Só para lembrar…

CHexp2016_04pp


Sobre o tal mar calmo

IMG_3867


Beast mode off

A recente notícia de que Marshawn Lynch, RB (#24) do Seattle Seahawks  se aposentou é um tanto ingrata. Gostava muito de assistir aos jogos do SEA justamente por causa do Bestmode e também da Legion of Boom (que perdeu força esse ano). Tudo bem, ele ano passado já deu pintas de que iria se aposentar em breve, teve lesão, depois uma cirurgia e esse ano novamente, daí o fato dessa surpresa não ser algo assim tão inesperado na verdade. Mas insisto, uma pena. Uma grande perda para o futebol americano como esporte, sua história e mais um de seus ícones que larga fora das telinhas aos domingos.

Mas a vida é dele e também dele as suas escolhas, quem somos nós para julgá-lo. Vai lá Marshaw Lynch, sua “besta”, as corridas do SEA não serão intensas, o jogo vai perder um pouco da graça e nem os tais terremotos de Seattle serão mais os mesmos, com certeza. Valeu meu chapa. Muito obrigado. Por sua causa e de mais alguns grandes jogadores eu virei um grande fan desse esporte.

Thanks man!

 

Marshawn-Lynch_09

 

 

 

 

 

 

 

Marshawn-Lynch_07

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Marshawn-Lynch_03

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Marshawn-Lynch_04

 

 

 

 

 

 

Marshawn-Lynch_10

 

 

 

 

 

 

 

Marshawn-Lynch_01

 

 

 

 

 

 

 

 

.

Tchau Marshaw, valeu cara!

.

 

 

 


Polvo Cerveró

polvocervero


Mistura


Tirando o atrasado

Olha só, sou todo metido a entendedor-de-meia-tijela do tal rock’n roll e jamais tinha assistido a esses três vídeos dos Rolling Stones! Te liga rapá.

*Então tá, antes tarde do que nunca. La vai.


Menos skittles e terremotos: o fim da carreira do RB Marshawn Lynch

Uma postagem escura no twitter chegou a chamar mais atenção que o Super Bowl 50, que era o foco de milhões de pessoas no mundo inteiro. Durante o segundo tempo do duelo entre Broncos e Panthers, vencido por Denver, o RB Marshawn Lynch publicou uma imagem de chuteiras penduradas, dando a entender o fim de sua carreira. Ali acabava a passagem de um dos jogadores mais queridos da NFL, não só pelos torcedores do Seattle Seahawks, mas também por de outras franquias.

chuteiras_ML

Responsável por terremotos em Seattle durante alguns jogos, após grandes corridas, Lynch ganhou o apelido de “Beast Mode”, justamente por se tornar imparável, quase como uma besta, quando embala um corrida. A torcida dos Saints que o diga, afinal, quem não se lembra daquela corrida de 61 jardas nos playoffs. Querido no grupo, rapidamente os seus companheiros lamentaram a decisão do RB.

Draftado pelos Bills na 12ª escolha geral do Draft 2007, Marshawn Lynch jogou quatro temporadas em Buffalo. Em nenhum dos anos completou as 16 partidas, sendo que em 2010, no último ano jogando pela franquia, participou de três jogos até ser trocado para os Seahawks, onde dispontou na carreira. Em Seattle, foram quatro seguidos correndo mais de 1000 jardas e 10 touchdowns. Com Russell Wilson encontrou um companheiro ideal para dividir as corridas e o sucesso veio com duas presenças no Super Bowl, vencendo o primeiro e perdendo o segundo – que poderia ter sido vencido, caso Pete Carroll tivesse corrido ao invés de passar a bola na linha de uma jarda faltando 30 segundos para o fim do jogo.

Nesta temporada, mesmo de contrato novo, Lynch esteve longe de ser decisivo, muito em função da lesão que teve. Uma hérnia o tirou da maior parte dos jogos em 2015 e o atrapalhou bastante, assim como o time. Foram menos de 500 jardas e apenas três touchdowns. O Beast Mode foi bem substituído pelo calouro Thomas Rawls, que também se machucou.

Na NFL a idade é implacável para os runnings backs. Perto de completar 30 anos, Marshawn Lynch sentiu que o corpo não poderia corresponder bem a mais uma desgastante temporada na NFL. Para não ter uma queda brusca de rendimento e perder espaço durante o ano, o camisa 24 dos Seahawks optou por parar. E se aposenta por cima. Resta saber como será a adaptação dos Seahawks sem o seu devorador de Skittles para carregar o ataque terrestre.

Números da carreira de Marshawn Lynch
Jogos: 127
Corridas: 2.144
Jardas: 9.112
Touchdowns: 74
Fumbles: 19
Duas vezes campeão da NFC, um título do Super Bowl, cinco vezes eleito para o Pro Bowl e uma vez para o time do ano.

VALEU, MARSHAWN “BEAST MODE” LYNCH!!

*Fonte/Texto: Endzonebrasil / Rafael Araújo