A negatividade é como um poço, quanto mais você reclama, mais você afunda!

A negatividade é como um poço, quanto mais você reclama, mais você afunda!

A negatividade é uma bússula emocional, mas ela afeta mais do que apenas a sua saúde emocional, ela também é capaz de afetar o seu corpo físico.

Na verdade, os cientistas descobriram que as pessoas com altos níveis de negatividade são mais propensas a sofrer de doenças degenerativas do cérebro, problemas cardiovasculares, problemas digestivos e, infelizmente, elas se recuperam dessas doenças, muito mais lentamente, do que aquelas pessoas com uma mentalidade mais positiva.

A negatividade é, muitas vezes, fruto de um comportamento destrutivo e pode se tornar um hábito.

Uma pessoa negativa possui um olhar pessimista, faz críticas frequentes, se identifica com pensamentos cínicos e vive em negação. ela faz mal para os outros e para si mesma.

Esses hábitos negativos podem criar caminhos neurais no cérebro que alimentam a tristeza.

É como se você vivesse em uma areia movediça, e quanto mais você sede as tendências negativas, mais o seu cérebro distorce a verdade e te afunda em lamentações infinitas. Desse modo, vai ficando cada vez mais difícil quebrar o ciclo negativo.

Para que você consiga vencer a negatividade você precisa, primeiro, reconhecer que é negativo, caso contrário, você viverá em negação e a negação te impede de perceber o mal que você faz para si mesmo e para os outros com esse comportamento.

Analise se você possui esses comportamentos:

1) Cinismo: Uma desconfiança geral das pessoas e seus motivos.

2) Hostilidade: hostilidade para com os outros; sem vontade de desenvolver relacionamentos.

3) Pessimismo: Só perceber coisas ruins, mesmo quando a situação deveria ser uma experiência ou memória feliz.

4) Pensamento Polarizado: Você vai de um extremo ao outro, se alguém não é perfeito, então, esse alguém não presta. Se alguém não concorda com você, então, ela está contra você.

5) Tirar conclusões precipitadas: Você acredita que algo ruim vai acontecer sempre que algo sai do seu controle.

6) Pensamento apocalíptico: A crença de que o desastre é inevitável.

7) Culpar: Você costuma culpar os outros por suas dificuldades pessoais e sente que você é uma vítima dos eventos incontroláveis ​​da vida.

8) Falta de inteligência emocional: Você reage as suas emoções para definir o que é real e o que não é.

9) Quem precisa mudar é o outro: O pensamento de que se as pessoas ou circunstâncias mudarem, você pode ser feliz.

Não fique aí mergulhado nessa lama, busque enxergar a beleza na vida. Seja como uma flor de lótus, e se abra para uma nova forma de ver a vida.

Existe saída para esse labirinto emocional que você se encontra, mas você precisa parar de reclamar e começar a agir positivamente diante da vida.

*Por Iara Fonseca
………………………………………………………………………
*Fonte: resilienciamag

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.