Película gera energia solar para veículos elétricos

O kit fotovoltaico transforma qualquer carro elétrico em carro solar

Um kit fotovoltaico capaz de transformar qualquer carro elétrico em um captador de energia solar foi desenvolvido pelo instituto de pesquisa francês INES.2S (Institut National de l’Energie Solaire). Testado em um modelo Renault Zoé, a tecnologia mostrou a possibilidade de adicionar até quatro quilômetros de autonomia por dia.

O VIPV, sigla para Vehicle Integrated PhotoVoltaic, é um equipamento composto por painel fotovoltaico adaptável, uma bateria e uma interface eletrônica. A energia adicional garantida com o kit tanto pode ser usada para estender a autonomia como também para alimentar os elétricos do veículo e o ar condicionado, por exemplo.

“A coleta de dados ao longo de vários meses e vários veículos permitirá quantificar com precisão a contribuição em quilômetros solares, que é estimada em 800 km adicionais de autonomia por ano”, afirma o instituto INES. Por enquanto, a equipe apresenta o produto como forma de estimular o interesse dos fabricantes do setor em avançar para uma solução integrada e otimizada que alimente a bateria principal do veículo.

Ainda como protótipo, o VIPV é apontado como uma solução não intrusiva, compatível com qualquer veículo recarregável e que pode ser instalado e desmontado facilmente.

Como uma película, o material possui face traseira magnética e desenho mecânico que permite boa conformabilidade em qualquer carroceria metálica.

Segundo o instituto, a aplicação solar VIPV atualmente é estudada por muitas equipes industriais e de pesquisa, porém pesquisas que tratam de toda a cadeia de carregamento (da produção solar à sua valorização no consumo dos veículos) são mais raros.

O instituto estima que um kit fotovoltaico pode permitir aumentar a autonomia do veículo em 800 km por ano e reduzir a frequência de recarga em 14%, números que não são insignificantes no uso urbano. Exemplo disso, é que na França, de acordo com uma pesquisa do Ministério da Transição Ecológica e Coesão Territorial, 35,7% dos trajetos casa-trabalho são feitas a menos de 5 km, ou seja, 10 km ida e volta.

Entre as vantagens do produto na aplicação de carros elétricos são destacadas a possibilidade de aumentar o alcance do veículo, aliviar parcialmente a rede de recarga (infraestrutura ainda incipiente em muitos lugares), melhorar o conforto do motorista, uma vez que reduz a frequência das recargas, além é claro de reduzir o impacto de CO2 durante toda a sua vida útil.

*Por Marcia Sousa
…………………………………………………………………..
*Fonte: ciclovivo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.