Documentário sobre Liam Gallagher está pronto e tem aprovação do músico

As It Was vai contar a jornada de Liam após sua saída do Oasis, e sua aventura como artista solo.

Liam Gallagher é o foco do documentário As It Was (referência direta ao seu disco solo As You Were, de 2017), e o músico tuitou que, além de pronto, o filme está aprovadíssimo.

O longa foi anunciado inicialmente em 2018, e deve contar, de acordo com a sinopse dramática, “a emocionante história de um dos maiores líderes de uma banda de rock”, e sua trajetória da fama do Oasis até ficar “marginalizado e perdido na selva musical do tédio, álcool e brigas judiciais chatas”.

Dirigido por Charlie Lightening, As It Was também se propõe a mostrar “Liam emergindo da sombra de Noel”, e como ele “lidou com as expectativas de fazer parte da maior banda do mundo, e decidir começar de novo sozinho, sem nada nem onde se esconder”.

……………………………………………………………..
*Fonte: rollingstone

Comerciais de Natal – 2018 (uma seleção dos mais bacanudos da vez, por aqui)

Todo ano temos aquelas propagandas de Natal na TV que nos trazem uma mensagem de esperança, amor ao próximo, carinho e outras tantas coisas boas. Tudo num embalo de belas imagens, ângulos, texturas, luminosidades cuidadosamente elaboradas e sobretudo, com textos inteligentes e diferentes daqueles outros tantos que rolaram durante o ano inteiro. É claro que existe aí uma tendência a ficarmos mais emotivos também, uma fragilidade natural a essa época do ano, por causa das festividades, dos encontros em família, amigos, colegas de trabalho, enfim… a vida sendo a vida. Ao menos, quando se trata do lado bom da coisa.

O bacana disso é que de uns tempos prá cá os anúncios ficaram mais pontuais, com palavras que realmente nos atingem ou emocionam, através da tela de TV, com recados que nos fazem parar para pensar em questões a cerca da própria vida e não apenas nos preços ou benefícios em adquirir algum determinado produto.

Abaixo uma pequena seleção de algumas propagandas de 2018, que entendi serem as mais interessantes. Confira.

*Ah! A minha preferida é essa qui, logo abaixo, da Panvel (gostei muito do texto)!