A importância do som do baixo no metal (sons sem e com o baixo – comparação)

Anúncios

Robert De Leo (S.T.P.)

Ontem foi aniversário do Robert De Leo, o “mano” baixista da banda Stone Temple Pilots, uma das grandes bandas do meu setlist de coração.

E porque o Robert é um cara phoda?
Meu! É só sacar a vibe cool dele tocando, o seu bom gosto para criativas linhas de baixo, seu timbre poderoso, sua técnica e o bom gosto instrumentos bacanudos, sem falar usa o baixo largadão, quase nos joelhos.

Feliz aniversário Robert. E desculpe por não ter postado isso na data certa. Mas tá valendo mermão!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

………………………………

 

Suzi Quatro, o baixo e a maldita capa

Não lembro se já comentei mas meu irmão era DJ quando eu era piá (10/12 anos) e por isso sempre teve muitos álbuns (LPs) rolando em nossa casa. Só que nem tudo era maravilhoso, tinha muita de disco music, tranqueiras pop lixo disso e daquilo da época do começo dos 80’s mas também, muita coisa boa de rock clássico. E quando meu irmão não estava por perto, adivinham só quem estava lá mexendo nas suas coisas e LPs (alguns eram emprestados de amigos) e é claro que ele não curtia isso se não estivesse junto.

Então uma das coisas que me marcou dessa época em termos de LPs, além das capas do Led Zeppelin, Kiss (sem dúvida) e do Eric Clapton (curtia muito o som dele), tinha um álbum que me impressionava bastante porque era a de uma mulher bonita e cheia de atitude com um baixo e não uma guitarra, usando uma roupa de couro toda sexy e ainda ela era a dona da banda! Isso era demais.
Claro que eu curtia esse álbum mais por causa da tal foto da capa do que pela música. Tezão de guri, só pode! Era a Suzi Quatro e se me perguntassem naquela época se eu preferia o som dela ou o da da Joan Jett (solo – nem sabia das The Runaways nessa época), não pensaria duas vezes em dizer que era a Suzi Quatro. – PQP! Que guri retardado.

Sim, vem daí a minha história de curtir mais o baixo do que a guitarra. Sério! A tal foto da Suzi Quatro é a culpada de todo esse estrago.

Óbvio que essa fissura pela música dela não durou e na real até tenho vergonha da maioria dela de tão ruins. Ah. Mas ela era gostosa.
*A saber – A Joan Jett é incomparavelmente muito melhor não só em termos de música, guitarra e composições ROCK, como também é mais bonita, até hoje. Mais uma vez cabe um – “que guri de merda” ….. hauhauahuash. Mas não esqueça de que na época ela estav a na mídia, existia aqui no Brasil a revista POP que dava ênfase no rock, numa banda capitaneada por uma mulher, tinha sempre fotos sexy. Tô tentando me defender agora, mas ok, não é fácil.

*Depois de muita procurar achei algumas músicas da Suzi Quatro e mesmo assim, bem meia-boca.
Ahhhhh. Mas a tal foto de capa era legal. Tanto que resolvi procurar por uma img da tal capa. Taí. Até achei outrs que devem ajudar e embasar o meu argumento de que ela era mesmo bem sexy.

 

………………………………………………….

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

……………………………

 

Jaco Pastorius

Esta semana também foi data também de aniversário do ameriacano Jaco Pastorius, uma dos maiores e mais influentes baixistas de toda a história da música, principalmente se pensarmos em termos de jazz. Jaco que faleceu por traumatismo craniano, quando de uma briga com um segurança de casa noturna num show do guitarrista Carlos Santana, em 11 de setembro de 1987, na Flórida (EUA).

Bootsy Collins

Hoje é o aniversário do baixista Bootsy Collins (65 anos), um dos maiores baixistas quando o assunto envolve o groove e a música funk americana. Já participou de inúmeras bandas: The J.B.’s, Parliament-Funkadelic, Bootsy’s Rubber Band, Axiom Funk, Praxis, Material.

Collins faz parte do Rock and Roll Hall of Fame, para o qual foi indicado em 1997 com quinze outros membros do Parliament-Funkadelic.

Um forte abraço, mesmo que há distância e o nosso Feliz Aniversário Bootsy Collins!

*Saca só a discografia do querido:
1976 – Bootsy’s Rubber Band – Stretchin’ Out in Bootsy’s Rubber Band (Warner Bros. Records)
1977 – Bootsy’s Rubber Band – Ahh… The Name Is Bootsy, Baby! (Warner Bros. Records)
1978 – Bootsy’s Rubber Band – Bootsy? Player of the Year (Warner Bros. Records)
1979 – Bootsy’s Rubber Band – This Boot is Made for Fonk-N (Warner Bros. Records)
1980 – Bootsy Collins – Ultra Wave (Warner Bros. Records)
1980 – Sweat Band – Sweat Band – (Uncle Jam/Columbia Records)
1982 – Bootsy Collins – The One Giveth, the Count Taketh Away (Warner Bros. Records)
1988 – Bootsy Collins – What’s Bootsy Doin’? (Columbia)
1990 – Bootsy’s Rubber Band – Jungle Bass (4th & Broadway)
1994 – Bootsy’s New Rubber Band – Blasters of the Universe (Rykodisc)
1994 – Zillatron – Lord of the Harvest (Rykodisc)
1995 – Bootsy’s New Rubber Band – Keepin’ Dah Funk Alive 4-1995 (Rykodisc)
1997 – Bootsy Collins – Fresh Outta ‘P’ University (WEA/Black Culture)
1998 – Bootsy’s Rubber Band – Live in Louisville 1978 (Disky)
2002 – Bootsy Collins – Play With Bootsy (WEA International)
2006 – Bootsy’s New Rubber Band – Live In Concert 1998 (ABC Entertainment / A Charly Films Release)
2006 – Bootsy Collins – Christmas Is 4 Ever (Shout Factory)
2008 – Science Faxtion – Living on Another Frequency (Mascot Records)