Boas de cozinha – #01

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Tentando escapar da chuva, mas não deu

Durante a semana a previsão marcava chuva para sábado e como tal, não foi nenhuma surpresa o dia estar cinza hoje. Mais uma vez sozinho na estrada, sai para os lados de Santa Cruz do Sul (287), quando a ideia de roteiro era ir até Pantano Grande. Claro que já no meio do caminho começaram os pingos de chuva, leve no começo mas depois a coisa ficou mais forte.

Ok, quem está na chuva é para se molhar. Segui até Santa Cruz do Sul, uma volta passando pelo trevo da Unisc, entro na cidade e a chuva para. Cruzo pela parte baixa e depois subo de volta pelo Grasel. Claro que a chuva está de volta outra vez mas daí já nem importa mais – mudança de planos, caminho de casa baby. As roupas molhadas me deixaram com frio (calça), então o melhor era não forçar uma gripe ou resfriado seguindo e frente. Já de volta em casa, um rápido banho quente e tudo resolvido. Mesmo que não tenha andado tanto quanto gostaria, valeu. Moto suja mas o coração satisfeito com mais essa breve aventura em duas rodas.

Keep on rock. Valeu!

*Algumas img da empreitada de hoje:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Rolê de 20 de Setembro (feriado no RS)

Nada como uma quarta-feira com um feriado de sol para se aproveitar o dia. Em tempo, feriado de 20 de setembro aqui no Rio Grande do Sul (Revolução Farroupilha). Depois de uma belo almoço de família com um “carreteiro” no capricho, especialmente feito pela minha mãe em função desta data de celebração das tradições gaúchas, era hora de pegar a estrada para um rolê de moto.

Como já disse, dia de sol. Muito sol. Perecia um dia de verão, o que automaticamente torna o ato de andar de moto todo equipado uma coisa não tão agradável. Dando um jeito aqui e ali, simbora aproveitar o dia. Fui sozinho outra vez, aliás, faz tempo que tenho andado sozinho.

Sai em direção à Lajeado /RS (RS-130), uma rápida passada por dentro da cidade e depois o caminho da 386, já em direção de Bom retiro e Fazendo Vilanova. A ideia era rodar pela boa 386 entre Lajeado e Tabaí (curto essa parto do trajeto). Apesar de agora estarem com alguns trechos em reforma e outros ainda em construção, é muito boa, sem falar de que o limite é de 100km/h. Beleza!

Chegando na parte no final dela onde se encontra com a 287 (que essa eu não curto), tem a Casa do Mel e do outro lado uma fruteira que faz um suco de frutas muito bom, na hora. Puramente em função do calor a opção de hoje foi parar no suco. Uma boa sombra, um pit stop mais do que providencial por causa do calor. Depois do refrescada na moleira com suco gelado era hora de tomar o caminho de volta, poderia escolher entre dois caminhos, a merda da 287 ou então, o mesmo que eu fui. Ok. Voltei pela via dupla da 386, o mesmo trajeto da ida que além de ter um visual mais bonito, a pista do asfalto é bem melhor.

É claro que hoje ao longo do caminho, em vários momentos encontrei na beira da estrada gaúchos pilchados cavalgando em grupo em função dos festejos do 20 de setembro. Claro que tudo sempre com um aceno e uma buzinada, em respeito a esses que cultivam mais do que ninguém as tradições dessa terra.

No mais, apenas tirando o forte calor foi tudo de boa, um ótimo passeio de moto.
Valeu!

*Algumas imgs do rolê de moto de hoje.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mariante

Com a chuva rolando quase sem parar desde a sexta-feira, o final de semana teve uma vibe totalmente diferente, meio que somente entre 4 paredes, mas OK, dias assim quando bem aproveitado também tem o seu lado bom.

No domingo pela manhã a chuva deu uma pequena trégua, a rua até deu uma certa secada e então resolvi pegar minhas coisas rapidamente (antes de vir a voltar chover) para uma breve saída de moto. Mas não fui rápido o bastante, o que até foi bom e providencial, porque antes mesmo de fechar a porta de casa o tempo já voltou ao seu modo “rain” outra vez. Tive então de apelar para a paciência e esperar. Dito e feito, sabia que uma outra “janela” de tempo sem chuva iria acontecer logo mais. Assim foi, por volta das 11hs da manhã o tempo novamente deu uma firmada e se eu me apressasse dessa vez, “talvez” até daria tempo de matar a vontade de rodar de moto, nem que fosse por um rolê de alguns kms – só para poder tirar a moto da garagem.

Desse vez deu certo, planejei ir ao menos até a ponte de Mariante e voltar. Já seria mais do que suficiente. Tomei o caminho e mesmo com o dia nublado estava legal para andar de moto, mas não deu outra, depois de um tempo e já quase em Mariante, a chuva veio. Tudo bem, já tinha contabilizado essa possibilidade e até que fui longe se me molhar levando em conta a situação do clima. Não tive opção, dei meia volta e tomei o rumo de casa. Não fui com roupa de chuva nem nada disso. Aventura de verdade não requer muito cálculo e programação – apenas vá e tente se divertir o melhor que puder! Foi o que fiz e afinal, é só um banho de chuva mesmo. Quando estou chegando de volta no trevo da cidade, a chuva para novamente… rsrsrssrsr. Faz parte.

Teve rolê mesmo que no domingo e com um pouco de chuva, mas valeu e foi bom para dar uma acalmada nessa ansiedade de andar de moto.
Keep on rock! \m/

*Fotos da empreitada

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Philippe Petit – o francês que atravessou as torres do W.T.C. na corda bamba

Muito se fala no 11 de setembro e toda aquela imensa fatalidade no World Trade Center (new York), mas uma outra grandes façanha da história envolve também as mesma duas torres. Foi o dia em que com uma enorme dose de coragem, o equilibrista francês Philippe Petite, em 6 de agosto de 1974, então com seus 24 anos, atravessou as duas torres – 8x em mais ou menos 45min. – do agora finado W.T.C., com a ajuda de alguns amigos.Isso a uma altura de aproximadamente 411 metros do solo. Haja coragem!

Essa ousada façanha merecidamente até já virou filme – “A Travessia” (Robert Zemekis / 2015).

…………

Com amigos, aprendeu a subi-las sem ser detectado e escondeu cabos e preparou a travessia. Na manhã escolhida usaram um arco e flecha para depois lançar o cabo entre as torres. Quando deram por ele, já ia a meio da travessia.

Ele teve a primeira “inspiração” enquanto estava sentado no consultório do seu dentista em Paris. Foi assim que viu um artigo sobre as torres incompletas, junto com uma ilustração do modelo.

A imensa cobertura das notícias e a apreciação do público da acrobacia de Petit resultou em “esquecimento” das acusações formais relatando a sua caminhada. Entretanto, por sua perigosa performance, a corte “sentenciou” Petit a uma pena que consistiu em realizar uma nova performance, desta vez para crianças, no Parque Central de Nova Iorque. Além disso Petit foi presenteado com um visto permanente, que lhe garantia visitar a Plataforma de Observação das Torres Gêmeas pelas autoridades portuárias de Nova Iorque e Nova Jérsia sempre que quisesse.

………..

Abaixo algumas imagens reais selecionadas, desse inusitado evento.

 

…………..

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ranking do principal teste de câmeras de celular do mundo tem um novo líder

Qual é a melhor câmera de celular no mundo atualmente? Se você olhou recentemente o DxOMark, o principal serviço de avaliação do gênero do planeta na atualidade, provavelmente vai dizer que é o HTC U11. Contudo, a plataforma anunciou uma revisão de seus critérios de avaliação e o ranking acaba de ganhar um novo líder.

Avaliando a capacidade das câmeras de smartphones desde 2012, o serviço nunca havia alterado a sua forma de avaliação. “Muita coisa aconteceu desde então”, afirma a companhia na postagem em seu site oficial. “A fotografia no smartphone praticamente erradicou o segmento de mercado das câmeras compactas, e o setor mobile se tornou o principal motor de inovação em imagens.”

Novos critérios

E é com base nessa perspectiva de evolução do setor de câmeras mobile que o DxOMark anuncia a renovação em seus critérios. “Com o novo protocolo, nós capturamos e analisamos mais de 1.500 imagens e duas horas de vídeo em cada dispositivos”, informa a companhia.

Assim, os novos critérios a serem empregados nas análises são:

Nova pontuação de zoom baseada em testes extensivos em múltiplas distâncias focais
Nova pontuação de boke baseada em testes realizados externos e em laboratório
Testes em ambientes com pouca luz reduzidos para até 1 lux
Testes de cenas em movimento para avaliação mais precisa do desempenho da câmera e de técnicas de processamento em situações reais

Um novo líder

Com esses novos critérios, o HTC U11, um dos mais recentes testes realizados pelo DxOMark, perdeu o posto de líder para ninguém menos do que o Google Pixel. Até então, o smartphone da Google ocupava a segunda colocação no ranking da plataforma, justamente a posição para a qual caiu o dispositivo da HTC.

Quem mais caiu com a mudança foi o Galaxy S6 Edge, que até então ocupava a terceira posição e agora está em quinto, atrás do iPhone 7 Plus e do iPhone 7. Vale lembrar que nem todos os dispositivos foram reavaliados com base nos novos critérios, mas apenas os de maior destaque em testes realizados pelo veículo até então.

Com dispositivos como LG V30, Galaxy Note 8 e iPhone X saindo do forno, é possível que essa tabela seja reformulada muito em breve.

………………………………………………..
*Fonte: tecmundo

Rolê de hoje: Imigrante / Colinas / Carlos Barbosa / Rota do Sol

Este sábado foi novamente dia de rolê solitário de moto. Tranquilo! Como não dependia de nada nem ninguém, resolvi que iria sair ainda pela manhã, antes mesmo do meio-dia e almoçar depois em algum lugar no caminho. Mas para onde?

Sai novamente em direção de Lajeado sem pensar muito (gosto bem mais de ir nessa direção do que para os lados de Santa Cruz), me dá uma sensação mais bacanuda, seja para onde for. Só que a coisa não saiu bem como o combinado comigo mesmo, já no caminho para Lajeado o estômago deu uma resmungada forte de fome. Resolvi então passar no Carmelito, como fiz na semana passada depois de mais de ano em jejum dessa parada. Acho que ainda não saciei o desejo do cachorro quente deles. Cheguei lá mas havia uma fila enorme até a calçada. No way! Bem, que se foda, minha fome pode esperar. Segue o baile. Vamos em frente.

O parâmetro do rolê agora passou a ser medido pela fome e onde eu iria parar para comer. Resolvi tomar o caminho de subir a serra mas não pela evidente “Rota do Sol”, escolhi subir por Imigrante e Colinas, um caminho um pouco mais longo mas não menos bonito e interessante. A fome poderia esperar.

Já que o dia hoje amanheceu com cara de chuva, meio que numa vibe cinza nublado, até coloquei uma jaqueta (iria sem) só por causa dessa possibilidade de pegar chuva em algum momento pelo caminho. Mas depois a medida que eu rodava em frente e o tempo foi avançando a possibilidade de chuva se dissipou e o Sol “pegou folha” (como se diz na rinha de galo), e ficou bem mais pujante, passei calor. Faz parte.

Já no caminho de Imigrante/RS, a cidade das bicicletas decorativas nas calçadas, fiz uma parada em uma praça perto da ponte sobre os trilhos do trem. Uma referência a trip semana passada quando da minha empreitada em Roca Sales/RS, só que dessa vez não tentei chegar até os trilhos. Dessa vez dei só uma conferida, umas fotos e rra isso para hoje…rsrsrsrs.

Seguindo em frente, que para variar a rota passa por lugares com um visual incrível – taí o segredo dessa vontade de andar de moto por aí todos os finais de semana (cada lugar bonito e interessante), logo já estava em Colinas, que em seguida já tem um trecho de subida mais acentuada que leva até o trevo para a Rota Do Sol. Claro que ainda não era hora de voltar, segui adiante subindo até perto de Carlos Barbosa. Almocei no La Cantinela (show – sanduíche de gigante de copa) e então com a fome “muito bem'” resolvida, o rolê tinha de prosseguir. Agora era só rodar mais um pouco por ali e depois voltar pela Rota do Sol até Estrela / Lajeado e V.Aires. Pimba! Caminho que a minha moto já faz quase sozinha.

Valeu! Outro daqueles dias bem aproveitados rodando por aí.

*Hey curioso! Abaixo algumas fotos do rolê de hoje: