Beatles no telhado

Um dos melhores e inesquecíveis momentos dos Beatles para mim é o inusitado show no telhado do prédio da Apple (30 de janeiro de 1969), sei que pode até soar blasfêmia essa afirmação para aqueles grandes fans de carteirinha do Fab Four – que não é o meu caso – mas but, é isso mesmo o que tenho para dizer. Trata-se de uma de minhas mais antigas memórias visuais e sonoras sobre esse tal de rock’n roll, eu chegava perto do meio dia em casa,  de volta da escolinha, piá, jardim de infância (sim, era muito pequeno na época), e seguido assistia trechos desses show num programa de TV. Tem de entender a época, né baby, provavelmente tinham um acervo muito pequeno de vídeos e a coisa tosca era pré-MTV, o programa TRANSASOM – ali na metade dos anos 70. Quanto a esta apresentação no telhado o que me fascina são as músicas básicas e diretas que tocaram, sem muita firulagem, o visual mais rock dos Beatles, o local e o momento escolhidos e da vibe rock’n roll que emanava nesse momento da banda (tem o Billy Preston nos teclados, era para ser o 5º beatle quando voltassem aos shows ao vivo). Tá, tudo bem, nem eram mais uma banda no modo clássico de se dizer, todos estavam muito ricos e famosos, cercados de chupins e puxa-sacos de todas as espécies, já planejando futuras carreiras solo e de certa forma se odiando até, cheios de certezas e verdades em sua capanga, o que torna altamente complexo e inflamável qualquer reunião e junção de idéias com propósitos comuns. Mas esse show do telhado é clássico para mim por isso mesmo. Tem lá o George com uma Telecaster (não era normal isso), ele e o John de tênis Converse (será que a vibe rock desse guides então vem daí….hum???), as roupas, o clima, até um certo astral meio que despedida estava no ar, enfim, todo drama e chalaça que uma banda de rock normalmente vive. Como este meu blog não é um típico blog para se baixar mp3 ou afins, deixo assim mesmo um link para ou outro blog onde vocês poderão encontrar justamente o que me refiro, o áudio e também vídeo desse célebre e inesquecível momento dos Beatles e, porque não dizer, do rock’n roll. Qui-jóia-eu-gostei.

*Confiram AQUI: Beatles no telhado