Blackberry Smoke & Nick Perry – “You Can’t Always Get What You Want” (Rolling Stones)

Então! O que dizer quando uma das suas bandas preferidas se apresenta ao vivo e conta com a participação de um outros guitarrista da nova geração, do qual tu também é muito fan!? E ainda tocam um som dos Stones (salve Keith!).
É o que que acontece aqui nesse vídeo com o Blackberry Smoke e o Nick Perry! Putaquispariu….. Hey! ainda não me sai da cabeça que um dos melhores shows que já assisti ao vivo foi o do Blackberry Smoke, em POA, no Opinião. Tenho dito! E não, não seu desses que idolatram apenas mega-shows com bandas clássicas, claro que são massa, mas bons shows de verdade, via de regra, acontecem em lugares menores e com uma boa cerveja gelada.

Thanks God! Ah, valeu, valeu mesmo.

Somos todos imperfeitos

Olhar para dentro e encarar que somos imperfeitos, nos faz perceber que não somos infalíveis e que existe uma grande beleza e sabedoria nisso

O poeta Manoel de Barros dizia que para entender a intimidade do mundo era preciso desinventá-lo. Isso porque antes do alfabeto, das casas, das pessoas, o mundo foi feito de água, luz, árvores e depois lagartixas. Dar importância àquilo que achamos desimportante, talvez seja o primeiro passo para conhecer nossa intimidade e ela, na maioria das vezes, esconde-se em nosso avesso, onde nem tudo é perfeito.

Ou seja, a descoberta é que dentro dessa possível imperfeição que somos há espaços vazios, abertos, feito janelas em dia de sol à espera do encontro mais importante de nossas vidas: aquele com nós mesmos. Foi isso que aconteceu com a Natália. Um dia, ela decidiu riscar sem medo de ferir o papel. Riscar sem medo de não ser aceita. Riscar e descobrir que, dentro da sua imperfeição, existia uma estética que, justamente por não se adequar aos padrões e às necessidades do que é perfeito, aceitou-se plena e imperfeita.

Como enxergar o mundo?
Natália Bianchi, artista visual, vem conversar comigo numa manhã cinza e chuvosa. Logo me diz que não vê a chuva, apenas a ouve. Natália tem uma doença rara que a faz ver apenas em preto e branco, a acromatopsia, além de ter entre 15 ou 20% de visão. Conta que as pessoas perguntam se ela não sente falta de ver o mundo de modo completo. Ainda assim, nessas horas, sorri e devolve a questão: “o que é ver o mundo completo e perfeito?”

Quando era criança, Natália não tinha consciência de que enxergava menos. Via o mundo com suas texturas e volumes. Muito depois, descobriu que não enxergava as formas e as cores. Então foi rotulada como sendo deficiente. “E ter uma deficiência é estar fora do padrão, é ser inútil”, diz ela, enquanto abre uma pasta com suas obras. São riscos, traços em aquarela e nanquim, que trazem para o papel o modo como vê.

Experimentos imperfeitos
Suas criações são dotadas de distorções, movimentos e estranhamentos. Desse modo, desacomodam o olhar acostumado a ver o mundo com linhas e contornos definidos. As bordas nos contém. “O perfeito encerra um traço que modela a imagem, eu trabalho com o caos e o acaso. Minha obra é mais afetada e afeta mais. Não sei se vejo o mundo diferente, sei que o vejo do meu jeito”. Natália trabalha com a estética da imperfeição e suas obras são uma experiência visual imperfeita.

No início da carreira, criava quadros com elementos figurativos, que a maioria das pessoas gosta, porque são conhecidos, mas o problema é que eram desconhecidos para ela. Debatia-se com a questão: “por que dar forma àquilo que não tem forma para mim?”. Portanto, seu segundo desafio na arte foram as cores. “Para uma pessoa que no máximo alcança os tons de cinza, como entender do que se trata a teoria das cores?”, brinca.

Entretanto, para não se apegar às regras, costuma riscar os nomes das cores nos tubos de tinta. Depois espalha pela paleta e pinta, livremente. “As cores nasceram sem nome para mim; por que agora que tenho consciência da minha doença eu iria me importar com isso?”. Como resultado, da sua imaginação e liberdade brotam vermelhos, amarelos, azuis. Afinal, a visão é também um ato poético do olhar.

Criar pelo avesso
Foi quebrando regras, abandonando moldes e preferindo a desproporção que Ana Júlia Poletto descobriu-se uma ceramista do imperfeito e do “desútil”, termo muito presente na obra do poeta Manoel de Barros. Assim, amassar a argila, não usar o torno e passar para a peça suas emoções e sentimentos a motivam a criar pelo avesso.

Além disso, Ana Júlia faz peças em cerâmica, artefatos imperfeitos que lembram as lunações do poeta Herberto Helder, as desutilidades de Manoel de Barros, os desassossegos de Fernando Pessoa, a coragem de Adélia Prado. “É preciso renascer e reconstruir para deixar o avesso à mostra”, diz Ana. De certa forma, para ela, o barro é visceral. Ao tocar nele, ela acredita que toca na vida, em si mesma, nos seus medos – e assim aprende a conhecê-los.

Porque suas peças são irregulares, suas formas guardam silêncios e ressonâncias de mundos internos e distantes, suas texturas nos convidam ao toque. “Foi o barro que me ensinou como ele queria ser modelado e continua me ensinando que para aceitar o inacabado, o avesso, o imperfeito, é preciso motivação e intimidade.Trabalhar com o barro é saber e aceitar que o processo é mais lento, que é preciso criar um vínculo com a matéria-prima e estar presente no momento da criação com mente e essência, sem se preocupar se ficará bonito no final”, acredita a artista, que para aceitar-se imperfeita e inacabada teve, primeiramente, que seguir em direção a si mesma.

Somos Imperfeitos
Para a psicoterapeuta Gilla Bastos, toda pessoa para viver em sociedade, pertencer a grupos e estar dentro dos padrões sociais aceitos acaba por esconder seu lado imperfeito. “Só que ele é a nossa parte mais humana”, afirma. Para ela, aceitar que somos imperfeitos e incompletos é também deixar os nossos vazios existirem, mas envoltos de afetos, de compreensão e de amor. “É na imperfeição que encontramos a nossa subjetividade. E é nas brechas do imperfeito que há espaço para a existência e o convívio com o outro”.

Aceitar a incompletude, afinal, faz de nós o que somos. Viver é confuso e dá medo dos quartos fechados dentro de nós. O escuro pode ser o nosso avesso. No entanto, diferentemente do que passamos uma vida toda ouvindo, o avesso – ao contrário do lado perfeito e polido – guarda sua plenitude justamente por ser assimétrico e inacabado.

Enfim, somos imperfeitos e a não linearidade abre brechas em que o encontro se torna possível, onde o outro pode se fazer presente. A imperfeição nos ensina a beleza da simplicidade e é ela que nos empurra para a transformação e o crescimento. Parafraseando Manoel de Barros, são os nossos olhos que renovam o mundo.

*Por Adriana Antunes

……………………………………………………………………………………..
*Fonte: vidasimples

Eclipse Lunar e Superlua: Onde será visível o fenômeno de 26 de maio?

A madrugada desta quarta-feira, 26 de maio, será especial. Vai ocorrer o primeiro eclipse lunar de 2021, que também será uma superlua e uma “lua de sangue”.

No Brasil, o eclipse total da Lua não poderá ser visto, mas na maior parte do território será possível observar um eclipse parcial ou penumbral. Já a “lua de sangue” poderá ser vista em qualquer lugar.

Vamos explicar cada fenômeno e onde o eclipse será visível.

Um eclipse lunar total ocorre quando a Terra passa entre a Lua e o Sol, lançando uma sombra na lua. Os três corpos celestes devem estar perfeitamente alinhados para que isso aconteça.

Uma superlua ocorre quando uma lua cheia ou nova coincide com uma maior proximidade do satélite da Terra. Isso faz a Lua parecer maior.

A órbita da Lua é elíptica e um lado (apogeu) está cerca de 50 mil km mais distante da Terra do que o outro mais próximo (perigeu).

Portanto, uma lua cheia que ocorre perto do perigeu é chamada de superlua.

Nesse caso também é conhecida como “superlua das flores”, pois ocorre quando as flores aparecem na primavera do Hemisfério Norte.

Durante o eclipse, a Lua vai aparecer avermelhada porque a luz do sol não chegará diretamente a ela, mas parte dessa luz será filtrada pela atmosfera da Terra e as cores avermelhadas e laranja serão projetadas em nosso satélite.

Este efeito misterioso é popularmente conhecido como “lua de sangue”.

“Esta mudança de cor não se deve a uma mudança física na Lua, mas simplesmente porque a Lua se moverá em direção à sombra da Terra”, explicou Patricia Skelton, astrônoma do Observatório Real de Greenwich, à agência Press Association, de Londres.

“A atmosfera da Terra desvia a luz do Sol e banha a lua com uma luz vermelha.”

ONDE O ECLIPSE SERÁ VISÍVEL?

O eclipse lunar total em 26 de maio durará 15 minutos e será visível em parte da América do Sul e na costa oeste da América do Norte.

Será parcialmente visível em algumas partes da América Central e no oeste da América do Sul.

No Brasil, não será possível observar o eclipse total, mas numa faixa ao oeste será possível ver um eclipse parcial. Entre as capitais onde o eclipse parcial poderá ser observado estão Manaus, Campo Grande, Curitiba e Porto Alegre.

Numa outra faixa, que engloba a maior parte do país, será possível ver apenas um eclipse penumbral, que não encobre a Lua, mas a deixa mais escura que o normal. Entre as capitais onde poderá ser visto o eclipse penumbral estão Belém, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo.

Na ponta leste do Nordeste, numa região que engloba capitais como São Luís, Fortaleza, Natal, Recife e Aracajú, não será possível observar o eclipse.

Além das Américas, o eclipse também poderá ser visto na parte oriental de alguns países asiáticos, bem como na Oceania.

Este será o primeiro de quatro eclipses em 2021. Em 10 de junho acontecerá o próximo, um eclipse solar anular. Outro eclipse lunar ocorrerá em 18 de novembro e o último será um eclipse solar total em 4 de dezembro.

…………………………………………………………………………………
*Fonte: epoca

80 Anos de Bob Dylan: 8 curiosidades sobre o cantor que nem todo fã sabe

Em 24 de maio de 1941, há exatos 80 anos, nascia Robert Allen Zimmerman, conhecido mundialmente como Bob Dylan. O cantor, compositor, escritor, ator, pintor e artista visual norte-americano se tornou uma das figuras mais importantes da cultura popular. Um ícone.

As músicas poéticas e de versos compridíssimos de Bob Dylan, repletas de protestos contra a Guerra do Vietnã e a favor dos direitos civis, influenciaram, praticamente, toda a geração do rock dos últimos 50 anos; na sonoridade e na mensagem; na atitude e na estética; seja feita por um violão ou por uma guitarra elétrica; com uma simples gaita ou somente recitada em cima de um palco.

Entre as obras eternizadas do músico no cancioneiro popular, estão “Like A Rolling Stone”, “Blowin’ In The Wind”, “Tangled Up In Blue”, “Mr. Tambourine Man”, “Just Like A Woman”, “Lay Lady Lay”, “It’s All Over Now Baby Blue”, “Desolation Row” e “Hurricane”. Todas compostas nas décadas de 1960 e 1970, auge criativo do cantor.

Para celebrar os 80 anos de Bob Dylan, o site da BBC listou algumas curiosidades sobre o músico que, provavelmente, nem todo fã sabe, e selecionamos oito delas; confira:

1. Bandas no colégio
Quando jovem, Bob Dylan tocou piano e violão em várias bandas no colégio e nos acampamentos de verão. Os nomes de seus grupos eram The Jokers, The Shadow Blasters, The Golden Chords e The Rock Boppers.

2. Nunca conseguiu ser nº 1
Apesar de seu sucesso e impacto cultural, Bob Dylan nunca teve uma música que tenha chegado ao número um das paradas de sucesso no Reino Unido ou nos Estados Unidos.

3. Ignorou Woodstock
Ícone da contracultura, Bob Dylan surpreendeu os fãs ao não aceitar tocar no festival de Woodstock, em 1969. O cantor morava em Woodstock na época, a cerca de 64 quilômetros de distância do festival, mas recebeu uma oferta melhor (35 mil libras) para ser a atração principal do festival da Ilha de Wight – com os Beatles o assistindo.

4. Maconha para os Beatles
Bob Dylan foi o responsável por apresentar a maconha aos Beatles. Paul McCartney revelou à Uncut que os Fab Four estavam hospedados no mesmo hotel que o cantor e correram ao seu quarto para saber que cheiro “diferente” era aquele. “Todos dissemos: ‘Nos dê um pouco! Então, essa foi a primeira vez que ficamos chapados”, disse Macca.

5. Dezessete casas
Atualmente residindo em Malibu, na Califórnia, Bob Dylan possui 17 casas ao redor do mundo, de acordo com o biógrafo Howard Sounes. Uma delas fica, supostamente, nas montanhas escocesas, no interior da Escócia.

6. Gostaria de ser soldado
O único emprego normal de Bob Dylan foi como garçom em um restaurante após terminar o colegial, mas o astro gostaria de ter sido soldado, caso não tivesse rumado para a música. Em seu livro de memórias, Chronicles: Volume One (2004), ele escreveu que sempre se imaginou “morrendo em alguma batalha heroica ao invés de morrer em uma cama”.

7. Fã de hip-hop
Bob Dylan é fã de hip-hop. Entre seus artistas preferidos estão Ice-T, Public Enemy, NWA e Run-DMC. “Eles são todos poetas e sabiam o que estava acontecendo”, disse Dylan em entrevista. Alguns rappers consideram a música “Subterranean Homesick Blues”, de 1965, uma das primeiras canções de rap moderno.

8. Filho músico – e de quase sucesso
Jakob Dylan, um dos seis filhos de Bob Dylan, seguiu carreira de músico e montou a banda The Wallflowers. Na década de 1990, o grupo teve boa repercussão nas rádios e MTVs do mundo com o sucesso “One Headlight”, e com o cover de “Heroes”, de David Bowie, trilha do filme Godzilla (1998). No entanto, competir com o talento e o sucesso do pai abafou os planos da banda.

*Por Itaici Brunetti

………………………………………………………………………………………
*Fonter: rollingstone

Veja quanto suas informações pessoais valem para os cibercriminosos – e o que eles fazem com elas

Violações de dados tornaram-se comuns e bilhões de registros são roubados em todo o mundo todos os anos. A maior parte da cobertura da mídia sobre violações de dados tende a se concentrar em como a violação aconteceu, quantos registros foram roubados e o impacto financeiro e legal do incidente para as organizações e indivíduos afetados pela violação. Mas o que acontece com os dados roubados durante esses incidentes?

Como pesquisador de segurança cibernética, acompanho violações de dados e o mercado negro de dados roubados. O destino dos dados roubados depende de quem está por trás da violação de dados e por que eles roubaram um determinado tipo de dados.

Por exemplo, quando os ladrões de dados são motivados a embaraçar uma pessoa ou organização, expor delitos percebidos ou melhorar a segurança cibernética, eles tendem a liberar dados relevantes para o domínio público.

Em 2014, hackers apoiados pela Coreia do Norte roubaram dados de funcionários da Sony Pictures Entertainment, como números de previdência social, registros financeiros e informações salariais, bem como e-mails entre os principais executivos. Os hackers então publicaram os e-mails para embaraçar a empresa, possivelmente em retribuição pelo lançamento de uma comédia sobre uma conspiração para assassinar o líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un.

Às vezes, quando os dados são roubados por governos nacionais, eles não são divulgados ou vendidos. Em vez disso, é usado para espionagem. Por exemplo, a empresa hoteleira Marriott foi vítima de uma violação de dados em 2018, na qual informações pessoais de 500 milhões de hóspedes foram roubadas. Os principais suspeitos deste incidente foram hackers apoiados pelo governo chinês. Uma teoria é que o governo chinês roubou esses dados como parte de um esforço de coleta de inteligência para coletar informações sobre funcionários do governo dos EUA e executivos corporativos.

Mas a maioria dos hacks parece ser para vender os dados para ganhar dinheiro.

É (principalmente) sobre o dinheiro

Embora as violações de dados possam ser uma ameaça à segurança nacional, 86 por cento são sobre dinheiro e 55 por cento são cometidos por grupos criminosos organizados, de acordo com o relatório anual da Verizon sobre violações de dados. Os dados roubados muitas vezes acabam sendo vendidos online na dark web. Por exemplo, em 2018, os hackers colocaram à venda mais de 200 milhões de registros contendo informações pessoais de indivíduos chineses. Isso incluiu informações sobre 130 milhões de clientes da cadeia de hotéis chinesa Huazhu Hotels Group.

Da mesma forma, dados roubados da Target, Sally Beauty, PF Chang, Harbor Freight e Home Depot apareceram em um conhecido site do mercado negro online chamado Rescator. Embora seja fácil encontrar mercados como o Rescator por meio de uma simples pesquisa no Google, outros mercados na dark web podem ser encontrados apenas usando navegadores especiais.

Os compradores podem adquirir os dados de seu interesse. A forma mais comum de pagar pela transação é com bitcoins ou via Western Union. Os preços dependem do tipo de dados, sua demanda e sua oferta. Por exemplo, um grande excedente de informações de identificação pessoal roubadas fez com que seu preço caísse de US $ 4 por informações sobre uma pessoa em 2014 para US $ 1 em 2015. Despejos de e-mail contendo algo em torno de cem mil a alguns milhões de endereços de e-mail custam US $ 10, e bancos de dados de eleitores de vários estados são vendidos por US $ 100.

Para onde vão os dados roubados

Os compradores usam dados roubados de várias maneiras. Números de cartão de crédito e códigos de segurança podem ser usados ​​para criar cartões clonados para fazer transações fraudulentas. Números de seguro social, endereços residenciais, nomes completos, datas de nascimento e outras informações de identificação pessoal podem ser usados ​​no roubo de identidade. Por exemplo, o comprador pode solicitar empréstimos ou cartões de crédito com o nome da vítima e apresentar declarações fiscais fraudulentas.

Às vezes, informações pessoais roubadas são adquiridas por empresas de marketing ou empresas especializadas em campanhas de spam. Os compradores também podem usar e-mails roubados em ataques de phishing e outros ataques de engenharia social e para distribuir malware.

Os hackers almejaram informações pessoais e dados financeiros por muito tempo porque são fáceis de vender. Os dados de saúde se tornaram uma grande atração para ladrões de dados nos últimos anos. Em alguns casos, a motivação é a extorsão.

Um bom exemplo é o roubo de dados de pacientes da firma finlandesa de psicoterapia Vastaamo. Os hackers usaram as informações que roubaram para exigir um resgate não apenas de Vastaamo, mas também de seus pacientes. Eles enviaram e-mails aos pacientes com a ameaça de expor seus registros de saúde mental, a menos que as vítimas pagassem um resgate de 200 euros em bitcoins. Pelo menos 300 desses registros roubados foram postados online, de acordo com um relatório da Associated Press.

Dados roubados, incluindo diplomas médicos, licenças médicas e documentos de seguro também podem ser usados ​​para forjar um histórico médico.

Como saber e o que fazer

O que você pode fazer para minimizar o risco de dados roubados? O primeiro passo é descobrir se suas informações estão sendo vendidas na dark web. Você pode usar sites como haveibeenpwned e IntelligenceX para ver se seu e-mail fazia parte de dados roubados. Também é uma boa ideia assinar serviços de proteção contra roubo de identidade.

Se você foi vítima de uma violação de dados, pode seguir estas etapas para minimizar o impacto: Informe as agências de relatórios de crédito e outras organizações que coletam dados sobre você, como seu provedor de saúde, seguradora, bancos e empresas de cartão de crédito, e altere as senhas de suas contas. Você também pode relatar o incidente à Federal Trade Commission para obter um plano personalizado para se recuperar do incidente.

*Autor: Ravi Sen
Professor associado de gerenciamento de informações e operações, Texas A&M University

………………………………………………………………………………………………..
*Fonte: pensarcontemporaneo

Os quatro C’s para encontrar a felicidade em vez do prazer

Que alegria. Meses economizando dinheiro e finalmente ele é seu. Exceto massagem nos pés, faz de tudo. E pudera, com o dinheiro que custou. Mas ali está, tão elegante, tão novo. O smartphone de último modelo. Ou o carro. Ou o casaco. O capricho. A sensação de felicidade é inenarrável. Entorpece, preenche. Mas é felicidade? Os especialistas afirmam que não. Que isso que você sente é prazer, e que o prazer é efêmero. Porque, rapidamente, lançarão uma versão melhor do seu celular, um modelo mais completo do seu carro ou você encontrará um casaco mais bonito em qualquer loja, devolvendo-o ao ponto de partida. E, como se não fosse o bastante, começará a não saber o que é a verdadeira felicidade.

Contra a ditadura do bem-estar

Um assunto desagradável. “O prazer está relacionado com as sensações cruas, pontuais, à flor da pele, e por isso, tem uma duração muito curta”, explica Rosana Pereira, psicóloga do escritório Haztúa e especialista em psicologia positiva e gestão dos sentimentos, que completa: “Ao contrário, a felicidade é uma forma de vida em médio e longo prazo”.

Os dois estados são determinados pelos hormônios; a dopamina, neurotransmissor que desencadeia no cérebro as sensações de euforia e recompensa, é o motor do prazer, enquanto a serotonina, relacionada com a calma e a satisfação, é responsável pela sensação de felicidade. Mas — e agora vem o problema — a dopamina suprime a serotonina, ou, colocando de outra maneira, a busca do prazer pelo prazer nos afasta da felicidade autêntica.

Logo, tantas horas felizes em bares e tantos emoticons sorridentes revelam-se como manchas na procura do bem-estar momentâneo, que acostumam mal o indivíduo e colocam pedras no caminho da felicidade real. “A sociedade atual está focada unicamente no prazer, na satisfação em curto prazo, em não ter que dar nada em troca”, afirma Pereira, que aponta para a raiz do problema de muitas pessoas frustradas e deprimidas.

Pereira explica também o conceito de roda hedônica, a capacidade do ser humano de se adaptar ao prazer pelo prazer: “Como se fosse uma droga, cada vez mais precisamos de mais para experimentar o mesmo nível de bem estar”, afirma, e exemplifica com as primeiras saídas com os amigos na adolescência. Naquele momento, qualquer plano era uma caravana de novas sensações agradáveis; ir ao cinema, tomar um refrigerante… tudo valia. Prazer em estado puro. Mas, conforme o tempo passa, os planos precisam ser mais elaborados para conseguirmos desfrutar.


Frente ao hedonismo vazio, os quatro C’s

O americano especialista em saúde e bem estar Robert Lustig tem uma proposta para redirecionar e ordenar a dicotomia prazer-felicidade. Em seu livro, The Hacking Of The American Mind — algo como O saque da mentalidade americana ­—, o cientista investigou a dependência da dopamina e o hedonismo e propõe um caminho alternativo para abandonar a busca pela felicidade por meio de ações que, na verdade, sabotam as possibilidades de alcançá-la. E estabelece um plano em torno de quatro C’s: conectar, contribuir, cuidar-se e cozinhar.

Em primeiro lugar, encoraja a conexão com o mundo, mas de verdade. Nada de consultar o Facebook compulsivamente para estar em dia com as vidas das pessoas que não nos importam, nem de inundar o Whatsapp com simpáticas bolinhas amarelas de aspecto exultante. Para nos conectarmos de verdade, Lustig advoga relações pessoais, cara a cara, e, como reforça Rosana Pereira, do Haztúa, “a encontrar momentos de qualidade com os outros que nos levem a gerar empatia, um motor básico para a produção de serotonina e, portanto, de felicidade duradoura”.

Lustig também aconselha a contribuir, colaborar, dar algo aos demais sem pedir nada em troca. “Dar ao outro e comprovar como sua contribuição faz as outras pessoas felizes permitem se concentrar internamente, pensar no que se tem e não no que falta”, afirma Pereira. Porque a felicidade, afirma, é dar, enquanto que o prazer é baseado unicamente em receber.

O próximo C: cuidar-se. “É o básico. Se a máquina que o move não tem uma boa manutenção, é difícil que o resto funcione bem”, confirma Pereira, que também encoraja, agora sim, a não demonizar completamente o hedonismo: “A vida não tem que ser sempre sacrifício; por isso, a combinação da felicidade com o prazer encontra aqui o seu melhor ponto”. Por sua vez, Lustig sublinha como a falta de sono e descanso, o estresse ou a sobrecarga de tarefas aumentam o cortisol, motor da depressão. Por isso, convida ao cuidado e a não negligenciar a única pessoa que nos acompanhará, incondicionalmente, a vida inteira: nós mesmos.

Por último, talvez o C mais surpreendente: cozinhar. Novamente, para trabalhar na geração de serotonina. Afirma o especialista que o triptofano presente nos ovos ou nos peixes, os ácidos de gordura omega 3 e a frutose são geradores deste hormônio e, por isso, a cozinha — saudável, equilibrada — é uma prática precursora da felicidade. Ao contrário, a má alimentação é o motor do prazer. “Um hambúrguer industrial, com seus aditivos e potencializadores de sabor, nos dará um forte bem-estar pontual, mas, em longo prazo, levantará uma barreira entre nós e a felicidade”, afirma a psicóloga Pereira.

Mas também não nos tornemos cartuxos

O prazer é visceral; a felicidade, etérea. O prazer é receber; a felicidade, dar. O prazer é individual; a felicidade se compartilha. E o ânimo por se dar prazer é insaciável porque o corpo e a mente sempre querem mais. Um celular melhor, um carro com mais extras, um casaco mais caro. Embora tudo cumpra sua função, novamente, o equilíbrio é a chave: “O prazer não é ruim. Como seria? Fazer um capricho a si mesmo, comer, praticar sexo…o ruim é quando a vida se concentra unicamente neste sentido”, conclui Rosana Pereira.

Por isso, os quatro C’s e alguma permissividade não são um problema. Mas tem que ser pontual, se não quisermos terminar profundamente miseráveis. Como provavelmente terminou morrendo Arístipo de Cirene, discípulo de Sócrates e fundador da corrente filosófica do hedonismo. Sim, certamente desfrutou de maravilhosos banquetes, incríveis orgias e consagrou sua vida com os mais altos [ou baixos] prazeres terrenos. Mas talvez tenha morrido, na opinião dos especialistas, sentindo-se um autêntico miserável.

*Por Alejandro Tovar

…………………………………………………………………………………….
*Fonte: elpais

Superlua e eclipse total acontecerão ao mesmo tempo dia 26 de maio

O primeiro e único eclipse total da lua deve acontecer no dia 26 de maio, juntamente a uma superlua vermelha. Infelizmente, habitantes do Brasil poderão observar apenas a superlua e uma forma parcial do eclipse, que vai aparecer totalmente apenas para certas regiões da Oceania, oeste dos Estados Unidos e leste da Ásia.

Ainda outro eclipse deve acontecer em novembro deste ano. Contudo esse segundo evento será parcial. O desaparecimento total da Lua pela sobra da Terra, assim, deve acontecer completamente apenas na próxima quarta-feira. Nesse estágio a Lua estará 157 quilômetros mais próxima da Terra do que a última lua cheia, que ocorreu em abril.

Faixas em que é possível observar o eclipse totalmente ou parcialmente. Imagem: NASA
Apesar de não podermos ver esse evento no Brasil, a lua por aqui passará por algumas mudanças também no dia 26. A coloração avermelhada também ocorreu na superlua rosa do dia 26 de abril. Contudo, a lua cheia de maio aparecerá mais nítida no céu, além de parecer levemente maior – uma vez que estará realmente mais perto da Terra.

A partir das 5:47 da tarde (horário baseado no Rio de Janeiro) será possível ver uma parte da Lua encoberta pela sobra da Terra, além da coloração avermelhada durante o nascimento do astro no horizonte.

Eclipse lunar e a cor avermelhada da Lua

Como dito anteriormente, a lua-cheia de maio é aquela que está mais próxima da Terra, no perigeu da órbita. Isso acontece porque os astros celestes traçam órbitas elípticas, com dois focos – um ocupado pela Terra, no caso. Assim, a superlua deste mês irá atingir o ponto mais próximo do nosso planeta na quarta-feira, mas ainda nos outros dias será possível vê-la significativamente maior que o normal.

Já o eclipse acontece devido à propagação da luz no espaço. Ou seja, com o Sol ao nosso lado, há a formação de sombras dos planetas e astros que o orbitam. Assim, quando ocorre o eclipse total da lua, a sombra da Terra encobre o satélite. Nesse sentido, os astros ficam organizados na sequência: Lua, Terra e Sol, respectivamente.

A coloração avermelhada, por conseguinte, acontece devido à própria atmosfera do nosso planeta. Isso porque quando a luz passa no limiar da atmosfera, como uma tangente, parte dos raios solares são “filtrados” – aqueles com menores comprimentos de onda, como azul ou verde. Os que passam por esse filtro são justamente da cor vermelha, laranja e amarela, dando a coloração da superlua durante o nascer do satélite.

Diferentemente do que ocorre com o Sol, não há risco em olhar diretamente para os fenômenos lunares. Ademais, não há necessidade da utilização de binóculos ou telescópios para ver os fenômenos, apesar deles serem bem-vindos para mais detalhes.

*Por Matheus Marchetto

……………………………………………………………………………………………
*Fonte: socientifica

Quanto tempo cada alimento dura na geladeira?

Inegavelmente, a geladeira foi uma invenção do ser humano que revolucionou a forma como armazenamos comida. Até por isso, tornou-se bastante comum que as pessoas acabem esquecendo certos alimentos dentro desses eletrodomésticos e continuarem achando que eles estão em boas condições apenas por estarem sendo mantidos em baixas temperaturas.

O problema, entretanto, é que na prática as coisas não funcionam bem assim. Laticínios, carnes, vegetais e qualquer outro tipo de alimento estão sujeitos a sofrer deterioração e possuem um tempo estimado para serem consumidos de maneira segura e é sobre isso que falaremos nesse texto.

Atenção no mercado

O primeiro passo para evitar com que os alimentos estraguem na geladeira começa ainda dentro do mercado. Mantenha-se sempre atento na hora das compras e busque por sinais que mostrem que o produto adquirido permanece próprio para consumo após sair das prateleiras.

No caso de vegetais, frutas, saladas e produtos não industrializados, o ideal é ficar de olho na aparência. Veja se nenhum deles já está estragado ou amassado. Sobretudo, as cascas desses alimentos devem estar sempre intactas para assegurar a integridade. Já para carnes embaladas à vácuo, escolha sempre aquelas sem sinais de bolhas de ar, com aspecto liso e de cor avermelhada.

Por fim, outro ponto essencial para prestar atenção são os rótulos dos produtos industrializados. Além das tradicionais informações sobre data de fabricação e data de validade, alguns rótulos trazem dados importantes sobre a maneira como cada alimento deve ser conservado e sobre o tempo máximo de consumo após aberto.

Tempo de consumo

Pensando na segurança dos consumidores brasileiros, o Serviço Social do Comércio (Sesc) desenvolveu uma série de cartilhas educativas do programa “Mesa Brasil – Segurança Alimentar e Nutricional” para estabelecer a temperatura e o tempo máximo de armazenamento de produtos refrigerados. Então, atente-se para os seguintes detalhes na sua geladeira após estes produtos serem abertos:

Leites e derivados: 5 dias a 7?°C
Ovos: 7 dias a 10?°C
Carnes: 3 dias a 4?°C
Frutas, verduras e legumes: 3 dias a 5?°C
Produtos de panificação e confeitaria: 5 dias a 5?°C
Frios e embutidos: 3 dias a 4?°C
Sobremesas e preparações com laticínios: 3 dias a 4?°C
Maionese: 2 dias a 4?°C

*OBS: Vale ressaltar que o consumo de alimentos impróprios pode resultar em diarreia, cólicas abdominais, náuseas, vômitos e perda de apetite. Em caso de um desses sintomas, busque ajuda médica imediatamente.


*Por Pedro Freitas

…………………………………………………………………………………….
*Fonte: megacurioso

Por que as mulheres mais jovens costumam preferir homens mais velhos

Por que homens mais velhos adoram namorar mulheres mais jovens e muitas pessoas não pensam nisso? No entanto, as mulheres mais jovens que adoram namorar caras mais velhos costumam ser estereotipadas.

Alguns dizem que essas mulheres mais jovens têm problemas com o pai quando querem alguém mais velho, mas nem sempre é esse o caso. Outros dizem que estão apenas interessadas em dinheiro.

Os estereótipos devem ser deixados de lado para percebermos que algumas mulheres preferem um cara mais velho simplesmente por causa de sua maturidade.

A sociedade tende a aceitar uma pequena diferença de idade, que varia de 5 a 10 anos de diferença. No entanto, o que acontece com as mulheres que namoram homens com idade suficiente para serem seus pais?

EXISTE UM LIMITE PARA AS RESTRIÇÕES DE IDADE E COMO SABER SE A DIFERENÇA DE IDADE É DEMAIS PARA UM RELACIONAMENTO?

Existem motivos evolutivos e sociais por trás de uma mulher que deseja um homem mais velho. Independentemente do motivo, ambas as partes terão que superar muitos julgamentos para estarem juntos.

Em alguns casos, pensam que a mulher está interessada em obter ajuda na promoção de sua carreira ou obter um determinado status social na vida. Nem todos os relacionamentos são sobre dinheiro ou influência.

Na verdade, muitas pessoas estão juntas porque se amam e nada mais. O verdadeiro amor não olha para a idade cronológica e vê qualquer diferença, pois está mais focado no coração.

Um estudo investigou sobre por que algumas mulheres queriam o homem mais velho como parceiro. Das 173 participantes neste estudo, 44 estavam namorando homens pelo menos uma década mais velhos do que elas e a maioria delas tinha um bom relacionamento com seus pais e não precisavam buscar consolo ou um relacionamento pai/filha com um homem mais velho.

Cerca de 75% das mulheres disseram que não estavam procurando uma figura paterna, mas preferiam a companhia de um homem mais velho para se sentirem seguras.

MULHERES MAIS JOVENS QUEREM RELACIONAMENTOS AGRADÁVEIS E FORTES – INDEPENDENTEMENTE DA IDADE

Um casal com qualquer diferença de idade pode ter um relacionamento saudável, satisfatório e amoroso. Claro, há casais em que uma mulher mais jovem deseja namorar o homem mais velho por motivos ocultos ou porque procuram um casamento de conveniência. No entanto, é injusto agrupar todas as relações com as diferenças de idade nesta categoria. Na maioria das vezes, as pessoas se reúnem porque se amam.

CINCO RAZÕES PELAS QUAIS MULHERES MAIS JOVENS GOSTAM DE HOMENS MAIS VELHOS

1. PERFIS GENÉTICOS FORTES

Supõe-se que as mulheres mais jovens ainda estão em idade fértil. Ao procurar alguém para ser o pai de uma criança, você deseja alguém que envelheça bem, seja financeiramente seguro e tenha uma vida inteira. Com certeza é mais fácil do que estar com alguém jovem que não tem nada a oferecer.

Segurança é um dos maiores motivos da atração por um homem mais velho, embora não se trate de quanto está no banco.


2. HOMENS MAIS VELHOS TÊM CONFIANÇA

Um senhor mais velho já passou por muitas tempestades na vida e desenvolveu uma aura de confiança . Eles têm muita experiência e são mais sábios além da idade. Para a jovem que tem muito a experimentar na vida, pode melhorar as coisas estar com alguém bem experiente.

3. ELES SABEM COMO TRATAR UMA MULHER

Talvez uma das coisas mais atraentes sobre os cavalheiros mais velhos é que eles sabem como tratar uma dama. Voltando até duas décadas atrás, os homens ainda abriam as portas para as mulheres e a tratavam como uma rainha. A geração mais velha viveu em tempos muito diferentes.

Claro, eles também esperam uma refeição na mesa quando chegam em casa do trabalho, mas não têm problemas em mimar a princesa. Os caras hoje em dia têm uma moral e valores diferentes que não se parecem em nada com aqueles nascidos antes de 1980. Alguns homens mostram que o cavalheirismo ainda está vivo, mas são poucos os que o praticam.

4. HOMENS MAIS VELHOS TAMBÉM ESTÃO INTERESSADOS NA MENTE

Hoje em dia, as pessoas ficam íntimas no primeiro encontro. A menos que você tenha algo que vá além daquele caso de uma noite, o relacionamento pode fracassar. As mulheres amam a intimidade tanto quanto os homens, mas também querem alguém interessado em suas mentes.

O homem mais velho gosta de uma boa conversa e companheirismo. Embora estejam interessados em um relacionamento sensual, eles estão mais interessados em encontrar alguém com quem gostem de conversar durante um café ou qualquer outra ocasião.

5. ELES TÊM ESTILO

O que aconteceu com os dias em que os homens sabiam se vestir? Poucas mulheres acham atraente quando os homens têm as calças penduradas cinco centímetros abaixo da cueca ou buracos na roupa. Alguns dos estilos do passado devem retornar, pois rivalizam com qualquer tendência atual.

O homem mais velho sabe como se arrumar para um dia no parque ou na praia, mas também sabe como deixar tudo chique para uma noite na cidade. Se as mulheres mais jovens desejam a sensação de ser uma princesa, ela deseja alguém que seja seu equivalente a um príncipe.

O VERDADEIRO AMOR NÃO TEM A VER COM IDADE, COR DA PELE, RIQUEZA OU RELIGIÃO.

É sobre uma conexão mental, física e espiritual entre duas pessoas que supera todos os obstáculos em seu caminho. Quem somos nós para julgar esses casais?

Se você tiver a sorte de encontrar alguém nesta vida que o faz se sentir melhor consigo mesmo, lhe dá um motivo para sorrir e segura sua mão nos dias mais sombrios, então você encontrou um tesouro que é muito maior do que qualquer rótulo que a sociedade possa dar a você.

*Por Marcia Lourenço

……………………………………………………………………………………….
*Fonte: ideiasnutritivas

UNESCO pede a todos os países para porem a educação ambiental no centro dos currículos escolares até 2025

A Educação não está a preparar os alunos para se adaptarem, actuarem e responderem às alterações climáticas e à crise da Biodiversidade, alerta um novo relatório publicado pela UNESCO nas vésperas da Conferência Mundial sobre a Educação para o Desenvolvimento Sustentável, que se celebrará online a partir de Berlim, Alemanha, de 17 a 19 de Maio.

O estudo “Aprender pelo nosso planeta” analisou os programas educativos e os currículos escolares de cerca de 50 países de todas as regiões do mundo. Mais de metade não faz qualquer referência às alterações climáticas e apenas 19% fala de Biodiversidade.

O estudo lamenta a falta de atenção dedicada às capacidades sócio-emocionais e às competências orientadas para a acção, fundamentais para a acção ambiental e climática.

“A educação deve preparar os alunos para compreenderem a actual crise ambiental (…). Para salvar o planeta, devemos transformar a nossa forma de viver, produzir, consumir e interagir com a natureza. É fundamental integrar a educação para o desenvolvimento sustentável em todos os programas de aprendizagem de todos os lugares”, disse, em comunicado, Audrey Azoulay, directora-geral da UNESCO.

Por isso, a UNESCO fixou um novo objetivo: fazer da educação ambiental uma componente chave dos currículos escolares de todos os países até 2025.

A organização está a trabalhar com os seus 193 Estados Membros para apoiar reformas nos currículos e para avaliar os avanços a fim de garantir que todos os educadores possam adquirir os conhecimentos, aptidões, valores e atitudes necessárias para que se produzam as alterações que permitam proteger o futuro do nosso planeta.

A Conferência Mundial vai reunir 2.500 participantes, entre os quais 81 ministros da Educação e outras figuras destacadas comprometidas com a transformação da educação para que todos os alunos possam fazer frente à crise climática, perda da Biodiversidade e todos os outros desafios do desenvolvimento sustentável. O seu objectivo será criar estratégias para a integração da educação para o desenvolvimento sustentável em todos os níveis da educação e formação.

Ao longo de três dias, as sessões centrar-se-ão nas formas óptimas de aproveitar a educação para fazer frente aos desafios mundiais que estão interligados, como as alterações climáticas, a perda da Biodiversidade, as economias verdes e circulares, o avanço tecnológico e a construção de relações resilientes com o planeta através da Educação. Serão estudadas formas de capacitar os educadores, de dar poder aos jovens e empreender acções locais através da educação para o desenvolvimento sustentável.

Será pedido a todos os participantes que se comprometam com a Declaração e Berlim sobre a Educação para o Desenvolvimento Sustentável, que esboçará uma série de políticas que abarcam o ensino, a aprendizagem, a formação profissional e o compromisso cívico.

*Por Helena Geraldes

………………………………………………………………………………………………..
*Fonte: wilder

Duran Duran – INVISIBLE

O vídeo do novo single da banda, ‘INVISIBLE’, de seu próximo álbum, ‘FUTURE PAST’, foi criado por uma Inteligência Artificial chamado Huxley, um sonhador único cuja ‘mente’ foi modelada a partir dos processos cognitivos e emocionais de humanos. É a primeira colaboração deste tipo, entre artistas em diferentes planos de existência. “INVISIBLE” foi mixado com uma experiência envolvente # 360RA em mente, use fones de ouvido para o efeito completo.

7 sinais de que você tem uma personalidade forte, que assusta as pessoas invejosas

Descubra estes grandes sinais que mostram que você é uma pessoa forte, correta e que não permite nenhum tipo de inveja e negatividade em sua vida!

Você já percebeu que sua personalidade assusta algumas pessoas ao seu redor e as afasta de sua vida antes mesmo que tentem algum tipo de aproximação? Se sim, provavelmente isso pode deixá-lo um pouco confuso ou até mesmo magoado, acreditando que existe algo de errado com você.

No entanto, se você sabe que é uma pessoa autêntica e boa para aqueles à sua volta, não deve permitir que isso o magoe, porque pode ser algo muito positivo, um presente do Universo para a sua vida, mostrando-lhe que você é uma pessoa verdadeiramente forte.

Os fortes e honestos dispõem de elevado poder pessoal e uma luz interior incrível, que afastam todos os mal-intencionados. Eles sentem-se assustados com esse brilho e poder, por isso desistem de lhes fazer qualquer coisa negativa.

Abaixo estão sete sinais de que sua personalidade é forte e de que você pode parar de se preocupar com os invejosos.


1. É extremamente honesto
A verdade e a honestidade são algumas das coisas que você mais valoriza. Compromete-se a ser verdadeiro em todas as ocasiões, pois sabe que essa é uma de suas maiores forças que o ajudarão a construir uma vida de muito sucesso e alegria. Sua honestidade não tem preço e você jamais trairá a si mesmo por nada ou ninguém.

2. Quando um problema surge, você não fica parado, mas resolve-o
Se você se encontra em uma situação difícil, não fica esperando a solução cair do céu e muito menos se queixando de tudo o que vem dando errado em sua vida. Em vez disso, começa a trabalhar na solução do seu problema, porque sabe que a sua felicidade e realização estão em suas mãos.


3. Você não compromete o seu tempo

Certamente, você entende a importância da amizade e do companheirismo, mas sabe que tão importante quanto cuidar daqueles que ama é cuidar de si mesmo. Por esse motivo, estabelece um equilíbrio saudável, para que não se doe demais e se esqueça de cuidar de seu corpo, mente e espírito.

4. Reconhece as pessoas mentirosas ao seu redor
É como se você fosse um detector de mentiras em forma humana. Sempre que alguém tenta mentir para você ou se comporta de maneira desonesta, a sua intuição o avisa de que essa não é a melhor companhia para você, e o aconselha a se afastar, o que o impede de passar por muitos momentos complicados.

5. É decidido e não aceita menos do que realmente merece
Qualquer que seja a situação em que se encontre, você sabe que tipo de resultado precisa e nunca concordará em se contentar com menos. Seus objetivos estão sempre em primeiro lugar, e esse é um dos grandes motivos pelos quais sempre tem iniciativas bem-sucedidas e mantém as pessoas que desejam manipular você bem longe.

6. É fiel aos hábitos positivos
Uma rotina diária saudável e consistente, com tempo para si mesmo e para as pessoas importantes em sua vida, oferece-lhe uma base sólida para a sua vida. Você sabe analisar exatamente o que lhe faz ou não bem, e mantém-se fiel às boas coisas que lhe trazem paz e felicidade.

7. Não está interessado em relacionamentos vazios
Você toma muito cuidado com cada parte de seus dias, para que sejam significativos e promovam a sua evolução. As companhias são uma parte importante de sua rotina, por isso você só aceita relacionamentos maduros e sábios, que agregam algo positivo à sua vida. Você deixa longe de si todas as pessoas vazias e fúteis, que não lhe trazem nada de bom.

Se você se identifica com os itens acima, é porque é uma pessoa forte, por isso pode afastar de si os invejosos.

*Por Luiza Fletcher

……………………………………………………………………………………..
*Fonte: osegredo