Peixe gigante devora um tubarão inteiro no fundo do mar – veja vídeo

Uma cena inusitada foi flagrada por pesquisadores da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA), agência norte-americana que monitora a vida marinha: enquanto registravam em vídeo o comportamento de um grupo de 11 pequenos tubarões que se alimentavam de um peixe-espada que estava morto no fundo do mar, uma criatura marinha apareceu em cena e devorou um dos tubarões que participava do banquete.Os cientistas se surpreenderam no momento do bote. “Não é possível”, disse um dos especialistas da NOAA.

O flagrante ocorreu a quase 500 metros de profundidade e foi registrado graças a um conjunto de câmeras especiais que funcionam de modo remoto. Os pesquisadores investigavam como a espécie de tubarão conhecida como galhudo-malhado realiza sua alimentação: o vídeo era um registro raro por si só, já que exibia o conjunto de animais devorando um peixe-espada morto que tinha mais de 2 metros de comprimento e pesava mais de 100 quilos.

Apesar de não terem dimensões avantajadas e medirem no máximo um comprimento de 1,25 metro, os tubarões galhudo-malhado atacaram a carcaça de modo voraz — os cientistas não conseguiram avaliar como o peixe-espada morreu. O momento de estudo dos hábitos marinhos ganhou uma dramaticidade ainda maior quando o peixe gigante simplesmente engoliu um dos tubarões ainda com vida. Veja o vídeo que exibe o momento do ataque (que acontece no minuto 1:40):

Os cientistas do NOAA afirmam que o algoz do tubarão é um peixe conhecido como cherne-poveiro, que pode alcançar até 2,5 metros de comprimento. De acordo com os especialistas, o vídeo ajuda a fornecer mais informações sobre o comportamento desse tipo de peixe, que é conhecido por caçar outras criaturas marinhas — não se esperava, entretanto, que ele fosse capaz de atacar animais como tubarões: o método utilizado para se alimentar é engolir suas presas por inteiro, utilizando sucção. Como o vídeo exibe, é possível ver apenas o rabo do tubarão para fora da boca do cherne-poveiro.

………………………………………………………….
*Fonte: revistagalileu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.