Série de gatos posando como pin-ups

Ano novo, vida nova. Momento para renovação e mudanças de hábitos. Mas há coisas que não mudam, e a paixão da internet pelos gatos com certeza é uma delas. Prova disso é uma página só sobre gatos que se parecem com Pin-Ups.

Criado pela australiana Rachael Aslett no início do ano passado, o projeto começou no Tumblr e hoje conta também com uma página no Facebook. As imagens mostrando os felinos nas mesmas poses que as modelos continuam rodando as redes sociais, sempre fazendo sucesso. Por que será?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

………………………………………………………………………
*Fonte: hypeness

A natureza em macrofotografias

O fotógrafo canadense Don Komarechka mostra como a natureza em macrofotografias revelam um mundo completamente diferente do que vemos normalmente.

Muito mais do que apenas dar zoom em objetos, a macrofotografia é uma técnica que permite explorar novas perspectivas sobre as coisas, revelando detalhes que são praticamente invisíveis a olho nu.

Através de suas lentes macro, o fotógrafo foca em pequenas bolhas de água que descansam em folhas, caules e plantas, revelando pequenas obras de arte. “Todas estas imagens são como pequenas esculturas”, diz.

Cada imagem mostra pequenas esferas de água em uma perspectiva que Don utiliza cuidadosamente para mostrar como as flores se refletem como pequenas pinturas. Insetos entram em cena como verdadeiros gigantes deste mundo distante de nossos olhos.

“Eu sempre considerei essência da boa fotografia como a combinação de arte e ciência; quanto mais fundo você for, mais mágicos serão os resultados. A fotografia de refração de gotas é o epítome dessa afirmação”, completa.

*Por Raquel Rapini

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

…………………………………………………………………..
*Fonte: geekness

Frio, mas e daí!?

Sou daqueles que gosta do inverno e o mesmo vale para andar de moto nessa época do ano. No verão fica complicado usar o equipamento de motociclista (capacete, luvas, jaqueta, etc…) naquele calorão. Já no inverno tudo parece mais natural, até mesmo o ato de andar equipado fica mais tranquilo, sim o frio incomoda um pouco e no caso de chuva, pior ainda, mas tudo tem solução nesse universo da motocicleta. Basta se ajustar com roupas e equipamentos certos / adequados, para cada situação. Enfim, tudo para dizer que hoje mesmo fazendo um belo sábado de sol, estava frio pra caralho sim, mas mesmo assim acordei já focado em dar um rolê de moto na tarde. A vontade era grande.

Hoje andei sozinho, não tive parceria alguma. Sai um pouco mais tarde do que o habitual, até porque estando sozinho, não havia pressa alguma e nem também pensei em roteiro algum, deixei para a estrada me guiar, apenas fui seguindo em frente e sem nada em especial na ideia. Mas senti um incômodo. Estou com um machucado no pé, um dedo está com um baita curativo e tal, isso acabou deixando uma sensação ruim para andar de moto. É que bota ficou bem mais apertada e  um pouco de dor. Mas tudo bem, vamu-qui-vamu. Queria dar uma volta de moto mas não precisava ir muito longe mesmo. Segui na direção de Lajeado e na metade do caminho resolvi entrar em Cruzeiro do Sul (RS), fazia tempo que não ia até lá. Dei uma passeada pelo centro da cidade, subi até o restaurante do morro, uma olha para a vista da cidade lá embaixo, adiante aproveitei e parei num parque municipal com uma pista de skate. Não tinha ninguém andando naquele momento, então estava bom para conhecer o lugar e aproveitar um pouco do sol. Depois voltei para a estrada novamente, entrei em Lajeado (RS), outra volta no centro da cidade e então segui adiante. Fui parar em Estrela (RS), tava com vontade de dar uma olhada na beira do rio. Como já conheço o lugar e gosto dessa cidade, aliás, acho até mais do que de Lajeado (só para constar), sempre vale uma conferida nessa bonita paisagem, ainda mais num dia de sol assim como o que fez hoje. Tudo isso sem pressa ou compromisso algum. Paro, dou uma caminhada, curto o lugar, daí também teve vários sobe e desce escadarias, até chegar literalmente na beira do rio, enfim, essas baboseiras todas de quem está de boas e com tempo para aproveitar. Aliás, finais de semana são para isso mesmo.

Feito o roteiro local de turistão, me dei por satisfeito, atpé por causa de meu machucado incomodando, resolvi pegar o trecho de volta para casa. Foi um passeio bem de boas, na real nem fui muito longe e assim mesmo, nessa tocada, a tarde passou preguiçosamente iluminada por um belo sol, o tempo todo! Coisa boa. Tudo numa good vibes total. Valeu!

*Abaixo algumas fotos do rolê de moto de hoje: