Jimi Hendrix: Como guitarrista mudou o rock em 4 anos de carreira?

Músico que redefiniu o rock e deixou um legado na indústria completaria 80 anos neste domingo (27); conheça a história do artista

Jimi Hendrix (1942-1970) completaria 80 anos neste domingo (27). Lendário, revolucionário e genial são apenas alguns dos adjetivos atribuídos ao músico que fez história no rock mundial com uma carreira muito breve, que durou apenas quatro anos.

James Marshall Hendrix, filho de pai negro e mãe de ascendência indígena, redefiniu todas as possibilidades da guitarra e teve uma morte prematura, mas ficou marcado eternamente na história da indústria musical.

Como artista, ele incendiava o palco –não somente com sua presença eletrizante, mas também literalmente. Com uma filosofia de que as pessoas sacrificam aquilo que mais amam, ele chegou a colocar foco em suas guitarras diversas vezes durante seus shows.

Seu amor pela música começou cedo, quando encontrou um ukelelê de apenas uma corda, no qual já foi capaz de produzir música. Depois, foi com um violão de apenas US$ 5 (R$ 26, na cotação atual) que ele aprendeu as técnicas e, quando serviu no exército, formou sua primeira banda com Billy Cox e chegou a tocar em pequenos bares.

Ele também se tornou guitarrista de apoio de bandas como The Isley Brothers, Ike & Tina Turner e Little Richard (1932-2020). Mas seu jeito considerado irreverente acabou fazendo com que ele soasse arrogante em vários momentos, levando Hendrix a ser descartado por muitos artistas e o forçando a formar a própria banda.

Os tempos com a The Jimi Hendrix Experience foram momentos de glória do músico. Tocar guitarra com os dentes e até nas costas ficou registrado como uma de suas marcas pessoais, e ele reinou como um verdadeiro fenômeno durante quatro anos.

Suas experimentações o coroaram como um gênio. Seu primeiro álbum é, até hoje, considerado por muitos críticos como o melhor álbum de estreia já produzido na história. Os outros dois, Axis: Bold as Love (1967) e Electric Ladyland (1968) também foram capazes de redefinir o rock em escala mundial.

Seu lugar na história do rock e da música no geral está muito bem guardado. Jimi Hendrix, porém, morreu jovem. Ele foi encontrado morto no hotel Samarkand em Londres, e a necropsia concluiu que ele se asfixiou com o próprio vômito após misturar vinho e pílulas para dormir.

Apesar de brilhante, Hendrix levou uma vida sem escrúpulos e também sem qualquer disciplina. Assim como Brian Jones (1942-1969), Janis Joplin (1943-1970), Jim Morrison (1943-1971), Kurt Cobain (1967-1994) e Amy Winehouse (1983-2011), ele morreu com 27 anos, por isso faz parte do infame Clube dos 27.

Sua breve vida, porém, impactou milhões. Seu trabalho influenciou músicos durante gerações e continua influenciando até os dias atuais. Juntando elementos do blues norte-americano com sua genialidade, ele recondicionou a indústria musical como um todo e deixou um legado avassalador.

*Por
…………………………………………………
*Fonte: tangerina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.