Como saber se seus amigos são falsos: um teste infalível, por Leandro Karnal

As amizades são um dos tesouros mais preciosos da vida, um dos bens mais valiosos que podemos conquistar.

Os amigos chegam em nossas vidas e nos apresentam para um mundo totalmente novo, em que somos amados, compreendidos e no qual nunca estamos sozinhos. Muitas vezes, essas pessoas nos fazem mais bem do que nossas próprias famílias, porque nos aceitam como somos e estão sempre dispostos a fazer tudo ao seu alcance para que sejamos felizes.

Nós nos tornamos muito íntimos das pessoas que consideramos amigos de verdade, dividimos nossos problemas, preocupações e também celebramos nossas conquistas ao seu lado, porque temos a certeza de que estarão felizes por nós, de que não importa quais sejam suas questões pessoais, elas nunca estarão ruins demais para nos oferecer um sorriso, um abraço.

No entanto, muitas vezes nos enganamos, aproximamos muito de uma pessoa, mostramos a ela nossas vidas e permitimos que esteja sempre por perto, acreditando que deseja o nosso bem e que quer manter nossa amizade em constante evolução, quando na verdade ela não tem boas intenções em seu coração.

Pode desejar nos usar para objetivos egoístas, nos manipular para conseguir o que deseja e até mesmo nos prejudicar apenas para se sentirem melhores consigo mesmas.

Nem sempre é fácil detectar um amigo falso e por isso muitas pessoas podem passar anos em uma amizade tóxica sem perceber.

No entanto, Leandro Karnal nos ensina um teste muito simples que pode nos dizer se a pessoa que tanto estimamos é nossa amiga de verdade. Ele explica melhor o teste no vídeo que mostramos abaixo.

“Uma vida sem amizade é uma vida vazia. Uma vida sem amigos verdadeiros é uma vida desperdiçada”, diz Karnal, e para que possamos preencher nossas vidas apenas com pessoas verdadeiras, precisamos saber diferenciar os diferentes tipos de amizade que existem.

*Assista ao vídeo abaixo e descubra o teste infalível de Karnal:

………………………………………………………………………
*Fonte: osegredo

Fui desafiado a ficar uma semana sem meu celular. Spoiler: eu sobrevivi

O alarme toca. São 7:45 da manhã de um dia de semana normal. Hora de começar a rotina diária: escovar os dentes, tomar café da manhã, tomar banho, me vestir… Mas aí bate aquela vontade incontrolável: verificar se há algo importante na agenda do dia, checar se alguém ligou enquanto eu estava dormindo, enviar uma mensagem, colocar uma música. É instintivo: a mão ganha vida própria, começa a deslizar pela cama procurando por ele. Não tem jeito, preciso dar uma checada no celular. Pronto. Faço todas as tarefas de casa e agora posso começar meu dia. Mas não sem antes colocar o aparelho no bolso.

Assim como muita gente nos dias de hoje, eu não conseguia mais me imaginar sem o smartphone. Nos acostumamos a consultar e comandar nossas vidas pela telinha retangular, seja para trabalhar ou por puro entretenimento. Ouvir músicas, assistir a vídeos, fotografar, ler, checar emails, mandar mensagens e até fazer chamadas por voz, acredite, tem bastante gente que ainda faz ligações. Bom, mas voltando ao assunto, eu não consegui me imaginar sem meu celular. Até que chegou um e-mail (sim, pelo celular), enviado pelo Hypeness, me convidando para um desafio: ficar uma semana sem meu aparelho. À primeira vista pensei: “hashtag tenso”. Mas logo depois comecei a processar melhor a ideia. E pensei: “tenso mesmo!”. Mas decidi aceitar. Afinal, eu estaria munido de vários gadgets enviados pela Samsung: smartwatch, tablet e fones de ouvido sem fio. E esse seriam os únicos aparelhos eletrônicos que eu poderia utilizar. “Beleza, vamos nessa!”: entreguei meu celular para um colega de trabalho e iniciei o desafio.

Dia 1

Claro que é o dia mais difícil. Afinal, você não sabe o que vai acontecer, rola uma ansiedade. Ainda está se acostumando com a ideia. Mas aos poucos vai descobrindo que é sim possível utilizar outros aparelhos eletrônicos para substituir as funções realizadas pelo smartphone. Fui direto para o tablet: um Galaxy Tab S6 que me permitiu realizar a maioria das coisas que costumo fazer durante o dia, não só no trabalho mas também fora dele. Ele vem com uma caneta “mágica”. Explico: para usá-la, não precisa nem encostar na tela, basta fazer movimentos no ar e o tablet os reconhece. Por exemplo, tirar fotos, trocar de música, escrever emails, desenhar, fazer notas. Me senti o próprio Harry Potter com minha varinha mágica. Mas também me diverti utilizando o aparelho para muito mais coisas: fiz chamada de vídeos e assisti meus seriados (a qualidade da tela me surpreendeu). E para terminar o dia, meu lado nerd me convenceu a baixar meu jogo preferido: Fortnite. Fiquei satisfeito com a capacidade de guardar arquivos e processar tudo super rápido.

Dia 3

Comecei a pegar gosto pela nova rotina. Estava feliz por ter completado pouco menos da metade do desafio sem necessidade do meu celular. É curioso como a gente se acostuma com algo e acaba se esquecendo de como era a vida sem isso. E percebemos que fazermos algumas coisas por puro hábito. Já reparou como é chato ficar pegando o celular do bolso toda hora? Ou deixá-lo em cima da mesa durante a refeição. É o suficiente para tirar sua atenção e atrapalhar momentos legais com pessoas que você gosta. E vamos combinar que é super anti-higiênico, né? Foi uma das melhores libertações que tive nesse desafio. O Smartwatch Samsung Galaxy Watch Active2 foi meu companheirão. Não larguei nem um segundo (com o perdão do trocadilho). Com ele eu consegui fazer e receber chamadas telefônicas numa boa. Me senti naqueles filmes futuristas em que as pessoas falam através do relógio. Muito “Black Mirror”. Sem contar que acessei as redes sociais, monitorei meu sono, minhas atividades físicas e stress. Fizesse chuva (ele é resistente à água) ou sol, o Active2 tava lá comigo.

 

Dia 5

Eu descobri que não precisava mais do meu celular. De verdade. E comecei a achar super estranho as pessoas paralisadas na frente da tela. Há tão pouco tempo eu era um deles, mas agora conseguia enxergar um mundo novo (afinal não tinha uma tela na frente na minha cara o tempo todo). Foi fantástico. O auge da minha experiência. Confesso: o desafio já não era mais um desafio. Virou diversão. Eu estava um nojo com meus fones de ouvido Samsung Galaxy Buds Wireless. A mobilidade que ele oferece é sensacional. Poder realizar várias tarefas sem usar as mãos é fascinante. Perguntar ao google várias coisas como previsão do tempo, escutar música onde estiver com som de qualidade, atender ligações sem ruídos externos e não se preocupar com a bateria que duro muito! Ah, e sobre parecer um maluco falando sozinho enquanto faço compras no supermercado… Tô nem aí e acho o máximo!

Dia 7

Cheguei a conclusão que o aparelho celular me tirava boas horas do meu dia. Sim, horas! Percebi que aumentei a produtividade nessa semana sem o aparelho. Aproveitei mais a semana. Aproveitei mais as horas livres para ir ao cinema, encontrar os amigos. Consegui dar mais atenção a detalhes que na maioria das vezes passavam despercebidos. A semana sem celular também me ajudou em outros maus hábitos, como procrastinar meus planos. Foi realmente libertador poder utilizar outros aparelhos. Ao pegar meu celular de volta, demorei algumas horas para ligá-lo novamente. Descobri que ele não é insubstituível. Não é mais como antes. Agora, quando eu acordo de manhã, a primeira coisa que penso é se vai ser cereal com leite ou ovos mexidos.

*Por Rafael Olivier

…………………………………………………………………………..
*Fonte: hypeness

Responda essas 7 perguntas para descobrir seus desejos subconscientes mais profundos:

Estudos da psicologia sugerem que nem duas pessoas no mundo teriam exatamente a mesma personalidade. Vamos descobrir a sua!
Uma personalidade é o que usamos para descrever o comportamento de uma pessoa. Os comportamentos podem ser introvertidos ou extrovertidos, e os testes de personalidade foram elaborados para coletar dados principais sobre o comportamento observável de uma pessoa.

Os primeiros testes de personalidade apareceram em 1920 e foram destinados a ajudar na seleção de pessoas com perfis específicos nas forças armadas. Desde então, inúmeros testes de personalidade foram desenvolvidos otimizados para diferentes finalidades. Além disso, fazer um teste de personalidade é muito divertido.

O teste – Siga as seguintes instruções, cronologicamente. Tente ser o mais honesto possível.

Pense em um campo aberto. Imagine um campo. Descreva a primeira visão que teve; quão grande é este campo?

Pense em um cubo. Coloque um cubo no meio do seu campo. Qual é o tamanho do cubo? Descreva a superfície do cubo.

Pense em uma escada. O quão grande é esta escada? Onde ela está localizada em seu campo?

Pense em um cavalo. De que cor é o cavalo? O que o cavalo está fazendo? Onde está o cavalo em relação ao seu cubo?

Pense em flores. Onde estão as flores em seu campo e quantas são?

Pense em uma condição meteorológica. Está chovendo? Ensolarado? Seu campo está enevoado? Ou talvez haja uma tempestade acontecendo no momento.

Re-imagine o cenário completo agora. Certifique-se de que a imagem em sua cabeça é clara.

 

O campo
O campo representa a sua mente. Seu tamanho é a representação do seu conhecimento do mundo e quão vasto é a sua personalidade. A condição do campo (seco, gramíneo, bem aparado) é a maneira como sua personalidade parece à primeira vista.

Um campo seco/inoperante significa que você se sente mais pessimista.

Um gramado/campo de aparência saudável significa que você se sente mais otimista.

Um campo bem aparado sugere que você tende a ser mais analítico e cauteloso.

O cubo
O cubo representa você. O tamanho do cubo é o seu ego. A superfície do cubo representa o que é visível sobre a sua personalidade, ou talvez seja o que você quer que os outros pensem sobre você. Se o cubo tem uma textura específica (mármore, madeira, etc.), determine a textura da superfície, por exemplo, uma superfície de mármore é lisa e a madeira é áspera.

Lisa – você é uma pessoa gentil. Você é cuidadoso para não ferir ou fazer os outros se sentirem desconfortáveis. No entanto, isso não significa necessariamente que você é uma boa pessoa.

Áspero – você é mais direto. Você tende a ser honesto com tudo o que você diz, não importa qual seja a reação ou o que os outros pensam sobre essa honestidade, você realmente não se importa.

Se a superfície é instável ou espinhosa, você pode ter uma atitude difícil, ou talvez você goste de criticar os outros ou fazer os outros se sentirem inferiores a você.

Cores
A cor do cubo é uma análise mais aprofundada de si mesmo. Cada cor pode representar uma emoção, ou uma personalidade inteira. No entanto, estes são os mais comuns:

Vermelho: Você está fisicamente ativo e ama experimentar as coisas através de seus sentidos.

Amarelo: Você é sociável e valoriza muito a sua individualidade.

Azul: Você é inteligente e respeita os ideais de um indivíduo.

Violeta: Você é inteligente com uma pequena pitada de perfeccionismo. Você também é misterioso.

Cinza: Você é confiante consigo mesmo, calmo, e tende a ser mais independente.

Preto: Você tem um forte senso de individualidade, independência, e você gosta de solidão.

Branco: Você é independente e autossuficiente, sendo uma pessoa simples e gentil.

Outros: Tente combinar a cor mais próxima que você pode. No entanto, existem outros testes de personalidade envolvendo cores disponíveis na Internet.

Em alguns casos, as características físicas do cubo são únicas.

Um cubo com superfície transparente significa que você tende a deixar que os outros saibam como você se sente por dentro. A confiança para mostrar seus pensamentos introvertidos significam sinceridade. Você sabe que você é bom por dentro, e isso é o que a maioria das pessoas vê também.

Um cubo feito de água/gelo significa que você deixa elementos externos influenciá-lo completamente. Significando que a sua personalidade é mais sensível à pressão social, relacionamentos e outros fatores ambientais.

Um cubo oco significa que você coloca a maioria de sua preocupação em sua aparência exterior, deixando o que está dentro como irrelevante. Mas isso não significa que você não tenha nada a oferecer em seu interior.

Um cubo de metal/rocha significa que você tem a integridade contínua. Sua personalidade é tão forte que não pode ser moldada ou influenciada por qualquer força externa. Você é dominante e é consistente.

A escada
A escada representa seus objetivos. O comprimento da escada determina a escala de seus objetivos, escadas mais curtas significam objetivos mais simplistas. A localização do cubo também é importante. A distância da escada com o cubo determina o foco e o esforço que você está investindo atualmente em seus objetivos. Uma escada erguida ao lado do seu cubo significa que você está colocando seu esforço e foco máximos a fim conseguir seus objetivos.

O cavalo
O cavalo representa o seu parceiro ideal. Ele poderia estar brincando, correndo por aí, ou dormindo/deitado ao lado do seu cubo.

Um cavalo brincando significa que seu parceiro ideal não leva os relacionamentos muito a sério.

Um cavalo correndo significa que seu sócio ideal não precisa sempre estar perto de você.

Um cavalo de dormindo/deitado significa que seu parceiro ideal se compromete inteiramente com você.

Outros resultados do comportamento do cavalo podem descrever o seu parceiro ideal metaforicamente, exemplos de resultados também são; o cavalo está preso em um estábulo, o cavalo está comendo as flores, o cavalo está destruindo o cubo ou o cavalo está em cima do cubo.

Cor
Um cavalo castanho é o mais comum. Isso também significa que você não especificamente procura algo especial em um parceiro.

Um cavalo preto significa que seu parceiro é imprevisível e perigoso. Isso também significa que você não vai ficar entediado com seu relacionamento. O seu parceiro também pode ser o mais dominante no relacionamento.

Um cavalo branco significa que seu parceiro está bem domado. Ambos valorizam a lealdade num relacionamento e confiam uns nos outros. No entanto, pode ficar tedioso ao longo do tempo.

Qualquer outra cor além dos três acima significaria que você é parceiro ideal é completamente único e diferente.

As flores
As flores representam a sua família e amigos. O número das flores determina sua popularidade. A localização das flores determina o quão perto você está de seus grupos sociais. A cor da flor pode igualmente descrever seus sentimentos atuais com as pessoas.

A condição meteorológica
A chuva simboliza os seus problemas. A intensidade da chuva representa diretamente a gravidade dos seus problemas. Um cenário nebuloso representa a incerteza, o mistério ou a necessidade de identificar-se. Um tempo ensolarado representa otimismo e despreocupação. E já uma ventania sugere que você se preocupa com problemas futuros, mas tende a não lhes dar muita atenção.

……………………………………………………………………………………….
*Traduzido pela equipe de O Segredo Fonte: Mystical Raven

Ranking do principal teste de câmeras de celular do mundo tem um novo líder

Qual é a melhor câmera de celular no mundo atualmente? Se você olhou recentemente o DxOMark, o principal serviço de avaliação do gênero do planeta na atualidade, provavelmente vai dizer que é o HTC U11. Contudo, a plataforma anunciou uma revisão de seus critérios de avaliação e o ranking acaba de ganhar um novo líder.

Avaliando a capacidade das câmeras de smartphones desde 2012, o serviço nunca havia alterado a sua forma de avaliação. “Muita coisa aconteceu desde então”, afirma a companhia na postagem em seu site oficial. “A fotografia no smartphone praticamente erradicou o segmento de mercado das câmeras compactas, e o setor mobile se tornou o principal motor de inovação em imagens.”

Novos critérios

E é com base nessa perspectiva de evolução do setor de câmeras mobile que o DxOMark anuncia a renovação em seus critérios. “Com o novo protocolo, nós capturamos e analisamos mais de 1.500 imagens e duas horas de vídeo em cada dispositivos”, informa a companhia.

Assim, os novos critérios a serem empregados nas análises são:

Nova pontuação de zoom baseada em testes extensivos em múltiplas distâncias focais
Nova pontuação de boke baseada em testes realizados externos e em laboratório
Testes em ambientes com pouca luz reduzidos para até 1 lux
Testes de cenas em movimento para avaliação mais precisa do desempenho da câmera e de técnicas de processamento em situações reais

Um novo líder

Com esses novos critérios, o HTC U11, um dos mais recentes testes realizados pelo DxOMark, perdeu o posto de líder para ninguém menos do que o Google Pixel. Até então, o smartphone da Google ocupava a segunda colocação no ranking da plataforma, justamente a posição para a qual caiu o dispositivo da HTC.

Quem mais caiu com a mudança foi o Galaxy S6 Edge, que até então ocupava a terceira posição e agora está em quinto, atrás do iPhone 7 Plus e do iPhone 7. Vale lembrar que nem todos os dispositivos foram reavaliados com base nos novos critérios, mas apenas os de maior destaque em testes realizados pelo veículo até então.

Com dispositivos como LG V30, Galaxy Note 8 e iPhone X saindo do forno, é possível que essa tabela seja reformulada muito em breve.

………………………………………………..
*Fonte: tecmundo