Antonio Cairoli – MXGP World Champion 2017

Anúncios

Ele tirou fotos de uma corrida de Fórmula 1 com uma câmera de 104 anos

Provavelmente nenhum outro esporte funcione tanto ao redor da tecnologia quanto a Fórmula 1. Desde os próprios carros, passando pelos sistemas de comunicação, monitoração e segurança, tudo depende de tecnologias de ponta para que o espetáculo da Fórmula 1 funcione – chegando até às maneiras de se registrar as corridas, das câmeras de vídeo às fotográficas. Foi justamente por isso, para desafiar tal lógica em busca de um resultado artístico e documental inovador e interessante, que o fotógrafo Joshua Paul decidiu promover uma verdadeira colisão de épocas, ao fotografar uma corrida com uma câmera de 104 anos de idade.

Para realizar tal procedimento e conseguir registrar em imagens a corrida utilizando uma câmera Graflex 4×5, fabricada em 1913, Paul precisou prestar especial atenção em detalhes e no tempo. A Graflex, afinal, permite somente a retirada de poucas fotos, numa velocidade incrivelmente mais baixa que as câmeras atuais. A beleza de suas fotos está também no fato de que cada uma delas precisou ser devidamente pensada e tirada com precisão.

Paul vem tirando fotos de corridas de Fórmula 1 há 4 anos, e se inspirou para esse projeto em uma reportagem de 1969 em que um fotógrafo propositalmente registrou uma corrida de Fórmula Indy em fotos borradas e sem foco.

*CONFIRA MAIS FOTOS no link da matéria original
http://www.hypeness.com.br/2017/08/ele-tirou-fotos-de-uma-corrida-de-formula-1-com-uma-camera-de-104-anos-e-esse-foi-o-resultado/

………………………………………
*Fonte: hypeness

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MotoGP – Áustria 2017

Hoje foi dia de acordar cedo novamente para assistir ao vivo na TV a Moto GP  do grande prêmio da Áustria. E aqui cabe mencionar – que bela pista!

Uma prov sensacional com muitas ultrapassagens e cheia de emoção até o momento final na bandeirada. Prova vencida pelo piloto italiano Andrea Dovizioso (#04 – Ducati) em um belo duelo com o atual líder do campeonato, o espanhol Marc Márquez (#93 – Honda), que ficou em segundo lugar, tendo seu colega de equipe Dani Pedrosa chegando em terceiro (#26 – Honda).

A situação do campeonato MotoGP ficou a seguinte:
1. Marc Márquez (Honda), 174 pontos
2. Andrea Dovizioso (Ducati)
3. Maverick Viñales (Yamaha), 150
4. Valentino Rossi (Yamaha), 141
5. Dani Pedrosa (Honda), 139

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Definida a equipe brasileira para o MXDN

A equipe que representará o Brasil no Motocross das Nações deste ano está definida. Hector Assunção na MX1, Anderson Cidade na MX2 e Rafael Faria na Open foram os escolhidos. O chefe da equipe será Manuel Hermano, o Cacau, e os pilotos correrão de Yamaha.

Cacau aponta que essa equipe representará muito bem o Brasil, assim como o país esteve bem representado em 2012. A diferença deste ano, é que a equipe está mais experiente. “O Rafael Faria correu os Nações no ano passado, o Anderson Cidade defendeu o Brasil em 2010. Só o Hector Assunção que ainda não representou o país no MXDN, mas já tem experiência de mundial. Estamos muito confiantes. Tenho certeza que o time irá lutar até o fim para trazer bons resultados”, ressalta o chefe de equipe.

De acordo com o presidente da CBM, Firmo Henrique Alves, a participação do Team Brasil na competição já representa uma conquista para o motociclismo brasileiro. “Esses pilotos vão adquirir uma experiência no campeonato que ajudará o nosso esporte a crescer. Eles vão andar ao lado de grandes nomes do motocross mundial”, ressalta.

A competição será dias 28 e 29 de setembro, em Teutschenthal, na Alemanha. Os patrocinadores da equipe Brasileira são: Circuit, ASW, Rock Parts e Grupo Geração.

EQUIPE BRASILEIRA:

Hector Assunção (MX1)

Anderson Cidade (MX2)

Rafael Faria (Open)

 

…………………………………………………………………
*Fonte: crossclubebrasil