E lá vamos nós outra vez….

E já estamos em processo de eleições outra vez, então aquela velha história de sempre. Seu voto vale MUITO!

“Pense bem em quem vai votar.”

………………

*E como diria o sábio pensador Vitor Ramil (aqui se apropriando de uma bela versão da música de Bob Dylan)
“Um dia você vai servir a alguém”

 

 

mamando

 

 

 

 

 

 

 

 

 

>>>>>>>>>>>

 


zzzzaap!


Luna – versão para La Grange (ZZ Top)


O que é o monstro Cthulhu?

Essa criatura horripilante surgiu em O Chamado de Cthulhu, um conto do norte-americano H.P. Lovecraft publicado em 1928 que logo se tornou um clássico do terror.

Ela é uma entidade cósmica maligna, adorada por uma seita milenar que busca trazê-la de volta ao nosso plano astral – o que desencadearia o apocalipse. Lovecraft bolou um monstro tão aterrador que ele se popularizou e inspirou desde bandas de rock, como Metallica, até filmes, como Re-Animator, e séries, como Supernatural e South Park.

Tão assustadora quanto

Uma espécie californiana de aranha descoberta em 1994 foi batizada como Pimoa cthulhu em homenagem ao vilão

Não olhe para ele! Segundo o autor, a mera visão do monstrengo causa loucura

O horror! O horror!
Cthulhu é descrito como uma mistura de gigante, polvo e dragão, com uma cabeça cheia de tentáculos, corpo borrachudo e escamoso, asas de morcego e garras nas mãos e nos pés. Segundo Lovecraft, ele representa um mal tão ancestral e terrível que vislumbrá-lo levaria qualquer humano às raias da insanidade. Isso até gerou um adjetivo próprio: “lovecraftiano”

Invocação do mal
Segundo O Chamado de Cthulhu, esse ser se esconde em R’lyeh, uma cidade submersa no Pacífico Sul. Embora secreta, sua presença causa uma ansiedade e um terror indefinido no inconsciente coletivo da humanidade. Os únicos que sabem de sua existência são uma seita que tenta despertá-lo com o cântico “Ph’nglui mglw’nafh Cthulhu R’lyeh wgah’nagl fhtagn”

Mito em expansão
As obras seguintes de Lovecraft (e de outros autores) ampliaram a mitologia em torno do bichão. Ele é um dos Antigos, divindades cósmicas anteriores ao homem e em guerra constante. Seu maior rival é Hastur, O Impronunciável, um elemental do ar. (Por falar em pronúncia, o jeito certo de falar o nome do monstro é “clutâlu”, com um som bem gutural e alienígena)

………………………..
*Fonte: mundoestranho

cthulhu_9


Guitarra: Scott Ian – Anthrax


Chocolate – Trailer


O que me diz dessa?


Estudantes brasileiras criam solução com fibra de coco para vazamentos de óleo no mar

Um desafio em sala de aula virou um projeto, depois um sonho, e agora pode se transformar em negócio. A professora Patrícia Carbonari Pantojo, da Escola Técnica Estadual (Etec) de Caraguatatuba, estava incomodada com o volume de cascas de coco verde que vão para o lixo todo ano, especialmente no litoral.

Pensando em proposta para esta situação, ela desafiou seus estudantes do curso técnico de Logística a apresentarem sugestões. As alunas Nubia Marques da Silva e Aline Faustino Soares conseguiram enxergar naquela matéria-prima o que pode ser uma solução para vazamentos de óleo no mar.

O produto que as estudantes esperam lançar no mercado é um dos 210 projetos de alunos de Etecs, Faculdades de Tecnologia do Estado (Fatecs), além de outras instituições públicas nacionais e internacionais que serão apresentados durante a Feira Tecnológica do Centro Paula Souza (Feteps), nos dias 19, 20 e 21 de outubro.

Com a proposta da professora em mente, as alunas fizeram uma visita técnica ao Porto de São Sebastião. Lá conheceram a turfa canadense, um pó usado para absorver o óleo que os navios despejam nos oceanos. “Na hora, eu percebi que aquele produto era muito parecido com a fibra de coco”, conta Nubia.

O próximo passo foi conseguir o óleo para realizar os testes. Em um tanque com água do mar foram colocados tanto óleo quanto a borra do petróleo, uma substância bem grossa, em estágio anterior à destilação para se chegar a combustíveis. A fibra do coco absorveu tudo.

Penas

Nubia e Aline testaram acrescentar penas de aves à fibra e concluíram que o resultado é ainda melhor. “As penas puxam o óleo para a fibra do coco”, descreve Nubia. “Os resultados são melhores que os da fibra canadense.” Para garantir que o que foi visto em laboratório tinha mesmo validade, as estudantes solicitaram a ajuda de um professor de Química, que encaminhou amostras da água para análise na Sabesp. De fato, a água estava limpa.

Após o uso da fibra de coco para recolher o óleo, forma-se uma biomassa, que pode ser usada como substituta do carvão, por exemplo. “Não adiantaria jogarmos a fibra suja no lixo. Por isso, testamos como usá-la até o fim, sem deixar resíduos”, conta Nubia.

Sonho

Como tudo deu certo, o que era um projeto se transformou no sonho de um empreendimento. “No Brasil só se usa essa fibra canadense e acredito que poderíamos oferecer um produto mais barato”, diz Nubia. A professora Patrícia também acredita no potencial do projeto. “É um produto único, uma ideia inovadora, totalmente sustentável”, afirma. O trabalho foi registrado em cartório e as autoras trabalham com a Agência Inova Paula Souza no processo para garantir a patente do produto.

Nubia se formou em 2015, mas segue estudando para aprimorar a ideia. Ela até já imaginou um equipamento que trituraria melhor o coco e melhoraria a qualidade da matéria-prima. “Se eu tiver oportunidade, gostaria de estudar engenharia e construir essa máquina.”

……………….
*Fonte: ciclovivo

fibra-de-coco


Animação de capas de álbuns (ilustração)


Bonnie Raitt, Keb Mo – No Gettin’ Over You


Honda CR250R Direct Inject 2 tempos!?

Segundo uma materia que saiu na revista Dirt Rider nos Estados Unidos, o editor da revista, comenta que a Honda entrou com um pedido de patente para um novo sistema de injeção direta para motos 2 tempos! Será mesmo?

…………..
*Fonte: motoraid

honda_doistempos_01

 

 

 

 

 

 

 

*Modelo de 2015 (Honda c/ motor 2 tempos)

 

img_3063

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

*Modelo de 2016 (Honda c/ motor 2 tempos)


Onboard – Russia’s XC Cup

*Fonte: enduro21


Hendrix café

img_3159


Essa agora é prá vocês


Jeff Buckley – Mama, you’ve been on my mind | Just Like a Woman


10 plantas que atraem energias positivas

Há muito tempo as plantas são escolhidas para decorar espaços, sejam de uma casa, do escritório, de grandes centros de negócios, dentre outros, já que além de darem um toque mais fresco e natural a esses espaços também acredita-se que melhoram o fluxo de energia positiva evitando as energias negativas.

Conforme os especialistas no assunto, determinadas plantas têm mais capacidade de atrair energias positivas e nos dar a sensação de bem-estar diariamente em comparação com outras. É necessário esclarecer que essas plantas devem estar vivas, ou seja, devemos mantê-las saudáveis em um vaso e lhes proporcionar os cuidados especiais. Deixando isso em claro, falaremos a seguir das dez melhores plantas pra atrair energias positivas.

Confira!

1. Cacto
Os cactos são bem charmosos e oferecem um toque decorativo muito especial aos espaços de casa ou do escritório. É uma planta que requer cuidados especiais para sobreviver e diz-se que teria a capacidade de afastar a inveja, os intrusos, pessoas mal intencionadas, hipócritas e absorver energias eletromagnéticas dos eletrodomésticos.

2. Hortelã
Além de ser uma planta com muitos benefícios para a saúde, existe um misticismo em torno da hortelã e muitas pessoas a utilizam acreditando que seria capaz de nos proteger de malefícios e inveja das pessoas. A hortelã é a planta do bem-estar e acredita-se que quem tem um pé fresco da planta em casa atrai a prosperidade econômica.

3. Bambu
O bambu entrou na moda para decorar a casa, pois além de conferir um toque muito sofisticado a ambientes como a sala, também se tornou popular por atrair boas energias. Diz-se que o bambu combina o crescimento e a água, oferecendo pureza, transparência e vida aos ambientes. Ter essa planta em casa nos fornecerá sensação de bem estar, tranquilidade e afastará a inveja.

4. Jasmim
O jasmim é conhecido como uma planta ideal para casais, pois beneficia as relações no que diz respeito ao campo espiritual. É recomendável tê-la no quarto e/ou nos espaços que você compartilha mais com seu(a) companheiro (a), já que atrai boas energias para fortalecer o romance e o relacionamento.

5. Alecrim
O alecrim é uma planta com ótimos benefícios medicinais, utilizados e aproveitados desde a antiguidade em muitas culturas. No nível espiritual, essa planta é conhecida por atrair amores sinceros e a felicidade. Além de manter um pé fresco de alecrim em casa é recomendável colocar uns raminhos em saquinhos de tecido e distribuí-los em vários espaços de casa para atrair a felicidade para todos que a rodeiam.

6. Menta
A menta é uma planta com muitas propriedades medicinais que podemos aproveitar a qualquer momento. Ter essa planta em casa não garantirá apenas saúde, mas também promoverá as vibrações positivas em qualquer ambiente. Diz-se que a menta combate más vibrações e ajudaria a combater a insônia. Também ajuda a melhorar a comunicação no ambiente de casa.

7. Tomilho
O tomilho é uma planta que desde a antiguidade é utilizada para afastar os ambientes de más vibrações. A planta é considerada como purificadora, pois combate energias negativas, evita pesadelos e promove a autoestima. Ter ela em casa assegura a proteção do lar e de seus habitantes.

8. Crisântemo
Os crisântemos são conhecidos por sua beleza e por nos oferecer a sensação de bem-estar no lar. Essa planta promove a felicidade e o bom humor, por isso é recomendada para espaços onde existe tensão constante e/ou discussões. Os crisântemos estão relacionados com uma vida de relaxamento.

9. Eucalipto
Essa planta tem a capacidade de combater e afastar as más vibrações, que quase sempre chegam com pessoas invejosas e mal-intencionadas. É recomendada para ambientes de negócios, escritórios, lojas, pois é uma planta que atrai a prosperidade. Também é ideal para conciliar melhor o sono e limpar os espaços de energias pesadas.

10. Babosa
É uma planta utilizada em rituais contra o azar e a inveja, pois se diz que é uma das mais fortes para combater más vibrações. É conhecida por atrair a prosperidade e as boas energias em qualquer lugar da casa onde estiver localizada. Popularmente acredita-se que quando a planta da babosa cresce e esbanja saúde é porque está atraindo boa sorte. Porém, se estiver murcha é porque absorveu energias negativas e nos protegeu.

……………….
*Fonte: osegredo / Jader Menezes

 

tomilho930


Uma GoPro no Trem Lego passeando por 50 metros de trilhos pela casa e jardim

Montagem foi feita por “Train Guy 659” e uma turma de amigos.

 

*Fonte: updateordie


Cada um com o seu ponto de vista


Como o ser humano envelhece?

O principal motor do envelhecimento humano fica dentro de nossas células. Lá, as mitocôndrias fazem a respiração celular para produzir energia, mas acabam gerando como resíduo radicais livres, moléculas com um elétron a menos e que reagem facilmente, danificando a própria célula. Com o tempo os danos se acumulam, fazendo o corpo envelhecer. Além disso, a divisão celular desordenada também ajuda a envelhecer. Ao longo da vida, algumas células se multiplicam constantemente. A cada divisão, fragmentos de DNA são perdidos, causando pequenos erros genéticos que são passados para as células-filhas. Isso acontece até que a célula não consegue mais se dividir ou é destruída pelo próprio organismo por conter muitos erros. Aí, game over.

Velho é a vovozinha
Como cada parte do corpo mostra que o prazo de validade está chegando ao fim

HEEEEEIN?!
Algumas células do aparelho auditivo não se renovam e vão ficando cada vez mais danificadas, tornando difícil ouvir sons agudos. Além disso, os cílios que levam o som para dentro do ouvido caem, e os ossículos internos (martelo, bigorna, estribo e cóclea) que têm a mesma função ficam mais duros. Resultado: a gente tem que falar mais alto para a vovó ouvir

OSSO MOLE DE ROER
O tecido ósseo é formado principalmente pelos osteoblastos, células que produzem osso, e osteoclastos, que absorvem. Depois dos 45 anos de idade, os osteoclastos dominam, e passamos a perder 5% de massa óssea a cada dez anos, ficando com o esqueleto mais frágil. Quem tem osteoporose, pior ainda: perde até 25% por década

FORÇA NA PERUCA
Cabelo e pele envelhecem lado a lado. Células da raiz dos fios de cabelo param de produzir melanina, deixando a cabeleira branca – já a calvície não tem a ver com a idade; é genética. A flacidez e afinamento da pele vêm da queda na produção de colágeno. O afinamento acaba causando as rugas, mais acentuadas no rosto por causa dos músculos da face

VISU EMBAÇADO
Você certamente já ouviu seu avô reclamando de vista cansada. Ela é causada por problemas no cristalino, parte do olho que vai ficando rígida e opaca, dificultando a focalização de objetos. A opacidade gera ainda catarata. Aos 60 anos, as pupilas, que aumentam e diminuem com a diferença de luz, têm um terço do tamanho que tinham aos 20 anos, por isso fica mais difícil se adaptar ao lusco-fusco

SÓ O PANCEPS CRESCE
A menor produção de células e a queda do nível de alguns hormônios causam perda de massa muscular – são 3 quilos a menos a cada dez anos! O relaxamento muscular forçado pode até prejudicar os músculos da bexiga e dos esfíncteres, que ficam flácidos e acabam não segurando o tchan. Daí, dá-lhe fralda geriátrica…

POCHETE PERIGOSA
Com menos músculos queimando calorias e menos células no organismo, o corpo precisa de pouca energia para funcionar. Na velhice, a tireoide funciona mais devagar, desacelerando o metabolismo. Tudo isso aumenta o risco de engordar. A gordura em excesso pode ser fatal: se acumular nas artérias, pode causar infartos

• As células da pele se renovam tanto que, por volta dos 40 anos, cerca de 180 kg de células já foram eliminados

• Os ossos do rosto se renovam a cada dois anos. Com 50 anos, nosso crânio já é a 25ª cópia. Nos velhinhos, a renovação continua – em ritmo mais lento

• As cartilagens perdem rigidez com o tempo, fazendo com que as orelhas e a ponta do nariz “caiam” e pareçam maiores

• Em alguns vovôs, a proporção de gordura no organismo pode aumentar 30% comparada à dos 30 anos

Morte a conta-gotas

Última célula do corpo demora 37 horas para morrer
O coração para. Imediatamente, os músculos relaxam
– 10 s
A atividade cerebral cai
– 10 s – 5 min
Os órgãos, sem oxigênio, começam a parar
– 30 min
A pele fica pálida e azulada
– 1 h
A temperatura do corpo cai por volta de 1 ºC, queda que se repete a cada hora
– 1 h – 12 h
O corpo enrijece progressivamente
– 24 h
As últimas células da pele ainda estão sendo produzidas, mas ela começa a apresentar manchas escuras e o rosto pode já estar irreconhecível
– 37 h
Morre o último neurônio

Fim de carreira

O que a falta de hormônios provoca
Nas mulheres, a menopausa começa por volta dos 40 anos, com a queda do nível do hormônio estrógeno. Sem ele, vêm as ondas de calor e elas sentem mais cansaço e irritação. O risco de osteoporose aumenta e o sono some. Os homens sofrem bem menos com a andropausa. Como a queda de testosterona é menor e aos poucos, o único efeito é a queda da libido. Para sorte masculina, a impotência não é resultado da velhice, pois está mais ligada a fatores emocionais

…………………….
*Fonte/ Texto: Luiz Fujita / mundoestranho
*CONSULTORIA – SHIRLEI BORELLI, DERMATOLOGISTA; JOÃO CAETANO ALVARES, GERIATRA; FERNANDO BIGNARDI, GERIATRA E CÉLIA BAROLLO, MÉDICA DE SAÚDE PÚBLICA, TODOS DO CENTRO DE ESTUDOS DO ENVELHECIMENTO DA UNIFESP

 

old_vovo

 

 

 

 

 

 

 

 

*Foto: Alex Harvey


The Disappointments Room (2016) – Trailer


The Black Crowes – Hammerstein Ballroom (2005)

Assistindo um show do The Black Crowes no Hammerstein Ballroom (NY) em 2005, percebo um fato interessante. O baterista da banda neste show não é o Steve Gorman (membro original e oficial de todas as formações da banda), mas sim um substituto temporário. Uma pesquisa rápida e surge o nome dele, Bill Dobrow.

De qualquer forma, só prá variar, é um puta show dos “corvos”. \m/

*Confira abaixo.

 


March


Motos e mais motos – (208)

img_0632

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

img_0539

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

img_0705

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

13698274_

 

 

 

 

 

 

 

 

 

13320908_8

 

 

 

 

 

 

 

 

13707629_1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

img_0669


Enduro Angry Fail Compilation Dirtbike Crash


Nick Cave


Alice in Chains: a história não revelada (biografia / David de Sola)

O Alice in Chains esteve entre as vozes mais altas de Seattle. Foram pioneiros icônicos que mesclaram o grunge ao metal de maneiras que continuam a influenciar os artistas contemporâneos, e sua história envolve trabalho duro, autodestruição, um renascimento das cinzas e o prosseguimento de um legado duradouro.

Quatro anos depois de seus integrantes se reunirem pela primeira vez num depósito sob a Ballard Bridge, em Seattle, o Alice in Chains se tornou o primeiro dos quatro gigantes do grunge – antecedendo o Nirvana, o Pearl Jam e o Soundgarden – a conseguir um disco de ouro e alcançar reconhecimento nacional. Com o carismático Layne Staley ao microfone, se tornaram uma das mais influentes e bem-sucedidas bandas provindas da cena musical de Seattle. Porém, à medida que a banda crescia, cresciam também seus problemas.

O renomado jornalista David de Sola se aventura sob os segredos, as fofocas e os rumores em torno da banda para contar sua história completa pela primeira vez. Baseando-se numa vasta gama de entrevistas com pessoas com conhecimento direto sobre a banda, muitas das quais falaram em público pela primeira vez, o autor explora como as drogas quase destruíram a banda e levaram as vidas de Staley e do baixista original, Mike Starr, e relata a ressurreição da banda com o novo vocalista, William DuVall.

Dos esforços anônimos até o topo das paradas com hits como “Would?”, “Man in the Box” e “Rooster”, Alice in Chains: a história não revelada mostra os membros da banda não como caricaturas de rock stars, mas como seres humanos brilhantes, imperfeitos e dotados de nuances, cujos anos de trabalho duro levaram ao sucesso que pareceu chegar da noite para o dia e mudou a cultura musical para sempre.

…………………
*Fonte: edicoesideal

aic_book

Alice in Chains


Qui-si-fucki-tudo


A Lei da Noite (Live by Night, 2016) – Trailer


Hot Girlz – 150

girlz_799

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

girlz_823

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

girlz_795

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

girlz_813


14 hábitos para mudar e economizar durante a viagem

Por Alexandre Monteiro

Quando estamos planejando férias ou feriado, todos temos a ideia do que vai ser o descanso perfeito. Seja pegando sol na praia ou fazendo uma viagem mais urbana, os turistas têm algo em comum: gastar mais do que realmente é necessário.

Fazer pequenas mudanças nos seus hábitos pode fazer uma grande diferença. Para ajudar, preparamos essa lista de coisas que fazem você gastar muito durante uma viagem e algumas dicas para economizar dinheiro – quem sabe, assim, você possa até ficar mais tempo no seu destino? Confira:

Você sempre viaja no sábado. Viajar durante um fim de semana pode ser mais conveniente, mas é bem mais caro. Se você está planejando uma saidinha rápida ou um longo feriadão, dá para economizar bastante se você comprar passagens aéreas para o meio da semana. Da próxima vez que você checar as opções de voo, veja o quanto pode pagar a menos se viajar entre segunda e quinta, em comparação com sextas e sábados.

Você leva para o exterior seu cartão de crédito habitual. É bom levar um cartão de crédito com você durante as férias. Ele é uma forma fácil e segura de carregar dinheiro e podem ser realmente úteis em uma emergência. Mas levar aquele que você usa todo dia pode não ser a melhor opção. A maioria dos cartões de crédito impõe taxas extras e cobranças por transações internacionais, o que significa que podem sair muito caro. Para evitar isso, busque um cartão que ofereça um bom acordo sobre gastos no exterior. Não esqueça de avisar seu banco que está viajando para fora – eles também podem oferecer bons serviços de descontos no câmbio e no seguro-viagem.

Você troca dinheiro no aeroporto. É sempre uma boa ideia ter algum dinheiro “vivo” quando viaja, especialmente se planeja pegar táxis ou dar algum tipo de gorjeta. Porém, você não terá a melhor taxa de câmbio se esperar chegar até o aeroporto para trocar seu dinheiro. Para economizar, pesquise a melhor cotação e pegue seu dinheiro antes de viajar.

Você só pesquisa por voos diretos. Definitivamente, voos diretos são a maneira mais rápida e conveniente de viajar, mas pode custar muito mais. Se está buscando uma opção barata, você pode economizar bastante se procurar voos com escalas ou conexões. Em vez de enxergar isso como algo ruim, aproveite a parada, se ela for longa, para conhecer um pouco da cidade que você não visitaria em outra circunstância. Se for curta, o lado bom é que uma partezinha do dinheiro que você poupar pode ser usada em algumas compras nas lojas duty-free dos aeroportos.

Você come fora em todas as refeições. Ir a restaurantes durante feriado ou férias podem custar uma pequena fortuna, especialmente se você está viajando com toda a família. Em vez de pagar caro por três refeições ao dia, tente optar por acomodações que incluem café da manhã no preço da diária: aproveitá-lo ao máximo vai fazer você se sentir satisfeito durante boa parte do dia. Outra dica é: em vez de pagar cafés, águas e snacks caros nas lanchonetes, compre no supermercado e leve na mochila. Mas se não quiser abrir mão de comer fora, prefira o almoço do que o jantar, pois ao meio-dia os menus são mais em conta.

Você compra bilhetes individuais de trem e ônibus. Visitar uma cidade com bom transporte público é ótimo para apreciar paisagens e especial para quem está com o orçamento apertado. Mas à maioria de nós não ocorre perguntar ao motorista ou ao operador do trem como economizar ainda mais. Em vez de comprar bilhetes individuais, pesquise para verificar se não há opções diárias ou semanais. Isso pode ajudá-lo a poupar dinheiro e evitar perder tempo ao comprar passagens a cada vez que você precisar se deslocar.  Não esqueça que se você for estudante, idoso ou tiver alguma necessidade especial, há ainda mais descontos disponíveis.

Você viaja durante a alta temporada. Sim, a gente sabe que é tentador marcar uma viagem para o período de verão, que já está se aproximando. O clima é ótimo e parece que todo mundo está desembarcando em algum lugar legal. Porém, se você não está preso às férias escolares, você pode poupar muita grana viajando fora da alta temporada. Os meses de baixa temporada são sempre mais baratos e mais tranquilos.

Você contrata um novo seguro-viagem a cada viagem. Pagar por um contrato de seguro-viagem que só cobre as datas que você estará fora pode parecer o melhor custo-benefício. Mas se você planeja viajar mais de uma vez por ano, um seguro anual pode sair mais barato.

Você compra comida no aeroporto ou no avião. Comida no aeroporto pode ser muito cara – quem nunca pediu um pão de queijo e um suco e pagou mais de R$ 30? -, portanto leve seus lanchinhos com você. Eles são permitidos, ao contrário das bebidas.

Você não contata sua operadora telefônica antes de viajar. Voltar para casa depois de uma viagem perfeita já dá aquela tristeza, agora imagine se você se deparar com uma longa e inesperada conta de telefone. Isso pode ser facilmente evitado contatando sua operadora telefônica para avisá-los que está viajando para o exterior. É muito fácil esquecer disso em meio a tantos preparativos, mas pode realmente fazer você poupar dinheiro. Algumas operadoras oferecem soluções gratuitas, enquanto outras lhe dão a opção de uma taxa diária ou mensal para fazer ligações, enviar torpedos ou usar o pacote de dados sem uma conta exorbitante ao fim do mês. Se contratar algo assim, não esqueça de cancelar na volta.

Você sempre compra mini-kits de viagem. Ao fazer compras práticas para cada viagem, muitas pessoas compram mini-kits de viagem que vêm com pequenos potinhos para xampu, condicionador, sabonete e outras loções. Isso pode sair bem caro. Em vez disso, compre as garrafinhas vazias reutilizáveis e as encha na véspera de viagem com os produtos de higiene pessoal que você já tem em casa. Assim, você irá levar seu xampu favorito por um custo bem mais baixo. Além disso, não esqueça que a maioria dos hotéis oferece esses produtos gratuitamente, então há coisas que você não precisa nem levar. Aproveite.

Você gasta com mapas e guias de viagem. Comprar guias turísticos e mapas descolados do destino que está visitando é uma ótima ideia, mas normalmente também sai caro. Economize procurando informações na internet e imprimindo os mapas e guias que você gostaria de levar. Você também pode fazer download de vários aplicativos gratuitos de viagem e de geolocalização no seu smartphone, reunindo mapas, rotas e dicas que você pode inclusive acessar offline. Baixe-os antes da viagem, para não gastar seu pacote de dados no exterior – o que também pode custar bastante.

Você compra filtro solar a cada viagem. Se você vai para algum destino de verão, claro que vai precisar levar filtro solar. Antes de sair para comprá-lo na farmácia ou no supermercado, cheque se o que você tem em casa ainda tem condições de uso. O tempo de validade ou de uso após a abertura do produto pode variar de um a dois anos, período pelo qual você pode continuar usando e não precisar comprar um novo (algumas marcas podem ser bem caras). Para ter certeza que seu filtro solar vai durar bastante, guarde-o em um local de preferência fresquinho e escuro.

Você aluga um carro no aeroporto. Do seguro exorbitante até o custo de dispositivos como sistemas de navegação ou cadeirinhas de criança, alugar um carro no aeroporto pode ser uma pequena fortuna. Reservando tudo antes de partir, você pode poupar significativamente.

…………………………..
*Fonte: melhorcambio

travel12345

 


Ducati


Viajandão


Metallica – Moth Into Flame


Josh Strang | Focused

*Fonte: enduro21


Ventinho maroto


Delírios do Sul do Mundo em um Pub Irlandês – Wander Wildner e Gustavo Kaly [TEASER]


Beleza Oculta (Collateral Beauty, 2016) – Trailer


1° Torneio Mundial de Taco de Rua da Casa IÊEE

Quando: Domingo, 9 de outubro às 11:00 – 20:00

Onde: Casa IÊEE  – Rua Aureliano, 806 – 90050190 – Porto Alegre / Brazil

“Amargo é o destino daquele que nunca experimentou a sensação maravilhosa de jogar taco.”
– Vamos ocupar o corredor de ônibus da Aureliano com um clássico jogo de taco.
– O torneio é aberto a todxs que quiserem participar, basta chegar no dia até o horario do evento e inscrever sua dupla.
– Cada dupla deve ter seus próprios tacos.

****ATENÇÃO PARA AS REGRAS!!****

1ª A lagura do taco deve ter mais ou menos 7cm, pra padronizar e ficar o mais justo possivel.

2ª A contagem de pontos seguirá de 10 em 10 até chegar a 100, quando chegar a 100 deve -se pontuar mais uma vez para bater os tacos.

3ª A decisão de quem começa com os tacos dá-se com o classico cara ou coroa com o taco, de um lado com cuspe e de outro sem.

4ª Em caso de “bolinha perdida” haverá contagem apenas de uma batida de tacos.

5ª Se o arremessador agarrar a bolinha no ar após a tacada os outros entregam os tacos.

6ª Bolinha no pé do taqueador é penalti. Pênalti à distância de 3 tacos. 3 penaltis entrega os tacos. Pênalti vale “estrelão” ou “tesoura” basta pedir antes do arremessador.

7ª Bolinha rebatida fraca pro meio da quadra é de onde o arremessador conseguir pegar ou reta, quem pedir primeiro leva.

8ª 3 bolinhas rebatidas pra trás entrega os tacos.

9ª Para tirar o taco do buraco deve-se pedir “licença” em voz alta e para voltar deve-se pedir “desfeita”

10ª Não vale rebater arrastando o taco no chão.

11ª Arremesso rasteiro, não vale pedrada.

12ª Só vale derrubar a latinha com a própria bolinha.

13ª Na volta pode arremessar a bolinha pro companheiro de dupla para que ele tente derrubar a latinha.

14ª Enganar o o taqueador arremessando qualquer que seja o objeto sem ser a bolinha para poder derrubar a latinha acarreta em eliminação sumária. Fair play!

Mais informações no decorrer da semana na página do evento no Facebook:
https://www.facebook.com/events/1783137085290966/

……………………….

mundialdetaco_pp


Na mosca! Não, no alien.


Biografia de Eddie Van Halen

A biografia não-autorizada “Erupton: The Eddie Van Halen Story” será lançada em 1° de agosto de 2017. O anúncio foi feito pelo próprio autor, Paul Brannigan.

Em sua obra, Brannigan procura trazer todos os elementos da vida de Eddie Van Halen – não apenas relacionados à música, como também o contexto social no qual ele cresceu. O músico nasceu na Holanda e morou por lá até os sete anos, quando mudou-se para os Estados Unidos.

Paul Brannigan também é o autor de “This Is A Call: A vida e a música de DAve Grohl”.

………………
*Fonte: whiplash

bioi_eruption1


Van Halen


O inimigo


Red Bull Megawatt In Slo-Motion

*Fonte: enduro21


Caminhos – #35

img_2532

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

img_2494

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

streetart_0345

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

img_7040


Murilo Neumann – Solitude EP


Bons sonhos


Streetart – 13

streetart_09321

 

 

 

 

 

 

 

 

 

streetart_9034


Sobre os desafios

img_2870


Ultramen – DVD Máquina do Tempo

 

DVD/CD Máquina do Tempo
Pré-venda: http://www.hbbstore.com/ultramen

Show realizado no Bar Opinião, em Porto Alegre, em 2008

Ficha técnica do show:

Produção Executiva: Leandro Silvello
Assistente de Produção: Nicole Schoproni Bichueti
Técnico de PA: Tiago Becker
Técnico de Monitor: Guilherme Vieira Amaro
Técnico de Luz: Ronaldo José Melo dos Santos
Roadies: Emiliano Bosquetti “Miranda”, Sandro Vieira Cezimbra “Keith” (In Memorian), Ricardo Luis Diesel.

Captação Áudio:
Técnico de Gravação: Glauco Minossi
Auxiliar Técnico de Gravação: Juliano Maffessoni

Captação Vídeo:
Direção: Cláudio Veríssimo
Diretor Técnico e Operacional: Rafael Dutra
Câmera: Eduardo Rosa

Ficha técnica do DVD/CD:

Produção Executiva: Chico Bretanha
Assistente de Produção Executiva: Thiago Piccoli

Produção de Áudio: Glauco Minossi e Ultramen
Mixagem: Glauco Minossi
Master: Glauco Minossi

Faixa “Robot Baby”
Produção Musical: Glauco Minossi e Ultramen
Participação Especial: Chico Paixão – Guitarras
Gravada nos estúdios IAPI (por Vicente Guedes) e Single Player (por Glauco Minossi)
Mixada e Masterizada por Glauco Minossi no estúdio Single Player

Edição de Vídeo: Denis Carrion, Pablo Zambeli e Pedro Krum (NRML Vídeos)
Finalização: Denis Carrion e Pedro Krum

Arte Capa: Pedro Krum
Arte Menu: Pablo Zambeli
Autoração: Bruno Kieling

Ultramen é:
Tonho Crocco – voz
Pedro Porto – baixo
Zé Darcy – bateria
Júlio Porto – guitarra
Malásia – percussão
Marcito – percussão
DJ Anderson – toca-discos
Leonardo Boff – teclados

Participações especiais em ordem de aparição:
Alexandre Guri – guitarra
Curuman – voz
Rapper Du – voz
Andréa Cavalheiro – voz
Pancho – bateria
Baze – voz
Buiu – voz