Quando estiver se sentindo infeliz, vai viajar sozinho! É um santo remédio!

Quando estiver se sentindo infeliz, vai viajar sozinho! É um santo remédio!

Às vezes, quando tudo parece estagnado e chato, você tem que saltar para o desconhecido para reacender seus sonhos e mantê-los flutuando com novas asas.

Você precisa experimentar viajar sozinho para desviar dos ciclones que te atingem.

Vai viajar sozinho porque você precisa de tempo para o seu coração — algo que você não tem honrado ultimamente, muitas vezes, fazendo horas extras por semanas.

Você precisa permitir que outras cidades preencham sua mente com sonhos mais uma vez. Você tem que continuar. Seu caminho é seu.

Outros viajantes tornam-se companheiros. Alguns são companheiros por algumas horas fugazes no avião, como um casal indiano visitando sua filha que trabalha para o Google, como a mulher que volta para a Espanha da França que recomenda que você visite El Nationale para jantar, como o homem a quem você empresta uma caneta que compartilha que está voltando para casa de uma viagem de trabalho, como uma jovem explicando como é o aeroporto Charles DeGaulle.

Ou você pode viajar pelo Brasil e se aventurar em lugares nunca antes pensados por você.

Alguns estranhos se tornam companheiros nos segundos entre o momento em que você pede para eles tirarem sua foto e o momento em que eles se afastam.

Alguns estranhos tornam-se companheiros nas histórias que compartilham com você, alguns despudorados e desequilibrados, outros centrados e sábios.

Em uma viagem de ônibus, você ouve a história de uma mulher que deixou o país com apenas 16 anos e se mudou para Nova York. Outra, conta sua dor e determinação para mudar de vida, e elas se tornam suas, nos segundos em que ela conta sobre como foi viver com um alcoólatra por décadas, sobre sua morte, sobre os dias brutalmente difíceis que ela suportou para conseguir recuperar a alegria de viver.

E um dia, enquanto você está sentado em um café gostoso, você percebe que a semente da sua tristeza, que por muitos anos cresceu na boca do estômago, não parece mais tão pesada. Não porque se dissipou, mas porque uma infinidade de outras sementes cresceram ao lado dela – sementes de felicidade, gratidão, surpresa, beleza e amor.

Essas sementes não floresceram porque você escolheu ficar sentado no sofá vendo o Tiktok ou no Instagram esperando validação externa, mas porque você escolheu estar presente e buscar viver novas aventuras, e se permitiu desfrutar de momentos simples, mas que renovaram completamente a sua energia. Esses são os momentos mais importantes.

Não, eles não estão livres de angustiante solidão ou tristeza, mas são eles que o mantêm em movimento.

São esses momentos de liberdade que mostram que você quer esta viva em meio à sua incerteza, e eles te fazem perceber que não há nenhum problema em se sentir como você se sente, mas que é preciso fazer mais por você doq ue você vem fazendo.

Continue lançando sonhos em poços dos desejos. Alguns se tornarão realidade e outros irão surpreendê-lo de uma maneira mais saudável. Eu afirmo a você que vale a pena viajar sozinho diante do cansaço, você vai se sentir livre e vai conhecer não só lugares, mas pessoas, muito interessantes.

VOCÊ MERECE!

………………………………………………………………
*Fonte: seuamigoguru

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.