Gov’t Mule – Revolution Come … Revolution Go (o novo álbum que deve ser lançado em breve)

Vem coisa boa aí, a banda Gov’t Mule anunciou recentemente de que em breve será lançado o seu décimo álbum de estúdio “Revolution Come … Revolution Go”.

*Confira no link a matéria e a entrevista (em inglês) com o músico Warren Haynes, sobre o novo álbum e ainda escute de lambuja: “Stone Cold Rage”, uma das primeiras faixa do novo álbum de estúdio. >> [ AQUI ]

 

………………………………………………..
*Fonte: rollingstone

 

Warren Haynes – Feliz Aniversário gordinho!

Hoje um de meus grandes heróis da guitarra (somente talvez abaixo do Jimi Hendrix) e não dá para esquecer que ele também cantas muito – Warreen Haynes, está completando 57 anos de vida. Sua passagem pelo mítica banda americana de southern rock “The Allman Brothers”, sua carreira solo e ainda o “Gov’t Mule”… báh, por si só já são credenciais mais do que suficientes para torná-lo sem dúvida uma dos caras mais feras e pica da galáxia na música em seis cordas.

Nem tenho tempo e também nem conseguiria colocar isso aqui em apenas poucas palavras, o tanto que admiro a sua música e a importancia para o universo banjoman-boldiniano, minha vida e o escambau. Esse gordinho safado canta e toca muito, aliás, sempre com uns timbraços na sua guitarra e ainda também toca versões phodásticas de “tudo” que é estilo de música – basta uma rápida pesquisa no youtube e você vai ver a enorme gama de estilos e diferentes bandas das quais ele canta e toca versões, dando sua “pitada bluesy” na coisa. Ah, e se por acaso você não consegue reconhecer ou perceber isso, sinto muito baby. Aliás, foda-se!!! Azar o seu. Na real nem é tarefa minha aqui tentar fazer ou impor a alguém que curta esse ou aquele artista. Aqui lança-se sementes, dá-se dicas disso e daquilo, não se caga lei e que cada um decida por si o que melhor lhe convém.

Entonces hoje é dia de Warren Haynes aqui no blog e assim, de celebrarmos o seu aniversário, sua música e a sua arte, quer você goste, concorde ou não.

Muita saúde, felicidades, SORTE e também “mais” sucesso ainda por longos anos em sua carreira tio Warren! Um forte banjo abraço. THANKS man!

Warren é ô cara

Meu final de semana melhorou muito depois de escutar o novo álbum solo do Warren Haynes, “Man in Motion” (2011), que vem a ser o seu segundo trabalho solo 18 anos depois de seu primeiro álbum “Tales of Ordinary Madness” (1993). Eu diria que é sacanagem querer comparar com o Govt’ Mule, sua banda phodástica, é um tanto diferente, não se trata de mais um coice da mula mas sim de um lado mais intimista soul & blues, claro com os mesmos ingredientes Haynesísticos de sempre nas composições, vocais e sobretudo nas suas maravilhosas seis cordas. A banda conta com Nigel Hall (keyboards/background vocals),Terence Higgins (drums), Ron Holloway (Saxophone) and Ron Johnson (bass).

Sabe aquelas baboseiras de listas de escolhas disso e daquilo, bem, só como referência aos desvisados. nosso amiguinho aqui é considerado o 23 na listinha dos melhores guitarristas domundo, capicce ou quer que eu desenhe!?
Eu curto muito o som do Warren Haynes, acho um excelente guitarrista, tive a oportunidade de assistir ao vivo o show do Govt’ Mule no Salão de Atos da UFRGS em 01/06/1996 (cabe registrar aqui – O MELHOR SHOW DE ROCK DA MINHA VIDA). Mais de 2 horas de muita sonzeira southern rock & blues, power trio invocado e músicas da melhor qualidade (Haynes com Matt Abts na bateria e Allen Woody no baixo). Fazia parte da tour do primeiro álbum da banda. Simplesmente inesquecível!