Historymaps, o Mapa Interativo de eventos históricos do mundo

Se tem uma matéria na escola com um potencial incrível para ser o melhor momento de todos é a disciplina de história. Relembrar acontecimentos do passado que ocorreram em épocas onde a tecnologia como a conhecemos hoje era simplesmente inexistente, descobrir que vários países já existiram anos atrás e hoje são apenas… história?! Tudo isto é mais do que suficiente para chamar a atenção — mas, ainda assim, muitos alunos simplesmente não suportam as aulas de história e acham a disciplina bastante chata.

Mas e se houvesse uma forma de tornar tudo isto muito mais interessante, quase interativo? E se as aulas de história pudessem levar os alunos ou entusiastas da história da humanidade direto até os locais onde grandes conflitos marcaram para sempre o futuro do mundo como o conhecemos? Pois saiba que tal possibilidade existe e ela se chama HistoryMaps.

HistoryMaps, o mapa interativo
Com uma proposta inteligente, o site HistoryMaps chama a atenção justamente por simplicidade: o site é fácil de usar e está disponível em vários idiomas diferentes. O portal nada mais é do que uma combinação entre dois elementos, um mapa e uma linha do tempo de eventos.

Site aposta em conteúdo interativo e informativo para capturar a atenção do usuário, ensinando história de maneira mais interessante e divertida

A combinação desses dois fatores é que faz com que a mágica aconteça, levando o estudante, leitor, historiador ou entusiasta a aprender de maneira visual e intuitiva sobre diversos eventos que marcaram a história do nosso planeta. Este nível de imersão é o que destaca o HistoryMaps, oferecendo uma grande vantagem em relação aos livros que, embora tenham apelo para uma parcela dos estudantes e acadêmicos, nem sempre conseguem capturar a atenção da maioria dos leitores.

Engajando o aprendizado
Ao permitir ao leitor basicamente viajar até a região onde dado evento ocorreu, o site gera um nível de imersão até então inexistente na maioria das mídias similares. O portal oferece não apenas imagens e textos bem escritos, contando os detalhes de cada batalha ou período específico da história da humanidade.

É possível acompanhar os principais acontecimentos históricos de várias partes do mundo divididos em linhas do tempo para facilitar o aprendizado

Escolhendo, por exemplo, aprender sobre a história da Coreia, o usuário do site imediatamente recebe uma curta explicação sobre a história local, vê exatamente em que lugar do globo aquela região está localizada e recebe acesso a uma listinha que funciona como uma linha do tempo de eventos importantes que já ocorreram por ali. Ao selecionar um desses pontos importantes, o site imediatamente atualiza o texto, oferecendo uma explicação detalhada sobre aquela ocasião em especial, trazendo novas imagens e até mesmo uma localização mais aproximada no mapa à esquerda da tela.

E isto vale para eventos importantes em todo o planeta: quer aprender mais sobre as conquistas de Alexandre, o Grande? Basta selecionar esta “aula” no site. É fã de séries da Netflix e quer saber como eram mesmo os Vikings? O HistoryMaps tem muito material detalhado sobre o assunto.

Gratuito, o HistoryMaps oferece aulas interativas incríveis sobre a história da humanidade desde Idade Antiga até a Idade Contemporânea, sendo o último material disponibilizado referente à Guerra do Vietnã.

>> Acesse aqui o site HistoryMaps

*Por Rodrigo Esteavam
………………………………………………………………………
*Fonte: megacurioso

Aprenda a fazer um bom churrasco no apartamento

Escolher a churrasqueira certa e saber alguns truques na hora de assar a carne podem garantir uma experiência completa em torno da brasa

Prática ancestral e tradição adotada pelos brasileiros há séculos, dos Pampas ao sertão, da costa ao cerrado, o churrasco transpõe a gastronomia como símbolo de confraternização e celebração. Evento que, no imaginário, comumente acompanha cenários que remetem a um estilo de vida pacato, ao campo, com vistas de horizonte livre.

Mas especialmente nos últimos anos os centros urbanos não só agregaram com sucesso o sabor e o ambiente do churrasco, com uma crescente de espaços dedicados, como despertaram (ou devolveram) o desejo de trazer a reunião festiva para dentro do lar, seja para um churrasco tradicional de fim de semana ou para um almoço na brasa

Mas como fazer um bom churrasco em um espaço às vezes pequeno, dentro de um apartamento? Reunimos algumas dicas e truques para melhorar sua experiência de reunião em torno da brasa.

A churrasqueira
Para trazer o churrasco para o apartamento ou áreas residenciais reduzidas merecem consideração fundamental a produção de fumaça e os sabores desejados, fatores condicionados à verdadeira estrela do churrasco: a churrasqueira.

Parece óbvio, mas qualquer bom churrasco começa pela churrasqueira. E é justamente aí que muito churrasco se perde. No caso do churrasco de apartamento, o ambiente e toda a experiência também podem sofrer as consequências da escolha errada.

Tanto a churrasqueira adequada quanto o manuseio irão ditar o sabor e memória do evento. Veja os modelos que podem ser levados para dentro de casa, indicações de uso e peculiaridades.

Churrasqueira elétrica
Campeã de praticidade

Basta ligar na tomada, pré-aquecendo por 5 minutos.

Fácil transporte.

Fácil limpeza. A dica é limpar a grelha usando sabão neutro enquanto ainda quente, para melhor remover os resíduos. *A dica aplica-se aos demais tipos de churrasqueira.

Mas atenção:

Indicada para o preparo de cortes menores, como bifes de até três dedos de espessura.

Limita a quantidade de carne assada simultaneamente. Por mais potente que seja, não atinge a temperatura do carvão.

Perde-se o sabor do defumado (efeito do carvão). A alternativa é defumar a carne a seco. Acenda um pedaço de madeira frutífera, como macieira, e abafe junto à carne crua em um recipiente de 5 a 10 minutos, para um leve sabor da fumaça.

Modelos em que a resistência fica embaixo da grelha podem gerar fumaça ao assar carnes mais gordurosas.

Na hora de comprar:

Desconsidere os modelos demasiados pequenos e considere a potência do calor. Quanto maior a potência, mais calor, importante para selar a carne.

Opte por modelos com controle de temperatura. Como a churrasqueira elétrica não tem andares, ou seja, distância entre a fonte de calor e a grelha, a possibilidade de ajuste é útil para o preparo de carnes que levam mais tempo em temperatura branda para assar.

Churrasqueira a gás
Variedade

Gera mais calor que a churrasqueira elétrica.

Possui tamanhos maiores.

A maioria tem uma tampa, tornando também um forno.

A maioria possui controle de temperatura, possibilitando o preparo de desde bifes até peças inteiras como costela, cupim e outros.

Mas atenção:

Modelos com a fonte de calor embaixo da grelha são mais difíceis de se limpar.

Perde-se o sabor do defumado.

Na hora de comprar:

Os modelos com fonte de calor nas laterais geram pouquíssima fumaça, pois a gordura não cai sobre a fonte de calor, e sim em um recipiente com água.

Há opções para embutir ou portáteis.

Churrasqueira a carvão
Churrasco completo

A vantagem é o tamanho, aumentando a fonte de calor.

Confere sabor defumado às carnes.

É tradição.

Mas atenção:

Manuseio e manchas do carvão.

Produção de fuligem e a fumaça. Dicas para diminuir a fuligem são tipos especiais de carvão, chamados de briquetes (pó de carvão prensado), cortes com menos gordura, e a utilização de uma coifa de exaustão. Outra dica é guardar as cinzas do churrasco anterior, que além de diminuir drasticamente a temperatura da churrasqueira abafa o fogo sem a necessidade de jogar água.

Churrasqueira ecológica
Variedade

Assa a carne por completo, pois gera calor nas laterais.

Não gera fumaça, pois a gordura não cai sobre a brasa.

Mas atenção:

A desvantagem é usar o carvão como fonte de calor, mas não como agregador de sabor, que é a fumaça.

*José Almiro, churrasqueiro profissional e apresentador do canal Churrasqueadas, maior perfil de receitas de churrasco das redes sociais.
………………………………………………………………………………..
Fonte: exame