Arquivo da tag: aventura

10 Things You Need For a Motorcycle Trip – Gear, Luggage + Tech


Highest Road In The World


As 7 escaladas mais perigosas do mundo

Conheça as montanhas mais desafiadoras e temidas pelos alpinistas

Não há um consenso sobre o ranking de montanhas mais perigosas do mundo, mas algumas características como a altitude, a incidência de avalanches, a inclinação e dificuldades no trajeto tornam certas escaladas mais desafiadoras aos alpinistas do que outras. A quantidade de acidentes é um dos fatores mais importantes para classificar as mais desafiadoras. Confira nosso ranking:

 

7 – Shishapangma (China)

Shishapangma é tem mais de 8 mil metros. Ela só foi conquistada pela primeira vez em 1964. O que a torna uma das escaladas mais perigosas do mundo não é nem sua altitude, mas sim a grande incidência de avalanches e os ventos fortes que colocam a vida dos alpinistas em risco.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

6- Eiger (Suíça)

Nos Alpes Suíços, foi escalado pela primeira vez em 1938. É considerado um dos locais mais difíceis de escalar devido à dificuldade técnica e pelo perigo das pesadas rochas que descem pelas encostas. São mais de 3.970 metros de altura, que ganharam fama de “Parede Assassina”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

5- Nanga Parbat (Paquistão)

São 8125 metros de altura, que a fazem ser a 9ª montanha mais alta do mundo. O Nanga Parbat já chegou a ser considerado o monte mais perigoso para se escalar, por ter índices de mortalidade de até 70% nos anos 90. Hoje, com mais equipamentos e tecnologias o percurso é mais seguro aos alpinistas e o número de acidentes é menor, ainda assim o apelido da montanha continua sendo “The Man Eater” – comedora de homens.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

4- Monte Everest (China e Nepal)

A montanha mais alta e mais famosa do mundo é uma escalada cansativa, mas por oferecer mais estrutura aos alpinistas, não está entre as três mais perigosas. Com mais de 8800 metros, ela foi conquistada pela primeira vez em 1953, o local possui diversos corpos de escaladores que ficaram pelo caminho, mas a cada ano o índice de mortalidade vem se tornando menor.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

3- Annapurna (Nepal)

Annapurna fica no Himalaia e a 10ª mais alta montanha do mundo. Com 8078 metros de altura, pode ser considerada a terceira 3ª mais perigosa. De 1950, quando foi escalada pela primeira vez, para cá, não passa de 150 o número de alpinistas que conquistaram seu topo, mais de 50 morreram tentando.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2- Kangchenjunga (Índia)

O fato de ser o pico mais alto da Índia e o terceiro maior do mundo, com 8.586 metros de altura deixa as coisas mais difíceis. Os índices de mortalidade de Kangchenjunga crescem anualmente, nos últimos anos aumentou cerca de 22%. O local definitivamente não é para amadores.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1- K2 (China e Paquistão)

São 8611 metros de altura, a segunda maior montanha do mundo, é quase que unanimamente considera a mais difícil de ser escalada. Ela foi apelidada de “A Montanha Selvagem” e tem delicados pilares de gelo e superfícies íngremes e rochosas. Por uma combinação de fatores como avalanches imprevisíveis e inclinação intensa o percurso é o mais perigoso. Estima-se que a cada quatro alpinistas que chegam ao topo do K2, no Himalaia, um morre.

 

 

 

 

 

 

 

 

…………………………………………………………….
*Fonte: webadventure


Extreme Off-Road Motorbike Adventure – Cambodia


Descubra quem pode escalar o Everest

Além de experiência, é preciso ter dinheiro ou um bom patrocinador

O Monte Everest é considerado o pico mais alto do mundo, com pouco mais de 8800 m de altitude, situado na Cordilheira do Himalaia, bem na fronteira entre o Nepal e a China. O seu topo foi alcançado pela primeira vez em 1953, pelo neozelandês Edmund Hillary e o nepalês Sherpa Tenzing Norgay, após 17 dias de trajeto, partindo de Katmandu, no Nepal.

O frio pode chegar a 70º negativos, perto do topo existe só 30% do oxigênio, o que causa certa pane no corpo fazendo com que os músculos percam a força, o cérebro raciocine mais lentamente e o pulmão sofra um edema. A partir de certa altura, o corpo deixa de se recuperar, e gasta energia demais até para digerir a comida. E ainda assim, o lugar é muito mais acessível do que antigamente.

Hoje, para chegar até o topo metade do caminho é feita de avião, em um voo de 35 minutos. De lá são mais 9 dias de caminhada até o acampamento base. O trajeto já foi vencido por mais de 3 mil pessoas.

O montanhista pode contar com guias nativos, para carregar tubos de oxigênio, por exemplo. Mesmo assim, a pessoa precisa estar preparada para tolerar a decadência física por um longo período de tempo e estar em sã consciência nos momentos de cansaço para tomar decisões que muitas vezes podem significar voltar para o acampamento base ou ficar pela montanha.

O Monte Everest recebe anualmente 60 mil turistas que visitam sua base e 1.300 alpinistas que arriscam a escalada. Cerca de 80% dos acidentes ocorrem no caminho de volta do cume. A principal causa de mortes para os que se arriscaram a subir o monte são as avalanches. Segundo especialistas, a melhor época para tentar a escalada é durante os meses de abril e maio.

Apenas com autorização

Antes, qualquer pessoa que pagasse a taxa poderia escalar o monte, porém de dois anos para cá chineses e nepaleses endureceram as regras. A permissão só é dada àqueles que provarem já ter escalado montanhas acima de 6.500 metros, deficientes, idosos e pessoas muito novas são proibidas.

Todas essas exigências são para dar mais segurança a quem se aventura a subir a montanha mais alta do mundo. Isso porque é preciso ser experiente se quiser sobreviver às condições inóspitas encontradas no local, como: rajadas de vento, temperaturas baixíssimas, ar rarefeito e avalanches.

Em abril deste ano, um sul-africano que tentou escalar o Everest sem autorização oficial foi obrigado a abandonar sua aventura a pedido das autoridades nepalesas e foi multado em US$ 22 mil. Ryan Sean Davy conseguiu, de acordo com sua própria versão, chegar ao Campo 2 (que fica a 6.400 metros de altura), antes que descobrissem sua presença ilegal.

A permissão aos estrangeiros custa atualmente cerca de US$ 11 mil, porém com todos os outros custos, como: voo, guias, carregadores, pode chegar a até R$ 130 mi.

 

………………………………………………………
*Fonte: webadventure

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Mountain Motorcycle Adventure Full Length


Lords of Atlas – Alcan 5000


Taste of Dakar – The Ride of My Life


Best of Moto Dakar 2017


Himalayan 4,500km Adventure


Motorcycle Travel Through South America


Trans America Trail Full Movie


Motorcycle enduro adventure Mongolia. Yamaha XT660Z Tenere


Scramblers in the Rockies! Ducati Scrambler vs Triumph Scrambler | ON TWO WHEELS


World’s Oldest Motorcycle Riders – A True History


Cama Tatu é a primeira barraca distante do solo vendida no Brasil

……………………………………………………..
*Fonte: mochilabrasil


Ladies of the desert – The Litas


Honda Twin bate recorde de altitude

Um ano depois do lançamento da nova Honda Africa Twin, um grupo de aventureiros se propôs a bater o recorde de altitude alcançado sobre uma moto bicilindrica. E conseguiram. O cenário escolhido foi o vulcão nevado Ojos del Salado, o mais alto do mundo e que ficas na fronteira da Argentina e o Chile, com 5.965 metros de altura.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

………………………………………………………
*Fonte: enduropro


500 Days Alaska to Argentina – The Modern Motorcycle Diaries


Jorge Negretti – Yamaha Lander – Descida das escadas de Santos / SP


London to Sydney Motorcycle Adventure full length


Kit coisas boas da vida

IMG_0452

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IMG_0483

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IMG_0577

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IMG_0560

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IMG_0626

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IMG_0623

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IMG_0556


Surf na geladeira

Imagina só, se hoje já foi um dia bem frio numa boa, normal para a época e estação, imagina só a friaca desse cara aí surfando no gelo…

IMG_7276


Caiacada downhill

*Kayaker Ben Marr rockets down a concrete drainage ditch into Lions Bay, British Columbia at 34 miles per hour!


Expedição Alaska – Fechando a mala


Deadpool – Trailer


Trailer Transpatagônia


The Green Lane Relay

*Fonte: Enduro21


Hotel transparente

Que tal um hotel todo transparent e que fica na encosta de um morro a 400m de altura? Esse é Natura Vive, no Vale Sagrado dos Incas (região é uma das rotas para se chegar ao Machu Picchu), no Peru.

O desafio já começa na hora de entrar no hotel. Para ir até lá é preciso escalar. A subida tem o auxílio de cabos de aço e é realizada em degraus de ferro. Se para subir é preciso escalar, para descer a alternativa é também emocionante: uma tirolesa está disponível para realizar o trajeto de “volta a terra”.

O pequeno hotel de capsulas transparentes tem capacidade para até oito pessoas, possui quatro camas, banheiro e uma sala de jantar, mas o que mais agrada e impressiona nas instalações é a vista panorâmica do Vale Sagrado. As dimensões de cada módulo são de 7,5 mt de comprimento por 2,50 mt de altura e largura.

> Maiores informações aqui:http://naturavive.com/web/

 

*Fonte: Ciclovivo

hotel_transp_01

 

 

 

 

 

 

hotel_transp_06

 

 

 

 

 

 

 

hotel_transp_02

 

 

 

 

 

 

 

hotel_transp_03

 

 

 

 

 

 

 

 

hotel_transp_05

 

 

 

 

 

 

 

 

hotel_transp_07


Rainbow Warriors – II


Rainbow Warriors – I

Anualmente nos Alpes italianos, no Monte Piana, acontece o International Highline Meeting. Evento que reúne muitos praticantes de slackline, onde os participantes podem se aventurar pelas 18 rotas de slackline e ainda participar de voos de parapente entre as montanhas, workshops e aulas de ioga.
Como uma melhor forma de “relaxar”, os organizadores disponibilizam inúmeras redes aos participantes que ficam penduradas em uma fita sobre um abismo de cerca de 100 metros de altura.

*Fonte: Updateordie  / Fotos: Sebastian Wahlhuetter

SebastianWahlhuetter_01

 

 

 

 

 

 

 

SebastianWahlhuetter_04

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SebastianWahlhuetter_02

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SebastianWahlhuetter_03

 

 


Ciclista desce rampa de represa

Veja o vídeo da incrível façanha do ciclista Primož Ravnik descendo a rampa de uma represa na Eslovênia.


Jangada responsa

cabana_flutuante1


Aventure-se

adventure_car-01


Caminhos perigosos – I

Esta vai para os mais aventureiros: El Caminito del Rey fica em El Chorro, Espanha e é um estreito desfiladeiro em estado bastante deteriorado. Apenas um metro de largura e 300 acima do rio, quase tudo sem corrimão. Você se arriscaria?

Acumulando muitos anos sem manutenção, a passagem se encontra quase em ruínas. É um verdadeiro desafio para os mais corajosos, mas também um risco de consequências imprevisíveis.

*Fonte: Hypeness


Jalapão

O Jalapão ao seu alcance – Conheça o deserto mais verde do mundo com uma Kawasaki.
Em um cenário em plena mata de transição entre o cerrado e a caatinga, onde predomina uma vegetação rasteira similar às savanas, surgem cachoeiras, rios de águas cristalinas, corredeiras, grandes chapadas e formações rochosas de cores e formas variadas está o Jalapão. Um paraíso para a prática de ecoturismo e turismo de aventura.
De beleza rara, destacam-se dunas de areias douradas, com até 30 metros de altura, o que levou o lugar a ser chamado de deserto do Jalapão. Seria um deserto, se o Jalapão não fosse também um paraíso das águas e um lugar onde a presença de flores e animais exóticos salta aos olhos. Um convite à contemplação e à aventura.

Cansado da rotina? Procurando aventura? Relaxar, aproveitar a natureza? Gosta de velocidade e motos? A Expedição Jalapão te espera!

Na dúvida acelere!

INCLUSO NO PACOTE:
– Motos (Kawasaki KLX 450 2013)
– Translado
– Hospedagens
– Refeições
– Combustível
– Lanches

Incrições abertas para grupos de 2013.
Faça ja a sua reserva!

SITE: http://expedicaojalapao.com.br/