A Harley Davidson anuncia novos modelos para 2020

Plano “More Roads to Harley-Davidson” terá ainda novas custom e uma naked streetfighter

A Harley-Davidson surpreendeu e anunciou nesta segunda-feira (30) os planos da marca até 2022, incluindo a chegada de motos para explorar segmentos inéditos para a empresa. Trata-se do plano “More Roads to Harley-Davidson”, que tem como objetivo revigorar os negócios nos EUA e também acelerar o ritmo de crescimento internacional.

“As ações ousadas que estamos anunciando hoje alavancam as vastas capacidades e o poder de fogo competitivo da Harley-Davidson – nossa excelência no desenvolvimento e fabricação de produtos, o apelo global da marca e, claro, nossa grande rede de concessionárias”, disse Matt Levatich, Presidente e CEO da Harley-Davidson Inc.

Num mundo em rápida mudança e com novas demandas do consumidor, essas ações apoiam os objetivos da marca até 2027, incluindo novos produtos, acesso mais amplo dos clientes à marca e concessionárias mais fortes.
Harley-Davidson 2020 Harley-Davidson 2020

Entre as novas motos, o destaque fica para uma inédita plataforma modular para modelos de 500 cc a 1.250 cc, que dará origem à primeira big trail da Harley, a Pan America 1.250 (foto de abertura), além de uma naked Streetfighter 975 cc (acima à esquerda) e mais uma custom 1.250 cc (acima à direta), todas planejadas para lançamento a partir de 2020. Outras motos virão até 2022.

Já para os mercados emergentes, a Harley-Davidson anuncia uma aliança estratégica com uma fabricante da Ásia. A princípio, esta nova moto de baixa cilindrada (entre 250 a 500 cc) será desenvolvida somente para o mercado indiano, além de outros países asiáticos.

Por fim, a marca norte-americana segue com o plano de lançar em 2019 a LiveWire, a primeira Harley-Davidson elétrica. Ela será seguida por modelos adicionais até 2022, fazendo com que a H-D seja líder também na eletrificação de motocicletas.

2020 Harley-Davidson Pan America Adventure-Tourer

 

 

 

 

 

 

 

Harley-Davidson cooled 975cc Streetfighter

 

 

 

 

 

 

Harley Davidson 1250 Custom

 

 

 

 

 

 

Harley-Davidson LiveWire (moto elétrica)

 

 

 

 

 

 

…………………………………………………….
*Fonte: motor1

 

A Harley-Davidson pode mudar de dono (outra vez)

Existe uma forte especulação no mercado financeiro de que o grupo investimentos privado chamado Kohlberg Kravis Roberts & Co., estaria tentando um aquisição hostil da Harley-Davidson, oferecendo até US$ 65 por ação da fabricante de Milwaukee, mais de 20% acima do valor de mercado.

Contactada, a Kohlberg Kravis Roberts & Co. não confirmou ou negou a estratégia de aquisição. A empresa já virou notícia quando sua aquisição de $25 bilhões de dólares da RJR Nabisco inspirou o livro “Os Bárbaros ao Portão”. Nos últimos anos, a KKR&Co. adquiriu dezenas de outras companhias.

O boato já está sendo debatido em diversos meios de comunicação e nas redes sociais. Caso concretizado, essa será a terceira vez que a marca muda de mãos. A primeira mudança foi quando a AMF, fabricante de artigos esportivos, comprou a marca para especular. Sob as mãos da AMF a Harley teve um dos seus momentos mais inglórios, com drástica redução de custos, controle de qualidade comprometido, sabotagem na linha de produção causadas pelos próprios operários insatisfeitos e uma linha de produtos que chegavam a incluir snowmobiles, carrinhos de golfe e motos de baixa cilindrada.

Já a segunda mudança foi quando o fracasso da AMF fez com que um grupo de descendentes dos fundadores se juntassem para comprar a marca de volta, entre eles o notório Willie G. Davidson, um dos principais responsáveis pelo redesenho das motos e pela restauração da reputação da Harley Davidson.

A Harley-Davidson é a marca de motos mais valiosa do planeta. Depois de uma pesada recessão, reestruturação gerencial, corte no inventário e reposicionamento de produtos, ela investiu internacionalmente e fortaleceu o seu balanço.” disse um analista. Segundo ele, isso a torna uma empresa extremamente atraente para alguns investidores.

Se for confirmado, essa aquisição promete balançar o mercado de motos e pode significar uma profunda mudança nos rumos da companhia.

No entanto, uma aquisição formal não pode acontecer sem a aprovação do board da empresa, e os especialistas dizem que isso não será uma tarefa fácil. Justamente por isso, muitos no mercado consideram o rumor infundado e as ações da companhia simplesmente despencaram ontem, após uma forte subida ocasionada nos últimos dias pelo boato.

É aguardar os próximos capítulos.

….

*Fonte/Terxto: olddogcycles

hdcompany