Não tente ser o melhor, apenas seja “bom o suficiente”

Não tente ser o melhor, apenas seja “bom o suficiente”! Colocar demandas impossíveis de nos destacarmos apenas causa estresse e infelicidade!

Você pode optar por cancelar a busca pelo melhor em favor de uma busca por ser bom o suficiente.

Se você estiver cursando um curso universitário, projeto de trabalho ou relacionamento com a intenção de ser o melhor aluno, trabalhador ou parceiro do mundo, considere meu novo herói, Sir Robert Alexander Watson-Watt.

Ele é meu novo herói por causa de sua teoria da imperfeição, que resumiu como:

“Dê a eles o terceiro melhor para continuar; o segundo melhor chega tarde demais, e o melhor nunca chega. ”

Não é o tipo de afirmação que você deve fazer em uma entrevista de emprego – lá, você deve apenas concordar com a fantasia de que todos na sala, incluindo você, são perfeitos.

Mas não é um mau princípio trabalhar com isso.

Watson-Watt foi pioneiro na tecnologia de radar e rádio, particularmente para rastrear aviões inimigos que atacavam a Grã-Bretanha durante a Segunda Guerra Mundial. Seu trabalho ajudou a RAF a vencer a Batalha da Grã-Bretanha e também ajudou a pôr fim ao massacre noturno dos inocentes conhecidos como Blitz.

Se ele estivesse lá, insistindo em encontrar a melhor solução para o problema de detectar aviões inimigos, muitos milhares de vidas, pelo menos, poderiam ter sido perdidas.

Ele teve uma carreira distinta após a guerra. Se você queria um anúncio para o que ele chamou de “o culto do imperfeito”, ele é.

Isso não é um culto à negligência ou à falta de cuidado. É uma questão de não permitir que a melhor busca te impeça de fazer o que você pode fazer nas circunstâncias que se encontra.

Muitos projetos ficam inacabados na busca interminável pela busca constante pelo melhor.

William Babbage, que projetou, mas nunca construiu o que poderia ter sido o primeiro computador há quase 200 anos, desperdiçou uma grande subvenção do governo fazendo infinitas melhorias em uma máquina de calcular anterior que ele nunca terminou. O pobre Babbage disse mais tarde que nunca teve um dia feliz em sua vida. A busca pelo melhor não o fez muito bem.

Depois, há o conceito de “parentalidade boa o suficiente” apresentado pelo psicanalista pioneiro DW Winnicott. Ele acreditava que pais perfeitos seriam ruins para uma criança, cujo desenvolvimento psicológico e emocional seria sufocado. É por isso que é tão triste ver os pais se espancando por não serem perfeitos – seus filhos não estão buscando a perfeição e acabariam se sentindo intimidados por ela.

E que pai ou mãe tem tempo para descobrir a melhor resposta às necessidades da criança? Entrar rapidamente e aplicar a primeira solução disponível geralmente é o melhor possível.

Fonte de infelicidade

Colocar demandas impossíveis sobre nós mesmos há muito tempo é identificado pelos psicólogos, desde Freud, como uma fonte de infelicidade.

Se você está muito estressado como trabalhador, estudante, pai ou filho, esse estresse pode, é claro, ser causado por demandas impossíveis daqueles que estão na autoridade. Mas também pode ser causado por demandas impossíveis impostas a si mesmo.

Se o último for o culpado, você pode optar por cancelar a busca pelo melhor em favor de uma busca pelo bom o suficiente.

Curiosamente, isso não significa padrões ruins. Para dar um exemplo do jornalismo, muitas, talvez a maioria das melhores notícias que você lê são escritas com um padrão “bom o suficiente”. Ninguém tem tempo para escrever a melhor história que poderia ser escrita – isso se chama história.

No entanto, o trabalho “bom o suficiente” dos jornalistas deve atender aos exigentes padrões de precisão, prova de difamação e estilo – se não o fizerem, as consequências podem ser dolorosas, como sabemos.

Quando as pessoas – como o infeliz Babbage – começam a refletir sobre suas vidas até o momento, podem concluir sombriamente que as coisas não saíram tão bem quanto poderiam.

E adivinha? Eles estão certos: em nosso mundo aleatório cercado por numerosas forças conflitantes, uma vida não pode sair tão bem quanto poderia ser.

O mesmo se aplica aos seus projetos, tarefas (se você é estudante), casamento, filhos, pais e tudo mais.

Deixe uma margem para erro e relaxe.

E lembre-se de Robert Alexander Watson-Watt e sua terceira melhor regra.

 

*Por Padraig O’Morain
– Padraig O’Morain (@PadraigOMorain) é credenciado pela Associação Irlandesa de Aconselhamento e Psicoterapia . Seu último livro é Kindfulness. Seu lembrete diário de atenção plena é gratuito por e-mail (pomorain@yahoo.com)

………………………………………………………………………
*Fonte: seuamigoguru

Símbolo gigante em plantação intriga franceses

Depois que imagens do símbolo foram publicadas no Facebook, região atraiu muitos curiosos; alguns dizem que o desenho pode ser uma obra de arte feita por alienígenas

Mistério no norte da França. Um símbolo gigantesco com forma geométrica que lembra uma flor com uma cruz no centro chama a atenção na pequena cidade francesa de Vimy. O desenho, descoberto recentemente por um fazendeiro local, levanta as mais diversas hipóteses para o surgimento da marca de cerca de 300 metros quadrados nos campos de trigo da região. Há quem diga que se trata de uma obra de arte extraterrestre.

Surpresa pelo fato inusitado e pelo tamanho da obra, a família dona da fazenda rapidamente conseguiu um drone para tirar fotos do símbolo e, assim, talvez tentar entender melhor do que se tratava o preciso recorte em sua plantação. Mas a situação perdeu o controle depois que decidiram publicar essas imagens no perfil do Facebook da fazenda.

“Vimos muitas pessoas chegando ao campo. Descobrimos que havia uma religião, crenças em torno dela. As pessoas são loucas. Elas vêm para orar. Elas vêm para mentir no campo. Assumem o lugar. Você se sente sobrecarregado. Ainda é uma propriedade privada! Hoje temos mais pessoas em nosso campo do que em nossa loja agrícola”, diz o dono da fazenda.

As imagens já foram removidas da rede social, mas o mistério continua a levar curiosos para o local. “Algumas pessoas nos dizem que é a cruz dos Templários, que a energia que brotou da terra, que nosso campo é abençoado e pode curar a esclerose múltipla”.

Os fazendeiros tiveram que chamar a polícia para controlar a euforia dos visitantes. Segundo os proprietários da plantação, a perda financeira não é muito alta, mas a perturbação dos curiosos se tornou insuportável.

Segundo pessoas que compareceram ao local, o símbolo é uma cruz em referência aos Cavaleiros Templários e ao passado turbulento da região, que foi devastada pelos combates na Primeira Guerra Mundial. Já outros curiosos estão convictos que o desenho feito na plantação é uma obra feita por alienígenas.

*Por Cesar Schaeffer

………………………………………………………………..
*Fonte: olhardigital