Boicotado pela NFL, Kaepernick é eleito cidadão do ano por revista norte-americana

Apesar de não jogar na NFL há quase um ano e ter sido rejeitado por diversos times em 2017, mesmo tendo mostrado em anos recentes ser melhor do que muitos dos que estão na liga, Colin Kaepernick ganhou um prêmio.

Mas o prêmio não é por nada que ele fez dentro das quatro linhas, e sim por tudo que ele fez ao longo dos últimos 12 meses fora dela.

Kaepernick foi eleito o “Cidadão do Ano” pela revista GQ dos Estados Unidos.

O ex-quarterback do San Francisco 49ers iniciou em 2016 uma onda de protestos durante o hino nacional norte-americano ao se ajoelhar durante a execução do mesmo, alegando não se erguer diante das desigualdades e preconceitos que acontecem no país.

Seu exemplo foi seguido ao redor da NFL e segue tema de debate na liga até hoje.

A publicação ressalta o trabalho de Kaepernick como ativista social e na comunidade.

……………………..
*Fonte: espn

 

*Em tempo: sou um grande fan do Colin Kaepernik desde a sua fantástica temporada com os 49’rs – inclusive chegando a um Super Bowl. Mas sou fan também de sua atuação fora dos gramados. Esportista assim falta no mundo inteiro, onde egos, altos salários e comprometimentos contratuais com marcas esportivas e patrocínios fazem grandes celebridades se calarem, quando justamente por serem ídolos de um grande número de pessoas, deveriam se tornar vozes ativas contra os abusos, as desigualdades. Serem um exemplo, afinal o esporte por natureza é competitivo e os melhores vencem, mas sempre com uma grande dose de dedicação, empenho e determinação. Coisa importantes na vida de qualquer um. Mas poucos vencem.

Keep on rock Kaepernick!

Também concordo com a matéria, ele é “muito melhor do que a maioria dos QBs da liga” atualmente, mas não o contratam por causa de questões políticas…

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Quantos jogos do seu time serão transmitidos no Brasil nessa temporada?

No mundo da bola oval, podemos observar fatos mais certos que um field goal do Adam Vinatieri. A primeira delas é que a NFL vai colocar o Dallas Cowboys para enfrentar o New York Giants na semana de abertura da temporada. A segunda é que o New England Patriots vai ganhar sua divisão, enquanto a terceira é que alguém vai perguntar para algum narrador da ESPN e/ou do Esporte Interativo se eles vão transmitir o jogo do seu time em determinada semana.

Como já é sabido, as emissoras determinam quais jogos irão transmitir dias ou poucas semanas antes deles serem realizados, o que torna impossível afirmar com clareza quais jogos serão transmitidos e quais não serão. Mas será mesmo que não podemos fazer uma previsão?

Por motivos óbvios, as emissoras escolhem os jogos buscando um simples objetivo: audiência. Para conseguir uma audiência mais alta, elas precisam escolher jogos de maior apelo aqui no Brasil, que passa por um equilíbrio entre jogos dos times com maiores torcidas, jogos com expectativa alta e jogos entre duas equipes minimamente competitivas. Tendo isso em mente e o retrospecto das escolhas das emissoras nos últimos anos, é possível observar um padrão e, a partir dele, traçar uma tendência para as próximas temporadas. E é exatamente isso que faremos aqui.

Para que isso seja feito, é preciso quantificar os jogos. Se você é de humanas, explico: precisamos classificar os jogos em categorias, para que a partir daí seja possível fazer o cálculo da previsão. As categorias escolhidas foram:

    Jogos com chance baixa (15%) de serem transmitidos no Brasil

É considerado um jogo com chance baixa aquele que tem muito pouco apelo aos telespectadores brasileiros. Isto é: um jogo que envolve equipes menos populares e que possui uma expectativa muito baixa sobre ele. O jogo entre Jacksonville Jaguars e Cleveland Brown na Semana 11 é talvez o que melhor exemplifica essa categoria.

    Jogos com chance média (50%) de serem transmitidos no Brasil

Um jogo com chance média de ser transmitido pode ser definido como um jogo que tem um potencial para ser televisionado. Isso porque ele geralmente envolve equipes que podem surpreender na temporada e com isso tornar um jogo ruim em uma boa surpresa ao longo da temporada. Também está nessa categoria jogos de equipes muito populares contra equipes teoricamente de baixo nivel. Nesse caso, o peso da audiência do time mais popular é o fator decisivo para a escolha das emissoras. Baltimore Ravens e Minnesota Vikings na Semana 7 e New England Patriots e New York Jets na Semana 17 são, respectivamente, dois bons exemplos.

    Jogos com chance alta (75%) de serem transmitidos no Brasil

Para que um jogo seja considerado de chance alta de ser transmitido, o apelo dele precisa ser muito alto. Seja por se tratar de um clássico divisional, dois times de muita torcida no Brasil ou simplesmente dois times que estão em ótima fase, essa categoria é para aquele jogo que você olha para a tabela e acredita que é impossível que ele vá passar batido. Green Bay Packers e Dallas Cowboys na Semana 5 e New England Patriots e Pittsburgh Steelers na Semana 15 são ótimos exemplos dessa categoria.

    Jogos que certamente serão transmitidos no Brasil

Aqui não tem o que discutir. Independente da vontade da emissora, ela transmitirá o jogo por ele estar no horário nobre da liga. Em outras palavras, ele faz parte do Thursday Night Football, Sunday Night Football ou Monday Night Football. Além desses jogos, consideramos como certos os jogos da rodada tripla do Dia de Ação de Graças, que é sempre transmitido, e também os jogos que acontecem em Londres.

Com a explicação feita, vamos ao que interessa.

Se você não entendeu nada do gráfico acima, fique calmo. Nós simplesmente pegamos o número de jogos de cada time que foi colocado nas categorias de chance baixa, média e alta e reunimos para que vocês possam comparar. O valor está em porcentagem porque o número de jogos fora do horário nobre de cada time é diferente. Não podemos comparar números absolutos quando times como Cowboys e Steelers jogarão seis vezes no horário nobre + Thanksgiving enquanto times como o Los Angeles Rams e e Cleveland Browns jogarão apenas uma vez.

Deixando o lado matemático de lado, podemos observar coisas interessantes nesse gráfico. O primeiro é o elevado número de jogos com chance alta de serem transmitidos da NFC Leste. Ao somar fatores como a grande rivalidade entre Cowboys, Eagles, Giants e Redskins, a alta popularidade dos times no Brasil e o calendário que colocará a divisão para enfrentar divisões fortes como a NFC e AFC Oeste, podemos ver que os quatro times tem grandes possibilidades de aparecem com frequência nas telas aqui no Brasil. A ligeira vantagem do Dallas Cowboys se deve ao fato do time ter vencido a divisão em 2016 e, por conseguinte, ter que enfrentar os campeões da NFC Sul (Atlanta Falcons) e NFC Norte (Green Bay Packers), dois jogos que muito provavelmente serão transmitidos.

Na outra ponta, vemos 12 times sem nenhum jogo com chance alta de ser transmitido. Por motivos de desconfiança devido ao mau desempenho na temporada passada, equipes como Carolina Panthers, Cincinnati Bengals e Arizona Cardinals podem ser deixadas de lado no começo da temporada de 2017 e caso surpreendam em 2017, deverão ter jogos transmitidos ao longo do ano. Já o Cleveland Browns e Jacksonville Jaguars não tem um jogo sequer com chance média de ser transmitido. É altamente improvável que um jogo desses dois times fora do horário nobre seja transmitido no Brasil.

Ao fazer uma média ponderada usando o número de jogos de cada time em cada categoria com a probabilidade de cada categoria e somando aos jogos que certamente serão transmitidos, chegamos no gráfico que você estava esperando desde o começo do texto.

Número de jogos esperados de cada time com transmissão no Brasil

Como você pode ver, não há muita surpresa. Pela tabela forte e muitos jogos no horário nobre americano, o Dallas Cowboys encabeça a lista junto com dois dos times mais populares aqui no Brasil: o Green Bay Packers e o New England Patriots. A força do calendário e da própria NFC Leste mais uma vez se mostra presente aqui, visto que os quatro times da divisão estão entre os 10 com previsão de mais jogos transmitidos. A AFC Oeste também está bem cotada, com três de seus quatro times com mais de 10 jogos transmitidos de previsão. Como a média ficou em aproximadamente 8 jogos transmitidos por time, 13 equipes ficaram abaixo e deverão ser preteridas em relação aos demais. Ainda assim, boa parte delas tem capacidade de surpreender na temporada e jogar essa previsão para o espaço.

Antes de resolver xingar minha mãe querida, já prefiro me adiantar ao dizer que não acertarei completamente a previsão. Certamente haverá um time bem cotado que decepcionará em campo e terá menos jogos transmitidos e times azarões que farão boas campanhas e acabarão tendo mais atenção do que esperamos hoje. Isso infelizmente é impossível de prever com exatidão hoje, e é por isso que isso é apenas uma estimativa. Ainda assim, podemos considerá-la bastante confiável.

No ano passado, fizemos essa previsão aqui no site (clique aqui) e o índice de acerto dela foi de 88%. Acertamos em cheio a previsão de quatro times, enquanto erramos por apenas um jogo a previsão de outros 13 times. Nada mal, não acham? As maiores diferenças entre a previsão e a estimativa vieram justamente de times que surpreenderam positivamente e negativamente, como o Atlanta Falcons e o Chicago Bears respectivamente.

E você, o que achou da previsão? Acredita nela ou acha que erramos na mão? Comente!

Nota da Edição: Como nos foi informado, o contrato entre a ESPN e o Esporte Interativo para a transmissão dos jogos à tarde na TV a cabo, assim como os jogos de playoffs da NFC, o Thursday Night Football e o Super Bowl transmitido pela FOX está sendo negociado e ainda não há previsão de acordo. Como a previsão foi feita com base nas temporadas passadas, o resultado pode acabar não sendo preciso caso realmente não haja esse acordo. Como não podemos prever a assinatura dele ou não, manteremos a previsão que você acabou de ler.

 

…………………………………………………………..
*Fonte: ligados32

 

Super Bowl 51 – Tom Brady detona!

Eu que faço parte daquele tradicional grupo de haters de plantão de Tom Brady (New England Patriots) agora não adianta, com essa fenomenal virada de placar no jogo de ontem do Super Bowl 51, não há mais dúvida, tenho de dar o braço a torcer e dizer que ele é mesmo um QB muito phoda!

Ontem torci pelo time do Atlanta Falcons (grande rival do meu Saints – sim, o meu segundo time do coração na NFL), que saiu na frente de lavado sobre o adversário da final colocando 28 à 3 no placar até o intervalo do jogo. Não sei se foi o show da Lady Gaga nop intervalo, mas o time do grande técnico Bill Belichick voltou com sangue nos olhos e determinado a mudarem o elástico placar no NRG Stadium, em Houston, no Texas.

E assim foi, na prorrogação venceram por 34 à 28, promovendo a maioir virada de jogo num Super Bowl até hoje e sendo este o quinto título de Tom Brady pelo mesmo time, o New England Patriots. Claro que ele, o marido da brasileira e gaúcha Gisele Bündchen, não joga sozinho (White, Amendola, Edelman, etc) tem todo um time junto, mas sem dúvida é o grande “mentor” no campo de batalha entre jardas dessa máquina azul e branca de futebol americano.

Tudo bem que eu ainda seja um grande fan do Brett Favre e seu pupilo, Rodgers, mas todo meu respeito e meus parabéns Tom Brady!!!!
Você faz por merecer.

 

tomb_2017_04

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Não foi dessa vez Green Bay. Hello Atlanta Falcons!!!

No jogo de decisão da Conferência Nacional (NFC), de futebol americano da NFL (que na real corresponde a semifinal), o Green Bay Packers perdeu de lavada para o Atlanta Falcons com o placar de 44 x 21. Esse que foi o último jogo do estádio Georgia Dome, a casa do time dos Falcons, que estão construindo um novo estádio e agora terão para sempre na lembrança essa bela despedida.

O time do Green Bay Packers vinha embalado no campeonato nessas últimas rodadas, com um Aaron Rodgers jogando muito e por isso mesmo “os cabeças de queijo” eram tidos como os favoritos para esse jogo. Mas desde o começo da partida tomaram um sufoco danado dos Falcons, que mostrou a que veio e não deixaram pedra sobre pedra. Contaram com um desempenho sensacional de seu ataque rápido, sua defesa jogando melhor do que costume e ainda com Matt Ryan (quarterback), jogando muito também e se credenciando para ser o “MVP” da temporada.

Agora o Atlanta Falcons irá para o Texas jogar o tão sonhado Super Bowl (edição 51), quando então enfrentarão o time do New England Patriots, de Tom Brady, que provavelmente é um dos melhores quarterbacks da história do futebol americano.

Pois é, não deu novamente Green Bay Packers! Mas ano que vem tem mais. Vamu-qui-vamu.
Go Packers!

 

green-bay-packers_nfc_01

 

 

 

 

 

 

 

green-bay-packers_nfc_02

Tabela oficial do Gauchão 2017 de Futebol Americano – Federação Gaúcha de Futebol Americano

Confira abaixo a tabela oficial do Gauchão 2017 que a Federação Gaúcha de Futebol Americano divulgou essa semana.

*Confere aí e já te programa pra não perder nenhum jogo:

Semana 1 (18/2 e 19/2)
18/2 Santa Cruz Chacais x Porto Alegre Gorillas
19/2 Bento Gonçalves Snakes x Ximangos FA

Semana 2 (4/3 e 5/3)
4/3 Ijuí Drones x São Leopoldo Mustangs
5/3 Bulldogs FA x Restinga Redskulls

Semana 3 (11/3 e 12/3)
11/3 Santa Cruz Chacais x Porto Alegre Bulls
12/3 Juventude FA x Porto Alegre Pumpkins

Semana 4 (18/3 e 19/3)
18/3 Porto Alegre Gorillas x Ijuí Drones
19/3 São Leopoldo Mustangs x Santa Maria Soldiers

Semana 5 (25/3 e 26/3)
25/3 Ximangos FA x Bulldogs FA
26/3 Juventude FA x Restinga Redskulls

Semana 6 (1/4 e 2/4)
1/4 Santa Maria Soldiers x Santa Cruz Chacais
2/4 Porto Alegre Gorillas x São Leopoldo Mustangs

Semana 7 (8/4 e 9/4)
8/4 Ijuí Drones x Porto Alegre Bulls
9/4 Porto Alegre Pumpkins x Bulldogs FA
9/4 Bento Gonçalves Snakes x Juventude FA

Semana 8 (22/4 e 23/4)
22/4 Porto Alegre Bulls x Santa Maria Soldiers
23/4 Restinga Redskulls x Ximangos FA
23/4 Bento Gonçalves Snakes x Porto Alegre Pumpkins

Semana 9 (29/4 e 30/4)
29/4 São Leopoldo Mustangs x Santa Cruz Chacais
30/4 Bulldogs FA x Juventude FA

Semana 10 (6/5 e 7/5)
6/5 Santa Maria Soldiers x Ijuí Drones
7/5 Porto Alegre Bulls x Porto Alegre Gorillas
7/5 Restinga Redskulls x Bento Gonçalves Snakes

Semana 11 (13/5 e 14/5)
13/5 Porto Alegre Pumpkins x Ximangos FA

Semana 12 (20/5 e 21/5)
20/5 Ijuí Drones x Santa Cruz Chacais
20/5 Santa Maria Soldiers x Porto Alegre Gorillas
21/5 Bulldogs FA x Bento Gonçalves Snakes

Semana 13 (27/5 e 28/5)
27/5 Porto Alegre Bulls x São Leopoldo Mustangs
28/5 Ximangos FA x Juventude FA
28/5 Restinga Redskulls x Porto Alegre Pumpkins

RODADA WILD CARD
Semana 16
3 de junho: – x –
4 de junho: – x –

SEMIFINAL
Semana 18
17 de junho: – x –
18 de junho: – x –

FINAL
Semana 20
1º de julho: – x –

…………………………………………………
*Fonte: FGFA Federação Gaúcha de Futebol Americano

fgfa_tabela2017

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Marque na agenda o horário, dias e confrontos de todos os jogos dos Playoffs 2016-2017

É chegada a hora. É matar ou morrer: na NFL não tem dessa de melhor de 3 jogos, melhor de 5 ou melhor de 7. Num dia ruim – vide os Broncos em 2012 contra o Arranha-Céu de Joe Flacco ou da linha ofensiva dos Patriots contra os próprios Broncos no ano passado – tudo pode ruir.

São os Playoffs da NFL: três rodadas até o Super Bowl e, neste, o confronto entre o campeão de cada chave (Conferências; Americana e Nacional). Até o dia 5 de fevereiro, data do Super Bowl LI em Houston, muita água ainda vai rolar. O início dos Playoffs, com Raiders e Texans… Bem, não promete ser dos melhores. Mas o resto da pós-temporada costuma nos reservar momentos épicos.

Sem mais delongas, para você se programar, confira as datas, horários e todo o mais para a pós-temporada. Todos os jogos tem transmissão da ESPN (Tv a Cabo) e Esporte Interativo (TV aberta/UHF) no Brasil.
Wild Card Round:

Sábado, 7 de janeiro
19:35 – #5 Oakland Raiders @ #4 Houston Texans
23:15 – #6 Detroit Lions @ #3 Seattle Seahawks

Domingo, 8 de janeiro
16:05 – #6 Miami Dolphins @ #3 Pittsburgh Steelers
19:40 – #5 New York Giants @ #4 Green Bay Packers
Divisional Round (“quartas de final”)

Sábado, 14 de janeiro
19:35 – Seattle Seahawks @ Atlanta Falcons
23:15 – Houston Texans @ New England Patriots

Domingo, 15 de janeiro
16:05 – Pittsburgh Steelers @ Kansas City Chiefs
19:40 – Green Bay Packers @ Dallas Cowboys
Championship Games (“semifinal”)

Domingo, 22 de janeiro
18:00 – Final da Conferência Nacional
21:40 – Final da Conferência Americana

Super Bowl
Domingo, 5 de fevereiro
21:30 – Super Bowl LI (vencedor da AFC vs vencedor da NFC)

…………………………………………………………….
*Fonte: profootball

nfl-grass

Lázaro Fanfa – “NFL – Beast Mode” (artes)

O designer gaúcho Lázaro Fanfa (Rio Pardo / RS), criou uma série de artes digitais de times da liga de futebol americano, da NFL. Lançou mão de um belo trabalho de pesquisa visual relacionando jogadores famosos da história e seus números icônicos, bem como símbolos e referências aos mascotes e cores oficiais de cada time. E como se não bastasse, apresenta tudo isso ainda dividido pelas suas respectivas conferências na liga. A série se chamada NFL – The Beast Mode e você pode conferir o belo trabalho bem como todas peças, no link abaixo.

>> http://nflbeastmode.tumblr.com/

 

lazanfl_07

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

lazanfl_08

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

lazanfl_03

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

lazanfl_04

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

lazanfl_06

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

lazanfl_01

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

lazanfl_02

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

lazanfl_09

Grande Kam Chancellor

Uma das jogadas mais engraçadas e também “atlética” de efeito surpresa que já assisti na NFL (confira no vídeo abaixo), aconteceu ano passado quando Kam Chancellor (Seattle Seahawks #31) saltou por cima da linha de scrimmage para tentar bloquear um chute do kicker adversário (Panthers).

E como se não bastasse, ele logo em seguida repetiu a mesma jogada. Muito bom!

 

Enfim, a NFL está de volta em breve, muito breve.

Mal posso esperar. Minha temporada de hibernação e enclausuramento em breve vai começar.
Depois de longos seis meses, a espera vai acabar daqui duas semanas, quando começa a temporada 2016 da NFL.

*As transmissões dos canais ESPN já estão definidas e serão sete jogos na semana 1.

8/set, quinta:
21h30 Broncos x Panthers ESPN e WatchESPN AO VIVO

11/set, domingo:
14h Chiefs x Chargers ESPN e WatchESPN AO VIVO
14h Jets x Bengals ESPN+ e WatchESPN AO VIVO
17h25 Cowboys x Giants ESPN+ e WatchESPN AO VIVO
21h30 Cardinals x Patriots ESPN e WatchESPN AO VIVO

12/set, segunda:
20h Redskinsx Steelers ESPN e WatchESPN AO VIVO
23h30 49ers x Rams ESPN e WatchESPN AO VIVO

…………
*Fonte: espn/nfl

IMG_1244

 

Gracias Kobe

O tempo vai passando e muitas vezes acabamos nem percebendo isso direito, é o caso da aposentadoria do jogador de basquete Kobe Bryant, que aos 37 anos resolveu encerrar a sua prá lá de vitoriosa carreira no basquete da NBA. Me lembro dele garoto e já cheio de manha na quadra, quando ainda usava a camisa número 8 dos Lakers. E justamente por causa dele é que decidi ser um torcedor do Lakers. Valeu Kobe, nunca me arrependi dessa escolha e de torcer por você e o seu time.

Detentor de vários recordes, sendo um deles o de terceiro maior cestinha da NBA (inclusive à frente de Michael Jordan), o ala-armador do número 24, do Los Angeles Lakers, ao deixar a quadra nesta quarta-feira (13/04/2016), depois de seu último jogo – Lakers x Utah Jazz, encerra um capítulo importante na história do basquete americano e mundial. Agora deixa de ser um jogador e vira uma lenda.

Thanks man!

kobebryant_07

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

kobebryant_11

 

 

 

 

 

 

 

kobebryant_12

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

kobebryant_10

 

NFL aprova 7 mudanças de regra para 2016

O Comitê de Competição da NFL e os times propuseram 19 mudanças de regra para serem votadas pelos donos das franquias nas reuniões desta semana, na Flórida. Sete já foram aprovadas e passarão a valer para a temporada 2016.

A votação e discussão de outras propostas irá continuar na quarta-feira. Veja abaixo o que mudou:

1. Os extra-points agora permanentemente serão chutados da linha de 15 jardas do campo – em 2015, era uma medida provisória.

2. Todos os “chop blocks” (cama de gato) são ilegais.

3. Será falta puxar pelo “colarinho” quando um defensor agarra o adversário na parte acima do nome e puxa o corredor em direção ao chão.

4. Chamar um timeout quando não é permitido resultará em uma falta de “delay of game” (5 jardas).

5. Membros da comissão técnica responsáveis pela chamada de jogada poderão usar a comunicação com os atletas independente do local no campo ou dentro da cabine de técnicos.

6. Pegar um passe para frente depois de sair do campo e reestabelecer a posição em campo irá resultar em uma perda de descida ao invés de falta de 5 jardas.

7. Não haverá mais vários pontos de contato para uma falta dupla depois de uma mudança de posse de bola.

…..

*Fonte: ESPN

 

nfl0001

Valeu Peyton Manning – I

Um dos mais famosos jogadores da longa história do futebol americano hoje anunciou a sua aposentadoria. Estou falando do quaterback Peyton Manning (#18), que na última temporada sagrou-se campeão da NFL – Super Bowl 50, pelo no Denver Broncos, mas também teve uma brilhante carreira junto ao Indianapolis Colts, entre 1998 e 2011.

Em suas palavras:
“Joguei 18 temporadas na NFL. 18 é um bom numero. E hoje eu me aposento do futebol americano”, disse Manning.


“Obrigado ao Indianapolis Colts e todos os fãs. Vocês não imaginam o quanto gostei dos anos lá. Gratidão é a palavra que vem à minha mente quando penso no Denver Broncos.Para todos os companheiros de Denver, obrigado pelo que vocês fizeram por esse velho quarterback”, agradeceu o jogador, durante a coletiva.


“Chegou a hora. Talvez eu arremesse bem, o timing é perfeito. Mas perdi um pouco da minha habilidade atlética”, analisou o ex-quarterback.

Vindo de uma família com tradição em quarterbacks no futebol americano, seu pai, Archie Manning (#8) jogou pelo New Orleans Saints e é irmão mais velho de Eli Manning, que é QB do New York Giants.


*OBS: Confira aqui “se tiver coragem”, a enorme lista “completa” de títulos de Peyton Manning:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Recordes_e_pr%C3%AAmios_de_Peyton_Manning

 

Muito obrigado “Peytão da Massa”…
– Omaha!

….

*Fonte: ESPN

flyer_Peyton111

Beast mode off

A recente notícia de que Marshawn Lynch, RB (#24) do Seattle Seahawks  se aposentou é um tanto ingrata. Gostava muito de assistir aos jogos do SEA justamente por causa do Bestmode e também da Legion of Boom (que perdeu força esse ano). Tudo bem, ele ano passado já deu pintas de que iria se aposentar em breve, teve lesão, depois uma cirurgia e esse ano novamente, daí o fato dessa surpresa não ser algo assim tão inesperado na verdade. Mas insisto, uma pena. Uma grande perda para o futebol americano como esporte, sua história e mais um de seus ícones que larga fora das telinhas aos domingos.

Mas a vida é dele e também dele as suas escolhas, quem somos nós para julgá-lo. Vai lá Marshaw Lynch, sua “besta”, as corridas do SEA não serão intensas, o jogo vai perder um pouco da graça e nem os tais terremotos de Seattle serão mais os mesmos, com certeza. Valeu meu chapa. Muito obrigado. Por sua causa e de mais alguns grandes jogadores eu virei um grande fan desse esporte.

Thanks man!

 

Marshawn-Lynch_09

 

 

 

 

 

 

 

Marshawn-Lynch_07

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Marshawn-Lynch_03

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Marshawn-Lynch_04

 

 

 

 

 

 

Marshawn-Lynch_10

 

 

 

 

 

 

 

Marshawn-Lynch_01

 

 

 

 

 

 

 

 

.

Tchau Marshaw, valeu cara!

.

 

 

 

Menos skittles e terremotos: o fim da carreira do RB Marshawn Lynch

Uma postagem escura no twitter chegou a chamar mais atenção que o Super Bowl 50, que era o foco de milhões de pessoas no mundo inteiro. Durante o segundo tempo do duelo entre Broncos e Panthers, vencido por Denver, o RB Marshawn Lynch publicou uma imagem de chuteiras penduradas, dando a entender o fim de sua carreira. Ali acabava a passagem de um dos jogadores mais queridos da NFL, não só pelos torcedores do Seattle Seahawks, mas também por de outras franquias.

chuteiras_ML

Responsável por terremotos em Seattle durante alguns jogos, após grandes corridas, Lynch ganhou o apelido de “Beast Mode”, justamente por se tornar imparável, quase como uma besta, quando embala um corrida. A torcida dos Saints que o diga, afinal, quem não se lembra daquela corrida de 61 jardas nos playoffs. Querido no grupo, rapidamente os seus companheiros lamentaram a decisão do RB.

Draftado pelos Bills na 12ª escolha geral do Draft 2007, Marshawn Lynch jogou quatro temporadas em Buffalo. Em nenhum dos anos completou as 16 partidas, sendo que em 2010, no último ano jogando pela franquia, participou de três jogos até ser trocado para os Seahawks, onde dispontou na carreira. Em Seattle, foram quatro seguidos correndo mais de 1000 jardas e 10 touchdowns. Com Russell Wilson encontrou um companheiro ideal para dividir as corridas e o sucesso veio com duas presenças no Super Bowl, vencendo o primeiro e perdendo o segundo – que poderia ter sido vencido, caso Pete Carroll tivesse corrido ao invés de passar a bola na linha de uma jarda faltando 30 segundos para o fim do jogo.

Nesta temporada, mesmo de contrato novo, Lynch esteve longe de ser decisivo, muito em função da lesão que teve. Uma hérnia o tirou da maior parte dos jogos em 2015 e o atrapalhou bastante, assim como o time. Foram menos de 500 jardas e apenas três touchdowns. O Beast Mode foi bem substituído pelo calouro Thomas Rawls, que também se machucou.

Na NFL a idade é implacável para os runnings backs. Perto de completar 30 anos, Marshawn Lynch sentiu que o corpo não poderia corresponder bem a mais uma desgastante temporada na NFL. Para não ter uma queda brusca de rendimento e perder espaço durante o ano, o camisa 24 dos Seahawks optou por parar. E se aposenta por cima. Resta saber como será a adaptação dos Seahawks sem o seu devorador de Skittles para carregar o ataque terrestre.

Números da carreira de Marshawn Lynch
Jogos: 127
Corridas: 2.144
Jardas: 9.112
Touchdowns: 74
Fumbles: 19
Duas vezes campeão da NFC, um título do Super Bowl, cinco vezes eleito para o Pro Bowl e uma vez para o time do ano.

VALEU, MARSHAWN “BEAST MODE” LYNCH!!

*Fonte/Texto: Endzonebrasil / Rafael Araújo

Super Bowl 50 – queria mais

Domingo de Super Bolw 50 (note que não tem o números romanos nesse ano), a grande festa do futebol americano da NFL. Vou para Santa Cruz do sul assistir o jogo na casa de um amigo, junto com a galera. Já havia um clima no ambiente de já ganhou para o Panthers, mas calma, muito cedo para isso tudo. E na verdade o jogo foi feio, truncado, um 24 x 10 sem grandes “big plays”, jogo onde as defesas é que se destacaram (o que não era nenhuma novidade), bem murrinha na real. Mas tudo bem, o que vale é a festa. A grande festa. Parabéns Broncos!

Mas por favor, não me falem em Coldplay, putz! Essa banda me faz pegar no sono. O que estavam fazendo lá no Super Bowl?

Voltando ao jogo, os Broncos mereceram a vitória, curto o QB longilíneo e sem cintura “Peytão da massa” (Peyton Manning / #18), mas no meu ponto de vista o resultado veio mais em função da grande atuação de Von Miller (outro LB dos mais phoda da liga) e seus cumpadres demolidores de defesa. Aquele TD fail no começo também deve ter abalado psicologicamente o time do Panthers, que aliás, enfronhou-se totalmente e não reagiu em tempo e nem a altura de sua vibe thunder-mother-fucker que vimos durante toda essa temporada. Temporada de ouro, quando perdeu somente um jogo e ainda para o caquético Atlanta Falcons. Será que o cavalo encilhado já passou. Teremos esse mesmo Panthers em 2017?

Ontem voltamos a ver o velho Cam Newton pipocando em campo outras vez. Sem grandes lançamentos, sem suas gracinhas a lá superman, nem os deboches, sem suas corridas fantásticas e sem a distribuição de bolas para a mesma garotinha de tranças do inferno (sim, foram dois jogos em que aquela mesma menina ganhou a bola do TD – vou entrar com um recurso na federação e requerer uma das bolas para mim).
Achei que essa Cam “amarelão” era coisa do passado já. Mas não! Uma pena.

Por merecimento, esse Super Bowl seria antecipadamente entregue via Sedex ao time do Panthers. Soaria a campainha da casa do Cam Newton, ele metendo uma biritinha e fazendo um barbecue lá no pátio junto com o Norton, Oher, Olsen, Davis e o Kuenchly, e de espátula na mão e de avental abriria a porta e lá estaria o troféu Vince Lombarde num pacote bem embrulhado, entregue depois de assinar um boleto da FedEx. Simples assim.
Pô, esse time fez o impensável, no começo da temporada jamais alguém iria dizer que ganhariam 15 de 16 jogos normais e muito menos de que chegariam a final da NFL. Não vi nada daquele “futebol” apresentado durante o ano, nada daquelas estatísticas incríveis sairam da cartola, foram apáticos ontem, um coelho gordo e sonolento é que surgiu de mágica.

Enfim, felicidades aos xerife Payton Manning e seus asseclas de Denver Broncos, ganharam jogando limpo e com categoria. Merecido! Se ele vai se aposentar agora ou não, pouco importa, com certeza já escreveu com tinta de ouro as suas linhas na história do futebol americano.

*Mas o que era aquela mulher emplastificada, cheia do botox na cara (parecia um peixe), representante do alto escalão do Broncos na hora de receberem o troféu?

 

campeaoNFL50

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

superbowl50_08

 

 

 

 

 

 

superbowl50_03

 

 

 

 

 

 

superbowl50_02

 

 

 

 

 

 

 

superbowl50_06

 

 

 

 

 

 

 

superbowl50_07superbowl50_09

 

 

 

 

É hoje!!!!!

Normalmente não há post algum pela manhã, muito menos em um dia de domingo, mas but…. tudo bem, hoje é por uma boa causa, é dia de Super Bowl 50. Então fica aqui o recado e o aviso para não perder esse jogaço.
Reúna seus amigos (sim, vamos fazer isso), ponha umas biras para gelar agora de manhã ainda, arrume alguns petiscos, um sofá ou poltrona bem confortável e pode até mandar ver num drinking-game com os comentários “extras” do Paulo Antunes mais tarde, mas o que importa mesmo é a função de assistir a decisão da NFL entre Carolina Panthers x Denver Broncos (Cam Newton x Peyton Manning).

….

21h00 – Futebol Americano / NFL – Super Bowl 50:
Denver Broncos x Carolina Panthers – ESPN e WatchESPN

….

*Ah! Para terminar faltou apenas dizer… GO PANTHERS!!!

E porque?
Simplesmente por os Panthers tem um QB negro e ele usa o úmero “1” em sua jersey (acho isso muito afudê num QB), de certa forma é ainda um novato, corre muito com a bola (aliás, tem até porte físico para WD ou RB também), está cotado para ser o MVP do ano, seu time é muito bom e teve uma ótima campanha o ano todo (1 derrota apenas), tem um técnico de origem latina – Ron Rivera, porque tenho uma jersey do Luke Kuechly (#59 – um dos melhores LB de “toda liga”), eles tem ainda Michael Oher (#73 – o cara de quem fizeram o filme baseado em sua vida “Um sonho possível”, com a Sandra Bullock), eles ainda tem outros ótimos jogadores como: Greg Olsen, Kekvin Bejnamin, Josh Norman, só para citar alguns..) e acima de tudo porque as cores de seu uniforme são preta, azul e branca, que lembra e muito a do meu time do Grêmio!!!!

 

flyer_NFL50_hoje