Arquivo da tag: música

Fender anuncia mudança na fabricação de guitarras

No início de 2017 a CITES (Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies da Fauna e da Flora Selvagens Ameaçadas de Extinção) limitou o uso de madeira Rosewood (jacarandá). Esse é o tipo de madeira usada na maioria das guitarras.

Devido à dificuldade imposta pela CITES, a Fender resolveu mudar a madeira utilizada nas fabricação das linhas American Elite e Made in Mexico. No lugar da Rosewood, vão ser utilizadas Ébano e Pau Ferro.

A mudança é mais especificamente nos braços das guitarras. As mexicanas vão passar a usar Pau Ferro, a mesma madeira usada na Stevie Ray Vaughan Signature Strat, e as American Elite vão usar Ébano.

A Fender ressalta que as séries American Professional vão continuar sendo construídas com madeira Rosewood.

…………………………………………..
*Fonte: guitarload


Eyes Of The World” Holly Bowling – “Eyes Of The World”


Gregg Allman – R.I.P. (69 anos)

Gregg Allman, um dos fundadores da banda The Allman Brothers Band, morreu neste sábado (27) aos 69 anos de idade. Segundo comunicado em seu site oficial, o cantor, compositor e tecladista “morreu pacificamente em sua casa em Savannah, [no estado da] Georgia”, nos Estados Unidos.

A nota não esclarece a causa da morte, porém afirma que ele enfrentava “muitos problemas de saúde nos últimos anos”. Allman foi diagnosticado com hepatite C em 1999 e passou por um transplante de fígado em 2010.

Ele fundou a banda, responsável pela canção “Ramblin’ man” e outro sucessos do gênero que ficou conhecido como “southern rock”, com seu irmão Duane em 1969. Com diversas formações, o grupo se separou muitas vezes ao longo dos anos, mas se apresentou até 2014.

“Perdi um amigo querido e o mundo perdeu um pioneiro brilhante na música”, afirmou seu empresário e amigo de longa data, Michael Lehman. “Ele era uma alma gentil e amável com a melhor risada que já ouvi. Seu amor por sua família e seus companheiros de banda era cheio de paixão, assim como o amor que ele tinha por seus fãs extraordinários. Gregg era um parceiro incrível e um amigo ainda melhor. Sentiremos sua falta.”

Gregg deixa sua mulher, Shannon Allman, quatro filhos e três netos.

 

……………………………………………
*Fonte: G1


Jane’s Addiction – Just Becaus | Irresistible Force


Lynyrd Skynyrd – Still Unbroken


Aniversário de Lenny Kravitz – 53 anos

Já há algum tempo digo para mim mesmo baseado sei lá em que, de que o Lenny Kravitz legal, bacanudo mesmo era aquele dos primeiros álbuns – até o Circus, quando ele despirocou de vez (morte da mãe) e virou um músico meio perdido e sem sal. Tá, OK. Isso aconteceu mesmo, mas nem por isso o cara perdeu a mão para grandes músicas aqui e ali em seus últimos álbuns. A vida segue e Lenny  aquele seu puta time/banda, sabem muito bem pavimentar o caminho com guitarraços, sopros, soul, blues, rock, groove e sim, algumas baladas muito phoda.

Tá Lenny, tá perdoado e sigo sim seu fan mesmo que deixando de lado algumas  suas músicas. Parabéns meu velho.
E já disse tantas vezes, se aparecesse um gênio da lâmpada e eu pudesse fazer 3 pedidos, um deles seria ser o baixista de algumas dessas bandas: The Cult, Gov’t Mule ou da banda do Lenny Kravitz (mesmo que não faça sentido algum aí para você que está lendo, essa disparidade toda de estilos…). Isso é uma verdade e vários amigos sabem…rsrsrsrs

Feliz aniversário Lenny!

OBS: como uma espécie de teste para mim-self-mesmo, me contive a muito custo e não selecionei nenhum de meus sons TOP PREFERIDOS para postar aqui hoje. E são vários…

 


Coral presta bela homenagem a Chris Cornell – “Black Hole Sun” (Soundgaden)


Marcelo Gross – Eu Aqui e Você Nem Aí


Dispensa comentários… sua música fala por ele


Lenny Kravitz & Eric Clapton – All Along The Watchtower (Bob Dylan)


“I Shall Be Released” (Bob Dylan) – por Chrissie Hynde


All Along The Watchtower – por Jimi Hendrix (Bob Dylan) – áudio


Bob Dylan é o aniversariante da vez – “Feliz aniversário” (76 anos)


The Stone Foxes – Cotto / Stomp


Já era: o MP3 está oficialmente morto, de acordo com seus criadores

Desde o fim dos anos 90, a indústria da música foi cada vez mais se afastando de um formato físico (com os CDs e discos de vinil) para um formato digital.

Esse processo ganhou ainda mais força com o advento da internet, que facilitava a distribuição de arquivos de forma ilegal — através de softwares como eMule e LimeWire. Com o tempo, o MP3 acabou virando uma grande força dentro da indústria, impulsionando fortemente diversas empresas que decidiram utilizá-lo como seu principal modo de distribuição — como a Apple com o iTunes e o iPod.

No entanto, como a tecnologia está sempre em evolução, os dias do MP3 podem finalmente estar chegando ao fim. E isso vem da boca de seus próprios criadores: a empresa alemã The Fraunhofer Institute for Integrated Circuits, responsável pela criação do formato no fim dos anos 80, acaba de informar que o seu “programa de licenciamento de algumas patentes relacionadas ao MP3 e softwares do Technicolor e Fraunhofer IIS foi encerrado”.

Ao que tudo indica, o objetivo é mover para o Advanced Audio Coding (AAC) — criado com a ajuda da empresa — que, embora tenha sido concebido no final dos anos 90, está começando a ser aplicado em larga escala recentemente.

Atualmente, o AAC é o formato padrão de áudio utilizado no YouTube, iPhone, Nintendo 3DS, Playstation 3 e muitos outros equipamentos. Em uma entrevista com a NPR, Bernhard Grill, diretor dessa divisão da Fraunhofer, entrou em detalhes sobre a transição de formatos, reforçando que o AAC “é mais eficiente que o MP3 e oferece muito mais funcionalidades”.

No caso, o AAC possui uma qualidade maior que o MP3 e, ao mesmo tempo, não ocupa tanto espaço nos HDs como outras alternativas melhores, como o FLAC. O formato já é o padrão utilizado pela Apple para transportar CDs para o iTunes, por exemplo.

 

……………………………………………………………….
*Fonte: tenhomaisamigosdoquediscos


Lynyrd Skynyrd – Last Of A Dyin’ Breed


4 anos da morte de Ray Manzarek – (The Doors)


Gluecifer – “Get The Horn” | “Desolate City”


Pearl Jam – Mind Your Manners


Jane’s Addiction – True Nature | End To Te Lies


Red Eyes Flys


Chris Shiflett – West Coast Town (2 vídeos do novo álbum do guitarrista do Foo Fighters)


Adeus Kid Vinil – 62 anos (R.I.P.)

Hoje também foi dia de mais uma nota triste de falecimento, dessa vez de uma personalidade muito bacana aqui do cenário musical brasileiro – Kid Vinil, aos 62 anos, em São Paulo. Já se encontrava em estado debilitado, internado em coma induzido em um hospital em Sâo Paulo, já há quase um mês. Kid era diabético e sofreu uma parada cardíaca em 16 de abril, quando passou mal depois de um show em Conselheiro Lafaite (MG).

Até acho que mais importante do que a sua fase na carreira como cantor banda de rock Magazine, foi a sua extensa participação na mídia, ora escrevendo para revistas e jornais especializados, bem como suas aparições em programas de rádio e televisão, ou ainda então, como comentarista em festivais de rock. Uma pessoa de grande personalidade e carisma, com um vasto conhecimento sobre a música e a cultura pop/rock em geral.
Uma grande perda. E pensar que o Kid tava lá, sempre pronto para comentários sagazes, tiradinhas geniais e o seu bom humor. Puxa! Era muito legal vê-lo comentando assuntos de rock sob o mais variados temas. Se você duvida, confira algum dos tantos vídeos com ele no Youtube!

Outra grande perda dessa semana meio que maldita, hein! Que droga.
Descanse em Paz professor Kid Vinil.
E muito grato por cada momento em que compartilhou seus conhecimentos com a gente.

Thanks man!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Aniversariante do dia – Pete Townshend (The Who)

Taí um de meus guitarristas favoritos, que junto com o Keith Richards e o Malcolm Young podem não ser os melhores guitarristas solo do mundo, mas cara, são MUITO phoda! São até mais do que isso, são compositores, tem “atitude”, criam riff e músicas rock até o talo – fazem hits como ninguém. Quer mais do que isso?

Então Pete Townshend, um de meus tantos herois da música, aqui vai um grande abraço pelo seu aniversário de 72 anos.
Meus parabéns!

*Ah! Espero vê-lo em breve aqui em POA esse ano, hein! Se cuide.

 

 


Chris Cornell, vocalista do Soundgarden e do Audioslave, morre aos 52 anos

Chris Cornell, vocalista do Soundgarden e do Audioslave, morreu nesta quarta-feira (17) à noite aos 52 anos, em Detroit. Médicos legistas confirmaram a causa da morte como suicídio por enforcamento.

O assessor do cantor, Brian Bumbery, resumiu que a morte de Cornell foi “súbita e inesperada”. Segundo a imprensa americana, a mulher de Cornell teria ligado para um amigo da família para ver como o cantor estava. Ele arrombou a porta do quarto do hotel e encontrou o corpo de Chris no banheiro, onde se enforcou.
Relembre obra no Soundgarden, Audioslave, Temple of the Dog e carreira solo em 5 músicas mais marcantes

Ele havia se apresentado com o Soundgarden na mesma noite no Fox Theatre, em Detroit. Fãs publicaram vídeos e relatos nas redes sociais elogiando a performance. Nesta quinta (18), Cornell participaria do festival Rock the Range, em Columbus, também nos EUA.

Cornell deixa a esposa, Vicky Karayiannis, e três filhos de 16, 12 e 11 anos. No domingo (14), dia das mães, ele publicou em seu Twitter uma declaração à esposa. Segundo o site TMZ, ela disse a pessoas próximas que o marido não apresentava sinais de depressão.

Perfil

Christopher John Boyle nasceu em Seattle, nos EUA, em 20 de julho de 1964. Ele foi um dos principais nomes do movimento grunge, formando o Soundgarden ao lado do guitarrista Kim Thyail e do baixista Hiro Yamamoto, em 1984.

Depois, Cornell formou o supergrupo Audioslave, com membros do Rage Against the Machine (Tom Morello, Tim Commerford e Brad Wilk). Em 2007, se concentrou em carreira solo que foi do pop rock ao acústico antes da volta do Soundgarden, em 2010.

 

…………………………………………………….
*Fonte: G1


Temple of The Dog


Valeu Chris!

Hoje pela manhã me levanto e em seguida vou me arrumando rapidamente enquanto ainda tomo meu café, claro, tudo por causa de ficar aqueles incríveis minutinhos a mais na cama (daí essa correria toda), mas lá pelas tantas a BOMBA! Uma mensagem do meu chapa Zakka Kern – “Chris Cornell encontrado morto”.

Putz!

A casa caiu. Meu amigo não é de brincar com esse tipo de coisa e senti que era sério. Sou fan do Soundgarden há muitos anos, desde o tempo daqueles loucos 90’s e o efeito rock da MTV Brasil na minha geração. É uma de minhas bandas preferidas de todos os tempos, em termos de grungeria é a minha “preferida” disparado. Quando todo mundo era Nirvana, eu era Soundgarden. Essa notícia foi uma balde de água fria na cara e me deixou triste já no começo do dia. PQP!

Fui caminhando e pensando na banda, nas músicas e tal. Ligo o computer e lá está em vários sites o fato do falecimento do Chris Cornell. Puêrra man, como assim!? O cara tava ainda em forma, uma grande voz (uma das mais marcantes de todos os tempos do rock – tá no time dos grandes!), o Soundgarden novamente na estrada, tinha sua carreira solo, esses tempos excursionou com o Temple of The Dog (maravilha), tinham até um boato da volta do Audioslave

Um choque. Assim como toda morte que nos pega de surpresa, de alguém que conhecemos o é. Dizem agora que foi suicídio. Uma pena. Algumas emoções da vida são mesmo ruins e fortes quando nos pegam de jeito.
Mas dava para ter superado, cara!

Seja como for só tenho a lhe agradecer por suas músicas e as bandas incríveis. Sou muito grato mesmo, de coração. Sim, já chorei escutando várias de suas músicas hoje o dia todo. Sua perda é muito phoda, porque o mundo perdeu “mais um” dequeles de grande talento. Cara, esse sociedade corrompida, suas regras fudidas que só servem à favor de uma pequena minoria, as pessoas escrotas, a mesquinharia, mentiras, trapaças e a eterna briga por grana e pelo poder…. é muita merda. Suspeito que tu resolveu partir enquanto ainda dá tempo… Agora ao menos deve estar junto de Kurt Cobain e Laney Stanley. Bem, preferia você ainda por aqui. Mas ok, só nos resta agora que temos de aceitar os fatos.

*Se vocês soubessem quantas vezes eu escutei na minha vida aquele álbum do Temple of The Dogs… (que anos depois, usei para pagar minha dívida num bar de um amigo que hoje é DJ…putz). E a satisfação que foi conseguir escutar inteiro a primeira vez álbum “Badmotorfinger” (esse LP tenho até hoje – e bar nenhum vai levá-lo de minhas mãos). A fita k7 do “Ultramega OK” que ganhei – coisa da mãe do “Kevin” mandou junto com mais outras tralhas para o filho pelo correio, lá de Seattle para o Brasil – aqui para minha cidade.Foi quando ele, o Kevin, esteve de passagem por quase dois anos, num daqueles intercâmbios estudantis. Pensa bem. Um americano de Seattle perdido justo em VAires!? E virou um grande amigo meu ainda. eo grunge acontecendo lá e ele aqui…rsrsrssr. Mas pena mesmo é que sempre acreditei de que um dia ainda assistira um show ao vivo da banda em POA.

Descanse em PAZ Chris. Valeu!


Programa Faces TVE-RS – Egisto Dal Santo


Neil Young – Like A Hurricane (Unplugged 1993)


Gov’t Mule – Dreams & Songs (liver studio session)


Ben Harper – Welcome to the Cruel World (20th Anniversary) … sensacional


Ana Vilela – “Trem Bala”


Incidental Animals – “Bertha” (Songs Of Their Own – #37)


Zeke – Ride To Live (áudio)


Lobão – O Mistério


Inglorious – “Until I Die” | “I Don’t Need Your Loving”


Lynyrd Skynyrd – Simple Life


Skank e Nando Reis – Apresentação / Show


Top 5 – Coisas que todo guitarrista de “nível intermediário” deveria saber


Jimi Hendrix – Hear My Train a Comin’