Mundial de Motocross: James Stewart no GP dos Estados Unidos?

Pode ser apenas boato, mas um grande rumor nos bastidores do motocross norte-americano diz que James Stewart poderá disputar o GP dos EUA do Mundial de Motocross, marcado para o dia 3 de setembro, em Gatorback na Flórida, apenas algumas horas distante da pista particular de Stewart.

Esse rumor ganhou força depois que o também piloto e irmão mais novo de James, Malcom Stewart, foi até a Itália assistir um GP do Mundial de Motocross. O holandês Jeffrey Herlings, que é amigo dos irmãos Stewart, na época disse que não pouparia esforços para ver os dois juntos no GP norte-americano.

Para aumentar o mistério, dias atrás Malcom postou no Instagram uma foto com o seu capacete e o capacete de James lado a lado, com a seguinte legenda: “Not quite done yet (ainda não acabou)”. Se James, seu irmão, ou ambos disputaram o GP dos EUA, já será uma vitória para todos. Especialmente para os fãs.

……………………………………………………..
*Fonte: crossclubebrasil

 

 

 

 

 

 

 

Equipe JGR com a Suzuki

Agora é oficial, a equipe Joe Gibbs Racing (JGR) que até alguns dias atrás era um dos times da Yamaha, mudou suas motos para Suzuki. Trocam o azul pelo amarelo e nessa dança de marcas o piloto Justin Barcia (#51), segue junto de mala e cuia. Confirmaram que Weston Peick renovou e terão ainda o piloto Phil Nicoletti, como piloto reserva no Supercross e piloto integral no Motocross.

Divulgaram também que pretendem ter duas motos 250cc no Supercross de 2017, mas farão mais tarde o anúncio do nome desses pilotos.

…………………
*Fonte: racerxonline

justin51_amarelou1

 

 

 

 

 

 

 

 

justin51_amarelou3

MXoN Maggiora Itália 2016 – highlights

Ontem foi dia do Mundial das Nações de Motocross (MxON), na pista de Maggiora na Itália e mais uma vez o time Francês se sagrou campeão.
A nota trista foi o acidente com o piloto americano Jason Anderson (#6), que após vencer a sua bateria, logo após a linha de chegada diminuiu a vel,ocidade de sua moto num local impróprio, perto de um salto. Foi quando um outro piloto que vinha atrás dele saltou e deu na sua cabeça/costas com a moto.

Segundo informações da equipe, o piloto desmaiou na hora mas depois já estava bem, foi socorrido pelos plantonistas da pista e posteriormente levado a um hospital.

– Estava muito animado em vir para esta corrida representar os Estados Unidos. Depois de fazer o melhor tempo nos treinos livres, tive um pouco de azar na classificatória. Fui atingido por trás na primeira curva e machuquei minha perna. Decidi correr mesmo assim no domingo. E minha corrida foi boa. Larguei em primeiro e comecei a abrir. Na metade, Herlings chegou e tivemos uma boa batalha até ele cair. Depois administrei até o fim. Estava muito entusiasmado em cruzar a linha de chegada, mas logo em seguida senti outra moto caindo em mim. Fizemos todos os exames e vou ficar bem. Mas estou um pouco chateado por não poder ter corrido a última corrida para ajudar os Estados Unidos a vencer – disse Jason Anderson.

A equipe não divulgou mais detalhes das lesões de Anderson, mas a expectativa é que ele esteja recuperado para representar a Husqvarna na Supermotocross Cup, dia 8 de outubro, na Alemanha.

……………
*Fonte: brmx

 

Bandsports transmite Motocross das Nações 2016 ao vivo

A Bandsports transmite o Motocross das Nações 2016 ao vivo neste domingo, 25. A partir das 8h, o canal por assinatura passará as baterias finais da competição:

8h – MXGP+MX2
9h30 – MX2+Open
11h – MXGP+Open

É possível também assistir pela internet. A transmissão oficial do evento, em HD, custa 29,99 Euros (cerca de 120 Reais) – clique aqui

O evento será realizado em Maggiora, no norte da Itália, com 38 países na disputa. O Brasil participa com os pilotos Jean Ramos, Fabio Santos e Ramyller Alves. Para correr estas provas finais, é preciso que o país se classifique entre os 18 melhores no sábado ou que vença a repescagem no domingo (às 5h50 da madrugada brasileira).

………….
*Fonte: brmx

mxongp2015

Ken Rockzen na Honda em 2017

Agora está confirmado, o piloto alemão Ken Rocken (#94) que este ano se tornou bicampeão no AMA Motocross, vai mesmo pilotar uma moto Honda ano que vem. O contrato é por 3 anos e ele então agora deixa de pilotar a amarelinha da equipe RCH Suzuki para fazer parte do time vermelho da Honda HRC.

*Só para constar…. Putz! Eu torcia por ele no AMA Mx e Sx (também pelo Justin Barcia – Yamaha #51), ainda mais porque pilotava uma Suzuki, para mim a mais bonita das motos do AMA nos últimos anos.

kroc_06

 

 

 

 

 

 

 

 

 

kroc_05

 

 

 

 

 

 

kroc_01

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

kroc_07

 

 

 

………………
*Fonte: brmx