Michelin revela pneu conceito – sem ar, conectado, recarregável, customizável e orgânico – impresso em 3D

Michelin está preparada para revolucionar o mundo dos pneus e das rodas com seu novo conceito, Airless Vision. Apresentado na conferência Movin’On em Montreal, a ideia é uma combinação da roda e pneu em uma peça que, de acordo com a Michelin é sem ar, conectada, recarregável, customizável e orgânica.

Inspirado pelos corais

O conceito do pneu é impresso em 3D a partir de materiais biodegradáveis ​​que incluem borracha natural, bambu, papel, latas, madeira, resíduos eletrônicos e plásticos, aparas de pneus, metais usados, roupas , papelão, melaço e cascas de laranja.

O conceito usa uma arquitetura de interior que imita as estruturas celulares naturais encontradas nos corais. O design da peça é complexa no centro, ficando gradualmente mais suave nas bordas. Esta construção significa que o pneu nunca pode explodir ou estourar. A banda de rodagem é projetada com profundidade mínima, o que significa que os materiais são aplicados da maneira mais eficiente possível.

“É inspirado pela natureza com uma estrutura muito leve e eficiente”, explicou Terry Gettys, vice-presidente executivo de pesquisa da Michelin.

Acompanhe o Engenharia é: também no YouTube, clique aqui para se inscrever em nosso canal
A parte mais sofisticada do design é a capacidade do conceito se “recarregar”. O conceito possui sensores que monitoram suas condições e reportam a seus usuários através de um aplicativo para dispositivos móveis.

Um vídeo conceito exibido no lançamento mostra um cliente comprando pneus de inverno feito por impressora 3D impresso antes de partir para uma área montanhosa.

A Michelin ainda não tem planos para a produção em massa. Terry Getty comentou : “Você pode estar pensando” – bem, isso é um sonho – e você está certo. É um sonho. É um conceito a longo prazo que reúne nossa visão de todos os elementos da mobilidade sustentável. No entanto, é um sonho altamente realista, já que cada componente do conceito já é um tópico de pesquisa ativo na Michelin. O pneu pode estar no mercado nos próximos 10 anos.

*Por Ademilson Ramos
………………………………………………………………………….
*Fonte: engernhariae

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.