. Também são preguiçosos e dramáticos, e nem sempre sabem trabalhar em equipe.

Virgem
Virginianos são pessoas produtivas, detalhistas, esforçadas, lógicas e dedicadas. Eles dão 100% de si em tudo o que fazem e nunca se comprometem com você sem ter certeza de que poderão cumprir com sua palavra. Também são pacientes e sempre dispostos a compartilhar seus conhecimentos com as pessoas ao seu redor.

Por outro lado, eles são muito sérios e disciplinados, o que faz com que levem a vida muito a sério e percam momentos de diversão e alegria. Estão sempre muito presos ao agora e têm dificuldades em simplesmente seguir o fluxo da vida. Também são muito críticos consigo mesmos e se cobram a perfeição.

Libra
Librianos são pessoas especiais, possuem uma aura muito linda, trazem paz e calma para todos os ambientes em que vão, e despertam o melhor que as pessoas têm dentro de si. Eles dedicam grande parte de suas vidas a ajudar os outros e sempre confiam em sua intenção para agir. São bem-humorados e gostam de ter longas conversas sobre os mais variados temas.

Mas nem tudo é simples com essas pessoas, eles lutam para manter a positividade dentro de si, porque muitas vezes são cercados por pensamentos negativos sobre si mesmos, e tendem a acreditar que as pessoas só estão ao seu lado por interesse. Quando possuem um problema com alguém, tentam evitar falar sobre ele porque temem confrontos, e também muitas vezes são indecisos sobre quais caminhos realmente querem seguir na vida.

Escorpião
Escorpianos são pessoas encantadoras, sua inteligência, disponibilidade e senso de humor sarcástico encantam a muitos, que sempre desejam estar por perto. Também são muito apaixonados pela vida, organizados e com grandes planos para si mesmos. Sabem que a vida é muito mais do que uma rotina infeliz, e seguem pelo mundo buscando o seu lugar.

O seu lado negativo, no entanto, é tão intenso quanto o positivo. Eles podem se tornar manipuladores, críticos e vingativos, quando se sentem ameaçados ou traídos. Não costumam conversar e se resolver com quem lhes prejudicou, a primeira coisa que fazem é planejar uma vingança à altura, e nesses momentos, sentimentos negativos podem controlar seus corações.

Sagitário
Sagitarianos são pessoas sorridentes, divertidas, intensas, otimistas e inspiradas. Enxergam o mundo como um grande território inexplorado e sempre buscam conhecer mais sobre o que está ao seu redor. Não têm medo dos desafios no caminho, sempre estão dispostos a dar o seu melhor para viverem com verdade.

O problema é que muitas vezes encontram dificuldade para viver no presente. Eles guardam muitos sentimentos negativos em seus corações, vindos de experiências passadas, que os impedem de seguir em frente da melhor maneira. Podem se irritar com facilidade e preferir se isolar do que conversar.

Capricórnio
Capricornianos são pessoas completamente focadas em seus objetivos. Eles desejam sucesso, grandeza, e o sonho de conquistar tudo o que desejam é o que os mantêm firmes em sua caminhada. Essas pessoas também são inteligentes, práticas e organizadas, muitas vezes ocupando posições de liderança. Eles focam muito no trabalho e na realização de suas metas.

Apesar de todas essas características positivas, os capricornianos também podem ser impacientes, arrogantes e intolerantes. Eles sempre acreditam que estão certos e não aceitam opiniões diferentes com humildade. Quando criticados, fecham a cara e tratam a todos com desprezo.

Aquário
Aquarianos são encantadores! Seus objetivos de vida nada têm a ver com riqueza extrema ou reconhecimento. O que os move vai muito além! Eles querem viajar, criar novas conexões, conhecer diferentes culturas e adquirir mais conhecimentos valiosos, que expandam suas almas. São defensores das diferenças e têm um pensamento muito à frente de seu tempo.

Porém, não são tão abertos quando se trata de vínculos emocionais, ainda precisam aprender a como lidar melhor com os seus sentimentos, principalmente quando envolvem outras pessoas. Muitas vezes, afastam as pessoas por não saberem a melhor maneira de mantê-las por perto.

Peixes
Piscianos são muito ligados às suas emoções, sensíveis, criativos e carinhosos. Eles possuem uma personalidade muito especial e madura, e mesmo não concordando com os pontos de vista daqueles que amam, eles sempre estão por perto, fazendo sua parte pela relação. Também costumam ser empáticos e leais, nunca deixando ninguém na mão.

O que poucos sabem é que essas pessoas têm dificuldade em lidar com a realidade da vida, e muitas vezes buscam maneiras de escapar. Eles precisam de seu tempo só, mas muitas vezes acabam se isolando por escolha própria. Apesar de necessitarem de ajuda, na maioria das vezes não sabem como pedir.

*Por Luiza Fletcher

……………………………………………………………….
*Fonte: osegredo

Ninguém precisa ser grosseiro para ser sincero. Gentileza é bom e todo mundo gosta.

Não, eu não concordo com essa grossura toda, não. Esse negócio de achar que truculência e competência são a mesma coisa, esse estrabismo de enxergar eficiência onde só há intolerância, essa história de aceitar e elogiar a grosseria em nome do resultado. Para mim, não dá. Eu não aceito.

Vão me desculpar os autointitulados “sinceros”, mas cuspir nossas verdades pessoais na cara dos outros assim sem mais, sem pedir licença, sem jeito e sem pudor não é sinceridade. É falta de educação mesmo. Pretexto para humilhar, subjugar e acabrunhar alguém que, em nossa lógica perversa de autoproteção, precisa ficar em seu lugar.

Quase sempre, na esteira de um dissimulado “desculpe a sinceridade” vem uma enxurrada de afrontas, preconceitos e ofensas proferidos com falso desprendimento. A cada crítica forçada e opinião venenosa, o sujeito muito orgulhoso de sua “sinceridade” pisa com selvageria disfarçada as cabeças de suas vítimas enquanto festeja sua “personalidade forte”. E eu aqui me pergunto se isso não passa de fraqueza de caráter, insegurança profunda e essas coisas que ninguém assume.

Tem até quem ofenda e magoe alguém com a desculpa de tentar ajudá-lo. Balela. Mentira. Não está ajudando. Truculência não é boa intenção. É mal gosto mesmo. Digamos a verdade com firmeza mas com doçura. Por que não?

Sim, senhor! É claro que se pode ser sincero sem ser agressivo. Todos podemos declarar nossa versão da verdade sem vociferar e agredir. Mas tem gente por aí acusando pessoas de bom senso e almas cuidadosas de hipocrisia, frescura, falsidade e outros acintes pelo simples fato de elas ainda usarem o tato e a cautela para lidar com os outros.

É estranho, mas a incrível inversão de valores que nos assola transformou em “fingido” o sujeito de bons modos. Reduziu à condição de “sonso” o cidadão que ousa dizer o que pensa com firmeza, sim, mas com toda a delicadeza que lhe cabe. Na ótica míope dos hostis, o ser gentil é um molenga, um banana e um fingido. E a gentileza, veja só, é uma farsa.

Uma coisa é a nossa dificuldade de ouvir “a verdade” alheia, nosso embaraço em aceitar críticas e receber opiniões diversas. Isso se trata e se corrige. Outra coisa é o nosso direito de ouvir o outro com o mínimo de jeito e delicadeza. Isso não se negocia.

Sigamos assim, exaltando os grosseirões autointitulados “sinceros” e julgando como hipócritas, frouxos, covardes de personalidade fraca os bem educados, e estaremos cada vez mais distantes uns dos outros, rolando ladeira abaixo no caminho para o nada.

Nessas horas eu sinto saudade de minha bisavó, Benedita Rosa, que me visita com a brisa da tarde, na Hora da Ave Maria, Hora do Ângelus, “Hora da Rosa”. Pensar nela me faz bem. Olhando em nossos olhos durante uma bronca, tinha a firmeza e a direção das locomotivas. Mas nunca perdeu a doçura dos anjos e dos sonhos de padaria. Valei-me, Vovó. Valei-nos Deus! Com toda a sinceridade, está faltando sua gentileza aqui embaixo.

*Por André J. Gomes

……………………………………………………………………………………
*Fonte: fasdapsicanalise