Dicas úteis para limpar o seu Karma

Karma significa ação ou energia transcendente que é derivada dos atos, palavras e pensamentos das pessoas.

Karma é uma palavra sânscrita e é usada nas religiões budista, hindu e jainista.
Na física, a palavra é equivalente à lei: “Para cada ação há uma reação de força equivalente na direção oposta”.

O karma lembra ao ser humano que, para cada ação que um indivíduo realiza, haverá uma reação. Dependendo da religião, o significado da palavra pode ter conotações de ações específicas e consequências diferentes, mas geralmente está relacionado à ação e suas conseqüências.

No budismo, o karma é usado para mostrar a importância do desenvolvimento de atitudes e intenções corretas, uma vez que o carma retorna as más ações, obedecendo ao dharma, traduzido como lei divina, que retorna o bem.

Para muitas pessoas, o karma é algo que não existe e para muitos outros, se existe, então eles têm alguma preocupação em ter um bom karma.

Neste artigo você encontrará as coisas que você deve começar a fazer em sua vida diária para poder purificar seu karma imediatamente. Muita atenção!

 

  >> Coisas que você deve começar a fazer para limpar seu karma

Aprenda a silenciar
Acalme-se! Às vezes, nos momentos mais difíceis da vida, muitas vezes se fala, diz ou grita coisas e que mais tarde se arrepende. Uma boa maneira de limpar o carma é ficar em silêncio, aprender a não dizer coisas que plantam sementes que então florescerão no mau carma.

Evite julgar os outros
Todos somos diferentes. É fácil julgar os outros, mas nem todos nós nos colocamos no lugar do outro para conhecer a situação. Tente entender os outros. O outro não é estúpido, não é ruim, é apenas diferente. Respeite os outros! E você receberá respeito.

Perdoe, se liberte
Não se amarre. Eles te machucaram? Liberte-se. Se você se concentrar nos danos, eles vão te machucar de volta. Se você acha negativo, você terá um carma negativo. Tenha uma vida livre. Seja livre.

Concentre sua atenção
Concentre-se nas coisas positivas. Se você receber 100 comentários positivos e negativos, concentre-se nos positivos. Você gosta de cantar? Cante. Se você gosta de dançar, dançe. Se você tentar ser feliz, irradiará felicidade e receberá felicidade.

Fale positivo
Se você fala positivamente, você recebe mudanças positivas. De acordo com Ward, é assim que o karma funciona. Falando positivamente, estando em modo positivo, criamos pegadas positivas em nossa mente. E isso evolui para o karma positivo.

Ame sem esperar nada em troca
Ao dar amor, você recebe amor. Mas, se você der amor com o interesse de receber amor, você receberá apenas um amor interessado, um amor falso. Portanto, é importante amar sem esperar nada em troca, para dar amor, não importa o que você receba.

Medite, várias vezes ao dia
Meditar todos os dias é uma boa maneira de curar nossa alma, de nos conhecer e refletir sobre nossas vidas. Você pode começar a meditar 2 vezes ao dia, em sessões de 5 minutos. Aumente a quantidade conforme você precisar. Se você não pode meditar o suficiente para que você se sinta em um cobertor no chão em posição de meditação, você tem que tentar obter o máximo de relaxar, você vai perceber que você tem muitos pontos de seu corpo tenso, os músculos do rosto, pernas.

Concentre-se nesses pontos e tente tirar a tensão desses pontos. Ao mesmo tempo, você deve tentar ficar em branco, sua mente deve estar pensando em nada, isto é difícil de se obter e não conseguirá em um dia ou cinco, mas vai avançar. Seu corpo, enquanto você medita, deve interromper toda atividade muscular e mental e, nessa paz, você descobrirá muito sobre si mesmo. Cinco minutos não são nada. Se fizer isso diariamente, quando tiver pegado o jeito irá querer passar mais e mais tempo meditando.

 

 

 

 

 

 

 

…………………………………………………….
*Fonte: revistapazes

Karma – você só entenderá a dor que causou ao outro quando sentir a mesma dor

Você já teve a sensação de que a vida estava lhe pagando com uma moeda que antes estava em sua mão? Como se em algum momento você mesmo a tenha jogado para o ar, procurando sua melhor versão e fugindo, egoisticamente, das consequências de seu paradeiro. Algo semelhante acontece com o karma: ele sempre volta.

Às vezes é verdade que parece que apenas as más ações que causaram dano são retornadas e que, quando fizemos boas ações, elas permaneceram no vácuo. O que acontece é que os eventos ruins nos marcam mais e é por isso que são lembrados durante toda a vida, gostemos ou não: tanto faz se você feriu se foi ferido.

A palavra Karma significa ‘fazer’ / ‘ação’

Karma significa “fazer” e abrange todo o campo das ações físicas, verbais e mentais. Para nós entendermos, é algo como tudo que é feito em uma espécie de energia que nos acompanha, positiva ou negativa. Nossas ações não retornam na forma de atos, mas dessa energia e equilíbrio.

É justamente por isso que, quando ferimos alguém, não temos consciência da magnitude da dor até sofrermos em sua mesma posição: acreditamos que ela pode ser feita e desfeita sem entender plenamente que, não necessariamente, as pessoas respondem aos fatos do mesmo modo.

Então dizemos: isso é o karma que está retornando o que eu fiz e ele faz isso com um plus. Não é um ‘plus’, é apenas que agora estamos conscientes da realidade completa do que fizemos e a lição valerá a pena para sempre a partir daí.

A lei da causa e efeito

A lei de causa e efeito entre outras coisas, ensina-nos que é mais difícil ajustar o efeito que evitar a causa: Quando tomamos uma decisão em que outras pessoas estão envolvidas, as consequências podem ser ruins. Tomemos, por exemplo, uma relação em que alguém é infiel: aquele que comete a infidelidade só entenderá o que isso causa quando ele mesmo passar pela situação oposta.

No entanto, esta lei também serve para karma positivo, mas muitas vezes não nos damos conta: se preocupar com o que se dá, tentar fazer mais feliz o mundo de pessoas que nos querem, implica uma aura positiva para voltar em outras formas de alegria.

“Todas as coisas que saem de você voltam para você, então você não precisa se preocupar com o que vai receber; melhor se preocupar com o que você vai dar “. -Anônimo-

Nesse sentido, sob a ideia de karma está a inteligência de “quem faz o bem sem olhar para quem” , como dizem. O “bem considerado” leva em conta que nas suas decisões podem estar as emoções dos outros.

Construa-se

O conceito de Karma nos ajuda a edificar o nosso amanhã e a nos construirmos por dentro, porque, como explicamos, o “hoje” pode ser parte das circunstâncias que temos de enfrentar no futuro. Isto é, na maioria das vezes nós colhemos o que semeamos, em maior ou menor justiça.

Por essas razões, damos sentido ao que nos acontece e entrelaçamos alguns fatos com os outros, porque tudo parece estar ligado por fios que se manifestam na forma de emoções. Boas energias acarretarão outras boas e o oposto: um devir que nem sempre é cumprido, mas que geralmente está presente para nos lembrar que em nossas emoções há também aquelas das pessoas que nos amam.

 

……………………………………………………….
*Fonte: revistapazes

Karma: Você entenderá o dano que causou quando sofrê-lo

Alguma vez você já teve a sensação de que a vida estava lhe pagando com uma moeda que esteve anteriormente na sua mão? Como se em um momento anterior tivesse sido você quem a lançava no ar, procurando a sua melhor versão e fugindo, de forma egoísta, das conseqüências do seu paradeiro.Uma coisa semelhante acontece com o karma: o que vai sempre volta.

Às vezes parece que só as atitudes ruins que prejudicaram alguém são devolvidas, e que quando fizemos coisas certas estas ficaram no vazio. O que acontece é que os eventos prejudiciais nos marcam mais e é por isso que são lembrados a vida toda, gostemos ou não, tanto se você está destinado a ser faca, como se está destinado a ser ferida.

“Aprendi que quando fazemos mal as coisas – e eu arrisquei com ela tudo de bom que eu tinha com outra mulher – o karma paga à vista, sem demora, tudo o que você quebrou no coração de outra pessoa, devolve o seu investimento e o faz com feridas.”
-Marwan-

A palavra Karma significa “fazer/ação”

O karma significa “fazer e recolher todo o campo de ações físicas, verbais e mentais”. Para entendê-lo, é como se tudo o que se faz desprendesse uma espécie de energia que nos acompanha, positiva ou negativamente. Nossas ações voltam não em forma de atitudes, e sim de energia e equilíbrio.
É justamente por isso que quando prejudicamos alguém não somos conscientes da magnitude da dor até que a soframos na sua mesma posição: achamos que podemos fazer e desfazer sem compreender que o jeito de receber os fatos para uns e para outros é diferente.

Dizemos: isto é karma. Me devolveu o que eu fiz e o fez com um a mais. Agora somos conscientes da realidade completa do que fizemos e a lição valerá para sempre.

A lei de causa e efeito

A lei de causa e efeito nos ensina – entre outras coisas – que é mais difícil compreender o efeito do que provocar a causa: quando tomamos uma decisão na qual estão envolvidas outras pessoas, as consequências podem ser nefastas. Pensemos por exemplo em um relacionamento no qual existe infidelidade: quem comete a infidelidade somente entenderá o que causa quando tiver que vivê-lo na situação oposta.Contudo, esta mesma lei também serve para o karma positivo, mesmo que muitas vezes não tenhamos consciência: preocupar-se com o que acontece, tentar fazer com que o mundo das pessoas que gostam de nós seja mais feliz, implica uma áurea positiva que voltará em outras formas de alegria.

“Todas as coisas que saem de você voltam para você, portanto não é preciso se preocupar com o que você irá receber, é melhor se preocupar com o que você vai dar.”

Neste sentido, sob a ideia de karma está a inteligência de “quem faz o bem sem olhar a quem”, como costuma-se dizer. O “bem olhado” leva em consideração que nas suas decisões podem estar as emoções dos outros.

Construir, construir-se

O conceito de karma nos ajuda a edificar o nosso amanhã e a nos construirmos por dentro, pois como explicamos anteriormente os “hoje” podem ser parte das circunstâncias que tenhamos que enfrentar no futuro. Isto é, na maioria das vezes colhemos o que plantamos, em maior ou menor medida.

“A vida não tem sentido, você é que dá o sentido segundo o que você fizer, de acordo com as suas paixões.
Você constrói o universo na sua medida.”
-Walter Riso-

E por este motivo damos sentido ao que nos acontece e entrelaçamos alguns fatos com outros porque tudo parece estar unido por fios que se mantêm em forma de emoções.

………………………………………………………………….
*Fonte: revistapazes

KARMA: Você entenderá o dano que causou quando sofrê-lo

Alguma vez você já teve a sensação de que a vida estava lhe pagando com uma moeda que esteve anteriormente na sua mão? Como se em um momento anterior tivesse sido você quem a lançava no ar, procurando a sua melhor versão e fugindo, de forma egoísta, das conseqüências do seu paradeiro.Uma coisa semelhante acontece com o karma: o que vai sempre volta.

Às vezes parece que só as atitudes ruins que prejudicaram alguém são devolvidas, e que quando fizemos coisas certas estas ficaram no vazio. O que acontece é que os eventos prejudiciais nos marcam mais e é por isso que são lembrados a vida toda, gostemos ou não, tanto se você está destinado a ser faca, como se está destinado a ser ferida.

“Aprendi que quando fazemos mal as coisas – e eu arrisquei com ela tudo de bom que eu tinha com outra mulher – o karma paga à vista, sem demora, tudo o que você quebrou no coração de outra pessoa, devolve o seu investimento e o faz com feridas.”
-Marwan-

 

A palavra Karma significa “fazer/ação”

O karma significa “fazer e recolher todo o campo de ações físicas, verbais e mentais”. Para entendê-lo, é como se tudo o que se faz desprendesse uma espécie de energia que nos acompanha, positiva ou negativamente. Nossas ações voltam não em forma de atitudes, e sim de energia e equilíbrio.

É justamente por isso que quando prejudicamos alguém não somos conscientes da magnitude da dor até que a soframos na sua mesma posição: achamos que podemos fazer e desfazer sem compreender que o jeito de receber os fatos para uns e para outros é diferente.

Dizemos: isto é karma. Me devolveu o que eu fiz e o fez com um a mais. Agora somos conscientes da realidade completa do que fizemos e a lição valerá para sempre.

 

A lei de causa e efeito

A lei de causa e efeito nos ensina – entre outras coisas – que é mais difícil compreender o efeito do que provocar a causa: quando tomamos uma decisão na qual estão envolvidas outras pessoas, as consequências podem ser nefastas. Pensemos por exemplo em um relacionamento no qual existe infidelidade: quem comete a infidelidade somente entenderá o que causa quando tiver que vivê-lo na situação oposta.

Contudo, esta mesma lei também serve para o karma positivo, mesmo que muitas vezes não tenhamos consciência: preocupar-se com o que acontece, tentar fazer com que o mundo das pessoas que gostam de nós seja mais feliz, implica uma áurea positiva que voltará em outras formas de alegria.

“Todas as coisas que saem de você voltam para você, portanto não é preciso se preocupar com o que você irá receber, é melhor se preocupar com o que você vai dar.”
-Anônimo-

Neste sentido, sob a ideia de karma está a inteligência de “quem faz o bem sem olhar a quem”, como costuma-se dizer. O “bem olhado” leva em consideração que nas suas decisões podem estar as emoções dos outros.

 

Construir, construir-se

O conceito de karma nos ajuda a edificar o nosso amanhã e a nos construirmos por dentro, pois como explicamos anteriormente os “hoje” podem ser parte das circunstâncias que tenhamos que enfrentar no futuro. Isto é, na maioria das vezes colhemos o que plantamos, em maior ou menor medida.

“A vida não tem sentido, você é que dá o sentido segundo o que você fizer, de acordo com as suas paixões.
Você constrói o universo na sua medida.”
-Walter Riso-

E por este motivo damos sentido ao que nos acontece e entrelaçamos alguns fatos com outros porque tudo parece estar unido por fios que se mantêm em forma de emoções.

……………………………………………………….
*Fonte: osegredo

Karma: você entenderá o dano que causou quando sofrê-lo

Alguma vez você já teve a sensação de que a vida estava lhe pagando com uma moeda que esteve anteriormente na sua mão? Como se em um momento anterior tivesse sido você quem a lançava no ar, procurando a sua melhor versão e fugindo, de forma egoísta, das conseqüências do seu paradeiro.Uma coisa semelhante acontece com o karma: o que vai sempre volta.

Às vezes parece que só as atitudes ruins que prejudicaram alguém são devolvidas, e que quando fizemos coisas certas estas ficaram no vazio. O que acontece é que os eventos prejudiciais nos marcam mais e é por isso que são lembrados a vida toda, gostemos ou não, tanto se você está destinado a ser faca, como se está destinado a ser ferida.

    “Aprendi que quando fazemos mal as coisas – e eu arrisquei com ela tudo de bom que eu tinha com outra mulher – o karma paga à vista, sem demora, tudo o que você quebrou no coração de outra pessoa, devolve o seu investimento e o faz com feridas.”

 

A palavra Karma significa “fazer/ação”

O karma significa “fazer e recolher todo o campo de ações físicas, verbais e mentais”. Para entendê-lo, é como se tudo o que se faz desprendesse uma espécie de energia que nos acompanha, positiva ou negativamente. Nossas ações voltam não em forma de atitudes, e sim de energia e equilíbrio.

É justamente por isso que quando prejudicamos alguém não somos conscientes da magnitude da dor até que a soframos na sua mesma posição: achamos que podemos fazer e desfazer sem compreender que o jeito de receber os fatos para uns e para outros é diferente.

Dizemos: isto é karma. Me devolveu o que eu fiz e o fez com um a mais. Agora somos conscientes da realidade completa do que fizemos e a lição valerá para sempre.

 

A lei de causa e efeito

A lei de causa e efeito nos ensina – entre outras coisas – que é mais difícil compreender o efeito do que provocar a causa: quando tomamos uma decisão na qual estão envolvidas outras pessoas, as consequências podem ser nefastas. Pensemos por exemplo em um relacionamento no qual existe infidelidade: quem comete a infidelidade somente entenderá o que causa quando tiver que vivê-lo na situação oposta.

Contudo, esta mesma lei também serve para o karma positivo, mesmo que muitas vezes não tenhamos consciência: preocupar-se com o que acontece, tentar fazer com que o mundo das pessoas que gostam de nós seja mais feliz, implica uma áurea positiva que voltará em outras formas de alegria.

    “Todas as coisas que saem de você voltam para você, portanto não é preciso se preocupar com o que você irá receber, é melhor se preocupar com o que você vai dar.”

Neste sentido, sob a ideia de karma está a inteligência de “quem faz o bem sem olhar a quem”, como costuma-se dizer. O “bem olhado” leva em consideração que nas suas decisões podem estar as emoções dos outros.
Construir, construir-se

O conceito de karma nos ajuda a edificar o nosso amanhã e a nos construirmos por dentro, pois como explicamos anteriormente os “hoje” podem ser parte das circunstâncias que tenhamos que enfrentar no futuro. Isto é, na maioria das vezes colhemos o que plantamos, em maior ou menor medida.

    “A vida não tem sentido, você é que dá o sentido segundo o que você fizer, de acordo com as suas paixões. Você constrói o universo na sua medida.”
   -Walter Riso-

E por este motivo damos sentido ao que nos acontece e entrelaçamos alguns fatos com outros porquetudo parece estar unido por fios que se mantêm em forma de emoções.

 

……………………………………………………………
*Fonte: osegredo

Significado de Karma

O que é Karma:

Karma ou carma significa ação, em sânscrito (antiga língua sagrada da Índia) é um termo vindo da religião budista, hinduísta e jainista, adotado posteriormente também pelo espiritismo.

Na física, essa palavra é equivalente a lei: “Para toda ação existe uma reação de força equivalente em sentido contrário”, ou seja, para cada ação que um indivíduo pratica vai haver uma reação, dependendo da religião o sentido da palavra pode ser diferente, mas usualmente é relacionada a ação e suas consequências.

A lei do Karma é aquela lei que ajusta o efeito a sua causa, ou seja, todo o bem ou mal que tenhamos feito numa vida virá trazer-nos consequências boas ou más para esta vida ou próximas existências. A lei do Karma é imodificável, e é conhecida em várias religiões como “justiça celestial”.

Em sânscrito, karma significa “ato deliberado”. Nas suas origens, a palavra karma significava “força” ou “movimento”. Apesar disso, a literatura pós-védica expressa a evolução do termo para “lei” ou “ordem”, sendo definida muitas vezes como “lei de conservação da força”. Isto significa que cada pessoa receberá o resultado das suas ações. É um mero caso de causa e consequência.

Apesar de muitas religiões e filosofias da Índia não incluirem o conceito de culpa, castigo, remissão e redenção, o karma funciona como um mecanismo essencial para revelar a importância dos comportamentos individuais.

No budismo, karma é usada para mostrar a importância de desenvolver atitudes e intenções corretas.
Karma e Dharma

Dharma ou darma, é uma palavra em sânscrito com diferentes significados, mas essencialmente representa uma lei ou realidade.

No hinduísmo, dharma é definido como a lei moral e religiosa que regula o comportamento do indivíduo. Também é descrito como a missão no mundo ou o propósito de vida de um indivíduo.

No contexto budista, dharma é sinônimo de bênção ou recompensa pelos bons atos praticados. O dharma, Buda e a comunidade (sangha) formam o “triplo tesouro” (triratna).

De acordo com o jainismo, dharma é a classificação dada ao elemento eterno que capacita a movimentação dos seres.

………………………
*Fonte: significados

 

karma2

As 12 Leis do Karma

1ª – A GRANDE LEI
Colhemos o que plantamos. É a lei da causa e do efeito. O que quer que façamos no universo nos volta.

 

2ª – LEI DA CRIAÇÃO
A vida não apenas acontece, ela requer nossa participação. Estamos ligados ao Universo dentro e fora de nós mesmos. Tudo que nos cerca nos dá indícios de nosso estado interior. Temos que fazer em nós o que queremos em nossa Vida.

 

3ª – LEI DA HUMILDADE

O que nos recusamos a aceitar, continua a existir em nós. O mundo espelha nossos traços.

 

4ª – LEI DO CRESCIMENTO

Onde formos, lá estaremos. Para crescermos no espírito, somos nós que devemos mudar, não as outras pessoas, ou lugares ou as coisas em torno de nós.

 

5ª – LEI DA RESPONSABILIDADE

Sempre que algo está errado, existe algo errado em nós. Nós espelhamos o que nos cerca e o que nos cerca se espelha em nós. Devemos fazer um exame da responsabilidade do que ocorre em nossa vida.

 

6ª – A LEI DA CONEXÃO

Mesmo que algo pareça desconectado, é importante entender que no Universo tudo está conectado. Cada etapa conduz a etapa seguinte e assim por diante. Passado, presente e futuro, todos estão conectados

7ª – LEI DO FOCO

Não podemos pensar duas coisas ao mesmo tempo. Quando nosso foco está em valores espirituais é impossível ter pensamentos baixos de mágoas ou de raiva.

 

8ª – LEI DA DOAÇÃO

Se acreditamos que algo é verdade, seremos chamados para demonstrar essa verdade. É nesse momento que podemos colocar o que dizemos e aprendemos na prática.

 

9ª – A LEI DO AQUI E AGORA

Quando olhamos para trás para examinar o que passou, ficamos impedidos de olhar para o aqui e agora. Pensamentos velhos, padrões antigos, sonhos velhos…tudo isso impede que tenhamos novos pensamentos, novos padrões e novos sonhos.

 

10ª – A LEI DA MUDANÇA

A história se repete até aprendermos as lições que necessitamos para mudar nosso trajeto.

 

11ª – LEI DA PACIÊNCIA E DA RECOMPENSA

Todas as recompensas requerem trabalho inicial. Recompensas de valor duradouro requerem labuta paciente e persistente.

 

12ª – LEI DO SIGNIFICADO E DA INSPIRAÇÃO

O valor de algo é o resultado direto da energia e intenção colocada nela. Cada contribuição pessoal é também uma contribuição ao todo. A inspiração amorosa fornece uma contribuição ascendente e inspira o Todo.

 

……………………..
*Fonte: osegredo

karma1

Los 10 secretos para trasmutar el karma negativo

1. Aprende a guardar silencio en los momentos de mayores turbulencias.

2. Evita juzgar a las demás personas.

3. Enfoca tu atención sobre las cosas que más te agradan.

4. Mantente quieto, es en vano luchar (recuerda que sólo es una prueba).

5. Ten esperanza, lo que parece real es sólo un mal pensamiento producto de tu imaginación. ¡Cámbialo!

6. Perdona, suelta y libera.

7. Habla siempre en positivo.

8. Medita por lo menos dos veces al día. ( 5 minutos sería muy buen comienzo)

9. Visualiza situaciones agradables para ti y todos tus seres queridos.

10. Otorga Amor sin importar lo que recibas.

De: SHAMBALLA