15 fatos curiosos sobre os gatos

Fortes, ágeis, independentes e curiosos. Estes são só alguns dos adjetivos que podem ser usados para descrever um gato. Para conhecer melhor um dos mais populares animais de estimação, preparamos uma lista especial com fatos curiosos sobre a vida dos felinos.

Curiosidades sobre gatos

1. O gato passa, em média, 2/3 de seu dia dormindo. Ou seja, em nove anos de vida, ele fica acordado por apenas três.

2. O felino é capaz de produzir cerca de cem sons diferentes, enquanto um cachorro faz em torno de dez.

3. De acordo com uma lenda hebraica, Noé pediu a Deus por uma solução para proteger de ratos a comida da Arca. Deus, então, fez um leão espirrar e dali nasceu o gato.

4. O bichinho consegue correr a 49 km/h e pode saltar cinco vezes a sua altura em um único pulo.

5. Quando o felino roça no humano, ele não quer apenas demonstrar afeto. Essa atitude também serve para marcar território.

6. Os gatos pretos são sinal de boa sorte na Austrália e no Reino Unido.

7. A menor raça da espécie é a Singapura com cerca de 1,8 kg. Já a maior é a Maine Coon com um peso médio de 12 kg.

8. Sabe como o gato sai para passear e consegue retornar para casa? Os especialistas acreditam em duas teorias para explicar este fato: o bichinho usa o ângulo da luz do sol para encontrar o caminho de volta ou o seu cérebro conta com células magnéticas que atuam como uma bússola.

9. Em média, um em cada três donos de gatos acreditam que ele pode ler a sua mente.

10. Os felinos têm 32 músculos no ouvido externo e 230 ossos em seu corpo. Em comparação, os humanos possuem 6 músculos e 206 ossos.

11. O gato que mais viveu até hoje foi o Crème Puff. O animal faleceu três dias após o seu 38º aniversário.

12. O bichinho mais rico do mundo é Blackie, que recebeu 15 milhões de libras de herança de seu dono, Ben Rea.

13. Quando um gato está atrás de sua presa, ele mantém a sua cabeça sempre para baixo, ao contrário de um cachorro ou humano.

14. O cérebro do felino é mais parecido com o dos homens do que com o de um cachorro.

15. Um gato quase nunca mia para outro animal da sua espécie. Eles se comunicam por meio de ronronados e silvos.

*Por Gabriela Freire Petry

……………………………………………………………………………………………………
*Fonte: megacurioso

Gatos são atraídos até mesmo por caixas de papelão imaginárias

Gatos têm muitos hábitos estranhos. Estudos mostram que esses felinos domésticos podem perceber claramente contornos, enxergar bem movimentos rápidos e até mesmo reconhecer seus próprios nomes. Contudo, todo dono de um gato sabe que os bichos amam caixas de papelão.

Nesse sentido, um novo estudo da City University of New York mostrou que gatos podem gostar até mesmo de caixas imaginárias. O estudo foi um projeto científico cidadão realizado durante a pandemia. Ou seja, pessoas não relacionadas à ciência puderam se inscrever e participar do estudo em casa. 500 pessoas se inscreveram para participar do estudo, conquanto apenas 30 tenham realmente terminado a pesquisa seguindo todos os passos.

Os donos dos gatinhos precisavam realizar alguns testes com quadrados de papel. Um deles envolvia colocar um quadrado de Kanizsa no chão. Essa estrutura possui quatro formas parecidas com um pacman que dão a ilusão de formar um quadrado. Os pesquisadores também usaram um quadrado completo de papel e um controle (quadrado de Kanizsa com as formas desalinhadas, não dando a ilusão de ser um quadrado).

A pesquisa mostrou que na maioria dos casos os gatos preferem deitar ou sentar no centro dos quadrados de Kanizsa ou dos completos. Isso indica que esses felinos podem ter uma percepção complexa de contornos e de imaginação de formas, de acordo com os autores.

Por que gatos gostam de espaços fechados?

Cães e gatos são mamíferos, como nós. Portanto, ambos têm cérebros com semelhanças consideráveis aos nossos. No entanto, os caninos dominam de longe o universo das pesquisas e artigos científicos e, de acordo com os autores dessa pesquisa, não está claro porquê.

Por esse motivo, ademais, não há tanta base teórica para os resultados, ainda mais com apenas 30 participantes. Todavia, os pesquisadores puderam tirar algumas conclusões importantes da pesquisa.
Essa pesquisa mostrou que gatos podem perceber contornos imaginários de quadrados.

Essa preferência pelas caixas, mesmo imaginárias, pode ter uma forte relação evolutiva. Provavelmente isso ocorre porque os gatos se sentem mais seguros e protegidos dentro desses espaços. Além do mais, a pesquisa mostra que os animais podem divisar contornos, mesmo ilusórios, muito bem. Isso, por conseguinte, indica mais uma proximidade dos felinos a nós, humanos.

Outro ponto positivo da pesquisa é o ambiente. Devido às restrições sanitárias, todos os donos realizaram os experimentos em casa. Isso permitiu que os animais não tivessem alterações significativas de comportamento devido ao laboratório. Além do mais, o nome da pesquisa também define perfeitamente o comportamento dos nosso amigos felinos desajeitados: ‘‘If I fits, I sits“.


*Por Matheus Marchetto

…………………………………………………………………………………………..
*Fonte: socientifica

As lagartixas são grandes aliadas na hora de cuidar da sua casa, preserve-as!

As lagartixas são grandes conhecidas de todos nós. Vivem pelas paredes da varanda e dentro de casa, alimentando-se de mosquitos, aranhas e outros insetos.

Muitas pessoas sentem medo ou nojo das lagartixas, e por isso acabam matando-as, mas o mais aconselhado é fazer delas nossas aliadas, porque elas podem ser de grande ajuda no cuidado com a casa!

Elas são caçadoras muito focadas e se alimentam de insetos dos quais normalmente tentamos nos livrar, moscas, baratas, aranhas e até mesmo pequenos escorpiões. Elas podem não ser muito bonitas e nem transmitir uma sensação tão agradável, mas sua presença em nossas casas pode nos ajudar bastante a reduzir presenças indesejadas.

As lagartixas comem bastante, apenas uma delas pode comer de dezenas a centenas de pequenos insetos em apenas uma noite. Geralmente ficam próximas à luz porque os insetos se acumulam nesses locais e elas podem fazer sua refeição completa por ali mesmo.

Outra coisa interessante é que as lagartixas conseguem capturar os insetos durante o voo, devido à sua velocidade.

Elas são muito parceiras e tê-las em seu lar pode poupar-lhe o trabalho de gastar com venenos e inseticidas. Uma solução natural contra os insetos e produtos químicos que podem fazer mal para a saúde de sua família.

Ah, mas e as doenças que ela pode transmitir? Você deve estar se perguntando. Mais uma boa notícia: as lagartixas não são perigosas para nós! Além de não possuírem nenhum tipo de veneno, também não são portadoras de doenças, embora seja prudente lavar as mãos, se por caso encostar nelas, visto que andam por muitos lugares.

Como são naturalmente sozinhas, elas não vão fazer questão de proximidade. Vai ser um relacionamento à distância e que beneficiará ambos os lados!
Salve as lagartixas e ainda deixe sua casa livre dos insetos incômodos. Pense nisso da próxima vez que uma lagartixa aparecer em sua parede!

*Por Luiza Fletcher

…………………………………………………………………………..
*Fonte: osegredo