Conheça a origem desses 4 personagens de lendas infantis

As crianças costumam acreditar em certos personagens que os auxiliam a passar por momentos difíceis ou a marcar datas importantes. Mas você já imaginou de onde vieram as histórias da fada do dente e do coelhinho da Páscoa? Neste texto, contamos a origem de quatro destes mitos.

1. Fada do dente
A lenda da fada do dente é mais recente do que talvez você imagine. A primeira menção à personagem data de 1908, em um artigo encontrado no jornal Chicago Tribune, que recomendava que os pais mencionassem esta generosa fada aos seus filhos para facilitar a troca dos dentes de leite.

Acredita-se que a tradição da fada do dente remeta à cultura dos povos nórdicos, e tenha surgido no século X. Nos Eddas, a coletânea de textos sagrados nórdicos, há o registro de uma tradição chamada “tand-fe” (que pode ser traduzida para “taxa do dente”). Segundo este costume, os pais pagavam uma taxa às crianças quando elas perdiam o primeiro dente de leite.

O primeiro dente, aliás, era considerado valioso e capaz de trazer boa sorte. Inclusive, os guerreiros faziam colares dos dentes para protegê-los e ostentá-los para os outros.

2. Bicho papão
O assustador bicho papão faz parte de uma série de mitos que costumam ser usados para manter o comportamento das crianças. Ele aparece com outros nomes em diferentes culturas – como Boogie Man, Krampus, El Coco, Old Hag, Baba Yaga – mas basicamente é a mesma criatura em várias versões. Sua origem estaria na folclore ibérico, mas também é visto em outros lugares.

Entre as crianças, ele funciona como a personificação do medo – por isso, ao conhecê-lo, fica mais fácil dominá-lo e ser protegido. O “papão” do nome deixa claro: ele seria um monstro comedor de crianças, e só desistiria de fazer isto quando se depara com pequenos bem obedientes.

3. Coelho da Páscoa
Agora uma das lendas mais queridas das crianças: a do lindo coelhinho de orelhas compridas e cauda de algodão que visita suas casas no domingo de Páscoa para deixar ovos coloridos. Mesmo que esteja associado a uma data religiosa, o coelho da Páscoa tem origens pagãs.

Quem conhece a Bíblia sabe que não tem nenhuma menção a um coelho que aparece no dia da ressurreição de Jesus Cristo. O animal deriva do festival de Eostre, uma tradição pagã em que se louvava a deusa Ostera, símbolo da fertilidade e da primavera nas mitologias anglo-saxã, nórdica e germânica.

A deusa era representada pelo símbolo do coelho, que, por sua vez, é associado à fertilidade por conta de sua alta taxa de reprodução. O coelho da Páscoa teria chegado à América em 1700, junto a imigrantes alemães que vieram para a Pensilvânia, nos Estados Unidos, e passaram a cultuar o mito.

4. Papai Noel
Já o amado Papai Noel remete ao século III, quando viveu São Nicolau, o padroeiro das crianças. Acredita-se que ele tenha nascido por volta de 280 d.C., na Turquia. Muito admirado por sua piedade e bondade, ele seria de família rica, mas teria doado todos os seus bens e passado a viajar para ajudar os doentes e os pobres.

Sua popularidade se espalhou com o tempo e ele passou a ser conhecido como protetor das crianças e dos marinheiros. Sua data comemorativa é 6 de dezembro, dia de sua morte. O culto a São Nicolau sobreviveu à Reforma Protestante, período em que a veneração aos santos foi fortemente desencorajada.

Já o nome em inglês do Papai Noel, Santa Claus, deriva do apelido holandês de São Nicolau, que era “Sinter Klaas”, forma abreviada do seu nome “Sint Nikolaas”. Já o Noel que usamos no Brasil vem do francês, língua em que “Noël” é a palavra usada para Natal.

*Por Maura Martins 
…………………………………………………………………..
*Fonte: megacurioso

Remake de “Toy Story 3 IRL” é ridiculamente impressionante

Dois irmãos passaram 8 anos recriando ‘Toy Story 3‘ para filmar com brinquedos reais, documentaram todo o processo e lançaram a versão final no último dia 25.

Mason e Morgan McGrew, de Ankeny, Iowa, cresceram com os filmes ‘Toy Story‘ e passaram quase uma década reproduzindo seu filme favorito da Pixar, quadro a quadro, usando brinquedos de plástico, adereços de papel e madeira.

Os irmãos publicaram o filme, que dura exatamente uma hora, 39 minutos e 43 segundos, no YouTube em 25 de janeiro. O remake, agora viral, foi gravado exclusivamente por aparelhos de celulares e começou com um amor compartilhado pelo filme, uma ideia de tentar dar vida a uma cena, e se tornou este épico para todos. Além, claro, de ganhar aprovação, em 2018, da Disney/PIXAR.

*Por Julio Maraes

 

…………………………………………………………….
*Fonte: updateordie

Bizarro e bonito: artista cria versões assustadoras de personagens famosos

O artista australiano Wil Hughes resolveu dar seu toque particular a personagens famosos que marcaram a infância de muita gente, seja na TV, no cinema, na literatura ou em outras formas de entretenimento.

O diferencial de seus trabalhos, no entanto, é o fato de que eles acabam se transformando em versões sombrias e assustadoras de rostos que já nos são familiares. Com texturas marcantes e um sombreamento perfeito, Hughes consegue colocar nas imagens que cria um realismo que mexe com os brios de quem encara cada imagem por alguns segundos. Confira o trabalho dele abaixo.

…………………………………………..
*Fonte: megacurioso

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A filosofia real por trás das lições de 10 mestres da cultura pop

Estes gurus da ficção lutam, protegem e, acima de tudo, ensinam. O que você não sabia é que estes ensinamentos têm base em correntes de pensamento do mundo real. Vista seu uniforme de gafanhoto e descubra de onde vêm as ideias que guiam os heróis

 

MESTRE YODA (Star Wars)

Frase: “O medo é o caminho para o lado sombrio. O medo leva à raiva, a raiva leva ao ódio, o ódio leva ao sofrimento”

Corrente filosófica: Estoicismo. Assim como Yoda, o pensador Sêneca defendia que uma ira desmedida acaba em loucura. Por isso, a ira deve ser evitada para conservar não apenas o autodomínio mas também a própria saúde. Em resumo, a reflexão de Yoda ensina a ter paciência e coragem para aceitar que não temos o controle sobre todas as coisas

Frase: “Muitas das verdades que temos dependem do nosso ponto de vista”

Corrente filosófica: Relativismo.É uma questão de interpretação, sugere o mestre Jedi. Segundo o filósofo Immanuel Kant, a realidade não é o que realmente é, mas como nós a enxergamos. Ou seja, a lição dessa concepção, que encara os fatos como sendo discutíveis, é que ninguém pode ser dono da razão

Frase: “Que a Força esteja com você”

Corrente filosófica: Taoísmo. Mencionada desde o primeiro Star Wars, a Força é um poder metafísico que envolve e liga todas as coisas vivas, é a energia pura. Seu conceito é semelhante ao princípio yin e yang, de polos opostos que equilibram o Universo – nos filmes, os lados claro e escuro. A Força auxiliou a ambos, os bons e os maus, enquanto competiam por poder. Obs.: para o cristianismo, é inconcebível pensar que essa força seja Deus. A Bíblia diz que Nele “não há mudança nem sombra” (Tiago 1:17)

 

MESTRE SPLINTER (Tartarugas Ninja)

Frase: “Não existe um monstro mais perigoso do que a falta de compaixão”

Corrente filosófica: Budismo. Máxima do Dalai Lama (saiba mais na página 41), o senso de preocupação com os outros beneficiaria a nós mesmos, pois segundo sua doutrina, ao ajudar alguém, a mente se amplia e os próprios problemas perdem a capacidade de afligir. A anulação desse sentimento, por outro lado, destruiria o caráter humano

Frase: “A morte vem para todos nós, mas muito pior é morrer sem honra”

Correntes filosóficas: Confucionismo e budismo. Para Splinter, assim como para os samurais seguidores do bushido (o código de ética desses guerreiros para viver com virtude), a honra era tudo, mesmo após a morte. A falta dela implicaria na traição aos princípios da justiça e da lealdade e o único jeito de recuperá-la seria se o desonrado cometesse suicídio. Em japonês, o termo haraquiri significa “cortar a barriga” e é a expressão mais nobre para esse tipo de suicídio

 

MESTRE DOS MAGOS (Caverna do Dragão)

Frase: “A resposta não está no poder de alguém, ela está no íntimo de cada um de vocês”

Corrente filosófica: Hegelianismo. O baixinho poderia ser o avatar do filósofo alemão Hegel, que afirmou que não é seu cargo ou posição que dá poder a você, mas sim a sua autonomia. Ou seja, é da sua capacidade de escolha que vem a possibilidade de agir. Portanto, é preciso ter valores sólidos para que a decisão seja bem tomada. Quanto mais bem resolvido por dentro, mais poderoso você é

Frase: “O lar é o reflexo do coração”

Corrente filosófica: Taoísmo.A casa mostra como está o astral de quem vive nela. É o que prega a arte milenar chinesa Feng Shui, que busca o equilíbrio emocional das pessoas com o mundo físico. No livro Zang Shu, do mestre taoísta Guo Pu, a mente e os sentimentos provocam estímulos externos que determinam a maneira de viver

 

PROFESSOR ALVO DUMBLEDORE (Harry Potter)

Frase: “Claro que está acontecendo em sua mente, mas porque isso significa que não é real?”

Corrente filosófica: Platonismo.Nesse diálogo com Harry Potter, fica claro que a noção de realidade do diretor de Hogwarts é a mesma que existia na Grécia antiga, na obra de Platão. Para esse filósofo, o que se capta pelos sentidos é apenas uma fração da própria realidade, que consiste na imaginação. Assim, o mundo real deveria ser interpretado como uma representação

Frase: “Não vale a pena mergulhar nos sonhos e se esquecer de viver”

Corrente filosófica: Mobilismo.Segundo o filósofo grego Heráclito, sonhos só seriam relevantes quando capazes de colocar o inconsciente em estado de vigília, isto é, em sintonia com a própria realidade. Sonhar serviria, portanto, para treinar o cérebro humano a reagir, quando acordado, a situações atípicas

Frase: “Não tenha pena dos mortos, Harry. Tenha pena dos vivos, e acima de tudo daqueles que vivem sem amor”

Correntes filosóficas:Platonismo e epicurismo.Dumbledore só poderia ser grego! Assim como ele, o filósofo ateniense Epicuro enxergava a morte sem drama. Para ele, a vida seria um conjunto de átomos que se dissolveriam para, mais tarde, se reunir e criar novos seres. Já Platão considerava a vida sem amor uma existência vazia e sem plenitude de espírito.

 

PROFESSOR CHARLES XAVIER (X-Men)

Frase: “A humanidade não é ruim, está apenas desinformada”

Corrente filosófica: Iluminismo.Xavier acredita que os seres humanos têm medo dos mutantes e até os odeiam por preconceito e superstição. O filósofo suíço Jean-Jacques Rousseau sempre defendeu que o homem é bom em essência, mas que a vida civilizada o induz à maldade por meio de normas que o afastam de sentir a liberdade e questionar suas infinitas formas de expressão

Frase: “Por pior que pareça, essa dor te deixará mais forte”

Corrente filosófica: Existencialismo.Coincidência ou não, a reflexão de Xavier corresponde à famosa frase”O que não causa a minha morte me deixa mais forte”, do filósofo alemão Friedrich Nietzsche. Contrário à opinião de que o sofrimento é ruim, Nietzsche defendia que sem dor não haveria como treinar a resistência para alcançar o sucesso

 

RAFIKI (O Rei Leão)

Frase: “O passado pode doer, mas, do jeito que eu vejo, você pode fugir dele ou aprender com ele”

Corrente filosófica: Existencialismo.Pois não é que o macaco tem razão? Para o filósofo Nietzsche, por mais que se queira planejar o futuro, é impossível modificar o passado. Com isso, ensina-se que, quando não se aceita a passagem do tempo, ele é capaz de nos “aprisionar”

Frase: “Para conseguir o que quer, você deve olhar além do que você vê”

Corrente filosófica: Platonismo.Em O Rei Leão 3, foi a vez de o suricate Timão se consultar com o símio. Para ele, o conselho veio da filosofia de Platão, que buscou mostrar que, para enxergar a realidade material, é necessário ultrapassar os próprios sentidos e encarar o visível com com a percepção mental

 

GANDALF (O Senhor dos Anéis, O Hobbit)

Frase: “Você pode encontrar as coisas que perdeu, mas nunca as que abandonou”

Corrente filosófica: Platonismo.A frase do mago eremita caberia na fábula Os Viajantes e o Urso, do escritor da Grécia antiga Esopo. Nela, o abandono é retratado como uma prova para se testar a sinceridade e a amizade. O motivo? Para ele, quando alguém que está junto se perde pelo caminho, a solidão é superável, mas, quando uns aos outros se abandonam, na verdade abandonam a si mesmos. Quem age com indiferença não deve se surpreender se os outros o esquecem

Frase: “Para os olhos tortos, a realidade pode ter um rosto desvirtuado”

Corrente filosófica: Idealismo.O filósofo irlandês George Berkeley desenvolveu uma reflexão que afirma que todo conhecimento provém dos sentidos. Assim, a existência das coisas nada mais é do que a percepção que se tem dessa existência. Então toda a realidade material restringe-se à ideia que se faz das coisas, sejam elas boas ou más

Frase: “A jornada não acaba aqui. A morte é apenas um outro caminho”

Corrente filosófica: Agostinismo.Segundo o papa Francisco, seguidor da filosofia de Santo Agostinho, se a morte for entendida como o fim de tudo, transforma-se em ameaça. Afeta qualquer sonho, qualquer perspectiva. Portanto, para ele, a morte é como uma porta que deve ser atravessada com fé e amor numa continuidade feliz e sem fim

 

SENHOR MIYAGI (Karatê Kid)

Frase: “Não existe mau aluno, só mau professor. Professor diz, aluno faz”

Corrente filosófica: Antropocentrismo.”Um mestre inspira e anima ideias”, diria o filósofo holandês Erasmo de Roterdã. Desse ponto de vista, ser um bom professor seria elevar a condição coletiva. É por isso que não se deve confundir ensinar com regrar. Regras estariam ligadas à hierarquia, diferentemente de ensino, que teria como base a admiração e o respeito

Frase: “Para uma pessoa sem perdão no coração, viver é pior que morrer”

Corrente filosófica: Existencialismo.Revide o inimigo de outra maneira! Segundo o filósofo Jean-Paul Sartre, perdoar é cessar de odiar, em vez de anular ou apagar a ofensa cometida. Sendo assim, o perdão emerge como a possibilidade de romper o processo da mágoa. Sem ele, o ofendido jamais conseguirá prosseguir em paz

 

MORPHEUS (Matrix)

Frase: “Há uma grande diferença entre conhecer o caminho e trilhar o caminho”

Corrente filosófica: Taoísmo.Um ajuda a ganhar a vida, o outro a construí-la. O filósofo chinês Lin Yutang afirmava que o conhecimento está ligado diretamente à percepção, pois se trata de tudo aquilo que recebemos do mundo exterior para dentro de nós. Já o “trilhar” seria a sabedoria, ou seja, o conhecimento que foi posto em prática e assimilado

Frase: “Não pense que é capaz. Saiba que é”

Corrente filosófica: Aristotelismo.Para poder ilustrar a mensagem de Morpheus, vale recorrer à filosofia de Aristóteles, que defendia que, quando se duvida da própria capacidade, demonstra-se insegurança e incerteza. Com isso, o resultado tende a dar errado, fica incerto. Já quando estamos 100% seguros, o resultado sai como queremos.

 

SEU MADRUGA (Chaves)

Frase:“Não existe trabalho ruim. Ruim é ter de trabalhar”

Corrente filosófica:Pluralismo. O filósofo grego Demócrito diria a mesma coisa. Sobrecarregar a agenda equivaleria a sobrecarregar o espírito de angústia. Eliminar as tarefas penosas que nos impomos é vital para ter “euthymia” – grego para “paz de espírito”

Frase:“A vingança nunca é plena. Mata a alma e a envenena”

Corrente filosófica:Estoicismo. Entre todos os pensadores, o que melhor refletiu sobre a vingança foi o neoestoico Lúcio Sêneca. Para ele, dar o troco é um ato condenável, pois, além de fazer com que a injúria sofrida se estenda para causar mais dor, provoca desejos perversos e uma falsa sensação de consolo no vingador

…………………………………….

 

ioda

 

 

 

 

 

*Fonte: munsdoestranho
FONTES Livros Super-Heróis e a Filosofia, de Matt Morris e Tom Morris, A Arte da Guerra, de Sun Tzu, Entre Quatro Paredes e O Ser e o Nada, de Jean-Paul Sartre, O Poder dos Quietos, de Susan Cain, The Optimism Bias, de Tali Sharot, Manual de Limpeza de um Monge Budista, de Keisuke Matsumoto; site Diário do Centro do Mundo; e programa Academia CBN, da rádio CBN, com o filósofo Mario Sergio Cortella
CONSULTORIA Luciana Félix, professora de filosofia e mitologia greco-romana da Escola Superior de Direito Constitucional