É hoje!… Super Bowl

Então chegou o grande dia da bola oval, o Super Bowl da época de pandemia de covid-19, ou seja sem grande público, sem grandes festas mas ainda dia de jogo e que jogo!
Tom Brady, talvez o melhor QB ou até mesmo “jogador” da história da NFL, que fez carreira no New England Patriots e é detentor simplesmente de 6 anéis de Super Bowl (outch…) e outras tantas passagens – (sim, esteve lá mais vezes e também provou do gostinho da derrota), mas agora em time novo, o Tampa Bay Buccaneers. Pela primeira vez na minha vida vou torcer por ele, creio que merece. Saiu de uma franquia super vencedora e foi para um time, digamos, meia-boca, nada muito significativo nos últimos anos de NFL e “ops!”, já na sua primeira temporada e com 43 anos de idade, leva seu novo time para um Super Bowl. Grande feito. E tudo sem a sombra de seu mentor Belichick.
Por outro lado temos o Kansas City Chiefs, com o garoto prodígio Patrick Mahomes (gosto dele – talvez o novo Brady da NFL!?) um dos melhores jogadores da atualidade e com um timaço. Foram os vencedores do Super Bowl do ano passado, quer mais? Enfim, um jogaço nos aguarda logo mais. Já vou me ajeitando por aqui e em breve começar os trabalhos com petiscos e cerveja para acompanhar tudo antes, durante e depois desse histórico embate. Um jogaço!

Super Bowl LIII – New England Patriots

E o Super Bowl LIII ficou mesmo com o New England Patriots, de Tom Brady e Bill Belichick (não que isso tenha me surpreendido, dessa vez), que com essa sexta conquista do troféu se juntam ao Pittsburg Steelers, como os dois times com o maior número de vitórias em Super Bowl na história da NFL.

Parabéns aos Patriots por mais essa conquista. Foi merecido, mesmo que o jogo dessa vez na verdade ficou longe das grandes emoções que tivemos nas recentes versões anteriores. Pode-se dizer de que foi um jogo feio, truncado e com total predominância das defesas, tanto que isso se refletiu no resultado final com o minguado placar de 13 x 3. Sendo que até o touchdown dos Patriots, veio somente no quarto e último período da partida.

*Em tempo – Ainda acredito que se não fosse a “garfeada” da arbitragem, no final do jogo da decisão da Conferência Nacional – Saints x Rams, teríamos então sim um baita jogaço de Super Bowl com Saints x Patriots! O Saints estava voando esse ano e Drew Brees, que assim como Tom Brady, também é um excelente / experiente QB, dariam um belo show. Mas não foi isso que aconteceu. Paciência. Foi injustiça pura… acabamos privados de um provável grande jogo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Presença ilustre ontem no GRE-NAL – Tom Brady

E essa hein! Tom Brady, que está de férias no Brasil, esteve ontem na Arena do grêmio para assistir o jogo de futebol (com os pés), do clássico GRE-NAL e recebeu do Presidente Romildo Bolzan Jr. uma camisa do tricolor gaúcho. Explica-se, é o time do coração do mozão dele. Sua esposa é a modelo gaúcha Gisele Bündchen.

Mazáh! Quem diria, Tom Brady, um dos astros americanos do mundo dos esportes, que joga como quarterback no time do New England Patriots, um dos times americano com mais títulos de Super Bowl nas últimas décadas – aqui com a camisa do Grêmio. Ele é sem dúvida um dos maiores e melhores atletas da história do futebol americano (só para deixar claro – aquele jogado com as mãos e de bola oval). E detalhe, ele ainda está na ativa e jogando em alto nível.

Isso é foto de colocar no hall do estádio, hein!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Super Bowl 51 – Tom Brady detona!

Eu que faço parte daquele tradicional grupo de haters de plantão de Tom Brady (New England Patriots) agora não adianta, com essa fenomenal virada de placar no jogo de ontem do Super Bowl 51, não há mais dúvida, tenho de dar o braço a torcer e dizer que ele é mesmo um QB muito phoda!

Ontem torci pelo time do Atlanta Falcons (grande rival do meu Saints – sim, o meu segundo time do coração na NFL), que saiu na frente de lavado sobre o adversário da final colocando 28 à 3 no placar até o intervalo do jogo. Não sei se foi o show da Lady Gaga nop intervalo, mas o time do grande técnico Bill Belichick voltou com sangue nos olhos e determinado a mudarem o elástico placar no NRG Stadium, em Houston, no Texas.

E assim foi, na prorrogação venceram por 34 à 28, promovendo a maioir virada de jogo num Super Bowl até hoje e sendo este o quinto título de Tom Brady pelo mesmo time, o New England Patriots. Claro que ele, o marido da brasileira e gaúcha Gisele Bündchen, não joga sozinho (White, Amendola, Edelman, etc) tem todo um time junto, mas sem dúvida é o grande “mentor” no campo de batalha entre jardas dessa máquina azul e branca de futebol americano.

Tudo bem que eu ainda seja um grande fan do Brett Favre e seu pupilo, Rodgers, mas todo meu respeito e meus parabéns Tom Brady!!!!
Você faz por merecer.

 

tomb_2017_04

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Super Bowl 51

Então chegou o grande dia do Super Bowl 51 que esse ano será entre o New England Patriots x Atlanta Falcons. O grande duelo entre Tom Brady (NE) e Matt Ryan (ATL) promete ser um grande espetáculo. O lado ruim disso tudo é que hoje se configura como sendo o último dia de futebol americano da temporada, ou seja, somente daqui há uns sete meses é que teremos a bola oval novamente em campo prá valer. Isso chega a ser até deprimente ou então uma tortura para quem gosta deste esporte. Ah! e como eu gosto!

Sobre o jogo, o palpite é de que vai dar Patriots, mas a torcida dessa vez será toda pelo Atlanta Falcons. Inocerência? Não, apenas um pouco de lógica, se bem que nesse jogo tudo pode acontecer, senão o time aqui da casa, o Greeen Bay Packers, seria campeão todos os anos…rsrsrsrssr.

Que seja um bom jogo e que vença o melhor, já que dessa vez não há nenhma paixão envolvida diretamente por algum dos dois times finalistas.
>> Go Falcons!

 

super-bowl-51_01

 

 

 

 

 

 

 

super-bowl-51_02