Época de torrar de calor na estrada

Uma conferida ontem de noite sobre o clima e o tempo para esse sábado e lá estava marcando nublado. Ok!
Só que não foi bem isso que aconteceu. Hoje fez um dia muito bonito, ensolarado, aliás bastante ensolarado e assim, convidativo para andar de moto. Só que não tem esse mimimimi de muito calor e tal. O negócio é seguir em frente. Sempre!

Como de costume, combinamos um local e horário para sairmos. Dessa vez marcamos um pouco mais tarde do que o habitual porque a intenção era apenas dar um pequeno rolê. E novamente também não foi o que aconteceu. Mudamos de plano e acabamos indo até General Câmara (RS), com o time formado por mim, o Pretto e o Alexandre.

Essa foi a primeira vez em uma das motos apresentou problema na empreitada, isso quando já tínhamos rodado algo por volta de uns 50km. De uma hora prá outra a moto do Alexandre deu algumas falhadas na aceleração e ele ficou preocupado com isso. Paramos, fizemos uma breve reunião de pauta, estabelecemos novas metas, prazos e diretrizes e assim sendo, ele próprio deliberou no sentido de entender ser melhor retornar casa e pediu para continuarmos seguindo em frente em nosso roteiro, não vendo necessidade alguma de o acompanharmos em sua volta.

Deu tudo certo. Depois ele nos mandou um recado pelo celular, de que  já estava em casa e seu retorno tinha sido tranquilo. Foi mais por uma questão de prevenção do que uma pane ou problema sério com sua moto. E segue o baile.

Com calor que estava fazendo hoje também foi dia de abandonar as jaquetas de couro. Liberdade! Nada como andar assim num dia quente, de boa e com menos equipamentos, sentindo o vento e curtindo a bela paisagem da região.

Em General Câmara uma parada num postinho para repor um pouco o organismo com uma água gelada. Que maravilha. Nada de café hoje, apenas uma boa conversa, onde deliberamos e resolvemos algumas centenas de problemas do mundo com nossas ideias.

Depois já era hora de pegar a estrada novamente no sentido de volta. Bem pouca gente no caminho hoje, mas por outro lado, contei uns seis lagartos mortos atropelados sobre o asfalto, ao longo do nosso trajeto. Uma pena. Esses bichos gostam e precisam de lugares quentes para digerirem sua comida dentro de seu estômago e nada melhor do que o asfalto quente para dar essa mãozinha, só que daí o perigo de serem atropelados é bem grande.

Tivemos um retorno tranquilo, só eu meio que desligado, contemplando a vista da paisagem (muito bonita) e um determinado momento, numa parte de pouco movimento quase passo direto, em alta velocidade, por um desse redutores de velocidade eletrônico. Me escapei por pouco, consegui diminuir na “champinha”. Ufa! Senão seria uma multa muito boba.

Outro dia incrível e bem aproveitado com os amigos. Tudo certo com a gente e também com o Alexandre, que teve de retornar mais cedo

Abaixo algumas imagens de hoje.

DCIM100GOPRO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DCIM100GOPRO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DCIM100GOPRO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DCIM100GOPRO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DCIM100GOPRO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DCIM100GOPRO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DCIM100GOPRO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DCIM100GOPRO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DCIM100GOPRO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DCIM100GOPRO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DCIM100GOPRO

 


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: