Como se livrar dos chatos

Os chatos. Quem são eles? Onde eles vivem? Como se reproduzem sendo tão insuportavelmente chatos?

Estudos indicam que os chatos (nome científico: australopitacus irritantus) existem desde o início dos tempos. Quando o primeiro troglodita desenhou o primeiro mamute na primeira caverna, o primeiro chato chegou e disse: “Que coisa ofensiva, Ugh! Vou falar pro shaman te jogar no vulcão amanhã de manhã…”

Antigamente, era fácil identificar o chato. Era o cara sozinho na festa, encostado na parede e sorrindo amarelo. Hoje tudo mudou. O chato tem coluna em jornal, blog em portal, canal no youtuber, voz no podcast, talkshow na TV, perfil no Facebook, conta no Instagram e arroba no Twitter.

O chato adora verdades absolutas. E acha que tem a missão sagrada de chatear todo mundo que não tem a mesma certeza fundamentalista. Existe o chato teísta ou ateísta, materialista ou espiritualista, esquerdista ou direitista, vegano ou miliciano, capitalista ou comunista, bolsonarista ou lulista, academicista ou terraplanista. Não importa. Os chatos, mesmo diferentes, são absolutamente iguais. E estão todos unidos num mesmo propósito: passar a vida enchendo o saco e então morrer.

Isso não pode! Isso não dá! Isso eu não gosto! Isso me ofende! Isso é um absurdo! Isso eu não entendo! Isso eu não concordo! Isso deve ser proibido! Isso precisa ser apagado! Isso merece ser censurado! Isso tem que ser rasgado!

O chato é a vizinha fofoqueira do bairro, só que agora com tecnologia 5.G.

Existe, contudo, uma maneira infalível de se livrar do pentelho. Chato é igual assombração: se você ignora, ele vira abstração.

*Por Edson Aran

 

…………………………………………………………………..
*Fonte: revistabula

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.