SUSPECT208 – All Black

A banda Supstect208 que conta com os filhos de Slash (Guns & Roses), Robert Trujillo (Metallica) e do falecido Scott Weilland (STP), mal começou e já deu treta. Aconteceram alguns rolos internos a respeito de drogas com a meninada. Bem, o ritmo segue parecido com o dos seus pais. Enfim….
Abaixo o vídeo do primeiro single da banda.

Feliz aniversário Dave!

Ontem foi aniversário do Dave Grohl. Um cara supimpa que mesmo depois de ter feito parte do Nirvana, como baterista do Nirvana – uma das bandas mais icônicas daqueles insanos 90’s, soube surfar numa nova onda totalmente diferente e criou uma nova banda com a sua cara e seu DNA. Foo Fighters!

Parabéns Dave! Um grande abraço. Felicidades!

Sex Pistols ganhará série biográfica com diretor de “Trainspotting”

A história do Sex Pistols será contada em uma série biográfica inédita muito em breve.

Danny Boyle, o diretor do clássico Trainspotting (1996), é um dos nomes por trás do projeto que será exibido pelo canal FX. Além de Boyle, os roteiristas Craig Pearce (Moulin Rouge) e Frank Cottrell Boyce (24 Hour Party People) também trabalharão no seriado.

A trama será baseada no livro Lonely Boy: Tales from a Sex Pistol, do guitarrista Steve Jones.

Confirmados no elenco estão Anson Boon como Johnny Rotten, Toby Wallace como Jones, Louis Partridge como Sid Vicious, Jacob Slater como Paul Cook, e Fabien Frankel como Glen Matlock. Além deste nomes, outros rostos conhecidos como Maisie Williams e Emma Appleton, essa última interpretando Nancy Spungen, também estarão na série.

A sinopse do projeto, escrita por Danny Boyle, diz (via Brooklyn Vegan):

Imagine invadir o mundo de ‘The Crown’ e ‘Downton Abbey’ com seus amigos, gritando suas músicas e sua fúria por tudo o que elas representam. Este é o momento em que a sociedade e a cultura britânicas mudaram para sempre. É o ponto de detonação da cultura de rua britânica… onde os jovens comuns tinham o palco e desabafavam sua fúria e sua moda… e todos tinham que assistir e ouvir… e todos os temiam ou os seguiam. Os Sex Pistols. No centro estava um jovem cleptomaníaco, analfabeto e charmoso — um herói para a época – Steve Jones, que se tornou, em suas próprias palavras, o 94º maior guitarrista de todos os tempos. Foi assim que ele chegou lá.

*Por Stephanie Hahne

…………………………………………………………………………………..
*Fonte: tenhomaisdiscosqueamigos

Feliz aniversário Jimmy Page!

Um dos guitarristas mais cool da história do rock, hoje está completando 77 aninhos. E convenhamos que não é qualquer um que toca com maestria uma Gibson Les Paul quase na altura dos joelhos, teve roupas com dragões bordados, foi um músico de mão cheia, criador de riff lendários, coisas que a mulecada toca ainda até hoje, além de que tocou em sua banda com outros amiguinhos com um talento que vou te contar – báh! E ainda fizeram todas as festas possíveis e mais um pouco, com sua banda em turnê. Duvida!? Basta pesquisar um pouquinho que seja sobre o Led Zeppelin! Sim, óbvio que estou falando de Jimmy Page, aquele magrelo genial da guitarra (entre outros instrumentos).

Uma das maiores e mais poderosas bandas de rock de todos os tempos. Os caras pararam em 1980 mas até hoje ainda são super influentes. Vida longa ao rock, suas histórias, suas lendas e a esse, que é um de seus maiores mitos na guitarra.

Feliz aniversário Jimmy Page!

Eddie Vedder lança EP acústico ‘Matter of Time’

Eddie Vedder presenteou seus fãs na noite de Natal com o lançamento de um EP, intitulado Matter of Time. O trabalho é composto por seis faixas acústicas executadas e gravadas ao longo de 2020.

Entre as canções apresentadas, estão “Future Days”, do Pearl Jam, tocada no The Game Awards 2020, “Porch” e “Just Breathe”.

O EP ainda inclui uma versão de “Growin’ Up”, de Bruce Springsteen, também a faixa-título “Matter of Time” e “Say Hi”. As duas últimas foram executadas por Vedder no evento beneficente Venture Into Cures.

*Por Marcos chapeleta
……………………………………….
Fonte: ligadoamusica

‘The Beatles: Get Back’

Peter Jackson lança uma prévia exclusiva de seu próximo documentário “The Beatles: Get Back” para os fãs dos Beatles em todo o mundo.

Hora de deixar os Orcs de lado e apresentar uma das maiores bandas do planeta para uma nova geração, “The Beatles: Get Back” do aclamado cineasta Peter Jackson é uma experiência cinematográfica que quer levar o público de volta ao tempo às sessões de gravação íntimas dos Beatles durante um momento crucial na história da música.

Filmado em janeiro de 1969 e compilado a partir de mais de 60 horas de imagens inéditas e mais de 150 horas de áudio inédito, tudo restaurado de forma brilhante, “The Beatles: Get Back” é a história de como John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr planejam seu primeiro show ao vivo em mais de dois anos e ensaiam 14 novas canções, originalmente destinadas ao lançamento em um álbum ao vivo que o acompanha.

O filme apresenta – pela primeira vez na íntegra – a última apresentação ao vivo dos Beatles como um grupo, o inesquecível concerto no telhado em Savile Row de Londres, bem como outras canções e composições clássicas apresentadas nos dois álbuns finais da banda, “Abbey Road” e “Let Be”.

O doc “The Beatles: Get Back”, é apresentada pela Walt Disney Studios, Apple Corps Ltd. e WingNut Films Productions Ltd., é dirigido por Jackson, produzido por Jackson, Clare Olssen e Jonathan Clyde, com Ken Kamins e Jeff Jones da Apple Corps atuando como produtores executivos. Jabez Olssen é o editor do filme, e a música é mixada por Giles Martin e Sam Okell.

*Por Julio Moraes

………………………………………………………………………………………………………
*Fonte: updateordie

Billy Gibbons – 71 anos hoje!

Billy Gibbons (ZZ Top), que é um dos guitarristas que eu mais curto e está com certeza no meu TOP 10 de todos os tempos, das seis cordas blues/rock, hoje completa 71 anos. Sabe aquele cara que com algumas poucas notas na guitarra, diz muita coisa. Pois é! E sempre com um timbrão.

Feliz aniversário mestre!!!!
Saúde e vida longa.

6 cinebiografias musicais que você precisa conhecer

Não é só de Bohemian Rhapsody que vivem essas produções

Em 2018, a cinebiografia musical Bohemian Rhapsody, dirigida por Bryan Singer e estrelada por Rami Malek, foi um grande sucesso, com direito a milhões de dólares na bilheteria mundial e até mesmo vitória em Oscar. No entanto, existem outras ótimas cinebiografias imperdíveis.

Inclusive, o Brasil possui diversas cinebiografias músicais espetaculares, que fizeram enorme sucesso nacionalmente. Além disso, boa parte dessas produções motram a contribuição desses artistas à música e a importância deles ao cenário.

………………………………………………………………………

Somos Tão Jovens

“Em 1973, o jovem Renato se muda com a família para a Brasília. Aos poucos, passa a se interessar por música e começa a se envolver com o cenário musical, formando com amigos a banda Aborto Elétrico. Em 1982, apesar da rejeição a suas novas canções, consegue despertar a atenção em outros círculos e retoma seu sonho de criar uma grande banda, convidando Marcelo Bonfá e Dado Villa-Lobos para formar a Legião Urbana, iniciando a trajetória que a tornaria umas das maiores bandas do rock brasileiro.”

Rocketman

“Extremamente talentoso mas muito tímido, o pianista prodígio Reginald Dwight muda seu nome para Elton John e torna-se uma estrela da música de renome internacional durante os anos 1970.”

Tim Maia

“A vida problemática e a trajetória musical do cantor e compositor Tim Maia, da infância no Rio de Janeiro até a morte prematura, aos 55 anos.”

Legalize Já: Amizade Nunca Morre

“Skunk é um músico revoltado com a opressão e o preconceito diários sofrido pelas comunidades de baixa renda, que busca expor sua insatisfação através da música. Um dia, ao fugir da polícia, ele esbarra em Marcelo, um vendedor de camisas de bandas de heavy metal. O gosto pelo mesmo estilo musical os aproxima, assim como a habilidade de Marcelo em compor letras de forte cunho social e questionador. Impulsionado por Skunk, ele adentra o universo da música e, juntos, formam a banda Planet Hemp.”

Straight Outta Compton: A História do N.W.A.

“Em 1988, um novo grupo revoluciona a música e a cultura pop, transformando e influenciando o hip hop para sempre. O primeiro álbum do N.W.A, Straight Outta Compton, causa polêmica com sua bruta honestidade sobre a vida no sul de Los Angeles. Guiados pelo empresário veterano Jerry Heller, os integrantes do grupo, Ice Cube, Dr. Dre, Eazy-E, DJ Yella e MC Ren, navegam pela indústria da música, conquistam fama, fortuna e um lugar na história.”

Cazuza: O Tempo Não Para

“A trajetória profissional e pessoal de Cazuza, do início da carreira, em 1981, até a morte em 1990, aos 32 anos. O sucesso com o Barão Vermelho, a carreira solo, as músicas que falavam dos anseios de uma geração, o comportamento transgressor e a coragem de continuar a carreira mesmo debilitado pela AIDS.”

………………………………………………………………………………..
*Fonte: rollingstone