Arquivo da tag: piloto

Courtney Force gets 100th pro win by a woman


Banjogirl Maio de 2017

Com o clima e a temperatura de inverno definitivamente chegando por aqui, nada melhor do que esquentarmos as coisas com imagens da Banjogirl de Maio de 2017,  Courtney Force. Nascida em 20/06/1988, essa bela loira é piloto profissional de dragster nas competições americanas da NHRA, da qual faz parte da equipe de seu pai, a John Force Racing (um assunto bem sério de família , esse tipo de competições). Então aqui temos a delicadeza da mulher moderna se dando muito bem num esporte tido como muito perigoso e que até há pouco tempo, era território quase que exclusivo masculino.

Cortney é casada com Graham Rahal que é filho de Bobby Rahal, o vencedeor da prova das 500 milhas de Indianápolis, em 1986. Ou seja, tudo fica no mesmo campo de atuação.

Saudações a nossa guerreira do asfalto, Courtney Force – Banjogirl de maio de 2017.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Homenagens para Nicky Hyden

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

*Capacete do Maverick Viñales #25 – atual lider do MOTOGP 2017 – com a sua homenagem a Nicky Hyden #69

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

*Nicky com a moto do atual campeão do AMA Motocross (EUA) – Ken Roczen #94

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

*Homenagem da Troy Lee Design

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

*Homenagem de Broc Tickle #20

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

*homenagem da Honda Team

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

*Foto de Nicky quando de seu título da Moto GP2006

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

*Nicky Hyden -Um grande piloto desde pequeno!


Nicky Hayden – 1981-2017 (R.I.P.)

Nascido em 30 de julho de 1981 em Owensbro, no Kentucky, Nicky Hayden é o último piloto norte-americano campeão mundial da MotoGP e vem de uma família de pilotos de motocicletas nos EUA, cuja trajetória teve início com seus pais, Earl e Rose Hayden, que corriam de moto na terra. Os irmãos Tommy, Jenny, Nicky, Roger e Kathleen também seguiram os passos dos pais e desde de muito cedo se aventuraram nas ruas rodas. Daí a explicação para a paixão pelo esporte. Além de Nicky, seus dois irmãos, Tommy e Roger, também se tornaram pilotos profissionais, além dos primos Frankie Lee Gillim e Hayde Gillim.

Inicialmente, a principal fonte de renda da família era uma concessionária de veículos usados de Earl. Porém, à medida que os meninos foram correndo atrás de novas oportunidades no motociclismo, a família passou a viajar atrás das competições. E Nicky acabou a adotando o icônico número 69 graças ao seu pai, que dizia: “Eu caía tanto que precisava de um número que desse para ver de ponta cabeça”.

Ao contrário de muitos pilotos que chegam à classe rainha por meio das categorias menores do próprio Mundial de Motovelocidade, Nicky construiu uma carreira nos campeonatos norte-americanos antes de aportar na Europa.

Aos 16 anos em 1997, quando pode se tornar profissional, Nicky seguiu a trajetória de seu irmão mais velho, Tommy, e ingressou no campeonato norte-americano de superbike, ganhando os holofotes por si próprio. Dois anos mais tarde, Hayden se tornou campeão do AMA Supersport 600 com a Honda.

Ainda nos Estados Unidos, Hayden foi campeão do AMA Superbike apenas três temporadas depois, em 2002, além de ter feito o início da sua carreira internacional com sua estreia no Mundial de Superbike, na rodada caseira de Laguna Seca. Era a transição para o Mundial de Motovelocidade. Contratado para defender a equipe de fábrica da Honda, o norte-americano fez sua estreia na MotoGP em 2003, tendo um primeiro ano bastante positivo, terminando em quinto lugar com a equipe de fábrica após conquistar dois pódios.

A carreira do americano evoluiu ao longo dos anos: em 2005, veio a primeira vitória na MotoGP, e logo em casa: com direito a pole em Laguna Seca, Hayden subiu ao topo do pódio pela primeira vez em 10 de julho. Além da vitória na Califórnia, o piloto faturou ainda outros cinco pódios e duas poles para terminar em terceiro lugar.

Mas o melhor estava por vir. 2006 foi o grande ano da carreira de Nicky Hayden. Em disputa direta com Valentino Rossi, o norte-americano conquistou o título mundial daquela temporada mesmo vencendo menos corridas em relação ao ‘Doutor’: foram dois triunfos de Hayden contra cinco de Rossi. No entanto, a consistência do americano da Honda e a regularidade foram decisivos para que ele conquistasse sua maior glória na carreira.

Nicky ficou mais duas temporadas na esquadra japonesa antes de, em 2009, assinar contrato com a Ducati de fábrica. Pela equipe italiana, o norte-americano disputou outros cinco campeonatos, tendo o italiano multicampeão do Mundial como companheiro em duas temporadas. Sem sucesso com a difícil moto de Borgo Panigale, Hayden ainda correr na pequena Aspar, satélite da Honda, entre 2014 e 2015, quando decidiu deixar o Mundial para competir pelo time da montadora japonesa no Mundial de Superbike. Antes, o norte-americano ganhou do Mundial o título de lenda da MotoGP.

No ano passado, Hayden encerrou um jejum que durava desde 2006 e voltou a vencer. Foi na segunda corrida da Superbike em Sepang, na Malásia. Nicky terminou aquele campeonato em quinto, com 248 pontos.

Também em 2016, o norte-americano fez sua participação derradeira na MotoGP. Primeiro foi chamado para substituir Jack Miller no GP de Aragão. E, depois, entrou no lugar de Dani Pedrosa, que se recuperava de lesão, no time de fábrica da Honda no GP da Austrália, em Phillip Island.

Neste ano, Hayden seguia com a Honda na Superbike. No último fim de semana, o piloto disputou a rodada de Ímola. Nicky não terminou a primeira corrida, mas completou a segunda em 12º. O #69 ocupava a 13ª colocação no campeonato, com 40 pontos.

Hayden ficou conhecido ao longo de sua carreira pelo apelido de ‘The Kentucky Kid’ e tinha muito respeito de seus colegas de grid e amigos. Era famoso por ter uma personalidade tranquila e amável. Nicky perdeu a vida depois de um acidente enquanto treinava de bicicleta na região de Rimini, norte da Itália. Um carro o atingiu, provocando diversas lesões.

A comunidade do esporte a motor no mundo lamenta a perda do campeão.

 

………………………………………………………….
*Fonte: grandepremio

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Piloto de motos Nicky Hayden é atropelado por carro enquanto andava de bicicleta

O piloto americano de motos Nicky Hayden foi atropelado por um carro enquanto andava de bicicleta em Rimini, na Itália. Campeão mundial de MotoGP em 2006, o Hayden compete atualmente o Mundial de Superbike pela equipe Red Bull Honda.

O estado do piloto, que tem 35 anos, é grave, com o sofrimento de traumatismos pelo corpo, disse o jornal “Rimini Today”.

De acordo com a organização do Mundial de Superbike, o piloto foi levado para uma hospital local. O americano fazia o treinamento físico com bicicleta para a próxima corrida, marcada para este final de semana, em Rimini.

“Dedos cruzados para Nicky Hayden”, disse a MotoGP em seu Twitter oficial.

 

………………………………………..

 
A situação de Nicky Hayden está «estável», mas o piloto norte-americano mantém um quadro clinico de «extrema gravidade», de acordo com a última informação médica.

O Hospital Bufalini de Cesena fez um comunicado na manhã desta sexta-feira em que não regista evoluções relativamente à véspera.

«A situação é estável. O quadro clínico permanece de extrema gravidade e em relação ao dia anterior não há variações», relata a «Gazzetta dello Sport».

 

………………………………………..
*Fontes: G1  / autoportal

Banjoman: *Mais uma triste notícia dessa semana cinzenta.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


ALWAY5 RYAN DUNGEY


Ryan Villopoto – Life After Racing (Racer X Films)


Dale Earnhardt Jr. anuncia aposentadoria da NASCAR ao fim de 2017

Considerado o piloto mais popular da NASCAR na atualidade, Dale Earnhardt Jr deixará a categoria ao término da temporada de 2017, anunciou sua equipe, a Hendrick Motorsports, na manhã desta terça-feira (25).

Earnhardt, que completará 43 anos em outubro, afirmou no início da temporada que gostaria de esperar por alguns meses para decidir se renovaria seu contrato ou não.

Ele perdeu a segunda metade da temporada de 2016 enquanto se recuperava de sintomas de concussão. Em sua 18ª temporada na divisão principal da NASCAR, ele completou 600 largadas em março, na etapa de Fontana.

Dale Jr fará sua última prova na Cup no dia 19 de novembro, no encerramento da temporada, em Homestead, em Miami. Em comunicado, a Hendrick Motorsports afirmou que anunciará seus pilotos para 2018, incluindo o substituto de Earnhardt, em uma data posterior.

Nascido em Kannapolis, na Carolina do Norte, Dale Jr conquistou 26 vitórias na principal divisão da NASCAR, incluindo duas conquistas nas 500 Milhas de Daytona, em 2004 e 2014. Ele também possui 13 pole positions e oito vitórias em provas que não contabilizam pontos para o campeonato.

Earnhardt conquistou o prêmio de “piloto mais popular da NASCAR” por 14 temporadas consecutivas. Ele nunca venceu o título da série principal, mas foi duas vezes campeão da categoria que hoje é conhecida como Xfinity Series. Desde a criação dos playoffs, Dale Jr se classificou por oito vezes.

O piloto seguiu o caminho de seu lendário pai, Dale Earnhardt, que conquistou sete títulos e venceu 76 corridas, e de seu avô, Ralph Earnhardt – ambos os pilotos foram incluídos na lista de 50 maiores pilotos da história da NASCAR.

 

…………………………………………………………….
*Fonte: brmotorsport

 


Franco Morbidelli – II

Piloto bom também se atreve fora de sua área de conforto. Prova disso é Franco Morbidelli encarando de boas um off-road.
Confira as imagens abaixo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Franco Morbidelli

O piloto ítalo-brasileiro Franco Morbidelli #21 (Roma, 04/12/1994) que participa na categoria da Moto2 com a equipe Marc VDS e exibe com orgulho uma pintura em seu capacete com as bandeiras da Itália e do Brasil, nas duas provas do mundial desse ano, venceu ambas. Segue líder do campeonato.

O piloto é oriundo da escola de pilotagem de Valentino Rossi. Mais um ponto em favor de Morbidelli que assim também leva o nosso selo aprovação “Força & Glória” Banjomanbold. Keep on rock!

>> Estamos contigo!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Primeiro Grande Prémio 2013 – RSM
Primeira pole position 2017 – QAT
Primeira volta mais rápida de corrida 2015 – GER
Primeiro pódio 2015 – INP
Primeira vitória em Grande Prémio 2017 – QAT
Vitórias em Grandes Prémios 2
2º Lugares 4
3º Lugares 5
Pódios 11
Poles 1
Volta mais rápida de corrida 6
Campeonatos do Mundo 0

Jorge Negretti – Yamaha Lander – Descida das escadas de Santos / SP


AJ Stuntz – The 6-Year-Old Stunt Rider


Guy Martin ReTTurns – Isle of Man TT 2017


Ashley Fiolek Interview 2017

http://dai.ly/x59kiaa


Ken Block’s Car fails and crash 2


Driven Series | Ken Block EP 1


Mecânica avançada – 5 (aula de pilotagem)

cursodepilotagem


Brad Keselowski – Ford #2

O Banjomanbold não tem essa de ficar em cima do muro, aqui a torcida é forte e sempre por alguém., nada de vaselinagem.

E no caso da NASCAR que agora está começando a etapa final com a definição do chase de 2016, estamos com o piloto Brad Keselowski (Ford – #2), que além de ser um baita piloto, temum dos carros mais legais (já foi campeão uma vez, no último ano da Dodge), também sabe ser sacana na pista quando é necessário. Um dos pouco que não tem rodas pretas no carro, podem observar.

*OBS: Na NASCAR o que importa é o piloto, o carro e o seu número, o patrocinador pode mudar de prova para prova, que tanto faz.
Mas a pintura oficial e terma na maioria das provas é essa toda branca, na primeira imagem abaixo, aliás, eu não gosto nem um pouco. Sou mais do tempo em que ele corria com o Dodge todo azul e um copo de cerveja gigante na porta…rsrssrsr
Quanto aos temas deste ano, o que eu mais curti foi o azul claro/preto (“Detroit” – nas fotos abaixo).

Keep on rock Brad!  –   #tamujuntonochase

 

bradcar_01

 

 

 

 

 

 

 

 

bradcar_09

 

 

 

 

 

 

 

 

bradcar_08

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

bradcar_05

 

 

 

 

 

bradcar_11

 

 

 

 

 

 

bradcar_12

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

bradcar_04

 

 

 

 

 

 

bradcar_06

 

 

 

 

 

bradcar_14


Ken Block’s GYMKHANA NINE: Raw Industrial Playground


O sonho de consumo de muita gente que conheço

telagamescaseira


SHEENE – Barry Sheene Movie Official Teaser


Monster Energy: Ken Block’s Tokyo Experience


Steve McQueen

car_actors1


ôps! Acho que apertei o botão errado…

bancoejetor


Trailer Ayrton Senna Documentário 2010


NASCAR Richard Petty – Plymouth Belvedere GTX


Inaugurado museu de Marco Simoncelli

Recentemente foi inaugurado um museu sobre a vida do piloto italiano Marco Simoncelliem, em Coriano, cidade natal de Marco. Neste fim de semana, os pais do piloto e outras autoridades estiverem presentes por lá, levantando um monumento simples com o “58 eterno” e uma galeria cheia de material original.

No Museu Marco Simoncelli, você encontrará desde as mini motos ou karts do começo de sua carreira no mundo da velocidade, passando por todo o material do título do piloto italiano na categoria 250 cc e até mesmo outras curiosidades, como as roupas que Simoncelli usava em todas as corridas, inclusive as roupas que ficam por baixo do macacão.
Para quem for viajar para a Itália e passar pela província de Rimini, visita obrigatória, já que um campeão como Marco Simoncelli não pode cair no esquecimento, mas sim sempre ser lembrado pelos feitos realizados.

*Fonte: BestRiders

Museu-Marco-Simoncelli-01

Museu-Marco-Simoncelli-02