O que acontece com o seu corpo após dormir menos de 6 horas por dia?

Dormir por pelo menos seis horas todas as noites é o que especialistas recomendam para que adultos mantenham uma boa saúde. Mas o que acontece quando não seguimos a orientação médica? Esse é o tema de um artigo publicado no periódico Annals of Behavioral Medicine.

Liderada pela professora Soomi Lee, da Universidade do Sul da Flórida, nos Estados Unidos, a pesquisa contou com a participação de 1.958 pessoas de meia-idade relativamente saudáveis e instruídas.

Do total, 42% tiveram ao menos uma noite atípica, dormindo cerca de uma hora e meia a menos do que o usual. Os participantes registraram seus estados físico e mental em um diário por oito dias seguidos para que os especialistas compreendessem as consequências.

As maiores alterações foram vistas logo após a primeira noite mal dormida. Depois, os problemas físicos e mentais se agravaram até que chegaram ao pico no terceiro dia. Neste estágio, o corpo já estava acostumado à perda de sono contínua, mas ainda assim havia sinais de mal estar.

No sexto dia, foi detectada uma piora significativa nos sintomas físicos. Junto ao acúmulo de raiva, nervosismo, solidão, irritabilidade e frustração, problemas respiratórios, dores e distúrbios gastrointestinais revelaram como o bem-estar físico e mental se deteriora diante da ausência de descanso adequado.

Essas circunstâncias continuaram intensas, acompanhando a perda consecutiva de sono dos indivíduos, e o cenário melhorou apenas quando os participantes dormiram por mais de seis horas.

“Muitos pensam que podemos pagar nossa dívida de sono aos sábados e domingos enquanto somos mais produtivos durante a semana”, observa, em nota, Soomi Lee. “Entretanto, os resultados desse estudo mostram que perder apenas uma noite pode prejudicar significativamente seu desempenho diário.”

A professora explica ainda que, uma vez que isso se torna um hábito, é cada vez mais difícil o corpo se recuperar totalmente da falta de sono, o que alimenta um ciclo vicioso de piora do nosso bem-estar.

E essa não é a primeira vez que Lee investiga o impacto de noites mal dormidas na nossa saúde. Em estudos anteriores, a pesquisadora descobriu que perder apenas 16 minutos de sono pode afetar o desempenho no trabalho.

Além disso, Lee concluiu que uma pequena perda de sono pode diminuir a nossa consciência e a nossa atenção — que são essenciais para controlar o estresse. Portanto, se você quer estar disposto no dia-a-dia, o conselho é claro e objetivo: durma por mais de seis horas todas as noites.

…………………………………………………………………………………………….
*Fonte: revistagalileu

Encontrado navio de James Cook, um mestre dos mares

Encontrado navio de James Cook: após buscas no Atlântico Norte foi achado o navio britânico que deu a volta ao mundo há 250 anos

O Projeto de Arqueologia Marinha de Rhode Island (RIMAP) acredita que foi encontrado navio de James Cook. O barco foi usado para completar sua volta ao mundo no século XVIII. O navio foi encontrado por arqueólogos no fundo do mar do Atlântico Norte. Perto do estado de Rhode Island, na costa Nordeste dos Estados Unidos.

James Cook foi um explorador e oficial da Marinha Real inglesa
O britânico James Cook foi um explorador e oficial da Marinha Real inglesa. Em 1768, assumiu o comando da HMS Endeavour, navio no qual daria a volta ao mundo, explorando partes desconhecidas do Oceano Pacífico.

Em 1771 Cook estabeleceu o primeiro contato com a costa leste da Austrália. Fez a primeira visita à Nova Zelândia, descobriu inúmeras ilhas no Pacífico e visitou o Taiti.

O navegador ainda faria mais duas viagens para explorar o Pacífico. Numa delas (1779), morreu ao entrar em conflito com nativos do Havaí, berço do surf. Foi um dos maiores navegadores de todos os tempos.

E mestre de muitos navegadores que entraram para a história, entre eles o capitão William Bligh, protagonista do motim do Bounty, o mais famoso da história.

HMS Endeavour é transformado em navio de carga
Historiadores já sabiam que após voltar ao Reino Unido o navio HMS Endeavour havia sido convertido em navio de transporte. Ele fazia a ligação entre o Reino Unido e as ilhas Malvinas. A embarcação ficou tão danificada na viagem de exploração de Cook que, mesmo após reparos, só pôde assumir esse tipo de serviço.

O Endeavour fez três viagens de ida e volta até as Malvinas. Até que foi vendido a um empresário, J. Mather, por £ 645 (cerca de £ 80 mil, ou R$ 411 mil) em 1.875. Ele tentou revender, ou alugar, para a marinha inglesa durante a Guerra da Independência dos EUA. O almirantado não aceitou.


O desaparecimento do Endeavour dos registros oficiais

O Endeavour desaparece dos registros oficiais até que, em 2007, pesquisadores do Projeto de Arqueologia Marinha de Rhode Island descobriram que Mather enganou o governo.

O magnata dos transportes tentou vender outro navio à Marinha: o Lord Sandwich. Descobrindo isso, sabiam onde o navio estava: muito danificado, foi afundado de propósito no litoral de Rhode Island em 1778, durante um bloqueio naval da costa americana.

Encontrado navio de James Cook
Depois de nove anos de buscas os pesquisadores acreditam que encontraram os restos do navio, entre “80% e 100% intactos”.

Outros tesouros no fundo do mar…
Recentemente, canadenses encontraram um navio lendário desaparecido no século 19. A Embarcação ficou presa no gelo do Ártico em 1845. E outro navio que estava desaparecido há 60 anos também foi encontrado a quase um quilômetro de profundidade, perto da ilha havaiana de Oahu.

*Por João Lara Mesquita
…………………………………………………………………………………………………….
*Fonte: marsemfim