MXDN 2018: Porto Rico anuncia equipe com Pastrana, Sipes e Ronnie Mac

Não, não é piada. Travis Pastrana, Ryan Sipes e, acredite se quiser, Ronnie Mac, irão defender Porto Rico no Motocross das Nações 2018, nos dias 6 e 7 de outubro em RedBud.

O anúncio foi feito neste sábado, 11, pela Federação de Motociclismo de Porto Rico, durante a 10ª etapa do AMA Motocross em Unadilla.

A equipe será chefiada pelo lendário ex-piloto Rick Johnson.

Ah, e todos os três estarão pilotando motos dois tempos. Nostalgia pura!

Pastrana não corre profissionalmente desde 2006, mas, de acordo com um comunicado de imprensa da equipe Nitro Circus, ele já está tirando a poeira de sua Suzuki RM250 para voltar a treinar.

– O furacão Maria devastou Porto Rico há quase um ano e, até hoje, milhares de pessoas estão sem os recursos básicos de que necessitam. Esta é uma oportunidade incrível para a comunidade do motocross retribuir e apoiar a bela ilha de Porto Rico- disse Pastrana, explicando seu envolvimento com a equipe de Porto Rico e o Motocross das Nações 2018.

– Também estou entusiasmado por fazer parte do maior evento de motocross já realizado nos Estados Unidos e dar aos caras mais velhos alguém para torcer, já que a equipe de Porto Rico terá o desafio de se classificar com motos dois tempos – finalizou.

Sipes, ex piloto do AMA Supercross e AMA Motocross, atualmente é piloto da equipe oficial de fábrica da Husqvarna no enduro e compete no Grand National Cross Country Series, o GNCC, mais importante competição off-road dos Estados Unidos.

– Correr no Motocross das Nações é um sonho realizado e uma oportunidade única na vida. Estar em um time com Ronnie Mac e um companheiro de equipe que faz backflip duplo é incrível! Mal posso esperar – disse Sipes.

Já Ronnie Mac dispensa apresentações.

Na coletiva de imprensa ele se limitou a dizer:

– Estaremos lá para vencer!

A equipe de Porto Rico irá levantar fundos através de doações diretas e vendas de produtos.

Uma parte das receitas de todas as vendas será doada para organizações porto-riquenhas que ajudam pessoas necessitadas.

As organizações serão escolhidas junto com a Federação de Motociclismo de Porto Rico, para garantir que causem o maior impacto possível.

Americanos na equipe de Porto Rico?

Todos os anos, a convocação da equipe de Porto Rico para o Motocross das Nações chama a atenção pela presença de conhecidos pilotos americanos.

Explica-se: historicamente, Porto Rico foi tomada da Espanha pelos Estados Unidos e, posteriormente, recebeu o estatuto de “estado livre associado”, o que significa que seus cidadãos também são americanos, mas com algumas ressalvas.

Até os dias atuais, Estados Unidos e Porto Rico mantém este relacionamento de longa data conhecido como metrópole-colônia.

*Por Renato Dalzochio

 

………………………………………
*Fonte: brmx

Motocross: o esporte que mais exige do psicológico?

Eu tenho lido algumas estatísticas que dizem que o Motocross é o esporte nº 1 quando se trata de exigir do seu psicológico, o que eu concordo. Alguns dizem que o futebol exige mais do psicológico. Eu suponho que tudo que foi consultado é baseado na opinião individual de cada um e na sua experiência com um esporte em particular.

Para mim, o motocross exige muito mesmo. Eu já pratiquei vários esportes diferentes por muitos anos, e o Motocross definitivamente foi o mais emocionante, excitante e pesado para o corpo.

Eu joguei baseball, futebol, futebol americano, golf, wrestling, corrida, escalada, musculação, ski, jet ski, ski na neve, surf na neve e mountain bike. Cada um desses esportes apresentam seus próprios desafios para a mente, espírito e corpo. Mas as competições que não tem uma pausa, um tempo de descanso, um banco para sentar e que “só acabam no final” são as mais exigentes.

A maioria das pessoas pensam “ah, você só senta e puxa o acelerador”, mas não é bem assim. No Motocross você uma cerca de 60% de todos os seus músculos, tudo desde seu pulso e ombros até tornozelos. Estudos mostraram que uma corrida completa de motocross, que dura cerca de 25 a 30min, é quase a mesma coisa que correr na sua máxima capacidade durante 25min. Agora, pode ser que seja só comigo, mas é uma resistência muito boa se você consegue fazer isso e ainda chegar entre os 10 primeiros da corrida.

Motocross o esporte que mais exige do psicológico

No Motocross, um piloto vai entrar numa corrida que consiste em 2 ou 3 corridas de qualificação. Cada moto corre entre 20 e 45 minutos, dependendo do evento/ localização/ ou pista. O que separa esse dos outros esportes é o peso da moto, as pistas insanas, você está constantemente puxando a alavanca da embreagem, do freio, mudando marchas, girando o acelerador, saltando pelo ar, jogando a moto para os lados nas curvas, e isso usa TODOS os músculos do seu corpo – inclusive seu cérebro – no período.

Tudo isso acontece durante 20 a 45 minutos seguidos, SEM PAUSA. Não tem tempo para descansar. Sem tempo de banco, sem pit stop. Se você nunca fez nada disso antes, então imagine só. Seus pulmões queimam, sua cabeça começa a pulsar, os músculos do seu braço começam a doer e ter cãibra (pela vibração do guidão e por puxar a alavanca mais de 100 vezes por corrida), seus bíceps, tríceps, peito, quadríceps, canela, e outros músculos QUEIMAM por meia hora ou mais… Depois tente segurar um moto de mais de 100kg e controlar todos os seus movimentos. Isso tudo é difícil, não importa quem você seja.

Para se destacar na competição, você precisa TREINAR MUITO, preparar seu corpo e mente e entrar na sua melhor forma através dos treinos DIÁRIOS. Musculação, natação, ciclismo, corrida, etc. Sendo que o treino alternativo consiste em 7 a 10 outros esportes – combinado

Eu costumo dizer que os caras e garotas que se dão melhor no esporte são aqueles que treinam muito e também tem o maior talento natural. Prodígios,se você quiser. Eles são os competidores que entenderam como gastar a menor quantidade de energia na maior quantidade de tempo, e encontraram as áreas certas na pista para se mover mais rápido durante a competição. Isso requer uma enorme percepção de profundidade, reflexos super rápidos para reagir as mudanças rápidas e movimentos, e integridade mental incomparável.

Os pilotos de motocross são feitos para operar com alta intensidade cardiovascular

Você pode nunca entender completamente essa dinâmica a não ser que experimente, então aqui vai um estudo.

Esse estudo mediu o rítmo cardíaco de pilotos de motocross enquanto completavam duas corridas (cada uma com 30min e 2 voltas). Os resultados mostraram que nas duas corridas, os pilotos operaram com 94% e 96% (respectivamente) do máximo das suas frequências cardíacas. Isso mostra que existe um incrível esforço cardiovascular no motocross. Isso supera outros esportes de mesma duração e alta intensidade, como por exemplo o mountain bike.

Imagine estar próximo do máximo da sua frequência cardíaca por quase 40min. Eu não consigo nem imaginar algum outro esporte que exige ação sem pausa por 40 minutos em que se espera 100% da performance durante todo o tempo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

…………………………………………………….
*Fonte: mxpartsblog