Red Hot Chili Peppers toca em dois dos maiores programas da TV americana no mesmo dia; confira as apresentações

A sexta-feira, 1o. de abril trouxe além do lançamento do novo álbum do Red Hot Chili Peppers, Unlimited Love, outro marco importante: A banda da Califórnia tocou em dois dos maiores programas da TV americana: The Tonight Show Starring Jimmy Fallon e Jimmy Kimmel Live!

Por conta da data de 1o. de Abril (em inglês, April Fool’s Day), os 2 apresentadores trocaram de programas. Jimmy Fallon apresentou o programa de Jimmy Kimmel e vice versa.

Logo abaixo, você pode conferir as performances do Red Hot Chili Peppers: “These Are The Ways” foi tocada no Jimmy Kimmel Live! enquanto “Black Summer” no The Tonight Show Starring Jimmy Fallon.

A banda ainda homenageou o baterista Taylor Hawkins do Foo Fighters que faleceu na última sexta-feira, com seu nome estampado no bumbo do baterista Chad Smith em ambas as apresentações.

Unlimited Love é o primeiro álbum com o guitarrista John Frusciante desde 2006. Veja as duas apresentações:

*Por Daniel Dytyler
………………………………………………………………
*Fonte: wikimetal

Red Hot Chili Peppers lança novo álbum, “Unlimited Love”. Ouça com todas as letras!

Disco marca o retorno de John Frusciante à guitarra da banda

O Red Hot Chili Peppers lançou, nesta sexta-feira (1), o seu novo e aguardado álbum, “Unlimited Love”. O disco marca o retorno de John Frusciante à guitarra da banda, assim como Rick Rubin na produção das faixas.

Com uma tracklist que reúne um total de 17 canções inéditas, o novo trabalho já tem dois singles: “Black Summer” e “These Are The Ways”. O décimo segundo álbum da carreira dos californianos tem uma turnê mundial agendada, que começará em junho.

Como esperado, o disco tem como forte traço a guitarra de Frusciante que dá o tom com seus riffs e solos. Sua dobradinha com Flea, no baixo, segue bastante inspirada em “Unlimited Love”.

Escute “Unlimited Love” com todas as letras abaixo:

…………………………………………………………………………………..
*Fonte: vagalume

RHCP – a volta de John Frusciante ao grupo

A notícia do mundo do rock que  bombou ontem as redes sociais foi o comunicado  oficial da banda Red Hot Chilli Peppers, de que o guitarrista John Frusciante está de volta ao grupo. Depois que deixou a banda pela segunda vez em 2009 (1988-1992 / 1997-2009), o cargo estava até então nas mãos do guitarrista Josh Klinghoffer.

Membros do Pearl Jam, Guns N’ Roses, RHCP e Foo Fighters se reúnem em supergrupo

Mike McCready, guitarrista do Pearl Jam, promoveu o festival Peak to Sky, no último fim de semana, em Big Sky, Montana.

O evento contou com uma performance de um supergrupo formado pelo próprio McCready, ao lado de Duff McKagan (Guns N’ Roses), Chad Smith e Josh Klinghoffer (Red Hot Chili Peppers), e Taylor Hawkins (Foo Fighters). A cantora Brandi Carlile também participou do encontro.

Os caras interpretaram clássicos do rock, como “Moby Dick”, “Good Times, Bad Times” e “Dazed And Confused”, do Led Zeppelin; “Sweet Emotion”, do Aerosmith, “Under Pressure”, do Queen; e “Ziggy Stardust”, de David Bowie. Confira alguns vídeos a seguir.

……………………………………………………………..
*Fonte: ligadoamusica

Flea fala sobre vício em remédios e drogas em novo editorial para a revista Time

Flea, o baixista do Red Hot Chili Peppers, acaba de escrever um intenso editorial para a Time Magazine falando sobre sua antiga luta contra o vício em medicamentos e drogas.

O texto fez parte da Opioid Diaries, uma série criada pela revista para comentar sobre a gravidade da situação da chamada “crise de opioides” nos Estados Unidos.

“Eu estive envolvido com abuso de substâncias desde o dia em que nasci”, escreveu o músico. “Todos os adultos na minha vida regularmente usavam remédios para esquecer dos problemas, e álcool e drogas estavam por toda parte, o tempo todo”.

Eu comecei a fumar maconha quando tinha onze anos, e então comecei a cheirar, injetar, ingerir, fumar e usar [drogas] ao longo da minha adolescência e até meus vinte e poucos anos.

Flea também comentou sobre como utilizava drogas para lidar com problemas de ansiedade e revelou que só decidiu parar após descobrir que se tornaria pai.

Em seguida, o músico falou sobre como enfrentou novos problemas ao utilizar um remédio que havia sido prescrito pelo seu médico para lidar com uma lesão no braço.

Alguns anos atrás eu quebrei meu braço enquanto fazia snowboard e tive que fazer uma grande cirurgia. Meu médico me curou perfeitamente, e graças a ele eu ainda consigo tocar baixo. Mas ele também me deu dois meses de Oxycontin. O rótulo dizia para tomar quatro por dia. Eu ficava muito chapado quando tomava esse remédio. Ele não só acabava com a minha dor física, como também com todas as minhas emoções. Eu só tomava um por dia, mas eu não estava presente para os meus filhos, meu espírito criativo estava decaindo e eu fiquei depressivo. Eu parei de tomar o remédio após um mês, mas eu poderia ter facilmente conseguido um novo refil.

O baixista comentou que um esforço maior precisa ser feito para monitorar e controlar a prescrição de remédios. “Pessoas perfeitamente sãs ficam viciadas nesses medicamentos e acabam morrendo. Advogados, encanadores, filósofos, celebridades — o vício não se importa com quem você é”.

Vício é uma doença cruel, e a comunidade médica, junto do governo, precisam oferecer ajuda para aqueles que precisam. A vida dói. O mundo é assustador e é mais fácil utilizar drogas que trabalhar tendo dor, ansiedade, injustiça e desapontamento. Mas iniciando com gratidão nos tempos difíceis e valorizando as lições das nossas horas difíceis, nós temos a oportunidade de superar os problemas e nos tornarmos indivíduos mais saudáveis e felizes que vivem acima da forte tentação do vício.

Você pode conferir o texto na íntegra clicando aqui.

Vale lembrar que há alguns dias a viúva de Chris Cornell disse que quando o músico se suicidou, havia tido uma recaída e ingerido um número altíssimo de remédios para dormir. Ela culpou os médicos por dar tantos remédios a alguém que lutava contra o vício neles.

……………………………………………………………
*Fonte: tenhomaisdiscosqueamigos

Red Hot Chilli Rams

A banda Red Hot Chilli Peppers tocou neste final de semana antes do jogo dos Los Angeles Rams contra o Seattle Seahawks. O time dos Rams se mudou para a ciadade de Los Angeles nessa temporada. Abaixo algumas imagens da apresentação da banda com as camisas do time da casa.

 

rhcp_rams2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

rhcp_rams1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

rhcp_rams5

 

 

 

 

 

 

 

 

rhcp_rams3

 

 

 

 

 

 

 

 

rhcp_rams4

Pimentas vermelhas no Rio

Descobri agora esse link para assistir o show inteiro do Red Hot Chili Peppers no tal RiR. Se você for fan dos caras taí uma boa dica, foi um puta show. Flea detona no baixo e o novo guitarrista dá conta do recado na medida.
De minha parte, só sei dizer que até já fui mais fan da banda, agora assisto com um certo ar de distanciamento ou então de tanto faz, atualmente tenho outras bandas em minha lista de favoritas. É o rock baby.

John Frusciante novamente fora do RHCP

John Frusciante confirma através de seu site oficial, que mais uma vez deixa o Red Hot Chilli Peppers.  O guitarrista disse ter tomado a decisão há mais de um ano quando a banda estava parada. “Muito simplesmente, os meus interesses levaram-me numa direcção diferente”, escreveu. A saída do músico, revela ainda, não envolveu quaisquer problemas com Antony Kiedis, Flea ou Chad Smith. Frusciante estaria atualmente mais interessado em seu trabalho a solo, ainda acrescentou que “realmente ama a banda e tudo que fizeram”, mas que agora quer fazer sua própria música. Também menciona que, mesmo com sua saída, ainda mantém uma boa relação com seus ex-companheiros. Por outro lado, a banda parece já ter escolhido um substituto, seria Josh Klinghoffer. Josh além de músico, produtor musical, toca diversos instrumentos, fez turnes com várias bandas e tocou em vários projetos de bandas como: Ataxia, Beck, Butthole Surfers, Golden Shoulders, John Frusciante, Jon Brion, Nine Inch Nails, PJ Harvey, Sparks, that dog., The Bicycle Thief, Thelonious Monster and Vincent Gallo.

John Frusciante
Josh Klinghoffer