7 coisas incríveis que o seu cérebro é capaz de fazer e você não sabia

O cérebro é, de longe, a parte mais importante do corpo humano. Não desmerecendo os outros órgãos, afinal cada um deles tem a sua função e precisamos de todos eles para sobreviver. Contudo, o cérebro humano é algo particular. Foram anos de estudos que nos proporcionaram uma boa compreensão sobre as funções de quase todas as partes do nosso corpo. Mas, no caso dele, o cérebro, quanto mais tentamos entendê-lo, mais complexo ele fica. Não é por acaso que exista um campo científico completo dedicado ao estudo do cérebro, a chamada Neurociência.

Com o avanço tecnológico e aprimoramento das ferramentas científicas, obtemos uma visão mais aprofundada do funcionamento interno desse órgão tão vital. Com isso, descobrimos coisas que vão além do que pensávamos anteriormente. E tivemos certeza de que o cérebro é muito mais complexo do que imaginamos. Isso levando em consideração apenas o que já sabemos sobre ele, e com certeza, ainda resta muito o que descobrir. Confira a seguir, algumas coisas realmente incríveis que o seu cérebro é capaz de fazer e que você nem sabia.

1 – Despertar naturalmente

Você, muito provavelmente, já ouviu alguém dizer que não precisa de despertador porque consegue acordar na hora certa sem nenhum estímulo exterior. Esse não é o caso de muita gente que, mesmo com o despertador, acaba perdendo a hora. Mas, na verdade, essa afirmação é verdadeira. O despertador natural do corpo é tão real quanto eficiente, e até melhor do que qualquer alarme convencional.

Contando que a pessoa tenha um horário de sono regular, o despertador natural do corpo funciona muito bem, acordando a pessoa antes do tempo estipulado. Segundo um estudo, isso acontece graças aos hormônios do estresse que são liberados pelo cérebro algumas horas antes do horário de acordar. Eles possibilitam que você acorde naturalmente sem a interferência de um despertador real. E para calibrar esse despertador natural, basta seguir uma rotina de sono, e com o tempo, o seu corpo se acostumará a acordar na hora certa. E você nunca mais precisará ter o seu sono interrompido abruptamente.

2 – Aprender durante o sono

Vemos o sono como um momento de paralisação parcial do cérebro. E de fato é isso mesmo que acontece quando estamos dormindo. Então, não é de se esperar que o cérebro desempenhe as suas funções regulares enquanto estamos descansando. Quem diria que as habilidades de codificar informações ainda funcionariam durante o sono? Mas, surpreendentemente, o nosso cérebro é capaz de fazer isso. Porém, essa habilidade de aprendizagem só é possível ocorrer durante a fase mais profunda do sono. Os seres humanos conseguem reconhecer os padrões de som ouvidos durante a fase Rem do sono. Ou seja, até dormindo, o ser humano é capaz de codificar informações e aprender.

3 – Aprender a tocar piano com prática imaginária

Todo mundo sabe que, para treinar o seu cérebro para conseguir algo, você deve praticar a atividade em questão. Seja aprendendo um novo idioma ou tocando um instrumento. De acordo com a ciência, a prática imaginária pode ser tão eficiente quanto a prática real. Pelo menos, quando se tratar de aprender a tocar piano. Exemplo disso é um estudo realizado pelo prêmio Nobel, Santiago Ramon y Cajal.

Em 1904, o cientista fez um experimento nada convencional. Ele lecionou lições básicas de piano para dois grupos de pessoas que não tinham nenhuma experiência com o instrumento. O primeiro grupo foi ensinado no piano de verdade. Já o segundo grupo tinha apenas que mover os dedos de acordo com o som das notas. Por fim, Cajal descobriu que ambos os grupos aprenderam a tocar a sequência que ele lhes ensinou. E o nível de habilidade entre os dois grupos foi igualmente satisfatório. No final da década de 1990, esse mesmo estudo foi replicado por outros cientistas. E para a surpresa de todos, a prática imaginária teve o mesmo impacto no cérebro do que a coisa real.

4 – Julgar as pessoas rapidamente

Quando vemos uma pessoa pela primeira vez, impensadamente criamos uma impressão mental sobre ela, com base nas principais pistas visuais. Enquanto você está ocupado fazendo isso, o seu cérebro já criou um perfil subconsciente da pessoa bem antes de você formular isso na sua cabeça. Um estudo mostrou que o cérebro humano é incrivelmente veloz para fazer julgamentos sobre outras pessoas. E todo o processo leva apenas 0,1 segundos. E o melhor, esses julgamentos se mostram bastante corretos, principalmente quando se trata de sexualidade, competência profissional e visão política. Porém, quando você começa a pensar de forma objetiva, você anula os julgamentos do cérebro e se mistura com estereótipos, que muitas vezes são incorretos.

5 – Modo piloto automático

Já pensou no quão legal seria apenas se afastar por um instante e deixar o seu corpo agir? Pois é, igual a um piloto automático. Surpreendentemente, o cérebro não apenas tem um modo automático, como também é muito melhor em determinadas atividades do que a parte ativa do cérebro. Estudos já mostram que, quando você fica muito bom em alguma coisa, o seu cérebro transfere o processamento dessa atividade para uma região separa do cérebro. A chamada rede de modo padrão (DMN) é a região do cérebro que lida com o processamento subconsciente.

Isso não é totalmente uma novidade, já que usamos essa parte do cérebro para fazer coisas comuns do dia a dia, como ligar o carro ou amarrar os nossos sapatos. Mas estudos já demonstram que essa parte funciona também com tarefas mais complexas.

6 – Prever o futuro

Nos últimos anos, a ciência fez algumas importantes descobertas sobre o nosso cérebro, uma dela é a capacidade do órgão de prever o futuro. Mas calma, não estamos falando de prever o futuro, tipo quais os números serão sorteados na loteria. Em um estudo, pesquisadores descobriram um fato curioso. Devido ao atraso na informação do olho diretamente para o cérebro, ele naturalmente faz as suas previsões do que acontecerá a seguir. Por exemplo, a trajetória de uma bola em sua direção, o cérebro se prepara para desviar antes mesmo que possamos conscientemente ver isso. Ou seja, em essência, estamos sempre de olho no futuro, prevendo subconscientemente eventos ameaçadores.

7 – Consciência de todos os ângulos

O ser humano é capaz de observar todos os 360 graus ao nosso redor. Isso mesmo, quase como um “sexto sentido” que nos alerta quando alguém está nos observando por trás. Enquanto os nossos olhos parecem limitados pelo campo de visão se comparados aos de outros animais, o nosso cérebro não precisa necessariamente olhar para trás. Nossos outros sentidos, principalmente a audição, são bastante precisos na hora de detectar até mesmo a menor mudança em nosso ambiente. Isso acontece principalmente em áreas em que não podemos ver. Com isso, o nosso cérebro recebe uma “visão” bastante precisa de todos os ângulos ao nosso redor. Isso sem necessariamente estar no alcance dos olhos.

*Por Cristyele Oliveira

 

………………………………………………………………….
*Fonte: fatosdesconhecidos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.