Toronto Raptors Campeão da NBA 2019

Então ontem no jogo 6 das finais do basquete da NBA de 2019 surgiu o campeão – Toronto Raptors! O time de basquete canadense entrou para a história desse esporte a se sagrar campeão da NBA pela primeira vez, ao vencer o todo poderoso time do Golden State Warriors (Oakland / Califórnia), jogando na casa do adversário. Fato que acredito eu, se deve em grande parte aos tantos desfalques por lesão de algumas das estrelas do time californiano. O que de forma alguma desmerece o jogo, a tática, foco e a pegada dos Raptors, e o grande jogo de Kawhi Leonard & Cia., afinal, eles não tem nada a ver com isso e também tiveram de lidar lá com os jogadores lesionados. Cada um com os seus problemas na hora da decisão. Enfim, um das mais empolgantes finais dos últimos tempos, se bem que em se tratando de final de NBA a coisa via de regra é empolgante e bem jogada até o último minuto.

O Raptors foi o time pelo qual torci nessa final (mas aviso – não é o meu time de basquete da NBA). Aquela coisa que talvez a psicologia explique melhor, de torcer para o mais fraco. Agora sendo já proclamado o vencedor, fato que me parecia bem difícil e quase impossível no começo dessa série, fico bem contente, aliás, vibrei bastante a cada jogo e principalmente na decisão. Por outro lado não tem como não se sensibilizar com os derrotados, um time excelente! Kevin Durant lutou bravamente para se recuperar em tempo para essas finais, até tentou mas só agravou a sua situação. Ontem um dos “Splash Brothers”, Klay Thompson, que também já não estava jogando em seus 100%, lesionou o joelho tendo de abandonar a partida no terceiro tempo. Então a coisa não estava mesmo para o lado deles. Sorte a nossa que assistimos a uma bela série de partidas numa elegante final. Digo isso porque foi um basquete bem jogado, sem brigas, grandes tretas ou discussões. Valeu! Venceu o melhor no momento.

Parabéns ao time do Toronto: Leonard, Lowry, Siakam, Ibaka, Gasol, Van Vleet, Green, Powell e ao técnico Nick Nurse. Que façam agora toda a sua festa!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NBA finais (Jogo 5) – Golden State Warriors 2 x 3 Toronto Raptors

E ontem era para ter sido a noite, aquela noite para o Toronto e a sua torcida! Mas não foi. E por pouco. Por um pontinho. O jogo 5 que tinha todos os componentes de um grande jogo, com os Warriors jogando todas as suas cartas na mesa, trazendo antecipadamente Kevin Durant (#35) de sua recuperação de lesão, o mesmo também com outros jogadores que não estão lá 100% em sua forma, que junto com um Curry já cansado de carregar o piano sem a ajuda de seus colegas de luxo. Teremos agora a balada do pistoleiro na busca desenfreada por uma vitória a todo custo, já que a derrota significa ver o outro time erguer o trofeu!

Para minha frustração os Raptors “verdulengaram”, deixaram escapar a chance de ouro de serem os campeões ali mesmo, em casa, com um último e “xôxo” arremesso de Lowry (#7). Faltou calma e estratégia, sem falar de que o arremesso TINHA de ser de Kawhi (#2). Essa derrota para os Warriors por 106 a 105, pode sair caro – não se brinca com time grande acostumado a vencer.

O próximo jogo é na Califórnia, casa dos Golden State Warriors, que precisam novamente vencer para continuarem na expectativa do derradeiro jogo 7, quando aí sim lutam pelo título em definitivo. Já para os Raptors, uma vitória qualquer, que seja no jogo 6 ou 7, define questão, visto que já perderam uma grande chance nesse jogo 5. Bem, o que se pode dizer é que teremos novamente um grande e tenso jogo na quinta-feira! Até lá.

NBA finais – Golden State Warriors 1 x 3 Toronto Raptors (Jogo 4)

No segundo jogo dessa série das finais da NBA em Oakland, casa dos Warriors, o Raptors venceu novamente, e dessa vez por 105 a 92. Tudo bem que o time da casa está lidando com uma série de lesões em alguns de seus jogadores mais importantes, mas eu imaginava que mesmo assim iriam empatar a série nesse jogo 4. Só que não! Mais uma vez Kawhi (#2) jogou demais (MVP das finais?) e seu time foi muito bem. O temível terceiro quarto da partida, quando costumeiramente os Warriors vem com tudo e patrolam os adversários não aconteceu e os Raptors sairam vitoriosos. E que jogo! Fica a expectativa de um virada por parte dos Warriors, mas na história pouquíssimas vezes um time da NBA virou um resultado de 3x 1 em jogos – não esqueçam- a final da NBA é uma “melhor de 7 jogos”.

Domingo (09/06) tem mais, agora novamente com o jogo de volta para a quadra de Toronto, onde a torcida faz uma grande diferença. Drake que o diga.

Força Raptors!

 

 

 

 

 

NBA finais – Golden State Warriors 1 x 2 Toronto Raptors (Jogo 3)

Ontem em Oakland, na Califória, a casa do Golden State Warriors, o jogo teve a vitória dos Raptors por 123 a 109. Mesmo com Curry (#30) jogando muito – anotou 47 pontos e praticamente acabou levando o seu time nas costas com sua atuação de gala, não foi suficiente para evitar a derrota em casa. Mas não podemos esquecer de que o Warriors ontem jogaram desfalcados de duas de suas outras estrelas, Kevin Durant (#35), que ainda se encontra lesionado e permanece como dúvida até para o restante das finais e agora também, Klay Thompson (#11), que ficou de fora da partida de ontem. Os Raptors de Kawhi Leonard  & Cia, que não são bobos nem nada, aproveitaram muito bem essa chance e conquistaram essa importante vitória fora de casa no playoff. Que venha sexta-feira o jogo 4, onde as coisas devem esquentar ainda mais.

 

Raptors 4 x Bucks 2 (NBA – Finais de Conferência da Costa Leste)

Pois é… não deu para o Milwaukee Bucks na final de Conferência da Costa Leste contra o time do Toronto Raptors. Apesar de os Bucks terem começado a série jogando muito bem e o que parecia que seria uma final fácil para o time do grego Giannis Anteotkounmpo (#34), não foi bem assim. Só não contavam com Kawhi Leonard (#2) nos Raptors, jogando muita bola nessas últimas partidas, onde mostrou o porque de ser considerado um dos grandes jogadores da NBA atualmente. Praticamente carregou o piano e mudou os resultados das duas últimas partidas dessa final, quando parecia que já estava tudo perdido, para um resultado vitorioso em grande estilo.

Estava torcendo pelos Bucks, mas tenho de reconhecer de que os Raptors jogaram melhor nessa reta final. E sei lá, mas ainda creio que de alguma forma e apesar de saber que é uma difícil tarefa (vou torcer por eles com todas as forças), que podem vencer ao todo poderoso Golden State Warriors.

Valeu Bucks! Voltarão ano que vem ainda mais fortes, disso tenho certeza. Esse jovem time ainda vai render muita coisa.

 

 

 

 

 

Bucks 2 x 2 Raptors (NBA – Finais de Conferência da Costa Leste)

E agora a coisa esquentou. O que antes parecia que seria até mais fácil do que a fase anterior para os Bucks (time por quem o blog aqui está numa torcida ferrenha, o caldo entornou. A série está agora empatada com os Raptors e no mínimo ainda teremos mais 2 jogos, dessa disputa por uma das vagas da grande final da NBA. Bom para nós que curtimos assistir a um bom jogo de basquete, mas ruim para o vencedor dessa Conferência, que estará mais desgastados e ainda depois irá enfrentar o todo poderoso Golden State Warriors, que já está classificado por antecipação – venceu de lavada a sua final de Conferência contra o Portland (4 x 0), que jogará a final da NBA com 2 jogos a menos na bagagem dessa reta final e descansado. Sem contar de que “mais uma vez” são cotados como os favoritos para o título.

Mas vamos lá Bucks!

Bucks: 1 x 0

Ontem o Milwaukee Bucks recebeu o Toronto Raptors no Fiserv Forum para o primeiro jogo das finais da Conferência Leste da NBA. Os Bucks, jogando em casa, venceram por 108 a 100. Agora vai.

Giannis Antetokounmpo é “Ô” cara!

 

 

 

 

 

Tudo em família

Dia de final na Conferência Oeste da NBA com Golden State Warriors x Portland Trail Blazers, onde o fato interessante fica numa questão de família. Sim, porque os irmãos Curry (Steph / Warriors e Seth / Blazers) , cada um jogando por um time, irão se enfrentar nessa final. E os pais Dell e Sonya Curry já escolheram por quem vão torcer… aliás, segundo informações, eles fizeram um sorteio para ver quem ficava torcendo para esse ou aquele time dos filhos – um para cada, é claro – para ficar tudo tranquilo em família, afinal ninguém quer treta em casa no almoço de domingo!

Baita jogo! Baita final.

*Ahj! Só para consta… O blog do Banjomanbold,  como de costume, tem a sua torcida para essa final – “Portland Trail Blazers”. E para a final da Conferência Leste, vamos de “Bucks”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Confere só o nível do cara

LeBron abre escola em sua cidade:
“Um dos melhores momentos da minha vida”

Através de sua fundação, astro da NBA criou uma escola em Akron, onde nasceu e viveu durante a infância: “Sei exatamente o que essas crianças passam”

………………………………..

LeBron James deu mais um passo para aumentar seu legado. Nesta segunda-feira, o astro da NBA inaugurou sua escola pública “I Promise School” (Escola Eu Prometo) em Akron, sua cidade natal, no estado de Ohio, para crianças e jovens carentes. Na manhã desta segunda-feira, o colégio recebeu os primeiros 240 alunos e teve grande festa de abertura, com a presença do astro do Los Angeles Lakers e toda a sua família. O instituição é a principal ação nos mais de 10 anos da James’s Family Foundation (Fundação da Família LeBron James), e foi concretizada com apoio de órgãos públicos de Akron e empresas privadas parceiras.

– Como criança em Akron, eu me lembro de andar exatamente por essas ruas aqui perto. Ir para a escola de bicicleta. Quando as pessoas me pergunto o porque de estarmos fazendo isso, minha resposta é: eu sei exatamente o que essas crianças passam. Sei dos problemas, os desafios, os altos e baixos, os sonhos e os pesadelos. Porque eu também passei por isso – disse LeBron durante seu discurso de abertura do colégio.

King James fez questão de falar de improviso no evento. Segundo o astro, não ter um discurso escrito facilita para falar com o coração. O jogador dos Lakers destacou a importância do convívio saudável entre crianças e jovens no ambiente escolar e disse esperar que os efeitos da iniciativa ultrapassem e muito os limites da cidade de Akron.

– Essas crianças precisam saber que alguém se importa com elas, que nós nos importamos com seus sonhos, suas aspirações… Escola é sobre aprender, fortalecer sua mentalidade e também sobre as relações de amizade que você forma dia a dia. Um caráter que vai durar para sempre… Quero que essas crianças tenham as mesmas oportunidades que todas as outras. Nossa responsabilidade, como adultos, é não deixar essas crianças caírem. Sermos professores, mentores, inspiração. Porque elas são o nosso futuro e têm sonhos grandes, que vão além dos limites de Akron, do estado de Ohio e dos Estados Unidos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

……………………………………………………………………….
*Fonte: sportv

Avião fretado a caminho de Chicago destrói OVNI a 9.140 m de altitude

A equipe de basquete Oklahoma City Thunder estava voando entre as cidades americanas de Minneapolis e Chicago na noite da última sexta-feira (27), quando seu avião fretado aparentemente acertou alguma coisa:

Um funcionário da equipe do Thunder disse à ESPN que o voo tinha sido “um pouco conturbado, mas não extremo ou fora do comum”. Apesar disso, o formato oval que ficou na carcaça do avião certamente indica que ele destruiu algum OVNI (objeto voador não identificado).

Em alguns casos, quando pássaros colidem com aeronaves, podem deixar marcas grandes, por conta da alta velocidade. Mas onde estariam as penas e outros reminiscentes dessa tragédia aviária?

Não vamos nos precipitar e gritar “alienígenas!”. O jogador do Thunder, Steven Adams, já recrutou algumas das mentes mais brilhantes do mundo (como os cientistas da NASA, Neil deGrasse Tyson e Bill Nye) para responder a essa pergunta. Só nos resta aguardar.

 

 

……………………………………………………….
*Fonte: hypescience